terça-feira, 23 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Bloco único

Postado em 11 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Os rumores de que os grupos de oposição ao prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL), em Canelinha, poderiam organizar um bloco único para o enfrentamento no pleito de outubro, ganharam força nas últimas semanas.

O Blog apurou que o tradicional PP, que já administrou o município em quatro oportunidades (uma ainda como PDS), liderou as conversas com o UNIÃO BRASIL. As duas legendas, hoje, integram um projeto conjunto com vistas no processo eleitoral.

Das conversas, saiu a decisão de que o vereador e ex-presidente do Poder Legislativo municipal Robinson Carvalho Lima deveria se filiar ao UNIÃO. O translado, inclusive, foi aprovado e apoiado pelos progressistas, mesmo que a baixa deixe o PP sem representação no parlamento municipal.

Com o movimento, o advogado estaria apto a representar o grupo nas eleições como candidato a prefeito. Mais do que isso: poderia, sem o “11” na frente, construir uma composição com o MDB e juntar, no mesmo palanque, os dois mais tradicionais partidos do município que, por décadas, rivalizaram e disputaram, voto a voto, boa parte dos pleitos em Canelinha.

11 + 15 = 44

Os principais articuladores entendem que disputar o eleitorado canelinhense, dividindo a eleição em três candidaturas, facilitaria a caminhada de Alves Maciel para a reeleição. Mas, em contrapartida, não seria fácil convencer um emedebista ferrenho a digitar o 11 na urna. O contrário também.

Entretanto, há um consenso de que tanto os colas-brancas quanto os colas-pretas poderiam assimilar melhor a ideia de votar 44, em prol de uma retomada do Executivo municipal. Pois então…

Presença confirmada

Postado em 10 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas | Arquivo | Linha de Frente

Os mais atentos observadores do cenário político de Tijucas notaram, dias atrás, a ausência do ex-prefeito Valério Tomazi no evento de filiações do MDB local. O fato, somado à recente decisão do ex-mandatário em retirar sua pré-candidatura à prefeitura, semanas antes, foi o suficiente para que pulgas se aconchegassem atrás das orelhas de muita gente.

Em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, quinta-feira passada (4), o presidente do MDB tijuquense, Elmis Mannrich, afirmou que Tomazi havia informado, algumas horas antes do evento, que não participaria do ato por um problema particular.

Consultado pelo Blog, o ex-mandatário garantiu que o contratempo impediu sua presença, mas reforçou que acompanhará e apoiará o projeto emedebista. “Estou participando para o sucesso do pleito”, resumiu.

Hora do troco

Postado em 4 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

Pedra cantada pelo Blog, o ex-vereador e candidato a vice-prefeito vencido em 2012, Antônio Zeferino Amorim, de Tijucas, oficializou a adesão ao MDB, que vem projetando uma retomada da prefeitura após oito anos de gestão cola-branca.

No primeiro contato com a nova militância, ontem, Tonho Polícia não escondeu as mágoas que alimenta desde o fatídico episódio ocorrido em 2016, quando foi preterido pelo então grupo de oposição, que optou pela candidatura de Eloi Mariano Rocha (PSD). O policial militar aposentado classificou o ato como uma “rasteira”.

O movimento teria sido o ponto de partida para a aproximação entre Amorim e o grupo que sempre combateu. “Eu não esqueci, e vocês sabem bem da rasteira que me deram. Acho que chegou a hora de dar o troco”, bradou o ex-vereador, para deleite dos emedebistas.

AVAL FRATERNO

Sabe-se que Tonho é irmão da vereadora Nadir Olindina Amorim (PSD), integrante da bancada governista na Câmara e provável candidata à reeleição. Segundos após a assinatura da ficha de filiação, o ex-parlamentar garantiu ter recebido o apoio familiar. “Falei com minha irmã Nadir, que é do 55, e ela me incentivou a vir para o 15”, revelou.

SOLDADO

Questionado pelo Blog, Amorim afirmou que está à disposição do partido para qualquer missão e, mais precisamente, para qualquer um dos três cargos em disputa: vereador, vice-prefeito e prefeito. “Quero ajudar”, pontuou.

De volta ao jogo

Postado em 2 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A Secretaria Municipal de Saúde de Tijucas terá, após sete anos e quatro meses, um novo comandante. Isso porque o ex-vereador Vilson José Porcincula deve, nesta semana, entregar o pedido de exoneração, atendendo às regras da desincompatibilização, com vistas no processo eleitoral.

