domingo, 14 de julho de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Luto decretado

Postado em 8 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), de Tijucas, decretou luto oficial de três dias pelo falecimento do ex-vice-prefeito, ex-vereador e presidente do SAMAE (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), Luiz Rogério da Silva.

Mariano Rocha justificou que o decreto é uma forma de reconhecer os “relevantes serviços prestados à comunidade tijuquense” e explicou que Rogerinho exerceu diversos cargos públicos ao longo de sua trajetória política.

Rogerinho cumpriu três mandatos na Câmara de Vereadores (de 1997 a 2004, e de 2013 a 2016) e chegou a presidir o Legislativo municipal em 2004 e 2013, foi eleito vice-prefeito em 2008 e assumiu a chefia do Executivo municipal em duas oportunidades: agosto de 2009 e janeiro de 2012.

Além de comandar o Samae na gestão de Eloi Mariano Rocha, Silva também foi secretário de Saúde. Em 2010, foi candidato a deputado federal e recebeu 20.429 votos. Na vida acadêmica, graduou-se em enfermagem e direito.

Luto: Luiz Rogério da Silva

Postado em 8 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo | Linha de Frente

Faleceu nesta segunda-feira (8), aos 57 anos, o presidente do SAMAE, ex-vice-prefeito e ex-vereador de Tijucas, Luiz Rogério da Silva, o Rogerinho. As causas da morte ainda estão sendo apuradas e investigadas.

Na vida pública, Rogerinho cumpriu três legislaturas (1997/2000, 2001/2004 e 2013/2016) e foi vice-prefeito entre 2009 e 2012. Desde 2021, era responsável por comandar a autarquia tijuquense que gere o tratamento de água e esgoto, na gestão Eloi Mariano Rocha e, atualmente, era uma das importantes lideranças do UNIÃO BRASIL.

Rogerinho deixa uma filha e centenas de admiradores. O Blog lamenta o falecimento e deseja suas mais sinceras condolências aos amigos e familiares.

Reprovação

Postado em 5 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O empresário Sidney Machado, que se intitula “único pré-candidato de ideologia conservadora em Tijucas”, não concorda com a formação da chapa do PL municipal para a disputa da prefeitura. O partido definiu o dueto com Thiago Peixoto dos Anjos e Fernando Fagundes – conforme noticiado no Blog anteriormente – em reunião da cúpula liberalista estadual ontem, sem a presença do terceiro postulante do grupo ao Executivo tijuquense.

Machado esteve agora à tarde na Justiça Eleitoral para buscar informações sobre o número de filiados do PL, bem como dos requisitos para a votação interna, e garante que o processo continua longe do fim. “Nada está decidido. Em 4 de agosto teremos a convenção. Meu nome continua à disposição para ser o candidato a prefeito do partido”, diz.

“Foi mal”

Postado em 21 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Pré-candidatos do Partido Liberal de Tijucas estiveram reunidos no salão de festas da ADEC (Associação de Desenvolvimento Comunitário dos Empregados Ceramistas), ontem, para um encontro com lideranças do movimento “bolsonarista”.

Destaque para as presenças de Jair Renan Bolsonaro, filho do ex-presidente da República, Jair Bolsonaro, e do empresário Emílio Dalçoquio Neto. A dupla, a propósito, foi convidada pelo pré-candidato liberalista à prefeitura de Tijucas, Sidney Machado, anfitrião da noite.

O clima amistoso reinou durante toda a reunião, mas ficou de lado na manhã seguinte. Isso porque membros do partido, que também se apresentam como pré-candidatos do PL tijuquense, não receberam convite para o jantar e cobraram de Machado uma resposta.

Ney da Tijusat, conhecido por posicionamentos firmes e diretos, optou por responder aos descontentes com um singelo “foi mal” e assim colocar panos quentes no incêndio. Pois então…

Diga-me com quem andas…

Postado em 18 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Tornou-se público que o empresário Sidney Machado, (PL) pré-candidato a prefeito de Tijucas, esteve com o ex-presidente da República, Jair Bolsonaro, em Brasília, dias atrás. O que muitos desconhecem, entretanto, é que ele não viajou sozinho para a capital federal.

Na comitiva estiveram ainda o presidente do PL tijuquense, Alberto Carlos “Tito” Dolorini, acompanhado da esposa Josiéli Pacheco, e o líder honorário do partido na Capital do Vale, José Vicente “Zezinho” de Souza e Silva. O grupo foi guiado pelo deputado federal Jorge Goetten (PL-SC), com quem têm muita proximidade. Mas apenas Machado, com aval do senador Jorge Seif (PL-SC), foi recebido por Bolsonaro.

E a exclusividade teve motivo. Embora correligionário, Goetten, o cicerone de Zezinho e companhia – com exceção de Ney da Tijusat –, não goza da simpatia do ex-chefe da Nação. O deputado federal, inclusive, surpreendeu recentemente ao acompanhar a bancada de esquerda no Congresso em pautas governistas e chegou a ser rotulado de “traíra” por bolsonaristas nas redes sociais.

À francesa

Postado em 30 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

De acordo com o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), o governo de Tijucas conta atualmente com três pré-candidatos à sucessão municipal: os vereadores Maickon Campos Sgrott (PP), Rudnei de Amorim (PSD) e Maurício Poli (UNIÃO), todos da bancada governista na Câmara.

A informação foi publicizada ontem, no evento de filiações do PP, na sede do Jardim Portobello. Independentemente das alternações do chefe do Executivo municipal, chama a atenção que curiosamente a lista tenha desprezado o projeto do vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD), que se colocava até então entre as opções para a disputa da prefeitura nestas eleições.

Mas o ato tem por quê.

Diante das especulações e elocubrações, o adjunto tijuquense conscientemente teria retirado a pré-candidatura. A decisão não foi direcionada pessoalmente a Mariano Rocha, mas à cúpula estadual do partido, que muito provavelmente repassou a posição ao mandatário municipal.

Coisa Querida vem programando um encontro com apoiadores para um comunicado oficial. E no texto de renúncia, diz-se, não faltariam discursivas a respeito do termo “ingratidão”. A conferir.

À espera

Postado em 7 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

As definições no PL tijuquense podem ser a peça que falta no quebra-cabeças do ex-prefeito Elmis Mannrich (MDB) para a disputa eleitoral de outubro. Ele ainda considera que uma composição com o partido do governador Jorginho Mello seja a melhor alternativa para o pleito.

Mannrich segue os ensinamentos do saudoso governador Luiz Henrique da Silveira, que costumava dizer que “quando se pode fazer uma eleição morro abaixo, não é inteligente fazê-la morro acima”. As conversas com o PL existem, mas as incertezas da regência municipal da legenda sobre quem deve ser o representante do grupo – o vereador Fernando Fagundes, o ex-secretário municipal Sidney Machado ou empresário Thiago Peixoto dos Anjos – e que caminho seguir têm esfriado as negociações.

“Estamos trabalhando e aguardando a formação do cenário. Mas temos nosso planejamento e excelentes nomes no MDB. Podemos optar por chapa pura”, diz o ex-prefeito e pré-candidato. Especula-se que as opções com maior apelo no partido sejam o vereador Cláudio Eduardo de Souza, o Cláudio do Jornal, e o ex-vereador Antônio Zeferino Amorim, o Tonho Polícia.

Presença confirmada

Postado em 10 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas | Arquivo | Linha de Frente

Os mais atentos observadores do cenário político de Tijucas notaram, dias atrás, a ausência do ex-prefeito Valério Tomazi no evento de filiações do MDB local. O fato, somado à recente decisão do ex-mandatário em retirar sua pré-candidatura à prefeitura, semanas antes, foi o suficiente para que pulgas se aconchegassem atrás das orelhas de muita gente.

Em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, quinta-feira passada (4), o presidente do MDB tijuquense, Elmis Mannrich, afirmou que Tomazi havia informado, algumas horas antes do evento, que não participaria do ato por um problema particular.

Consultado pelo Blog, o ex-mandatário garantiu que o contratempo impediu sua presença, mas reforçou que acompanhará e apoiará o projeto emedebista. “Estou participando para o sucesso do pleito”, resumiu.

Recado ou desatualização

Postado em 6 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: TVTE

Das duas, uma. Ou o prefeito João Rodrigues, de Chapecó, articulador notável do PSD em Santa Catarina, não está a par dos movimentos do mandatário tijuquense, Eloi Mariano Rocha, ou o ex-deputado federal quis mandar um recado direto ao correligionário tijuquense, em um evento de filiação do partido, nesta semana.

Rodrigues disse, durante entrevista ao portal TopElegance, em São João Batista, que Mariano Rocha já havia iniciado a “preparação do sucessor” e que o nome estaria no PSD, partido de ambos. Frases do tipo, curiosamente, foram repetidas sucessivamente, quase como um mantra.

“O professor (Eloi) tem nas fileiras do PSD os melhores nomes. Pela amizade que tenho, digo que o Eloi já prepara o seu sucessor do PSD. Tenho convicção. Ele é um homem inteligente e vai preparar a sua sucessão dentro do quadro do PSD. Assim, fará sua sucessão, porque os melhores estão nas fileiras do PSD”, bradou o mandatário chapecoense.

Se a intenção de Rodrigues era, apenas, puxar sardinha à brasa do partido, o ex-deputado federal precisaria de uma atualização sobre a atuação – ora temerária -, do tijuquense na condução do processo. O Blog, aliás, pode ser uma das fontes.

Histórico

Postado em 5 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A secretária de Cultura do município, Paula Regina da Silva, eleita vereadora no PSD, filiou-se hoje ao UNIÃO BRASIL. A expectativa de participação no pleito majoritário, provavelmente como candidata a vice-prefeita na chapa governista, teria motivado a manobra.

Mas o especulado ingresso do vereador Maickon Campos Sgrott no PSD não se confirmou. Ele permanece no PP, e se for chancelado representante do governo na disputa da prefeitura com Paulinha de adjuvante, provocaria um marco na política tijuquense. Seria a primeira vez que a dupla situacionista ignoraria frontalmente o partido do prefeito articulador na proposta de sucessão.

Em tempo: Eloi Mariano Rocha, o chefe do Executivo tijuquense e base intelectual da construção governista para o pleito de 2024, é o presidente do PSD no município.