terça-feira, 23 de julho de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Data marcada

Postado em 9 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL), de Canelinha, deve oficializar a pré-candidatura à reeleição com um evento público agendado para a próxima sexta-feira (12), nas dependências do Estádio Leonel Marcelino Pereira, do Marselhesa, no bairro Índia.

No convite para o encontro, Alves Maciel aparece ao lado do vice-prefeito Antônio Carlos Machado Júnior (PSD), que também confirmará sua pré-candidatura à reeleição e garantirá a reedição da dupla vencedora em 2020.

O grupo deve apresentar aos correligionários e à comunidade canelinhense a nominata completa de pré-candidatos ao Poder Legislativo do PL e do PSD. A reunião está marcada para às 19h.

Descarte 

Postado em 5 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Embora nunca houvesse confirmado publicamente o desejo, o ex-comandante da Polícia Militar no Vale do Rio Tijucas, coronel Éder Jaciel de Souza Oliveira, sempre esteve disposto a contribuir com a política tijuquense. Nos bastidores, aliás, especulava-se a possibilidade do militar concorrer à vice-prefeitura. 

Durante uma entrevista ao VipSocial, nesta semana, o policial, que acaba de ingressar na reserva remunerada, revelou que ocorreram tratativas sobre o tema, mas que as chances foram rechaçadas por “lideranças políticas locais”. 

“Eu sou muito amigo de um vereador de Tijucas. Chegamos a pensar em ajudá-lo como vice e construir algo na parte de ordem pública. Só que as lideranças políticas locais não me querem. Os caras não querem. Tudo bem, tô tranquilo. Queria ajudar. Conversamos bastante sobre isso”, afirmou. 

O Blog apurou que o “vereador” citado na entrevista é o presidente do Poder Legislativo, Rudnei de Amorim (PSD), que nutre relações estreitas com o militar e contava com o seu apoio no projeto eleitoral. 

Terceira via

Postado em 4 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O PT de Nova Trento pretende lançar um candidato à prefeitura nas eleições municipais de outubro. O partido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem promovendo reuniões e encontros com o intuito de organizar uma chapa para o pleito.

Ao que tudo indica, o nome favorito para representar o grupo é o do secretário do PT neotrentino, Celso Greef. A legenda deve colocar outros dois nomes à disposição dos eleitores para a disputa de uma cadeira no Poder Legislativo.

Há poucos dias, o deputado estadual Padre Pedro Baldissera esteve na cidade de Santa Paulina para ajudar na construção do projeto e se comprometeu a contribuir com a candidatura petista.

Portas abertas

Postado em 28 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Se engana quem pensa que o UNIÃO BRASIL de Tijucas, liderado pelo vereador Maurício Poli, esteja 100% alinhado ao projeto de sucessão governista, encabeçado agora pelo colega de parlamento, Maickon Campos Sgrott (PP).

Poli, que havia se apresentado como pré-candidato do grupo, viu Sgrott confirmar o favoritismo e receber o aval de boa parte do movimento, sobretudo do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD). Agora, o ex-presidente do Poder Legislativo municipal aparece entre os cotados para a vice-prefeitura.

O Blog apurou, entretanto, que lideranças do partido devem se reunir hoje (28) para debater as possibilidades. “Temos portas abertas nos três movimentos que se apresentam no município. Precisamos discutir e analisar os próximos passos antes de tomar uma decisão”, revelou um membro da executiva local.

Condição única 

Postado em 12 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Das duas, uma: ou o UNIÃO BRASIL de Tijucas garante representação na chapa majoritária, ou a legenda pode desembarcar do projeto governista e buscar uma nova composição para o pleito de outubro. 

O partido, embora esteja concentrada na conjuntura com PP e PSD, não abre mão de ter um candidato a prefeito ou vice-prefeito na chapa. O nome do vereador e ex-presidente do Poder Legislativo municipal, Maurício Poli, por direito, é o indicado para uma das vagas. 

O parlamentar, em atenção ao Blog, não titubeou em afirmar que o grupo vem pleiteando o papel de destaque e que não aceitaria qualquer outro cenário, sob pena, inclusive, de procurar “outro lado”. 

“O União Brasil não abre mão. Criamos um grupo pra estar na majoritária e não vamos abrir mão. Já conversamos com alguns, mas ninguém abraçou ninguém e ainda não sabemos quem será o candidato. Com certeza absoluta não abrimos mão. Isso é um fato. Se não tiver espaço de um lado, vamos abrir uma porta de outro lado. Não tem porque ficar no governo sem espaço”, frisou Poli. 

Projeções

Postado em 27 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

O vereador e ex-presidente do Poder Legislativo de Canelinha, Robinson Carvalho Lima, confirmou, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, quinta-feira passada, que está à disposição do bloco oposicionista – formado especialmente por UNIÃO BRASIL E PP -, para concorrer à prefeitura em outubro.

Embora tenha a pretenção, o advogado, que completa o seu primeiro mandato na Câmara, explicou que a especulada candidatura é resultado da atuação no Legislativo, mas o projeto ainda depende da adesão e das estratégias do grupo.