O Blog apurou que Tem, como ficou conhecido, voltará às urnas representando o PP, partido em que está filiado há 35 anos. A desvinculação, entretanto, será apenas do comando da pasta, já que Porcincula é técnico em enfermagem efetivo do município e poderá exercer a função até o fim de junho.

Além do período na chefia de uma das mais importantes repartições da administração municipal, o futuro ex-secretário ostenta ainda, no currículo, três passagens consecutivas pelo Legislativo, entre 2005 e 2016, e tentará, pela quarta vez, uma das cadeiras do parlamento.

SUBSTITUTO

Os nomes do futuro secretário – ou secretária – já começaram a pipocar nos corredores da prefeitura. Porém, ainda não passam de especulações. Por lógica, a indicação deveria ser do PP, partido que integra a base governista. Mas, até o momento, não houve qualquer definição neste sentido.

Boca de urna

Postado em 2 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Não é incomum, em períodos que antecedem uma eleição, que os cidadãos mais atentos ao cotidiano da política promovam, com amigos e familiares, simples e rápidas pesquisas que, embora não prevejam o resultado de um pleito, podem ajudar e muito nas tomadas de decisões.

O ex-vereador Antônio Zeferino Amorim pode ter usado ferramenta similar para confirmar sua ida ao MDB – que deve ser oficializada nos próximos momentos. Afinal, dias atrás, em uma propriedade particular, o policial militar aposentado simulou uma eleição municipal.

Os convidados do encontro eram conduzidos a um livro de registros e recebiam cédulas previamente produzidas. Nelas, cada um escolhia entre três opções: uma com inclinação governista, outra tradicionalmente oposicionista e um terceiro nome como alternativa aos movimentos históricos.

Um a um, os “eleitores” depositavam os sufrágios em uma urna. Mais tarde, o recipiente foi aberto e os 25 votos contabilizados. O Blog teve acesso ao resultado, mas, por respeito ao processo eleitoral legítimo, priva-se da divulgação do escrutínio.

Pode-se revelar, entretanto, que houve diferença mínima entre o primeiro e o segundo colocados, e uma vantagem importante de ambos para o terceiro. Pois então…

Perfil novo

Postado em 25 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Se o problema dos grupos de oposição ao prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL), em Canelinha, era a ausência de uma novidade, pode não ser mais. Afinal, lideranças responsaveis por organizar um bloco de enfrentamento ao mandatário canelinhense vêm atuando para lançar uma mulher – algo pouco recorrente na região -, e sem histórico de envolvimento na política local.

A advogada e empresária Ana Claudia Orsi Arndt, filha do ex-vice-prefeito Edson Orsi e da ex-vereadora Maria Bernadete Trainotti Orsi, atenderia ao perfil identificado pelo movimento como o ideal para a concorrência.

O Blog apurou que os convites já existiram e que as tratativas seguem a todo vapor. Por ora, há uma natural aproximação com o MDB, mas o grupo pretende analisar outras possibilidades e deixar a decisão final para o futuro.

Consultada, a herdeira da família Orsi confirmou as sondagens e o início das conversas, mas ponderou que o tema ainda será amadurecido. “Falar em pré-candidatura é precoce. Até o momento, o que ocorreram foram convites e tratativas relacionadas ao assunto. Possibilidade existe, mas são decisões tomadas em conjunto, pois respeito a hierarquia dentro dos partidos e a opinião das lideranças partidárias”, pontuou.

Um bom filho…

Postado em 21 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Bruno Collaço | Agência AL

Quatro anos depois de deixar o PSD, migrar ao extinto PSL e, mais tarde, rumar ao Podemos para a disputa de uma cadeira na Assembleia Legislativa, o ex-prefeito Daniel Netto Cândido, de São João Batista, retornará ao partido que o revelou para a política. O martelo foi batido em um encontro com lideranças da legenda, ontem, em Florianópolis.

Ao Blog, Cândido revelou que a deputada estadual Ana Paula da Silva – recém-empossada presidente estadual do Podemos -, participou das tratativas para oficializar a desfiliação. Durante os últimos dias, aliás, não faltaram gestos de ambas as partes. A bombinense seguirá responsável pela organização da legenda, mas, a partir de agora, precisará montar o próprio grupo.

