terça-feira, 23 de julho de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Mesa cheia

Postado em 11 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Lideranças da velha-guarda e com vasto histórico de contribuições ao MDB de Tijucas foram convocadas para colaborar com a construção do projeto de retomada da prefeitura, encabeçado pelo pré-candidato emedebista, Elmis Mannrich

O grupo se reúne sistematicamente para alinhar estratégias e metodologias de trabalho. Os participantes convidados, a propósito, tem experiência em pleitos municipais e, por isso, receberam o chamado de Mannrich. 

Nesta semana, o partido organizou um encontro com presenças como as do ex-secretário municipal e advogado Celso Leal da Veiga Júnior, o ex-prefeito Valério Tomazi, e os ex-vereadores Neri José Martins, Elói Pedro Geraldo e Gerson Henrique Marcelino.

Preparação

Postado em 9 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O Podemos de Santa Catarina, presidido pela deputada estadual Ana Paula da Silva, de Bombinhas, reuniu mais de duas mil pessoas no último sábado (6), entre pré-candidatos e lideranças políticas, para um treinamento chamado de Oficina da Vitória.

O encontro foi o maior já organizado pelo partido no país e teve a presença da presidente nacional e deputada federal por São Paulo, Renata Abreu. Além disso, uma palestra foi ministrada pelo treinador de futebol, ex-seleção brasileira e ex-Real Madrid, Vanderlei Luxemburgo.

Paulinha foi a responsável por abrir a reunião e festejou o crescimento do PODEMOS no Estado. “Temos o maior crescimento em número de filiados no Estado. Isso é resultado de muito trabalho. Os mais preparados é que vão mudar o futuro das crianças, das famílias e dos idosos de cada cidade catarinense. E vamos liderar essa transformação”, afirmou.

Terceira via

Postado em 4 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O PT de Nova Trento pretende lançar um candidato à prefeitura nas eleições municipais de outubro. O partido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem promovendo reuniões e encontros com o intuito de organizar uma chapa para o pleito.

Ao que tudo indica, o nome favorito para representar o grupo é o do secretário do PT neotrentino, Celso Greef. A legenda deve colocar outros dois nomes à disposição dos eleitores para a disputa de uma cadeira no Poder Legislativo.

Há poucos dias, o deputado estadual Padre Pedro Baldissera esteve na cidade de Santa Paulina para ajudar na construção do projeto e se comprometeu a contribuir com a candidatura petista.

Sem velinha

Postado em 12 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: TV Câmara

Os tradicionais festejos de aniversário de Tijucas, que completa 164 anos de emancipação político-administrativa nesta quinta-feira (13), serão modestos se comparados aos anteriores. Isso porque, dias atrás, a administração municipal anunciou o cancelamento das atividades.

A justificativa para a decisão foi a crise vivida pelo Rio Grande do Sul, devastado por uma das maiores catástrofes climáticas já registradas no país. Em solidariedade com o povo gaúcho, o município optou por organizar um ponto para arrecadação de donativos e não promover outros eventos públicos.

A narrativa não agradou a todos. O vereador Erivelto “Danone” Leal dos Santos (PL), por exemplo, tratou do cancelamento como uma “desculpa” e afirmou que a explicação era “cômica”.

“Achei a ação legal e importante, apesar de estarmos atrasados. Mas chega a ser cômico. Deixar passar em branco o que tanto defendem, que é a cultura do município. Mais valia dizer que não querem gastar dinheiro. Era melhor, muito mais válido. Era o que deviam ter feito”, pontuou.

Mudança de hábito

Postado em 6 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

A crescente Fecon (Feira da Construção Civil) deve ocorrer, neste ano, em Tijucas, com algumas mudanças significativas. A principal delas, e certamente mais sentida, deve ser a ausência do empresário Pedro Sadi Pierezan na coordenação do evento.

Idealizador, entusiasta e nome de consenso entre expositores e participantes, ele se desligou da organização da feira ao fim da sexta edição, em julho de 2023, e não retornou. A necessidade de maior dedicação à Vi.Ana Incorporadora e divergências com a Acit (Associação Comercial e Industrial de Tijucas) foram os motivos principais.

Pierezan pretendia ser “contratado” pela entidade – uma vez que atuava como voluntário, sem qualquer remuneração – para as próximas edições da feira. Mas as negociações não caminharam. No contraponto, Acit e CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) optaram por uma produtora do Rio Grande do Sul para a realização da 7ª Fecon, marcada para o período entre 20 e 23 de junho.