“As coisas aconteceram ao natural. Hoje, tenho pesquisas eleitorais que nos condicionam a colocar o nome à disposição. Isso é fruto de um trabalho. Temos um grupo e, dentro desse grupo, precisamos definir uma estratégia e, se esse grupo entender que eu sou a melhor opção, estarei a frente”, pontuou o parlamentar.

Carvalho Lima revelou, ainda, a intenção de tentar a reeleição como vereador, caso a candidatura majoritária não seja viabilizada. “Posso ir à reeleição como vereador e será só mais uma vez. Quero ter o conhecimento, nas urnas, se a população aprovou meu trabalho. Mas hoje, sou pré-candidato a prefeito”, completou.

Homenagem póstuma

Postado em 21 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo

A Câmara de Vereadores de Tijucas aprovou por unanimidade, na semana passada, um Projeto de Lei em homenagem ao saudoso ex-presidente do Poder Legislativo tijuquense, Eder Muraro, falecido em dezembro de 2022, aos 62 anos.

A proposta, apresentada pelo vereador Paulo César “Frango” Pereira (PSD), batiza uma praça pública, situada no bairro Oliveira – onde Muraro passou boa parte da vida -, com o nome do ex-parlamentar.

“Ele sempre foi muito solicito com os moradores e muito querido pela comunidade. Deixo essa homenagem a essa pessoa de grande importância para o bairro de Oliveira e também para o município de Tijucas”, justificou o autor do projeto.

Fala, presidente!

Postado em 20 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

O presidente do Poder Legislativo de Tijucas, vereador Rudnei de Amorim (PSD), garante, em resposta à nota Upgrade – publicada mais cedo pelo Blog -, que “não haverá qualquer reajuste salarial” para os parlamentares tijuquenses.

Amorim justifica que a reforma apenas atende a reposição que, segundo os registros da Casa do Povo, não era feita desde 2012. Em determinados períodos, a propósito, sequer a inflação anual era acrescentada aos vencimentos dos vereadores.

“Não tem um real de reajuste. Apenas reposição salarial. O último projeto de aumento foi em 2012. Uma legislatura só pode aumentar pra outra, não é permitido aumentar da própria. De 2012 pra cá, nada foi aumentado. Esse projeto é apenas de reposição. São doze anos, só estamos fazendo o justo”, pontuou o presidente da Câmara.

Ao Blog, Amorim ainda pontuou que a mudança no subsídio mensal acontecerá somente no ano que vem. “Há uma clara defasagem nos vencimentos dos vereadores. É uma medida necessária e que, reforço: não será para nós, os vereadores dessa legislatura. Mas, sim, para a legislatura 2025/2028”, finalizou.

Upgrade

Postado em 20 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: TV Câmara

Tramita no Poder Legislativo de Tijucas um projeto para aumentar os vencimentos mensais dos vereadores em cerca de 36%. O Projeto de Lei nº 29/2024 foi assinado por 12 dos 13 parlamentares, mas ainda aguarda pareceres jurídicos para ser apreciado em plenário.

A proposta é de ampliar a remuneração bruta para R$ 11.156,13, a partir de 1º de janeiro de 2025. Hoje, os vencimentos estão fixados em R$ 8.175,61. O novo valor corresponde a 32,08% do subsídio dos deputados estaduais de Santa Catarina, em conformidade com a Constituição da República Federativa do Brasil.

O Art. 3º do PL ainda pontua que o subsídio mensal será revisado anualmente, na mesma data em que ocorrer a revisão geral da remuneração dos servidores municipais. Entretanto, o vencimento não poderá superar o teto remuneratório, em atenção ao que manda a Constituição Federal.

DESCONTOS

Ausências injustificadas nas sessões ordinárias, conforme a proposta, provocarão descontos de parcela proporcional de 1/5 dos vencimentos. Os vereadores, ainda, não terão direito de receber valores adicionais em casos de sessões extraordinárias.

Representação

Postado em 13 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Vicente Schmitt | Agência AL

A região da Costa Esmeralda tem, desde o último dia de abril, um novo representante na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. O suplente de deputado estadual André de Oliveira (NOVO), natural de Itapema, assumiu a cadeira do colega Matheus Cadorin (NOVO), que pediu licença do cargo.

O itapemense conquistou 12.165 votos nas eleições de 2022, condição que o garantiu a primeira suplência da legenda. Inicialmente, Oliveira permanecerá na função por 30 dias, mas há a possibilidade de que o período seja estendido.

“A expectativa é muito boa. Eu e minha equipe estamos trabalhando para fazer uma agenda positiva para Itapema e região. Vamos priorizar infraestrutura, mobilidade urbana, saúde e educação”, disse o mais novo deputado estadual catarinense, antes da posse.

CURRÍCULO

André de Oliveira tem 33 anos, é formado em engenharia de controle de automação e atua na Construção Civil de Itapema. Em 2016, concorreu ao Poder Legislativo municipal, mas atingiu apenas a terceira suplência do então PMDB – hoje MDB.

Dois anos mais tarde, tentou uma das 40 cadeiras do parlamento estadual e recebeu 12.326 sufrágios e foi o candidato mais votado do PODEMOS. Entretanto, a legenda não atingiu o coeficiente eleitoral e ficou sem representação na Alesc. Em 2020, foi candidato a prefeito e ficou em segundo lugar na disputa.