PONTO FUTURO

O deputado estadual suplente reafirmou a intenção de concorrer novamente à prefeitura da Capital Catarinense do Calçado. A volta ao PSD, inclusive, seria um dos passos necessários para o projeto, sobretudo para a reconstrução das relações com o MDB, o que viabilizaria a reedição da coligação vitoriosa em 2012, 2016 e 2020.

Nem mesmo as públicas desavenças com o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) atrapalhariam os planos. Isso porque, recentemente, Pedroca teria acenado ao grupo liderado pelo ex-mandatário e deixado o caminho livre para uma aproximação.

Entretanto, Cândido garante que as conversas ainda precisam evoluir. “Nada 100% fechado. Estamos abertos para conversar com todos. Ainda é muito cedo para cravar. Será uma construção daqui pra frente”, pondera.

ACLAMADO

A filiação do ex-prefeito ao PSD foi aprovada pelas principais lideranças da legenda no Estado. Entre elas, o presidente do partido, Eron Giordani, os prefeitos João Rodrigues, Clésio Salvaro e Topázio Silveira Neto, de Chapecó, Criciúma e Florianópolis, respectivamente, os deputados federais Ismael dos Santos e Darci de Matos, e os deputados estaduais Júlio Garcia, Napoleão Bernardes e Mário Motta.

O grupo vem incentivando a candidatura do batistense no pleito de outubro e, inclusive, boa parte é aguardada em um evento de filiação, agendada para o próximo dia 03 de abril.

Carta na mesa 

Postado em 4 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O ex-vereador e pré-candidato a prefeito de São João Batista, Juliano Peixer, assinou, na última sexta-feira (1º), o pedido de desfiliação do MDB batistense. O documento, inclusive, já foi recebido pela Executiva local. 

Fontes do Blog garantem que o empresário já participava, nos bastidores, do União Brasil. Entretanto, permanecia no partido do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) e se apresentava como uma opção para o pleito de outubro, principalmente se Pedroca optasse por não concorrer à reeleição. 

Peixer, até o momento, não confirmou oficialmente o seu próximo destino. Disse, brevemente, que pretende construir uma “aliança de partidos e pessoas”.

Bingo

Postado em 1 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O vice-prefeito Moacir Tadeu Dalla Brida, de Nova Trento, assinou, ontem, em Rio do Sul, a sua ficha de filiação ao PSD. Pedra cantada pelo Blog há alguns meses, a adesão do neotrentino foi abonada por importantes lideranças da legenda no Estado.

Participaram do ato, o presidente do partido em Santa Catarina, Eron Giordani, o deputado estadual e maior expoente peesedista, Júlio Garcia, e os prefeitos João Rodrigues e José Thomé, de Chapecó e Rio do Sul, respectivamente.

O adjunto neotrentino, ainda, terá a missão de presidir a legenda. Segundo apurado pelo Blog, Dalla Brida já conversou com o então presidente do PSD de Nova Trento, Natal Tomasoni, que seguirá com o novo grupo.

Semente plantada

Postado em 23 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O empresário e pré-candidato a prefeito Felipe Lemos, de São João Batista, reuniu, ontem, no Mirante Dell Antônio, centenas de lideranças, filiados e simpatizantes do Partido Liberal. O evento foi promovido pela executiva municipal da legenda, em conjunto com o PL Mulher.

A reunião, aliás, estava estrelada. Estiveram presentes a ex-vice-governadora e deputada federal Daniela Reinehr, e os deputados estaduais Carlos Humberto Metzner Silva e Ana Campagnolo. As representantes femininas discursaram ao público presente, reforçando a importância da participação das mulheres na seara política.

Ao Blog, Lemos celebrou a grande adesão dos batistenses ao evento. Afinal, o público foi acima do aguardado. “Liderei essa estruturação do PL em São João Batista. Estamos plantando uma sementinha. Acredito que o resultado foi surpreendente. Ninguém esperava que viriam tantas pessoas. Foi um marco na história da cidade, mostrando que a terceira via tá vindo com força”, disse.

PADRINHO

Metzner Silva, embora não fosse uma novidade – vide a proximidade do parlamentar com o empreendedor batistense -, declarou apoio incondicional à pré-campanha de Lemos e, com exclusividade ao Blog, profetizou o exito no pleito de outubro.

“Vim apoiar o Felipe Lemos como meu pré-candidato a prefeito de São João Batista. Ele vai ganhar a eleição. Montando um grande partido, tá fazendo um bom trabalho como presidente do PL, partido que cresce muito no Vale. A participação do Felipe é importante para que São João seja muito bem representada”, declarou.