domingo, 3 de março de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Separação iminente

Postado em 28 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Embora publicamente o discurso seja de união e engajamento, tanto o ex-prefeito Elmis Mannrich quanto o vereador Fernando Fagundes sabem que o MDB tijuquense, neste momento, tem espaço para apenas um deles.

Ainda que haja um fio de esperança no diretório e na militância por uma conciliação, as conversas entre os dois pré-candidatos do partido ao Executivo municipal têm sido cada vez mais francas e reveladoras. Fatalmente, a não ser por uma hecatombe, Fagundes deve migrar para o PL na janela de março.

Mannrich não concorda com a saída, e teria orientado o parlamentar a desistir da ideia – para que mantivesse o capital eleitoral e evitasse as cobranças da massa emedebista na sequência da carreira política.

CIRCUNSTÂNCIA
As condições são claras: ou o ex-prefeito recua, retira a pré-candidatura e, como presidente do MDB municipal, fica na coordenação de campanha, ou teria o vereador como concorrente natural pelo PL na disputa majoritária de outubro. Esta seria, neste momento, a única hipótese de acordo entre ambos.

PRECAUÇÃO
Fagundes aguarda apenas uma garantia do governador Jorginho Mello (PL) de que será o candidato a prefeito nestas eleições, independentemente dos planos da regência local do partido – que já avalizou a pré-candidatura do empresário Thiago Peixoto dos Anjos –, para confirmar a transferência.

Um primeiro contato já foi feito, com o endosso, principalmente, do deputado estadual Carlos Humberto Metzner Silva (PL) e autorização do secretário de Estado da Infraestrutura, Jerry Comper (MDB), duas das figuras a quem o vereador dedica maior consideração e compromisso.

INEDITISMO
Caso se estabeleça finalmente nas fileiras liberalistas, Fagundes provocaria, ainda, duas marcas históricas na política tijuquense: a representação inédita do PL na Câmara Municipal, com dois vereadores; e a ausência, pela primeira vez, de vereadores do MDB no Legislativo municipal.

O segundo parlamentar emedebista, Esaú Bayer, tem deixado claro, sobretudo nas reuniões do partido, que acompanharia o colega em qualquer situação, ou mesmo em outra legenda.

INTERNAMENTE
Neste cenário e diante do desajuste entre duas figuras exponenciais da atualidade no MDB, o vice-presidente municipal do partido, Davi Melo Filho, popular Galo Velho, convocou uma audiência definitiva com Mannrich para tratar especificamente das consequências dessa divisão.

Com ele, apenas para registro, uma breve lista de emedebistas que, assim como Bayer, o genro, migrariam com Fagundes para onde quer que o vereador fosse.

Transferência

Postado em 6 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Câmara de SJB

O vereador Gustavo Grimm (CIDA), membro do movimento apelidado de “Centrinho”, anunciou, ontem, durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores batistense, que pretende se filiar ao Partido Liberal (PL), em março, durante a janela de transferências partidárias.

“Quero anunciar minha ida ao PL. Sou um cristão de direita, que acredita sim nestes princípios. Quero fazer parte deste grupo. Conversei com o Novo, mas, sozinho, não construímos nada. Esse grupo não busca nada pessoal, mas sim coletivo. Nosso propósito é São João Batista”, afirmou.

Grimm aproveitou a oportunidade para lançar oficialmente a sua pré-candidatura a prefeito. “Me lanço como pré-candidato a prefeito, concorrendo junto com o Felipe Lemos. É o povo, através a pesquisa, que vai decidir isso. Lá, ninguém é maior que ninguém”, completa.

EXPECTATIVA

Os Liberais batistenses, ainda, trabalham para agregar outros dois vereadores e membros do “Centrinho”: Elisandro dos Santos (PP) e Mário Antônio Garcia Teixeira (UNIÃO). As conversas, segundo fontes do Blog, já estariam bastante adiantadas e a oficialização pode ocorrer em breve.

Vereador presidente

Postado em 22 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Os pedetistas de Tijucas estão sob nova direção. Segundo lugar na disputa majoritária de 2020 no município, o partido anunciou, hoje, a formação da nova executiva. O vereador Cláudio Eduardo de Souza, mais votado no último pleito ao parlamento, passa a presidir a legenda na Capital do Vale.

A suplente de vereadora Consuelo Azevedo assume a vice-presidência, enquanto Matheus Henrique Silva Peixer, Juliano de Oliveira e Nelson Zunino Duarte respondem como secretário geral, tesoureiro e membro, respectivamente.

Ao Blog, o novo presidente afirmou que vem mantendo conversas com todos os partidos, pensando no pleito de outubro. Mas garante que o grupo estará na oposição do governo do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD).

“Nosso compromisso é o de nos unirmos aos projetos que estejam em caminhos opostos ao da atual administração. O povo quer e precisa dessa mudança. Estamos dispostos a lutar por isso”, diz.

MDB

Especula-se há algum tempo que Cláudio do Jornal estaria cotado às fileiras do MDB. Entretanto, o plano, por ora, segundo ele, é de fortalecer o PDT e, no futuro, analisar o cenário e definir o melhor caminho.

“O grupo todo entende que estaremos unidos a um projeto de oposição à atual administração, o que nos aproxima de todas as siglas que pensem da mesma maneira, inclusive o MDB”, explica.

EXECUTIVO OU LEGISLATIVO?

A participação do parlamentar no pleito, neste momento, ainda não está definida. Consultado, o pedetista explicou que está à disposição do grupo para a disputa majoritária. Entretanto, dependeria da adesão dos correligionários.

“Teremos uma reunião entre os filiados para confirmar a possibilidade. Se entenderem que meu nome é o ideal para essa missão, vou com tudo”, disse.

Alinhados

Postado em 15 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O prefeito Joel Orlando Lucinda (MDB), de Porto Belo, aproveitou os primeiros dias de 2024 para descansar. O mandatário transmitiu o cargo, por 15 dias, ao vice-prefeito e, agora, prefeito em exercício, Ailto Neckel de Souza (PL).

Aliás, o movimento mostra que a dupla segue em sintonia e, ao que tudo indica, deverá estar unida no pleito de outubro. