sexta-feira, 14 de janeiro de 2022 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Longe de casa

Postado em 11 de janeiro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-vice-prefeito Adalto Gomes, que concorreu à prefeitura de Tijucas filiado ao PL em 2020, agora, vota em Florianópolis. Ele precisou mudar o domicílio eleitoral para reingressar no PT, uma vez que a regência tijuquense do partido não admitiu o retorno do policial rodoviário federal aposentado às fileiras petistas.

Gomes, a propósito, revelou, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, na VipSocial TV, no fim de 2021, que apenas “usou” o PL para disputar o pleito de 2020, mas que, se fosse eleito, teria deixado a legenda na primeira oportunidade. Ainda mais com a recente chegada do presidente Jair Bolsonaro, de quem diverge em absoluto, aos quadros do partido. Assista:

Talk show com personalidades da política que tenham relação direta ou indireta com o Vale do Rio Tijucas e a Costa Esmeralda, o LINHA DE FRENTE vai ao ar semanalmente, todas as quintas-feiras, às 19h30, na VipSocial TV e com transmissões simultâneas nas redes FacebookYouTube e Instagram.

Missão de retorno

Postado em 30 de novembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A propósito da nota “Cabo de guerra“, de hoje no Blog, o ex-vice-prefeito Adalto Gomes informa que já se filiou novamente ao PT, que ele considera uma agremiação nacional e que independe de protocolos locais. O policial rodoviário federal aposentado diz, ainda, que apenas cumpre um chamado do presidente estadual da legenda, ex-deputado federal Décio Lima, que deve concorrer ao governo, e da ex-senadora e ex-ministra Ideli Salvatti para reorganizar o partido regionalmente e apoiar o movimento eleitoral em prol do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Vale do Rio Tijucas e adjacências.

Gomes, que continua ativo no processo político e social de Tijucas — sobretudo com a reintegração ao Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas, entidade que já presidiu e que espera revitalizar —, garante que tem única e exclusiva intenção de contribuir com o fortalecimento do PT na região, e, de forma especial, com as campanhas da ex-deputada estadual Ana Paula Lima (PT), de Décio Lima e de Lula nas próximas eleições gerais.

Cabo de guerra

Postado em 30 de novembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-vice-prefeito Adalto Gomes, de Tijucas, quer regressar ao PT de qualquer maneira. Para tanto, e diante da negativa unânime e definitiva da regência municipal, ele vem recorrendo à executiva do partido em Santa Catarina — especialmente ao presidente estadual da legenda, ex-deputado federal Décio Lima, com quem mantém relação histórica e inabalada — para ter novamente portas abertas.

Lima, que advoga em favor do ex-adjunto tijuquense, tentou convencer o presidente do PT na Capital do Vale, artista plástico Leandro Serpa, de que a admissão de Gomes deveria ser chancelada no diretório municipal; e informou que uma reunião, imbuída de ato solene para filiação do policial rodoviário federal aposentado, estava agendada para os próximos dias. Mas o comando local do partido segue irredutível, considera a postura do presidente estadual desrespeitosa e arbitrária, e ameaça levar a questão à executiva nacional.

No fim de 2019, o ex-vice-prefeito deixou as fileiras petistas, onde militou por quatro décadas, para ingressar no PL e concorrer à prefeitura nas eleições passadas. Mas certamente não imaginou que o retorno às origens seria tão tortuoso.

Tapete vermelho

Postado em 8 de novembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Natural de Major Gercino, o deputado estadual licenciado Altair Silva (PP) — que responde, desde janeiro, pela Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural — tenta convencer o governador Carlos Moisés da Silva (sem partido), com quem criou laços muito fortes, a se filiar ao PP.

Silva tem, a propósito, importante ajuda nessa força-tarefa: a do deputado estadual José Milton Scheffer (PP), líder do governo na Assembleia Legislativa, que diz, quando e onde pode, que adoraria ter Moisés como correligionário.

Pretensão

Postado em 16 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Esteio do PP para as eleições de 2020 — com a cessão de peças importantes para a reconstrução do partido, como o atual vereador Cláudio de Oliveira — o Podemos de Tijucas planeja se reestruturar no município. Tem o gerente administrativo do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), Fabiano Saramento, e o empresário Paulo Sergio “Galinha” Pinto no pelotão de frente, e a pretensão de se tornar grande para as próximas eleições.

