domingo, 14 de julho de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Despedida

Postado em 8 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O corpo do ex-vice-prefeito, ex-vereador e presidente do SAMAE de Tijucas, Luiz Rogério da Silva, será velado no plenário da Câmara de Vereadores, a partir das 17h desta segunda-feira (8). A cerimônia será aberta ao público.

A despedida deve acontecer durante toda a noite e madrugada de terça (9). Na manhã seguinte, uma missa está marcada para às 9h, na Igreja Matriz. O sepultamento está previsto para às 10h, no Cemitério Municipal do bairro Praça.

Primeiro da fila

Postado em 19 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

As pesquisas quantitativas e qualitativas são o termômetro de qualquer postulação pré-eleitoral, e determinam quem chega ao pleito com chances de êxito. As métricas das opiniões do eleitorado, potencial de votos e rejeição, neste momento, decidem, além dos nomes, as estratégias que os partidos e coalizões devem adotar.

Embora as definições estejam marcadas apenas para as convenções, 45 dias antes do pleito, em Tijucas tanto situação quanto oposição têm uma certeza: o ex-prefeito Elmis Mannrich (MDB) vem liderando o quadro desde que as empresas de estatísticas passaram a atuar na cidade.

E, apesar da propaganda desconcertante ao rival, mesmo os governistas admitem que este, na atualidade, seria o ponto de combate. Ter “melhores chances depois do Elmis” se transformou em discurso corriqueiro para os demais pretendentes ao pleito majoritário.

Para os estudiosos, Mannrich se vale do recall – foi prefeito por dois mandatos consecutivos e atuou decisivamente na vitória do sucessor, Valério Tomazi (MDB), em 2012 –, lidera uma base partidária tradicional e de militância robusta, e, hoje, com as fadigosas indefinições nos movimentos concorrentes, continua sendo o mais lembrado por quem se mostra descontente com as ações do governo de Eloi Mariano Rocha (PSD).

Ninguém pode prever, entretanto, que os números se mantenham durante a campanha ou, principalmente, na abertura das urnas.

Retorno aguardado

Postado em 30 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas | Arquivo

A retomada das atividades do Tiradentes Esporte Clube, que antes era apenas uma parte dos mais otimistas sonhos dos tijuquenses, passará a ser realidade em 2024. O Azulão deve reiniciar os trabalhos com categorias de base e tem, inclusive, um calendário esportivo para o ano.

O presidente do clube, Vinicius Voigt Severiano, anunciou, ontem, em entrevistas à imprensa local, que serão realizadas avaliações de desempenho para jovens atletas, nas categorias sub-15 e sub-17. Os treinamentos devem iniciar em março. A previsão, inclusive, é de que as equipes disputem a Copa Santa Catarina em ambas as categorias.

COMISSÃO TÉCNICA

Severiano confirmou, ainda, a equipe responsável pelas avaliações e por dirigir os jogadores. Adriano Franco “Bazola” de Camargo, Anderson Michel “Mainha” da Costa e Eduardo “Dudu” dos Santos Berto serão técnico, auxiliar técnico e preparador físico e de goleiros, respectivamente.

O presidente ponderou, ainda, que o trio foi escolhido com base em diferentes critérios. Entre eles, a ligação com o clube. Adriano Bazola é ex-jogador profissional de futebol e atleta revelado pelo Tiradentes. Já Anderson Mainha, atualmente, disputa as competições amadoras da região, mas tem passagens pelas categoria de base do próprio azulão tijuquense e do Avaí, além de competir profissionalmente em clubes do interior paulista. Dudu também disputa os Campeonatos Municipais de Tijucas e se destacou na base do Figueirense.

PATROCÍNIOS E ARRECADAÇÃO

A diretoria do Tiradentes, atualmente, é composta por diferentes comissões. Uma delas busca viabilizar financeiramente os projetos. Por ora, a equipe já foi contemplada na Lei das Emendas Impositivas, com indicações de vereadores para o envio de verbas.

Entretanto, o grupo ainda trabalha para receber benefícios de incentivo ao esporte, promovidos pelos governos Federal e de Estado. Além disso, os patrocinadores do novo uniforme ainda estão em fase de negociação e deverão ser anunciados em breve.

Emenda aguardada

Postado em 15 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

As celebradas e aguardadas emendas impositivas, destinadas por vereadores por meio do Executivo a entidades tijuquenses, viraram dor de cabeça para o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD). Embora estivessem previstas no orçamento do município para 2023, parte dos respasses ainda não foram cumpridos.

Entre as associações que seriam beneficiadas, mas que ainda aguardam pelos pagamentos, estão o Lar Santa Maria da Paz, a ONG Anjinhos Peludos e a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais). As pendências, segundo apurado pelo Blog, são estimadas em R$ 270 mil, R$ 95 mil e R$ 330 mil, respectivamente.

O caso da Anjinhos Peludos, responsável por resgatar e abrigar cães e gatos no município, é o mais grave. Os responsáveis pelo grupo anunciaram a suspensão temporária do trabalho até que os valores sejam recebidos e as dívidas, sobretudo com clínicas veterinárias, sejam quitadas.

O Lar Santa Maria da Paz, que dependia do recurso para pagamento dos salários de dezembro e do 13º dos funcionários, também ficou em situação difícil. Ao Blog, o diretor do Lar, Luiz Carlos Santana, disse que participou de diversas reuniões com o mandatário tijuquense e explicou a necessidade do repasse.

