quarta-feira, 4 de agosto de 2021 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Dito e feito

Postado em 20 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pedra cantada no Blog sob o título “Decepção em dobro“, dia 9, deu bingo. O vereador Jucelino Marino Chini deixou a presidência do PP de Nova Trento. Ele não foi convidado para uma reunião dos progressistas locais sobre as eleições de 2024 e decidiu pedir a dispensa do posto. Especula-se, inclusive, que o ex-presidente tenha pretensões de concorrer no pleito majoritário e não faça parte dos planos do partido, que já trabalha com os nomes do ex-secretário de Saúde do município, Maxiliano de Oliveira — candidato a prefeito vencido em 2020 —, e do também vereador Silvio César Correia.

Chini, aliás, vinha sendo cobrado internamente por “posições mais firmes” contra a gestão do prefeito Tiago Dalsasso (MDB) no parlamento neotrentino; e já enfrentava resistência de alguns correligionários.

De olho na Saúde

Postado em 5 de março de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Está claro que a Secretaria de Saúde se transformou na menina dos olhos do PP de Tijucas. Ainda que o presidente municipal da legenda, suplente de vereador Vilson Natálio Silvino, esteja contemplado no comando da Secretaria de Obras, Transportes e Serviços Públicos, os progressistas reivindicam maior participação no governo do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) e colocam a pasta do secretário Vilson “Tem” Porcíncula no topo da lista de desejos.

A posição do partido ficou sublinhada na entrevista do vereador Maickon Campos Sgrott (PP) ao LINHA DE FRENTE, ontem, na VipSocial TV. “Aplaudimos muitas ações do prefeito, mas a gestão da Saúde do município não merece palmas. Se esse espaço fosse aberto ao PP, teríamos muitas condições de melhorar o serviço”, disse o parlamentar. Assista a íntegra do programa:

Talk show com personalidades da política que tenham relação direta ou indireta com o Vale do Rio Tijucas e a Costa Esmeralda, o LINHA DE FRENTE vai ao ar semanalmente, todas as quintas-feiras, às 19h30, na VipSocial TV e com transmissões simultâneas nas redes FacebookYouTube e Instagram.

Independência mantida

Postado em 5 de março de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

“Não existe o menor interesse da nossa parte em participar da administração municipal. Temos 45 membros no diretório e tenho certeza que, se fizéssemos uma votação, pelo menos 35 optariam por permanecermos independentes”, garante o vereador Robinson Carvalho Lima (PP), presidente da Câmara Municipal de Canelinha, em atenção à nota “Visita e política“, de anteontem no Blog.

De acordo com a publicação, o deputado estadual João Amin (PP) viria ontem à Cidade das Cerâmicas — o que acabou não ocorrendo, porque apresentou sintomas da Covid-19 recentemente — para tratar da aproximação entre o PP e o governo do prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PSL). A informação, porém, continua mantida, checada e confirmada; e, independentemente da posição do partido na esfera municipal, o objetivo do parlamentar era, de fato, nessa visita, recriar a ligação do chefe do Executivo com a representação progressista do município.

Projeto à prova

Postado em 7 de outubro de 2019
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Presidente da recém-suspensa comissão provisória do PSL em Tijucas, o psicólogo Gerson Henrique Marcelino mostrou preocupação com a proximidade entre o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) e o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) — confirmada, publicamente, na cerimônia que oficializou a destinação de R$ 8,23 milhões dos cofres estaduais para o asfaltamento da Avenida Beira-Rio, sexta-feira (4).

Ao fim do evento, Marcelino conversou com o deputado estadual Onir Mocellin (PSL), uma das autoridades presentes no cerimonial e a quem o tijuquense assessora na Assembleia Legislativa, sobre os rumos do partido na Capital do Vale. O bombeiro militar de reserva, no entanto, parece não se opor à sugerida aliança entre PSD e PSL para o pleito de 2020, mas diz que “precisa haver um diálogo entre as partes”. Pois, então?!

Fogo amigo

Postado em 19 de setembro de 2017
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Decepção para o Executivo, mas renovação de esperança para a semeada evolução do Legislativo. Entre torcidas de nariz na bancada situacionista, o vereador Juarez Soares (PPS) que faz coro nos discursos governistas na Câmara rejeitou, ontem, o Projeto de Lei Complementar 056/2017, que visava a inclusão do cargo em comissão de assessor jurídico no texto do anexo I da Lei Complementar 002/2010, com vencimento mensal de R$ 4,7 mil, para atender às necessidades da administração municipal de Tijucas.

Com voto negativo, Soares acompanhou os oposicionistas e podou, com sete a seis para os contrários, os planos do governo. Para justificar a posição, o parlamentar vem tratando o tema como “questão de moralidade”. Pois, então?!

Casaca virada

Postado em 20 de junho de 2017
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Causou grande alvoroço nas redes sociais a apresentação, em foto, pelo servidor público municipal Renato Sartori, do inconstante Daniel Umbelino como secretário do PEN em Tijucas. Na sequência do registro, choveram comentários incrédulos; alguns sobre a instabilidade comportamental do rapaz, outros a respeito de caráter, de falta de hombridade e personalidade; e não faltaram também adjetivos tacanhos do tipo “baba ovo” e “abobado”.

Umbelino colhe o que vem semeando há tempos. Antes defensor ferino da ex-vereadora Lialda Lemos (PSDB) nas contendas políticas contra os governos do PMDB, descobriu-se periquito de coração e passou a bendizer o ex-prefeito Valério Tomazi (PMDB) de quem se julgava amigo íntimo até declarar incondicional lealdade ao candidato peemedebista nas eleições majoritárias de 2016, Elmis Mannrich (PMDB), e hostilizar, constante e publicamente, especialmente no Facebook, eleitores e simpatizantes adversários.

Atualmente, o PEN integra a base de governo do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD). Motivo suficiente para que o garoto passasse, nas últimas incursões na web, a devotar elogios à administração municipal e, sobretudo, às ações da Secretaria de Obras, Transportes e Serviços Públicos, onde Sartori serve. Pois, então?!

Escanteio

Postado em 4 de julho de 2016
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Enfim, o PT não é mais integrante da coalizão L.I.M.P.E. A coordenação do movimento publicou manifesto oficial acerca da exclusão do partido e, sobretudo, da retirada do apoio à candidatura do ex-vereador Adalto Gomes (PT) à prefeitura de Tijucas nestas eleições.

Nas suas considerações, o L.I.M.P.E. informou que Gomes teria ferido as diretrizes da coligação ao cooptar apoios internos com promessas de cargos num possível governo municipal; e reiterou que rechaça qualquer espécie de barganha para composições políticas. Hoje, portanto, o movimento resume-se, de fato, à integração entre PSDB, PPS e REDE.