Duas decisões da produção, a propósito, confutam substancialmente a proposta anterior. Pelo menos desta vez a carreata da Fecon pelas ruas de Tijucas e as palestras para expositores estão suspensas até segunda ordem. As expectativas recaem sobre o número de stands – que foram mais de 80 no ano passado – e na proeza milionária de negócios gerados no evento, que se superava a cada edição.

Projeto “Mudança”

Postado em 15 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

O ex-vereador e ex-secretário municipal de São João Batista, Juliano Peixer, mantém vivo o desejo de disputar a prefeitura batistense, nas eleições municipais de outubro. A recente desfiliação do MDB, aliás, teve o projeto de candidatura como principal motivo.

Peixer afirmou, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, ontem (11), que havia se colocado à disposição do partido para a concorrência. Entretanto, percebeu que parte da cúpula emedebista tinha a intenção de acompanhar o ex-prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) e, portanto, não lançar um candidato próprio.

“Eu dizia que queria construir um projeto de mudança e sólido, e que não estava ali pra ser vice do Daniel, que é o que eles queriam. Briguei pra ser o candidato, mas não vi evolução e saí pro União Brasil. Tenho uma aproximação grande com o deputado federal Fábio Schiochet, presidente estadual do partido”, revelou.

O agora pré-candidato pelo União Brasil avalia que sua antiga legenda se encontra “perdida”. Pontuou, ainda, que a indecisão do prefeito Pedro Alfredo Ramos, o Pedroca, com quem nutre boa relação, colabora para a dificuldade da estruturação do partido.

“A gente (o grupo) só ajudou o MDB e o MDB não nos ajudou. O MDB continua perdido em São João Batista. O Pedroca ora é pré-candidato, ora não é. O MDB ora quer dar o vice pro Daniel, não quer… Então, hoje é um partido sem gestão. Tivemos que sair, se não, não conseguiríamos criar um projeto de mudança, um projeto organizado e que possa, realmente, trazer a cidade pra frente”.

GRUPO FORTE

A “mudança” defendida por Peixer pode ganhar, no futuro, as companhias de PL, PP, Podemos e Republicanos. A proximidade com o empresário Felipe Lemos (PL), que também pretende concorrer à chefia do Executivo municipal em outubro, não atrapalharia o projeto, defende o ex-vereador.

“O Felipe é um jovem, tá entrando na política agora com muita vontade e gás. Temos um alinhamento de grupo, de que querer que a nossa cidade vá pra frente. A partir do momento que ele tá trabalhando, botando seu nome na rua, ele tem que brigar pra ser cabeça de chapa. Lá na frente podemos estar juntos. Ou eu declino e apoio ele, ou ele declina e me apoia. Existe ainda o Fábio da Ravel (Fábio Norberto Sturmer) e Mateus Galliani no PP. Temos 4 ou 5 pré-candidatos, mas só cabem dois”, ponderou.

Bloco único

Postado em 11 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Os rumores de que os grupos de oposição ao prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL), em Canelinha, poderiam organizar um bloco único para o enfrentamento no pleito de outubro, ganharam força nas últimas semanas.

O Blog apurou que o tradicional PP, que já administrou o município em quatro oportunidades (uma ainda como PDS), liderou as conversas com o UNIÃO BRASIL. As duas legendas, hoje, integram um projeto conjunto com vistas no processo eleitoral.

Das conversas, saiu a decisão de que o vereador e ex-presidente do Poder Legislativo municipal Robinson Carvalho Lima deveria se filiar ao UNIÃO. O translado, inclusive, foi aprovado e apoiado pelos progressistas, mesmo que a baixa deixe o PP sem representação no parlamento municipal.

Com o movimento, o advogado estaria apto a representar o grupo nas eleições como candidato a prefeito. Mais do que isso: poderia, sem o “11” na frente, construir uma composição com o MDB e juntar, no mesmo palanque, os dois mais tradicionais partidos do município que, por décadas, rivalizaram e disputaram, voto a voto, boa parte dos pleitos em Canelinha.

11 + 15 = 44

Os principais articuladores entendem que disputar o eleitorado canelinhense, dividindo a eleição em três candidaturas, facilitaria a caminhada de Alves Maciel para a reeleição. Mas, em contrapartida, não seria fácil convencer um emedebista ferrenho a digitar o 11 na urna. O contrário também.

