quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Cláudio do PDT

Postado em 9 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

O vereador mais votado do último pleito e novo presidente do PDT em Tijucas, Cláudio Eduardo de Souza, assumiu, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, ontem, a pré-candidatura a prefeito nestas eleições. A predisposição, entretanto, foi provocada a partir da saída do candidato lançado pela legenda em 2020, Thiago Peixoto dos Anjos, que migrou para o PL.

Souza explicou que, antes da desfiliação do empresário, aparecia apenas como uma possibilidade – depois de ser lembrado em uma pesquisa espontânea. Entretanto, com a ida de Peixoto dos Anjos ao PL, sua pré-candidatura ganhou força.

“Hoje sou pré-candidato a prefeito pelo PDT. [Foi decidido] Com a saída do Thiago. Meu nome aparecia nas pesquisas. Algumas nem colocavam o nome, mas aparecia na espontânea. Por conta disso, as lideranças dos grupos de oposição começaram: ‘vem conversar também’. Até então, era isso”, disse.

Embora esteja disposto a concorrer na majoritária, o jornalista garante que pretende seguir o seu “propósito”, guiado pela fé que sempre o acompanhou. “Se eu precisar ser candidato a vereador novamente, eu vou entender e não vou ter uma frustração. Mas, hoje, eu estou pré-candidato a prefeito pelo PDT. Se precisar que eu recue, por alguma situação, eu vou recuar. Mas, se eu tiver a possibilidade e, com a fé que eu tenho, o homem [Deus] disser ‘és tu que vais fazer a diferença na vida do povo, Ele vai abrir essa porta e em 2025 eu vou estar lá”, completou.

CONJUNTURA

Existe, atualmente, uma clara aproximação dos pedetistas com o MDB local. O nome do parlamentar, inclusive, foi especulado como um possível reforço para a legenda que mais vezes administrou a cidade e que tentará, em outubro, retornar à prefeitura. Entretanto, Souza explica que a boa relação se justifica por terem as mesmas intenções.

“Com base no que o MDB acredita, hoje, em relação ao atual governo, à estrutura administrativa… tanto o PDT se vê no projeto do MDB, como o MDB é bem-vindo ao projeto do PDT. Nós temos conversado bastante. Outras lideranças do PDT têm conversado com pessoas do MDB, para que possamos reforçar esse projeto, para apresentar essa alternativa pra Tijucas, para os eleitores e para aqueles que não querem a continuação do que está hoje na prefeitura”, explicou.

Transferência

Postado em 6 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Câmara de SJB

O vereador Gustavo Grimm (CIDA), membro do movimento apelidado de “Centrinho”, anunciou, ontem, durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores batistense, que pretende se filiar ao Partido Liberal (PL), em março, durante a janela de transferências partidárias.

“Quero anunciar minha ida ao PL. Sou um cristão de direita, que acredita sim nestes princípios. Quero fazer parte deste grupo. Conversei com o Novo, mas, sozinho, não construímos nada. Esse grupo não busca nada pessoal, mas sim coletivo. Nosso propósito é São João Batista”, afirmou.

Grimm aproveitou a oportunidade para lançar oficialmente a sua pré-candidatura a prefeito. “Me lanço como pré-candidato a prefeito, concorrendo junto com o Felipe Lemos. É o povo, através a pesquisa, que vai decidir isso. Lá, ninguém é maior que ninguém”, completa.

EXPECTATIVA

Os Liberais batistenses, ainda, trabalham para agregar outros dois vereadores e membros do “Centrinho”: Elisandro dos Santos (PP) e Mário Antônio Garcia Teixeira (UNIÃO). As conversas, segundo fontes do Blog, já estariam bastante adiantadas e a oficialização pode ocorrer em breve.

Opção viável

Postado em 2 de outubro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas | Linha de Frente

A falta de concordância e a busca por independência no parlamento municipal são as justificativas do vereador Leonardo Arlindo Cordeiro (MDB), de Itapema, para deixar a base da administração de Nilza Simas (PSD) e, consequentemente, o grupo governista na Câmara de Vereadores.

Cordeiro, que entre 2020 e 2022, atuou como líder do governo no Legislativo, decidiu, ano passado, que deveria deixar a função. Já em janeiro, reuniu-se com a mandatária itapemense e informou a opção por integrar o grupo oposicionista.

Em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, na última quinta-feira (28), Léo Cordeiro explicou a mudança. “Por alguns motivos que eu não concordava com a administração, decidi sair. Tive poucas conversas com a prefeita, mas com os secretários sim. Foram várias coisas que desgastaram a relação. Votar com a razão e o coração é melhor do que apenas dizer amém”, justifica.

Projeto pessoal

Cumprindo o primeiro mandato na Câmara de Itapema, Cordeiro acredita que, em 2024, poderia disputar a prefeitura. A pré-candidatura, entretanto, dependeria de alguns fatores para ser efetivada. Caso isso não ocorra, a disputa pela manutenção da cadeira na Câmara não estaria descartada.

“Eu amo estar vereador e servir minha cidade. Faço com amor. Estou pré-candidato a prefeito, mas, há algumas questões. Partidária, pesquisas, existem alguns fatores. Caso isso ocorra, eu, com certeza, irei à reeleição como vereador”, pondera.

Dobradinha

Postado em 26 de julho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Se existe um favoritismo velado para a Câmara Federal no PSB, as fichas caem todas na conta do ex-prefeito de São José, Djalma Berger. E ele, por sua vez, tem um venturoso afilhado que pretende encaminhar à Assembleia Legislativa de Santa Catarina: o ex-prefeito de Governador Celso Ramos, Juliano Duarte Campos, vice-presidente estadual do partido.

Berger, aliás, postou nas redes sociais, semana passada, um depoimento reverente sobre os préstimos do ex-mandatário gancheiro como secretário municipal de São José. No texto, ele destacou Campos como parte de um time “competente, comprometido e humano” na gestão josefense. Por fim, o ex-deputado federal disse, ainda, que juntos “contribuíram muito com o desenvolvimento de São José e que agora querem ajudar Santa Catarina na mudança que ela precisa”.

Ambos, por enquanto, ainda respondem por pré-candidatos a deputado federal e estadual. A convenção do PSB catarinense foi marcada para o próximo dia 5 de agosto, quando eles devem oficializar as respectivas candidaturas.

Abraço coletivo

Postado em 6 de julho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Uma caravana de tijuquenses — entre eles, o vereador Maurício Poli (PSB) e o servidor público municipal Dirceu Alves — acompanhou, ontem, em Florianópolis, no tradicional Lira Tênis Clube, o lançamento da pré-candidatura do servidor da PGE (Procuradoria Geral do Estado) aposentado Constâncio Maciel (UB) a deputado estadual. Mas a intenção do grupo era outra: ciceronear o pré-candidato a governador Gean Loureiro (UB), que esteve entre os presentes.

 

Poli, aliás, tem claras pretensões de comandar uma comissão do UB em Tijucas; e vem trabalhando por esse objetivo nos bastidores.

 

Outros ilustres convidados foram o ex-chefe da Casa Civil estadual Eron Giordani (PSD), vice na chapa de Loureiro na corrida ao governo, o ex-governador Raimundo Colombo (PSD), pré-candidato ao Senado, e os pré-candidatos a deputados federais Ismael dos Santos (PSD), Paulo Bornhausen (PSD), Edmilson “Ed” Pereira (UB) e Caio Tokarski (UB). Cerca de 1,5 mil pessoas prestigiaram o ato.

Segundo ato

Postado em 22 de junho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Presidente da comissão provisória do SOLIDARIEDADE em Tijucas, o produtor cultural Diocélio Adelino dos Santos quer concorrer nas eleições gerais deste ano. Em postagem nas redes sociais, ele assume pré-candidatura a deputado estadual e se diz “apaixonado pela causa pública”. No mesmo texto, o tijuquense de 40 anos se apresenta como cientista político e bacharel em Relações Internacionais, e faz críticas ao atual “sistema de governo” do país.

As aspirações políticas de Dio Adelino — como prefere ser chamado —, aliás, vêm de algum tempo. No pleito municipal de 2020, ele se anunciou pré-candidato a prefeito; mas, assim como o partido que preside na Capital do Vale, sequer participou diretamente do processo eleitoral. Entre amigos e potenciais eleitores, a expectativa é que, desta vez, foto, nome e número do produtor cultural estejam na urna.

Contas aprovadas

Postado em 21 de junho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Havia uma força-tarefa nos bastidores da política batistense para a rejeição das contas de 2020 do ex-prefeito Daniel Netto Cândido (PODE) na Câmara Municipal. Apesar da recomendação do TCE (Tribunal de Contas do Estado) para aprovação, vereadores oposicionistas — e, inclusive, da base aliada — tentaram articular o revés e conseguiram seis votos dos oito necessários para a manobra. A movimentação tinha, sobretudo, relação com o futuro do ex-secretário adjunto de Estado do Desenvolvimento Social e pré-candidado a deputado estadual nestas eleições.

Com votos favoráveis de Altair Zunino (PSD), Edésio Tomazi (PSD), Anderson Duarte (MDB), Milson da Silva (MDB) e Mário Teixeira (UB), o ex-mandatário passou, mais uma vez, no crivo do Legislativo e completou oito anos de contas aprovadas na gestão de São João Batista. Um resultado adverso poderia se transformar em impedimento para a candidatura ao parlamento catarinense no pleito que se avizinha.

Cândido, aliás, convive sistematicamente, ao longo da trajetória política, com oposição severa e tramas diversas nas coxias do poder. Chegou, inclusive, no fim da primeira gestão, em 2016, a perder o mandato de prefeito por quatro meses. E ontem, na segunda votação das contas do exercício de 2020, na Câmara, venceu novamente.

Santo de casa

Postado em 4 de maio de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Causou estranheza a ausência do ex-prefeito Daniel Netto Cândido (PODE) na reunião entre representantes do SincaSJB (Sindicato das Indústrias de Calçados de São João Batista) e o governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS), nesta manhã. Do encontro, ainda participaram empresários, vereadores e membros do Executivo municipal, além do secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli.

Na pauta das discussões, a reivindicação de incentivos fiscais aos produtores de componentes para calçados — nos mesmos moldes dos vigentes para a indústria calçadista, conquistados a partir de um movimento iniciado em 2019, do qual, a propósito, Cândido, enquanto prefeito, participou ativamente. Pois, então?!

NON GRATO

Especula-se, entretanto, que o ex-prefeito não tenha recebido convite em razão da pré-candidatura a deputado estadual e da eventual disputa de atenções com a correligionária Ana Paula da Silva (PODE), de Bombinhas, que provocou a reunião e que, ocasionalmente, tenta angariar apoios em São João Batista, principal reduto eleitoral do ex-secretário adjunto de Estado do Desenvolvimento Social.

Diversidade

Postado em 3 de maio de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pouca gente sabe, mas Tijucas tem um pré-candidato a deputado estadual nestas eleições. E por um partido gigante — o que mais esteve no poder nestes quase 162 anos de emancipação político-administrativa do município, aliás. Mas, o que chama a atenção, na verdade, é que a postulação foi ajustada diretamente com a executiva estadual da legenda, sem anuência ou interferência do diretório municipal.

Dias atrás, o professor Franciel Britos comunicou a intenção de participar da corrida ao parlamento catarinense no grupo de conversação online “O POVO DE NOVO”, composto por filiados e simpatizantes do MDB local. E surpreendeu. Sobretudo correligionários antigos, que, em suma, passaram a conviver com ele no comitê de campanha da candidata a prefeita Fernanda Melo Bayer (MDB), que coordenou, nas eleições municipais passadas.

Ocorre que Britos preside o núcleo MDB Diversidade em Santa Catarina, e, porque o partido precisa de representação LGBTQIA+ na campanha estadual, ele decidiu se lançar na disputa. Na nota aos emedebistas, o pré-candidato justificou que “por representatividade, é importante” e que “é preciso dar voz e vez àqueles que não tem”.

Nuvem passageira

Postado em 13 de abril de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As aspirações do policial militar de reserva David Jordelino à prefeitura de Porto Belo não duraram muito. O pretenso companheiro de chapa, ex-vice-prefeito Osvaldo Claudino Ramos Filho, popular Vadinho, fez questão de dissipar os rumores ao comunicar nas redes sociais que não se candidataria na eleição suplementar do município, em 5 de junho. Em seguida, todas as referências sobre a dupla, publicadas por supostos apoiadores, foram excluídas.

Para completar, a executiva estadual do PTB, partido de Jordelino, informou que o diretório portobelense foi dissolvido e que qualquer pré-candidatura ao pleito extraordinário do município não tem validade. A nota pública tem assinatura do presidente da legenda em Santa Catarina, Kennedy Nunes.