sexta-feira, 12 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Baixas certas

Postado em 2 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Prefeitura de Canelinha

Os efeitos das saídas provocadas pela chegada do prazo de desincompatibilização já podem ser sentidos em Canelinha. O prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL) já sabe que perderá três de seus secretários, além de outros servidores do segundo escalão.

No primeiro, as baixas confirmadas são as dos secretários Martinho Luiz Tomazzia (PL), de Agricultura, e Daniel José Pereira (PL), de Assistência Social, e o coordenador da Comutran (Coordenadoria Municipal de Trânsito), Sílvio Reis (PL).

Pelo menos outros cinco nomes que integram o segundo escalão já se despediram das funções ou se preparam para esvaziar as gavetas. Entre eles, a coordenadora de Cultura, Janaira Reis (PSD), o diretor da Comissão Municipal de Esportes, José Calbuch Júnior (PSD), o diretor da Intendência do Moura, Clodoaldo Mafra (PL), o chefe de departamento da Secretaria de Obras, Valdeci Nunes Filho (PSD) e o coordenador de Transportes, Jackson Miguel Machado (PL).

CONVERSAS ABERTAS

Com exclusividade ao Blog, o mandatário canelinhense revelou, ainda, que outras situações estão sob análise. Uma delas, aliás, é a da secretária de Saúde, Vanilda Rebelo (PL), que já se manifestou publicamente sobre a vontade de concorrer no pleito que se aproxima. Reuniões para tratar o tema estão marcadas para os próximos dias.

Postura

Postado em 21 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: TV Câmara

A sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Canelinha, segunda-feira (18), terminou mais cedo para o vereador em exercício Silvio Reis (PL). A saída antecipada foi a reação de uma negativa por parte do presidente do Poder Legislativo municipal, Eloir João “Lico” Reis (PSD).

Momentos antes, o recém-empossado parlamentar, que foi secretário de Obras na atual gestão, rebateu uma fala do vereador Thiago Vinícius Leal (MDB) sobre a falta de limpeza em uma das valas centrais da cidade. Entretanto, ao utilizar o adjetivo “mentiroso”, Reis abriu brecha para que o emedebista cobrasse da presidência da casa um direito de resposta.

O vereador oposicionista teve um minuto para responder e aproveitou para fazer uma nova provocação. Reis, então, pediu mais um minuto à chefia do Legislativo que, desta vez, negou o direito. “Não vou dar a palavra pra mais ninguém”, bradou Lico. Inconformado, Silvio se levantou da cadeira e deixou o plenário antes do término da sessão.

Mais tarde, o presidente lamentou. “Fico triste quando um vereador deixa a sessão antes do térmico. A reunião só termina quando acaba a sessão”, disse. A alfinetada serviu, ainda, para outros parlamentares que seguiam no plenário, mas fora de seus respectivos lugares.

Três em um

Postado em 11 de abril de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Samara Melim

A volta de férias do prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL), de Canelinha, foi agitada e marcada por movimentos na estrutura do secretariado municipal. Três mudanças foram anunciadas nesta terça-feira (11), em uma reunião realizada no principal gabinete da prefeitura.

Dois dos novos gestores são velhos conhecidos do Executivo. O ex-secretário de Obras, Silvio Reis, que havia pedido exoneração em fevereiro, retorna ao governo para comandar a Coordenadoria Municipal de Trânsito (Comutran).

O vereador suplente Daniel José Pereira, que antes comandava o Comutran, assume a Secretaria de Assistência Social. O movimento, a propósito, tem impacto direto na Câmara de Vereadores, já que Vagner Simas (UB) retorna ao Legislativo.

Já a Secretaria de Transportes, Obras e Serviços Urbanos passa a ser comandada pelo empresário Victor Jacob Souza. Ao Blog, o prefeito revelou que o intuito é “oxigenar as secretarias” e “valorizar o trabalho de pessoas” que colaboraram com o projeto partidário e com a administração.

Desfalque

Postado em 17 de fevereiro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Quem procurar por vagas de emprego em Canelinha, a partir desta sexta-feira (17), encontrará o cargo de secretário de Obras e Serviços Urbanos disponível. Isso porque Silvio Reis, comandante da pasta desde 2020, pediu exoneração.

O Blog apurou que o agora ex-secretário classificou a alta demanda como fator principal, já que é uma das mais exigidas e cobradas pastas da administração municipal. Pesaram, também, os acontecimentos dos anos anteriores, quando fenômenos climáticos afetaram drasticamente grande parte do município, o que exigiu ainda mais trabalho.

Nas redes sociais, o prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (Republicanos) publicou um texto de agradecimento pela dedicação. Com exclusividade ao Blog, o mandatário canelinhense confirmou que Clodoaldo Mafra — então chefe da Intendência Distrital do Moura —, passa a ocupar o cargo interinamente. O novo secretário será anunciado somente em abril.

Atoleiro e zombaria

Postado em 19 de novembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Reprodução

O atolamento de duas escavadeiras da frota municipal em área de mangue se transformou no assunto do momento em Canelinha. Desde ontem, quando o fato foi registrado, as galhofas e memes nas redes e rodas sociais da Cidade das Cerâmicas não cessam. Fotos e vídeos dos veículos submersos, e deboches dos mais variados sobre o assunto, estão por toda parte.

“Vocês pensam que uma Volvo EC140, de 14 toneladas, é Jesus Cristo, que pode andar sobre as águas?”, pergunta um cidadão em grupo de conversação online antes de dizer que a prefeitura possivelmente confundiu as escavadeiras com submarinos. Outro, na mesma toada, sugere que as máquinas sejam abastecidas com Red Bull para “ganharem asas” e saírem do atoleiro.

EMENDA E SONETO

À noite, entretanto, o secretário municipal de Obras e Serviços Urbanos, Silvio Reis, gravou uma mensagem em vídeo para comemorar o desatolamento de uma das escavadeiras e mostrar o veículo em pleno funcionamento. Na publicação, ele fala sobre “transparência e seriedade” e diz que “em outra gestão, iriam comprar um motor novo” para a máquina recuperada.

O tiro, porém, pode ter acertado o alvo errado. Reis provavelmente não tenha se dado conta de que no governo anterior, de Moacir Montibeler (MDB), a pasta de Obras esteve sob o comando de José Benevenute, popular Pipico, sogro do atual vice-prefeito Antonio Carlos Machado Junior. Munição extra, aliás, para os zombeteiros. Pois, então?!