quarta-feira, 4 de agosto de 2021 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Dito e feito

Postado em 20 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pedra cantada no Blog sob o título “Decepção em dobro“, dia 9, deu bingo. O vereador Jucelino Marino Chini deixou a presidência do PP de Nova Trento. Ele não foi convidado para uma reunião dos progressistas locais sobre as eleições de 2024 e decidiu pedir a dispensa do posto. Especula-se, inclusive, que o ex-presidente tenha pretensões de concorrer no pleito majoritário e não faça parte dos planos do partido, que já trabalha com os nomes do ex-secretário de Saúde do município, Maxiliano de Oliveira — candidato a prefeito vencido em 2020 —, e do também vereador Silvio César Correia.

Chini, aliás, vinha sendo cobrado internamente por “posições mais firmes” contra a gestão do prefeito Tiago Dalsasso (MDB) no parlamento neotrentino; e já enfrentava resistência de alguns correligionários.

Non grata

Postado em 30 de março de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sabe-se lá por que razões, a ex-vereadora Fernanda Melo, candidata a prefeita de Tijucas em 2020 e presidente municipal do MDB, perde cada vez mais espaço no partido. Caciques emedebistas, inclusive, passaram a se reunir, ultimamente, sem direcionar convites a ela ou mesmo permitir que a pauta dos encontros — e tudo o que se diz ou discute em torno da mesa — chegue ao comando do diretório.

Fontes do Blog, a propósito, garantem que a ex-parlamentar, que cumpre mandato na presidência do Manda Brasa tijuquense até o fim deste ano, já busca alternativas. O domínio do PTB local, segundo informações de bastidores, estaria, neste momento, no topo da lista de viabilidades.

Turismo e pandemia

Postado em 2 de março de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Fevereiro termina com novidades na Costa Verde & Mar, e o Colegiado de Secretários de Turismo da Amfri (Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí) definiu os nomes da nova diretoria. A presidente da Fundação de Turismo de Porto Belo, Zene Drodowski, assume a presidência do grupo na gestão 2021/2022.

Os novos dirigentes têm foco no futuro e devem buscar novas formas para expandir a divulgação e a oferta de atrativos da Costa Verde & Mar para quando a pandemia da Covid-19 for superada. “O turismo foi um dos setores mais afetados e ainda não é o momento de relaxarmos nas medidas contra o vírus. Por isso, vamos focar no planejamento de ações futuras e nos manter ativos para garantir um desenvolvimento seguro da nossa região”, diz Zene.

Renúncia

Postado em 9 de fevereiro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O empresário Jilson José de Oliveira, popular Gil, que comandou o Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) de Tijucas até 31 de dezembro, decidiu deixar a presidência do PSD no município.

Um ofício foi encaminhado à executiva estadual e, especula-se, não estaria descartada, também, a desfiliação do partido.

Líder em ascensão

Postado em 11 de janeiro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-vice-prefeito Adalto Gomes, que concorreu à prefeitura de Tijucas nas eleições de 2020 e somou apenas 556 votos, não deve permanecer no comando do PL municipal. Pelo menos foi o que ficou sublinhado na visita do senador Jorginho Mello (PL-SC) à Capital do Vale, sábado (9).

Durante reunião com correligionários em Nova Descoberta — e sem a presença de Gomes —, o senador considerou que “o partido precisa de uma reformulação”. Mello, que vem pavimentando a estrada para a disputa do governo estadual em 2022, foi recepcionado pelo cozinheiro José Vicente de Souza e Silva, o Zezinho, presidente da Associação de Moradores do bairro, que alcançou 643 votos na disputa proporcional de 2020 e não se elegeu por quociente eleitoral, e que teria intenção de tomar as rédeas do PL tijuquense.

Presidente definido

Postado em 15 de dezembro de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A presidência da Câmara Municipal de Tijucas já foi previamente definida. Com maioria absoluta na Casa, os situacionistas indicarão o comando da mesa. Entre os cotados, estavam o reeleito Rudnei de Amorim (PSD) e o estreante Maickon Campos Sgrott (PP); e corria por fora, ainda, outra debutante: Nadir Olindina Amorim de Limas (PSD). No acordo, o irmão do secretário de Administração e Finanças do município Rosenildo de Amorim foi o preferido — por mérito, por necessidade da cúpula governista e por experiência.

