terça-feira, 23 de julho de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Data marcada

Postado em 9 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL), de Canelinha, deve oficializar a pré-candidatura à reeleição com um evento público agendado para a próxima sexta-feira (12), nas dependências do Estádio Leonel Marcelino Pereira, do Marselhesa, no bairro Índia.

No convite para o encontro, Alves Maciel aparece ao lado do vice-prefeito Antônio Carlos Machado Júnior (PSD), que também confirmará sua pré-candidatura à reeleição e garantirá a reedição da dupla vencedora em 2020.

O grupo deve apresentar aos correligionários e à comunidade canelinhense a nominata completa de pré-candidatos ao Poder Legislativo do PL e do PSD. A reunião está marcada para às 19h.

Acordo progressista

Postado em 3 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas | Arquivo

Martelo batido. Caso o PP tenha candidato a prefeito em São João Batista, o nome do empresário e ex-vereador Fábio Norberto Sturmer, popular Fábio da Ravel, é o que estará na urna.

A questão foi fechada ontem, e precisou que o vereador Mateus Galliani retirasse oficialmente a pré-candidatura. Os progressistas mantiveram conversas constantes por uma semana antes de chegarem ao consenso.

De agora em diante, conforme as deliberações internas, Sturmer se licencia da presidência do PP batistense a fim de tratar exclusivamente da pré-campanha e das particularidades eleitorais. Galliani, o vice-presidente municipal do partido, assume automaticamente o posto.

Com essa definição, o bloco de oposição tem agora três nomes dispostos à disputa majoritária: Fábio da Ravel (PP), Juliano Peixer (UNIÃO) e Felipe Lemos (PL). Destes, dois formam a chapa oposicionista com o aval – por ora – de PSB e PODEMOS e a bênção da principal liderança do grupo, ex-prefeito Aderbal Manoel dos Santos (PP).

Prato feito

Postado em 1 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

A pouco mais de três meses das eleições municipais, agendadas para o próximo dia 6 de outubro, restam poucas dúvidas em Nova Trento. Os blocos de situação e oposição já têm praticamente definidos os nomes que concorrerão no pleito.

Do lado governista, a dupla vencedora em 2020 deve ser repetida neste ano. Tiago Dalsasso (MDB) e Moacir Dalla Brida (PSD), atuais prefeito e vice, devem seguir juntos para tentar o direito de governar a cidade por mais quatro anos.

Já o ex-vereador e ex-secretário municipal, Maxiliano de Oliveira (PL), deve representar a oposição. Nesta semana, o bloco liderado por Max definiu e oficializou a pré-candidatura do empresário Laerci Girola (PP) a vice-prefeito.

PSDB e UNIÃO BRASIL, que integram o movimento oposicionista, acataram a indicação do candidato à vice diante dos resultados de uma pesquisa de opinião popular, e devem indicar apenas postulantes ao parlamento municipal.

Predileto

Postado em 1 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A preferência da executiva estadual do PL pela pré-candidatura do empresário Felipe Lemos à prefeitura de São João Batista, revelada pelo Blog na última terça-feira (25), foi evidenciada nos últimos dias.

O empreendedor participou de uma audiência na Capital do Estado, com a presença das principais lideranças liberalistas, entre elas, do governador Jorginho Mello. O chefe do Executivo catarinense, aliás, não titubeou em dar a Lemos o status de pré-candidato do partido.

“O Felipe Lemos é o nosso pré-candidato em São João Batista. Um jovem entusiasta, engenheiro e preparado pra ser prefeito. Ele tem o nosso apoio e o meu incentivo para que ele possa vencer as eleições. Vai contar com o Governo de Santa Catarina pra ajudar a melhorar a vida das pessoas”, disse Mello em vídeo publicado nas redes sociais.

PROXIMIDADE

O batistense, a propósito, recebeu o convite do governador para acompanhar a entrega de importantes obras pela região litorânea de Santa Catarina. Entre elas, a nova UPA 24h de Porto Belo, inaugurada nesta sexta-feira (28).

Pelotão feminino

Postado em 28 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fotos: Arquivo Pessoal

Três nomes se dispuseram à concorrência majoritária no MDB de Canelinha. Nenhum homem. As postulantes foram apresentadas ontem, em assembleia do partido com vistas nas eleições de outubro.

A advogada e empresária Ana Claudia Orsi Arndt, filha do ex-vice-prefeito Edson Orsi e da ex-vereadora Maria Bernadete Trainotti Orsi, finalmente confirmou a pré-candidatura. Além dela, a vereadora Neli Ferreira e a ex-secretária de Educação do município Rosângela Maria Leal Cordeiro se apresentaram como pré-candidatas emedebistas ao cargo máximo da Cidade das Cerâmicas.

CONJUNTURA
Nos ensejos, clareou-se, conforme se prenunciava, a intenção de unir forças com o UNIÃO BRASIL, enxertado com lideranças do PP – que definiu o vereador Robinson Carvalho Lima como opção para a disputa da prefeitura. Foi a primeira vez, desde que as especulações de coligação surgiram na pauta política de Canelinha, que o MDB debateu abertamente o assunto.

Vai e vem

Postado em 26 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Parceiro no projeto de reeleição, o MDB havia desembarcado do governo da prefeita Nilza Simas (ex-PSD, agora no PL) em Itapema. E construía uma proposta paralela, primeiro de independência na Câmara e depois com a pré-candidatura do vereador Leonardo Arlindo Cordeiro à sucessão em movimento oposicionista.