Entretanto, há um consenso de que tanto os colas-brancas quanto os colas-pretas poderiam assimilar melhor a ideia de votar 44, em prol de uma retomada do Executivo municipal. Pois então…

Perfil novo

Postado em 25 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Se o problema dos grupos de oposição ao prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL), em Canelinha, era a ausência de uma novidade, pode não ser mais. Afinal, lideranças responsaveis por organizar um bloco de enfrentamento ao mandatário canelinhense vêm atuando para lançar uma mulher – algo pouco recorrente na região -, e sem histórico de envolvimento na política local.

A advogada e empresária Ana Claudia Orsi Arndt, filha do ex-vice-prefeito Edson Orsi e da ex-vereadora Maria Bernadete Trainotti Orsi, atenderia ao perfil identificado pelo movimento como o ideal para a concorrência.

O Blog apurou que os convites já existiram e que as tratativas seguem a todo vapor. Por ora, há uma natural aproximação com o MDB, mas o grupo pretende analisar outras possibilidades e deixar a decisão final para o futuro.

Consultada, a herdeira da família Orsi confirmou as sondagens e o início das conversas, mas ponderou que o tema ainda será amadurecido. “Falar em pré-candidatura é precoce. Até o momento, o que ocorreram foram convites e tratativas relacionadas ao assunto. Possibilidade existe, mas são decisões tomadas em conjunto, pois respeito a hierarquia dentro dos partidos e a opinião das lideranças partidárias”, pontuou.

Um bom filho…

Postado em 21 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Bruno Collaço | Agência AL

Quatro anos depois de deixar o PSD, migrar ao extinto PSL e, mais tarde, rumar ao Podemos para a disputa de uma cadeira na Assembleia Legislativa, o ex-prefeito Daniel Netto Cândido, de São João Batista, retornará ao partido que o revelou para a política. O martelo foi batido em um encontro com lideranças da legenda, ontem, em Florianópolis.

Ao Blog, Cândido revelou que a deputada estadual Ana Paula da Silva – recém-empossada presidente estadual do Podemos -, participou das tratativas para oficializar a desfiliação. Durante os últimos dias, aliás, não faltaram gestos de ambas as partes. A bombinense seguirá responsável pela organização da legenda, mas, a partir de agora, precisará montar o próprio grupo.

PONTO FUTURO

O deputado estadual suplente reafirmou a intenção de concorrer novamente à prefeitura da Capital Catarinense do Calçado. A volta ao PSD, inclusive, seria um dos passos necessários para o projeto, sobretudo para a reconstrução das relações com o MDB, o que viabilizaria a reedição da coligação vitoriosa em 2012, 2016 e 2020.

Nem mesmo as públicas desavenças com o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) atrapalhariam os planos. Isso porque, recentemente, Pedroca teria acenado ao grupo liderado pelo ex-mandatário e deixado o caminho livre para uma aproximação.

Entretanto, Cândido garante que as conversas ainda precisam evoluir. “Nada 100% fechado. Estamos abertos para conversar com todos. Ainda é muito cedo para cravar. Será uma construção daqui pra frente”, pondera.

ACLAMADO

A filiação do ex-prefeito ao PSD foi aprovada pelas principais lideranças da legenda no Estado. Entre elas, o presidente do partido, Eron Giordani, os prefeitos João Rodrigues, Clésio Salvaro e Topázio Silveira Neto, de Chapecó, Criciúma e Florianópolis, respectivamente, os deputados federais Ismael dos Santos e Darci de Matos, e os deputados estaduais Júlio Garcia, Napoleão Bernardes e Mário Motta.

O grupo vem incentivando a candidatura do batistense no pleito de outubro e, inclusive, boa parte é aguardada em um evento de filiação, agendada para o próximo dia 03 de abril.

Reforço

Postado em 31 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A organização da nominata que estará com o PL, do prefeito Diogo Francisco Alves Maciel, em Canelinha, ganhou a generosa contribuição do vereador Gabriel Meurer, de Florianópolis, ainda no Podemos, mas com malas prontas para o partido do governador Jorginho Mello.

Gabrielzinho, como ficou conhecido, esteve na Terra das Cerâmicas, dias atrás, para um encontro com membros da executiva podemista local. A pizza servida no jantar foi acompanhada, claro, de muita conversa sobre política.

Fontes do Blog garantem que o pré-candidato a vice-prefeito da Capital reuniu os correligionários para sugerir que seguissem esse caminho e migrassem para o PL. Entre eles, estava o presidente do Podemos canelinhense, Leandro Mafra.

A relação próxima de Mafra com o Alves Maciel facilitaria o movimento, que, neste momento, parece bem perto de se concretizar.