“Explicamos que precisávamos do recurso até dezembro. Mas, o prefeito disse que só pagaria se a Câmara devolvesse uma determinada quantia”, contou. O Lar recebeu, em dezembro, cerca de R$ 89 mil, dos mais de R$ 460 mil aguardados. Ainda segundo o diretor da casa de acolhimento, há uma promessa de que o saldo seja quitado em janeiro.

DENÚNCIA

A situação foi denunciada ao MP-SC (Ministério Público de Santa Catarina) pelo ex-vereador Juarez Soares (sem partido). “A Justiça vai fazer pagar”, afirmou, em vídeo publicado nas redes sociais.

CONTRAPONTO

O Blog consultou a administração municipal sobre a denúncia, mas, até a publicação desta nota, não obteve retorno.

Na calculadora

Postado em 19 de julho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pré-candidato a deputado federal, o suplente de vereador Juarez Soares (CIDADANIA), de Tijucas, persegue um “número mágico” nestas eleições. Ele calcula que se alcançar 20 mil votos, tem chances muito claras de passar os próximos anos em Brasília. Para tanto, precisa, ainda, de algumas variáveis matemáticas e de um toque do destino.

Soarez prevê que as atuais deputadas Carmen Zanotto (CIDADANIA-SC) e Geovânia de Sá (PSDB-SC) — os partidos foram federalizados para o próximo quadriênio — sejam as campeãs de votos na chapa, com sobras, e que o quociente eleitoral permita que um terceiro postulante do grupo conquiste outra vaga.

A primeira suplência, a propósito, também seria bem-vinda, de acordo com o policial penal. Nos cômputos do tijuquense, tanto Carmen quanto Geovânia estariam muito cotadas para uma secretaria de Estado caso o governo fique com Jorginho Mello (PL) ou com Esperidião Amin (PP). Ele conjetura, ainda, que, na pior das hipóteses, conseguiria a cadeira na Câmara Federal em 2024, quando elas supostamente concorreriam às prefeituras de Lages e Criciúma, respectivamente. Pois, então?!

Secretário com Covid

Postado em 9 de dezembro de 2020
  •  
  •  
  • 17
  •  
  •  

O secretário de Administração e Finanças de Tijucas, Rosenildo de Amorim, contraiu Covid-19. Está, há alguns dias, sob cuidados médicos no Imperial Hospital de Caridade, em Florianópolis; mas se mantém consciente e segue apresentando melhoras. A previsão é que ele receba alta nos próximos momentos.

Pé quente

Postado em 17 de novembro de 2020
  •  
  •  
  • 8
  •  
  •  

O empresário Silvio Eccel, que administra a Rádio Clube de São João Batista, comemora o decacampeonato. Há exatas dez eleições para a prefeitura da Capital Catarinense do Calçado, ele não sabe o que é ser derrotado. Todos os candidatos que apoia, vencem o pleito. Desde Sinézio Octaviano Dadam, que governou o município entre 1983 e 1988, passando por Celso Narciso Cim (1989 a 1992), Gilberto Gonçalves Cândido (1993 a 1996), Jair Sebastião “Nonga” Amorim (1997 a 2004), Aderbal Manoel dos Santos (2005 a 2012), Daniel Netto Cândido (2013 a 2020) e, agora, Pedro Alfredo “Pedroca” Ramos (a partir de 2021), o dono da rádio sempre esteve no palanque vitorioso.

Entre amigos e rivais, Silvinho vem sendo chamado de Barão da Comunicação. E, embora a mídia batistense tenha mudado — com a chegada de outras duas emissoras de rádio à cidade, além de jornais e afins —, ele continua acertando as previsões, se envolvendo diretamente no processo e com o pé quente de sempre. Pois, então?!

Montanha de gelo

Postado em 23 de novembro de 2018
  •  
  •  
  • 23
  •  
  •  

Terminou agora, no Fórum da comarca de Tijucas, a segunda audiência do processo da Operação Iceberg em que são réus os servidores do Legislativo tijuquense entre 2013 e 2016. Na sessão, foram ouvidas as testemunhas de defesa. Ao todo, 13 nomes estavam arrolados – entre ex-prefeitos e ex-vice-prefeitos que também foram vereadores, e ex-presidentes da Câmara Municipal em legislaturas anteriores.

Personagens marcantes da política tijuquense – como Elmis Mannrich (MDB), Uilson Sgrott (DEM) e Valério Tomazi (MDB) – depuseram nesta tarde. As baixas ficaram na conta das ausências do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD), que viajou em função do município e justificou a falta, e do vice-prefeito Adalto Gomes (PT), que deve ser reconvocado.

O processo está dividido em três partes: uma em que são réus os funcionários da Casa na legislatura passada; outra que julga o envolvimento dos vereadores da época; e uma terceira em que a berlinda se forma com os ex-presidentes da Câmara de 2013 a 2015. De acordo com o advogado Marcio Rosa, que faz a defesa dos servidores e da maioria dos vereadores e ex-vereadores indiciados, “ainda falta muita coisa, e não existe qualquer previsão (de tempo) para a conclusão”.

Calafrio

Postado em 12 de maio de 2016
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pitonisa tijuquense afirma, sem medo de errar, que as próximas eleições em Tijucas serão altamente concorridas. De acordo com a Sacerdotisa de Apolo, serão quatro candidaturas majoritárias representando quatro alianças distintas.

Diz a bruxa, robustecida pela véspera da Sexta-Feira 13, que a diferença entre o prefeito eleito e seu mais próximo combatente pode não chegar aos 100 votos; e que, a princípio, nenhuma representante do sexo frágil surgirá em qualquer das chapas à disposição do eleitorado. Arrepiou?