Uma das figuras que devem assinar filiação ao partido é a vereadora estreante Nadir Amorim (PSD), que aceitou convite pessoal do deputado federal Rodrigo Coelho (atualmente no PSB, mas com migração para o Podemos já anunciada). A regência municipal da legenda estima que em 2022, depois da janela de transferências partidárias, tenha pelo menos dois representantes no Legislativo tijuquense.

Difícil adaptação

Postado em 7 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Caso a deputada estadual Ana Paula da Silva (sem partido) decida se filiar ao Podemos, seguramente teria a companhia do empresário Thiago Peixoto dos Anjos (PDT), segundo colocado na concorrência majoritária de Tijucas em 2020, com 4.238 votos. O tijuquense e a ex-prefeita de Bombinhas estão alinhados e têm um acordo para as eleições de 2022.

Peixoto dos Anjos teria uma barreira pessoal, porém, se a opção da parlamentar for pelo PP. De origem emedebista, o empresário vem revelando aos mais próximos que não consegue se ver no Progressistas e que enfrentaria muitas dificuldades para se adaptar.

Dito e feito

Postado em 1 de março de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Pedra cantada no Blog, no início de fevereiro, deu bingo. O ex-vereador Heriberto Eurides de Souza (CIDADANIA), que concorreu à prefeitura de São João Batista em 2020 e somou 6.243 votos no pleito, anunciou publicamente a migração para o PSC. No fim de semana, ele posou ao lado da pastora evangélica Fernanda Adorne, expoente da legenda na Capital Catarinense do Calçado — que também participou da disputa majoritária no município, alcançando a marca de 892 votos —, e escreveu nas redes sociais que estava “de malas prontas”.

Além de Betinho Souza, o PSC batistense deve abrigar, ainda, os vereadores estreantes Gustavo Grimm (CIDADANIA) Elisandro dos Santos (PP), além do empresário Alyson dos Santos, atual vice-presidente do PP no município, que têm conversas muito adiantadas com a regência do partido. Os parlamentares, no entanto, planejam se transferir apenas em 2024 para não ferir a regra da fidelidade partidária — que pode acarretar, inclusive, na perda do mandato.

Convite formal

Postado em 28 de janeiro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Com base eleitoral em Joinville — onde foi vice-prefeito, entre 2013 e 2016 —, mas com muito interesse no Vale do Rio Tijucas, o deputado federal Rodrigo Coelho (PSB-SC) planeja a migração para o Podemos, e, a partir daí, a formação de um exército na região. A vereadora estreante Nadir Amorim de Limas (PSD), que conquistou 741 votos na recente eleição municipal, está nos planos do joinvilense e, dias atrás, durante encontro na Capital do Vale, recebeu convite formal para acompanhá-lo.

Coelho deve se transferir na janela partidária de 2022, e espera que Nadir aceite o chamado. Caso decida se filiar, a vereadora, ainda assim, continuaria na base de apoio do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), já que o Podemos participa da aliança governista no município.

Saída iminente

Postado em 26 de janeiro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Figura emblemática do partido em Santa Catarina e brizolista confessa, a ex-prefeita de Bombinhas e deputada estadual Ana Paula da Silva deve deixar o PDT num futuro não muito distante. O dead line seria a janela partidária de 2022, quando ela teria planos de assinar filiação em outra legenda.

Paulinha entrou em rota de colisão com caciques pedetistas do Estado quando decidiu aceitar o convite do governador Carlos Moisés da Silva (PSL), no início de 2020, para assumir a liderança do governo na Assembleia Legislativa; e, desde então, não fala a mesma língua dos correligionários. Um dos convites que mais seduz a parlamentar vem do PP, para onde, se as conversas seguirem o mesmo ritmo, ela deve migrar.

Plano interrompido

Postado em 27 de julho de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Falecida na quinta-feira (23) e motivo de grande comoção popular, a servidora pública municipal Maria Neves Silva, popularmente conhecida por Nevinha, de Tijucas, estava na lista de pré-candidatas a vereadoras do PSB tijuquense para o pleito que se aproxima. Tinha relação muito próxima com o ex-vice-prefeito Luiz Rogério da Silva, um dos comandantes da legenda na Capital do Vale, e chegou a se candidatar a deputada estadual em 2010, por solicitação do amigo, que, naquela eleição, concorreu à Câmara Federal.

A representação municipal do PSB emitiu nota de pesar enunciando as inúmeras qualidades da correligionária e agradecendo a “honra da sua filiação”. No comunicado, o partido tratou Nevinha como “pessoa de bom caráter e prestativa” e disse que “sua alegria era ajudar e servir”. Nada além da única e manifesta verdade.