Coincidente ou estrategicamente, Nilza e os emedebistas podem, mais uma vez, frequentar o mesmo palanque nestas eleições. Bastou que a prefeita aderisse publicamente ao bolsonarismo, com filiação ao PL e abono do ex-presidente da República, mais o aceno de apoio ao pré-candidato liberalista à prefeitura, vereador Carlos Alexandre “Xepa” de Souza Ribeiro, para que as melancias se ajeitassem na carroça.

Assim como no Estado, PL e MDB comungam em Itapema. E vêm condimentando a aliança com vistas no pleito de outubro. Xepa e Cordeiro – que havia cortado os laços com Nilza – podem formar a chapa, a propósito, com a bênção da chefe do Executivo. Pois então!

Mais fumaça

Postado em 25 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Se havia um favoritismo do empresário Felipe Lemos, de São João Batista, na disputa interna para representar o PL no pleito de outubro, ele foi confirmado nesta terça-feira (25), em reunião na Capital do Estado.

A pré-candidatura de Lemos foi a escolhida pela executiva catarinense, que tinha ainda os vereadores Mário Antônio Garcia Teixeira e Gustavo Grimm, ambos postulantes ao mesmo cargo, como opções.

Fontes do Blog justificam que o empresário foi escolhido por uma série de fatores, entre eles, o trabalho intenso de filiações e estruturação do partido, a representação dos ideais conservadores e, por fim, em atenção ao “crescimento exponencial” de Lemos nas pesquisas de opinião pública.

PRÓXIMOS PASSOS

Encontros com o governador do Estado, Jorginho Mello, e o presidente de honra do PL, Jair Bolsonaro, devem ocorrer nas próximas semanas, com intuito de avalizar o projeto do grupo batistense.

A relevância das duas lideranças no cenário político de Santa Catarina, a propósito, pode ser levada em consideração para a definição do futuro candidato a prefeito. Especula-se que, com apoio de Jorginho e Bolsonaro, dificilmente o PL não teria protagonismo a altura na chapa. Pois então…

Passo adiante

Postado em 24 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A advogada e empresária Ana Claudia Orsi Arndt, filha do ex-vice-prefeito Edson Orsi e da ex-vereadora Maria Bernadete Trainotti Orsi, deixou de ser uma especulação e passou ao campo da opção para a disputa da prefeitura de Canelinha nestas eleições. Na mais recente reunião do MDB, ela foi oficialmente convidada a encampar o desafio e anunciar a pré-candidatura.

Embora tenha acenado positivamente, Ana Claudia decidiu, por ora, seguir estudando a proposta. O “respeito à hierarquia do partido” – que tem figuras de expressão como o ex-prefeito Moacir Montibeler e a vereadora Neli Ferreira no topo da lista de cotações –, conforme frisou no encontro, foi o motivo de ter optado por permanecer em stand-by.

Entretanto, no ínterim, a advogada e empresária consultou estrategistas de campanha e se reuniu com possíveis apoiadores, líderes e deputados emedebistas para tratar do assunto.

Pré-candidata

Postado em 21 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

Embora contasse com certo favoritismo, a vereadora Isabela Camile da Silva dos Santos, de Bombinhas, ainda precisava vencer uma disputa interna para que pudesse, em outubro, representar o PL na corrida pela prefeitura.

A parlamentar de primeiro mandato tinha como concorrente direto o presidente da executiva local, Mário Cesar Pera, que também se apresentava como postulante ao cargo máximo do município.

Entretanto, tratativas entre PL e MDB – que devem formar chapa nas eleições municipais -, resultaram na definição e o nome da vereadora passa a ser o único indicado pelo partido do governador Jorginho Mello à pré-candidatura.

“Houve uma reunião entre as executivas do PL e do MDB. Nós, enquanto PL, chegamos a um consenso. O Mário Pera, na política, é uma pessoa muito estratégica e que representa a população. É o nosso presidente. Sempre discutimos e construímos juntos. Nos colocamos à disposição, mas, conversando e ouvindo a população, chegamos ao consenso”, explicou a vereadora, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, ontem.

PREPARAÇÃO

Representante da oposição ao governo Paulo Henrique Dalago Muller (PSD), Isabela Camile garante que vem se preparando para o enfrentamento ao atual adjunto bombinense, Alexandre da Silva (PSD), que deve ser oficializado como candidato governista à sucessão.

“Sempre me preparei. Acredito que não teria como não ser ele. Não há outra liderança. Tenho certeza que, além do amadurecimento e todo o trabalho de fiscalização que tenho feito dentro da Câmara, eu aguardo por esse enfrentamento”, pontuou.

Presença confirmada

Postado em 10 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas | Arquivo | Linha de Frente

Os mais atentos observadores do cenário político de Tijucas notaram, dias atrás, a ausência do ex-prefeito Valério Tomazi no evento de filiações do MDB local. O fato, somado à recente decisão do ex-mandatário em retirar sua pré-candidatura à prefeitura, semanas antes, foi o suficiente para que pulgas se aconchegassem atrás das orelhas de muita gente.

Em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, quinta-feira passada (4), o presidente do MDB tijuquense, Elmis Mannrich, afirmou que Tomazi havia informado, algumas horas antes do evento, que não participaria do ato por um problema particular.

Consultado pelo Blog, o ex-mandatário garantiu que o contratempo impediu sua presença, mas reforçou que acompanhará e apoiará o projeto emedebista. “Estou participando para o sucesso do pleito”, resumiu.