sábado, 31 de outubro de 2020 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Otimismo compreensível

Postado em 6 de outubro de 2020

O lateral esquerdo do Flamengo, Filipe Luís, de fato fez contato com os pais da pequena Anna Laura Orsi Batista, de Nova Trento, que luta contra a AME (Atrofia Muscular Espinhal) e precisa de R$ 12 milhões para pagar o tratamento. Ele se dispôs a ajudar no que for possível; mas não é verdade — pelo menos, por enquanto — que o clube carioca foi mobilizado na campanha Salve a Laurinha, e que deve expor um mosaico com o rosto da criança no próximo jogo do Campeonato Brasileiro, no Maracanã. A notícia, compreensivelmente otimista, foi divulgada por um amigo da família em grupos de conversação online e gerou grande expectativa na região.

O que há, na realidade, segundo os mantenedores do projeto de arrecadação de recursos, é, neste momento, apenas a disposição do jogador em contribuir e, quem sabe, envolver o Rubro-Negro na proposta. Na esperança, foram enviadas 20 camisetas da campanha para a sede do Flamengo, no Rio de Janeiro, para facilitar o trabalho junto à diretoria do clube. A ideia inicial é que os atletas entrem em campo, no início de alguma partida com transmissão nacional, com a hashtag Salve a Laurinha no peito.

Toma lá, dá cá

Postado em 21 de abril de 2020

A postagem da vereadora Rosaura de Oliveira Rodrigues (PT) no Facebook, que cobrava a distribuição da merenda escolar às famílias de alunos da rede pública em situação de vulnerabilidade, gerou, na mesma rede, resposta imediata do prefeito Emerson Stein (MDB). De acordo com a parlamentar, “a merenda já estava comprada, com dinheiro público, e nada mais justo que distribuí-la nesta situação, que é emergencial”. O chefe do Executivo portobelense classificou a publicação como “politicagem”.

Stein pontuou que a medida foi incessantemente discutida e que “o município esteve em contato direto com a Amfri (Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí) e com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação para tirar dúvidas sobre a lei 13.987/2020, de 7 de abril, que possibilita a distribuição da merenda escolar para famílias carentes”.

Por fim, o prefeito escreveu que “se fosse possível, faria isso (a distribuição da merenda) desde o primeiro dia (de quarentena)” e que “se (os críticos) estivessem na cidade ajudando as pessoas, participando efetivamente do enfrentamento da crise, talvez esses ‘questionamentos’ não existissem”.

 

Amparo à vida

Postado em 15 de setembro de 2016

Conhecido pela alegria e irreverência, o jovem Rafael Santana Montibeller, de apenas 35 anos, natural de Canelinha e radicado em Tijucas, vem dependendo da solidariedade dos amigos e das boas almas para se ver livre de um câncer que descobriu em setembro de 2015. Ele necessita realizar uma cirurgia avaliada em R$ 70 mil, e tem usado as redes sociais para pedir socorro.

As doações podem ser feitas por depósitos bancários – Banco do Brasil, agência 2723-5, conta corrente 121.318-0, em nome de Maria Salete Montibeller – ou em pontos de coleta no comércio de Tijucas, como, por exemplo, na loja da Cacau Show, na Avenida Bayer Filho. Ontem, num cálculo mais recente, os valores arrecadados chegavam aos R$ 2 mil.