terça-feira, 23 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Na Capital Federal

Postado em 11 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), de São João Batista, foi recebido no Palácio do Planalto, em Brasília, pela equipe do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ontem à tarde.

Acompanhado do chefe de Gabinete, Artur Antunes Pereira, o mandatário batistense apresentou demandas do município. Entre as prioridades, estava o pedido de envio de sete novos ônibus escolares, para que substituam os veículos destruídos por um incêndio, no ano passado.

“É uma reivindicação importante de nossa cidade, que continuamos empenhados em resolver. Foi uma reunião bastante produtiva e esperamos que, em breve, possa resultar em boas notícias para São João Batista”, avaliou o chefe do Poder Executivo batistense.

SEBRAE

Pedroca esteve, ainda, reunido com o presidente nacional do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Décio Lima. A reunião tratou da possibilidade de inclusão da Capital Catarinense dos Calçados no programa de crédito destinado aos pequenos negócios, desenvolvido pelo Governo Federal.

Sentimentos

Postado em 8 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

O ex-prefeito Elmis Mannrich, de Tijucas, diz ter notado pelas ruas do município um “sentimento de mudança”. Em paralelo, o presidente local do MDB avalia que o partido há muito tempo não se unia tanto em prol de um projeto político.

Em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, quinta-feira (4), o pré-candidato emedebista à prefeitura ponderou que o cenário atual é muito diferente de 2016, quando o resultado das eleições foi negativo para a legenda. E que hoje, inclusive, o povo tijuquense fala da sua gestão com “saudade”.

“Agora, a cada dia que passa, a população está com mais saudade do Elmis, com o gabinete aberto, atendendo a população, trabalhando todo dia, chegando na prefeitura às seis horas… Eu peguei uma situação de mudança e aconteceu aquele fato. Chega uma hora que as pessoas querem mudar, às vezes, pra pior. Mas querem mudar. Com certeza querem mudar de novo, mas pra melhor. Porque conhecem o que já fizemos pelo povo de Tijucas”, disse o ex-mandatário.

Mannrich pontuou, ainda, que obras de alta aprovação popular são importantes, mas que o atendimento à comunidade não pode ficar em segundo plano. O emedebista frisou também que vê a cidade “parada”, “abandonada” e “triste”.

“É importante ouvir os reclames da sociedade e visitar as pessoas. Fizemos isso com propriedade, mas com simplicidade. Gostamos disso. Tijucas ficou sem (os desfiles de) 7 de Setembro Reveillon, Carnaval, Festival de Talentos… Por isso o nosso partido se colocou à disposição do município. Conhecemos a população e sabemos da necessidade”, disse.

MORRO ABAIXO

Embora destaque a relevância da militância histórica do MDB no processo, o ex-prefeito reconhece a importância de uma composição que fortaleça a proposta. Haveria, inclusive, em andamento, conversas com outros grupos de oposição que tenham o mesmo projeto de “mudança”.

“O ex-governador Luiz Henrique (da Silveira) sempre colocava pra nós: ‘se puder fazer uma eleição morro abaixo, não vamos fazer morro acima’. Hoje tenho convicção de que podemos ganhar a eleição mesmo que PL e UNIÃO tenham projetos próprios. Mas, temos conversado com os dois”, revelou.

Histórico

Postado em 5 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A secretária de Cultura do município, Paula Regina da Silva, eleita vereadora no PSD, filiou-se hoje ao UNIÃO BRASIL. A expectativa de participação no pleito majoritário, provavelmente como candidata a vice-prefeita na chapa governista, teria motivado a manobra.

Mas o especulado ingresso do vereador Maickon Campos Sgrott no PSD não se confirmou. Ele permanece no PP, e se for chancelado representante do governo na disputa da prefeitura com Paulinha de adjuvante, provocaria um marco na política tijuquense. Seria a primeira vez que a dupla situacionista ignoraria frontalmente o partido do prefeito articulador na proposta de sucessão.

Em tempo: Eloi Mariano Rocha, o chefe do Executivo tijuquense e base intelectual da construção governista para o pleito de 2024, é o presidente do PSD no município.

Extra! Extra!

Postado em 5 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

No último dia da janela da partidária, o União Brasil, de Tijucas, confirmou a adesão do vereador José Roberto “Betinho” Giacomossi. O parlamentar deve assinar a ficha de filiação ainda na manhã desta sexta-feira (5).

