terça-feira, 23 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

De volta ao jogo

Postado em 2 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A Secretaria Municipal de Saúde de Tijucas terá, após sete anos e quatro meses, um novo comandante. Isso porque o ex-vereador Vilson José Porcincula deve, nesta semana, entregar o pedido de exoneração, atendendo às regras da desincompatibilização, com vistas no processo eleitoral.

O Blog apurou que Tem, como ficou conhecido, voltará às urnas representando o PP, partido em que está filiado há 35 anos. A desvinculação, entretanto, será apenas do comando da pasta, já que Porcincula é técnico em enfermagem efetivo do município e poderá exercer a função até o fim de junho.

Além do período na chefia de uma das mais importantes repartições da administração municipal, o futuro ex-secretário ostenta ainda, no currículo, três passagens consecutivas pelo Legislativo, entre 2005 e 2016, e tentará, pela quarta vez, uma das cadeiras do parlamento.

SUBSTITUTO

Os nomes do futuro secretário – ou secretária – já começaram a pipocar nos corredores da prefeitura. Porém, ainda não passam de especulações. Por lógica, a indicação deveria ser do PP, partido que integra a base governista. Mas, até o momento, não houve qualquer definição neste sentido.

Bastidores do “golpe”

Postado em 16 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

De acordo com a Justiça Eleitoral, o PT de Tijucas tem nova direção. O produtor cultural João Daniel Ramos foi designado presidente da comissão municipal semanas depois da eleição interna que definiu o conselheiro tutelar Tannay Vaz Junior no comando do partido. A ordem veio da executiva estadual, e o processo caminhou em segredo.

“De fato, perdemos o prazo para o registro da nova comissão, que deveria ser realizado até dia 23 (de janeiro). Esperávamos deixar de ser comissão provisória e passar a diretório. Porém, ficamos sem contato com a executiva, e imaginamos que tudo seria regularizado naturalmente, sem qualquer problema, como sempre aconteceu. Fomos surpreendidos, mas estamos nos movimentando para reaver o partido”, explica Vaz Junior, militante do PT há mais de quatro décadas.

COMANDANTE

O novo presidente do PT tijuquense não é um completo desconhecido na seara política. Além de ser casado com o também produtor cultural Diocélio Adelino dos Santos, o Dio, que foi candidato a deputado estadual nas eleições de 2022, esteve com o marido na chefia do SOLIDARIEDADE em Tijucas entre 2019 e 2022.

O casal, a propósito, havia tentado filiação ao PT em oportunidade passada, mas esbarrou na falta de afinidades com a regência tijuquense. Tanto que, para ingressar nas fileiras petistas, recorreu à executiva estadual.

FIO CONDUTOR

Chama a atenção que o recém-empossado secretário de Formação do PT tijuquense, Adenio da Silva, seja cunhado do advogado e ex-vice-prefeito Roberto Carlos Vailati, um dos principais expoentes do partido no município e que acumulava diferenças com o comando da comissão petista local, especialmente com o artista plástico Leandro Serpa e com o assistente administrativo da UFSC, Pedro da Costa, que controlavam as ações da legenda na Capital do Vale.

O assunto tem sido debatido entre lideranças do PT municipal.

Disposto

Postado em 18 de dezembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

Os conhecimentos e as habilidades do cientista jurídico e ex-secretário municipal de Tijucas, Celso Leal da Veiga Júnior, estão à disposição de quem assumir a chefia do Executivo tijuquense. Embora esteja filiado ao MDB, o escritor garante que está desvinculado das ações partidárias e que serviria ao município.

Em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, na TV Vip, Dr. Celso, como ficou conhecido, afirmou que, mesmo tendo atuado como chefe de Gabinete e Secretário de Administração e da Indústria, Comércio e Turismo, na gestão de Elmis Mannrich (MDB), está à disposição de qualquer prefeito que o procure.

“Precisamos somar em todos os aspectos. Acabar com a linha partidária, e com essas linhas que fracionam e individualizam. Eu serviria qualquer gestão e qualquer pessoa que me procurasse para trabalhar para o bem de Tijucas. É um compromisso. Não com A ou com B, mas com a terra que me acolheu”, afirmou.