domingo, 14 de julho de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Casca de Bala

Postado em 10 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Redes Sociais

Se o vereador Maickon Campos Sgrott (PP) passou a ser o favorito do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) para a sucessão municipal, parece ser do parlamentar, agora, a preferência pelo companheiro de chapa. O também vereador Maurício Poli (UNIÃO), ao que tudo indica, tem a predileção de Sgrott.

Neste fim de semana, a propósito, os dois estiveram juntos no salão de festas da Paróquia de São Pedro, na Joáia. E foram destaques no evento, de mesa em mesa, nos cumprimentos aos presentes.

Mais tarde, Sgrott aludiu ao hit sobre amizade que viralizou nas redes sociais e apelidou o companheiro. “Eu e o Casca de Bala fazendo o que a gente mais gosta: conversar e estar com a nossa gente”, escreveu. Para um bom entendedor, meio refrão basta. Pois então…

Contra-ataque

Postado em 16 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Quem imagina que o vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD) e o vereador Rudnei de Amorim (PSD) tenham jogado a toalha, engana-se. A alastrada predileção do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) pelo vereador Maickon Campos Sgrott (PP) para a sucessão municipal parece não incomodar tanto quanto antes.

Uma das mostras se deu na gravação do convite para a Festa do Trabalhador e Produtor Rural de Tijucas, que aconteceria neste fim de semana e foi adiada em decorrência das chuvas. No vídeo, Coisa Querida e Amorim comentam, juntos e bem-humorados, as particularidades do evento e chamam a população tijuquense a participar.

Os pré-candidatos peessedistas ficaram mais próximos recentemente, ao perceberem que estariam sendo preteridos por Mariano Rocha. Desde então, têm confraternizado e buscado uma construção conjunta independentemente das projeções do prefeito acerca do futuro político do grupo.

O vice-prefeito e o presidente da Câmara, aliás, contrataram, dias atrás, um instituto de pesquisas para uma avaliação mais criteriosa do cenário eleitoral tijuquense. E as aparições estratégicas, a propósito, podem ter relação direta com o resultado do levantamento.

Fatia generosa

Postado em 15 de junho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: PMT/Divulgação

É, de fato, o que parece ser. A deputada estadual e pré-candidata à reeleição Ana Paula da Silva (PODE) subiu na lista de predileções da equipe administrativa de Tijucas para a Assembleia Legislativa nestas eleições. A parceria com o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) no corte do bolo, no aniversário de emancipação político-administrativa do município, anteontem, passou longe de mera formalidade. A ex-prefeita de Bombinhas, neste momento, tem preferência no paço da Capital do Vale para a corrida ao parlamento catarinense.

 

Condição muito diferente de 2018, quando fez luxuosa figuração entre os comandados de Mariano Rocha — com apoio de algumas secretarias e vereadores da base. Naquela feita, as atenções estavam voltadas, quase que exclusivamente, para a itapiranguense Marlene Fengler (PSD), que desta vez vai concorrer a uma cadeira na Câmara Federal.

CIDADANIA

A afirmação política de Paulinha na seara tijuquense tem sido tamanha que ela, inclusive, foi agraciada, sexta-feira (10), em sessão solene da Câmara, com o título de cidadã honorária do município.

Mesma honraria, a propósito, que recebe hoje em Luiz Alves juntamente com o governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS).

Cumprimento de protocolo

Postado em 21 de abril de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Para surpresa de ninguém, o prefeito interino de Porto Belo, Joel Orlando Lucinda, venceu a convenção do MDB, ontem, e vai representar o partido na eleição suplementar do município, em 5 de junho. O vereador licenciado obteve 36 das 45 indicações do diretório, confirmou o amplo favoritismo e superou com tranquilidade os concorrentes Diogo dos Santos, com 11, e Magno Muñoz, que não foi votado.

 

Lucinda, que tem sete mandatos consecutivos na Câmara Municipal, tinha larga predileção entre os servidores e dirigentes da aliança governista, e se manteve sempre alinhado ao ex-prefeito e pré-candidato a deputado estadual Emerson Stein (MDB), o que, seguramente, foi fator crucial na decisão dos convencionais.

COMPOSIÇÃO

Definida a cabeça, a chapa foi completada. Em reunião paralela, o PL escolheu o vereador Ailto Neckel por aclamação como candidato a vice-prefeito. Os dois partidos já haviam decidido antecipadamente que manteriam a aliança que administra a Capital Catarinense dos Transatlânticos desde 2017.

Outras legendas que devem compor com MDB e PL no pleito extraordinário são o PP, que se reúne internamente hoje e oficializa a união, e REPUBLICANOS, que, se não realizar convenção, vai, mesmo assim, declarar apoio branco ao projeto governista.

CHAPA ÚNICA

Diante da vultosa coalizão, e com a dificuldade de organização de grupos contrários, os prognósticos de eleição com chapa única, propalados recorrentemente nas rodas sócio-políticas de Porto Belo, parecem cada vez mais próximos de uma confirmação.

Se assim for, Lucinda e Neckel precisarão de apenas 50% do eleitorado local e mais um voto para se garantirem na prefeitura. O cenário, para os governistas, não poderia ser mais favorável.