O Blog havia antecipado, dias atras, que Giacomossi estava decidido a deixar o PSD. Entre os motivos, estaria o desgaste da relação com a legenda, onde disputou três eleições consecutivas, sendo, inclusive, o primeiro vereador eleito pelo partido no município.

Antes de definir o futuro, o ex-superintendente da Fundação Municipal de Esportes comunicou o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) sobre a desfiliação. Desde então, o vereador passou a conversar com o colega de parlamento municipal, Maurício Poli (UNIÃO), sobre a possibilidade de adesão ao novo grupo.

“Estava sempre conversando com o Maurício Poli, com o irmão dele, o Cesar (Mário César Poli). O projeto deles no União Brasil é muito legal e decidi acompanhá-los”, resumiu Giacomossi.

Emedebista no papel

Postado em 2 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Em raro registro da campanha eleitoral de 2016, Tonho Polícia conversa ao pé do ouvido do candidato a prefeito Elmis Mannrich.

Se o ex-vereador Antônio Zeferino Amorim, de Tijucas, dizia aos quatro cantos do município que “não acompanharia o MDB nem que lhe dessem todas as carretas do (saudoso empresário) Arnaldo Peixoto“, a frase já pode ser desconsiderada.

Afinal, Tonho Polícia, como ficou conhecido, deve assinar, nesta quarta-feira (3), a filiação ao Manda Brasa. O convite teria partido do ex-prefeito e presidente municipal do partido Elmis Mannrich, com quem o ex-parlamentar criou muita proximidade nos últimos anos.

Um dos trunfos de Mannrich para confirmar a adesão, segundo fontes do Blog, seria a possibilidade de alçar Tonho à condição de pré-candidato a vice-prefeito. Em linhas gerais, a dupla poderia ser confirmada mesmo muito antes do pleito.

Amorim, genuinamente cola-branca, passou a frequentar os movimentos emebedistas em 2016, quando, nas tratativas pré-eleitorais, foi preterido pelo grupo que, mais tarde, indicaria Eloi Mariano Rocha (PSD) como representante dos opositores nas eleições. Machucado, o ex-vereador se tornou figurinha carimbada nos eventos públicos dos periquitos.

Todos contra a dengue

Postado em 18 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Os alarmantes dados e elevado número de casos de dengue, em Tijucas, vêm preocupando as autoridades do município. A ordem é colocar em prática todas as medidas possíveis para erradicar focos do mosquito e, assim, diminuir a propagação da doença.

O secretário de Obras e Serviços Urbanos, Vilson Natálio Silvino, determinou a remoção de entulhos e móveis inservíveis de residências, antes que estes sejam descartados de maneira irregular em terrenos baldios da Capital do Vale.

Vilsinho, como ficou conhecido, lançou o projeto “Alô Entulho”, que, basicamente, permite que o morador acione a equipe da Secretaria. Imediatamente, servidores da pasta irão até o endereço indicado e farão o recolhimento do item descartado. Entretanto, a medida não vale para grandes quantidades de materiais.

“Essa iniciativa não tem o objetivo de retirar grandes quantidades de objetos das residências, mas, sim, de lidar com casos isolados em que não seria viável contratar um serviço de descarte de entulho. Cabe aos cidadão a responsabilidade de destinar corretamente os resíduos de construção ou móveis, evitando impactos negativos na saúde publica e no meio ambiente”, explicou Silvino.

Desintoxicado

Postado em 12 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: De Porta Aberta Podcast

O ex-prefeito e deputado estadual suplente Daniel Netto Cândido (PODE), de São João Batista, diz aos quatro cantos da Capital Catarinense do Calçado que se não guarda rancores por desavenças políticas.

Ele afirma, sempre que perguntado, que está à disposição para conversar com integrantes de todos os movimentos políticos do município, inclusive com quem tinha relação conturbada.

Durante recente participação em um podcast local, o ex-prefeito citou, inclusive, o conhecido caso dos empresários Aderbal Manoel dos Santos e Laudir José “Alemão” Kammer, que por muito tempo foram rivais e que hoje têm excelente relação.