Rudnei, aliás, deveria presidir o Legislativo tijuquense neste ano. Mas alegou dificuldades na conciliação da presidência da Câmara com a demanda de serviços na empresa que administra e cedeu o posto, mais uma vez, para Vilson Natálio Silvino (PP). Agora, ele precisa aceitar. É quase uma convocação.

Podemos ser PSL

Postado em 1 de abril de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Embora o vereador Rudnei de Amorim (ex-DEM) já tenha assinado filiação no PSD, o compromisso com a cúpula do PSL estadual — de organizar o partido em Tijucas para as próximas eleições municipais — vem sendo cumprido. O líder do governo na Câmara, porém, tem contado com suporte da recém-instituída comissão do Podemos da Capital do Vale.

Pré-candidatos a vereadores do PODE estão, agora, instruídos a migrar para o PSL e solidificar as bases da legenda do governador Carlos Moisés da Silva na seara tijuquense. Os trâmites foram finalizados nesta tarde, em reunião entre o vereador, o subchefe da Casa Civil estadual, Matheus Hoffmann, e dirigentes do Podemos.

A chefe de gabinete Leila dos Anjos Costa, que não tem histórico político, deve assumir a presidência do PSL em Tijucas.

Presidência e preferência

Postado em 22 de outubro de 2019
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Cento e quarenta e oito filiados compareceram à convenção municipal do MDB, sábado (19), para avalizar a dirigência do partido em Tijucas durante 2020 e 2021. As previsões foram confirmadas e, em chapa única, a vereadora Fernanda Melo Bayer foi eleita, por unanimidade — apesar de um voto nulo —, presidente no próximo biênio.

Com a regência previamente definida, as atenções, entretanto, voltaram-se para as inusitadas enquetes na cédula de votação. A futura regência consultou os emedebistas sobre “coligação partidária” e “nome do candidato à majoritária” para a concorrência municipal que se avizinha.

De acordo com a contagem — o vereador Elói Geraldo presidiu a apuração —, a esmagadora maioria dos filiados (112) prefere coligar com o PDT no próximo pleito; e que a vereadora e, agora, presidente eleita do partido, se candidate a prefeita (92) em 2020. PSL (83) e PT (44) também foram citados na enquete de possíveis conjunturas partidárias; e os demais votados na consulta sobre candidatura majoritária foram, em ordem, Esaú Bayer (21), brancos (20), Elmis Mannrich (6), Edson Souza (3), Fernando Fagundes (2), Flávia Fagundes (2), Elói Geraldo (1), Oscar Lopes (1) e Paulo Alexandre (1).

Prefeito presidente

Postado em 4 de junho de 2019
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Cobranças, desgaste e divergências internas. Estes são, extraoficialmente, alguns dos motivos pelos quais o presidente do PSD de Tijucas, empresário Jilson “Gil” de Oliveira – também diretor do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) –, entregou os rumos do partido para o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD). O chefe do Executivo municipal deve assumir o comando da legenda por, no mínimo, quatro meses.

Para o Blog, Oliveira destacou que a transição ocorreu naturalmente, uma vez que “a executiva nacional decidiu destituir os diretórios estadual e municipais em Santa Catarina e que os próximos 120 dias serão de oxigenação, à espera das novas diretrizes”. Neste momento, o partido tem, na Capital do Vale, uma comissão provisória.

Fontes fidedignas, porém, reafirmam um descontentamento de parte a parte; do presidente com a falta de reconhecimento e com exigências e reclamações, e do pelotão de frente do PSD com a carência de ações para o fortalecimento da legenda. “A paz continua reinando, o partido vem progredindo e, com absoluta certeza, assim que o processo terminar, tudo volta ao normal”, garante, no entanto, o diretor do Samae.

Procura-se

Postado em 7 de maio de 2019
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Partido que mais vezes governou Tijucas, o MDB busca um presidente para o biênio 2020-2021. Recentes convites foram direcionados ao advogado Marcio Rosa e ao diretor do Sindicato dos Bancários de Brusque, Adriano Silva, o Guinho. Ambos declinaram.

Rosa confirma que recebeu investidas do ex-prefeito Elmis Mannrich e do próprio presidente municipal da legenda, Fernando Fagundes, e que não quer, definitivamente, se envolver na política; que está trabalhando muito, se dedicando integralmente à advocacia, e muito mais feliz.

Para o bancário, o chamado partiu da vereadora Fernanda Melo. Ele diz, com exclusividade ao Blog, que rejeitou a proposta porque a demanda financeira de um partido com o porte do MDB seria incompatível com sua condição econômica.