“No início da minha carreira política, eu comprei brigas que não eram minhas. Eu não vou mais brigar com ninguém. Qualquer pessoa que quiser falar comigo, estou à disposição. E se tem alguém que machuquei, eu peço desculpas. Amadurecemos, aprendemos com os erros. Dois inimigos, adversários ferrenhos, de um atirar foguete por 30 dias em cima da fábrica do outro, hoje tomam vinho juntos, jogam dominó… e todas aquelas pessoas que brigaram por conta deles?”, sem nomear os envolvidos.

Lembrado

Postado em 18 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

De perfil discreto, o ex-vice-prefeito de Canelinha, Edson Orsi, sem cargo público desde a derrota no pleito de 2020, quando concorreu à reeleição em chapa formada com o ex-prefeito Moacir Montibeller (MDB), continua, ao seu modo, atuante na política canelinhense.

O empresário, inclusive, é constantemente procurado por líderes de diferentes movimentos políticos, visando as eleições de 2024. Ventilam-se, até mesmo, chapas prontas, com o nome de Edinho, outra vez, como vice-prefeito.

Pesam para as especulações alguns fatores. Entre eles, o fato de já ter frequentado os dois mais tradicionais movimentos políticos de Canelinha. Aliás, foi adjunto de Montibeller, entre 2017 e 2020, mas também de seu arquirrival, Antônio da Silva (PP), entre 2009 e 2012.

De maneira menos midiática, também esteve no PL, hoje liderado pelo prefeito Diogo Francisco Alves Maciel, natural candidato à reeleição e representante da terceira via no município.

O poderio econômico de Orsi, certamente, também é colocado no lado positivo da balança, quando seu nome é citado nas reuniões partidárias. O passado abriria, tranquilamente, espaço para a participação em qualquer grupo. Mas o futuro ainda é incerto. Pois então…

Posição firme

Postado em 17 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

“Não existe a mínima possibilidade de recuar”, responde o ex-prefeito Elmis Mannrich (MDB), de Tijucas, quando perguntado se continua inclinado a concorrer no pleito majoritário deste ano. Ele afirma que segue monitorando o cenário eleitoral do município e que teria, segundo as pesquisas, as maiores chances de conquista da prefeitura no partido.

“O candidato deve ser quem tem mais densidade eleitoral, independentemente do nome. Não vamos jogar uma pelada de fim de semana. A coisa é séria”, alerta o ex-mandatário tijuquense sobre a propalada concorrência interna, especialmente com o vereador Fernando Fagundes (MDB), que também se coloca à disposição da legenda para a disputa da prefeitura. O ex-prefeito Valério Tomazi (MDB) ainda seria uma alternativa.

Mannrich, entretanto, considera que a caminhada seria dificultada caso a oposição se divida – em clara alusão à postura do empresário Thiago Peixoto dos Anjos (PL), segundo colocado no pleito de 2020, que, neste momento, estaria mais próximo do vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD) e de um acordo com o grupo governista. “Precisamos estar juntos, porque as pesquisas mostram que nosso projeto vem crescendo e se consolidando”, diz.

Doce apoio

Postado em 19 de dezembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Será apreciado pela Câmara de Vereadores de Canelinha, logo mais, um projeto de Lei de autoria do Poder Executivo que pretende contribuir financeiramente com melhorias habitacionais do município, garantindo habitabilidade, segurança, salubridade e acessibilidade em moradias de famílias de baixa renda.

O “Doce Lar” concederá R$ 2.000,00 ao cidadão que comprovar a necessidade. A quantia, entretanto, só poderá ser usada para a compra de produtos no próprio comércio canelinhense ou, em caso de contratação de mão de obra.

Segundo o prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL), mais de 300 pessoas estão cadastradas para receber auxílios da Assistência Social. “Essas pessoas precisam do nosso apoio. Além de ajudá-las a ter uma moradia mais digna e segura, o Doce Lar ajudará a movimentar a economia local. É certamente um dos maiores projetos já desenvolvidos em Canelinha”, afirmou o mandatário.

Lideranças canelinhenses alinhadas ao governo têm pedido, em encontros públicos ou nas redes sociais, que o projeto seja votado ainda em 2023, mais precisamente, na última sessão do Legislativo, marcada para hoje. A primeira-dama Elaine Busnardi, a propósito, é uma das “garotas-propagandas” do Doce Lar.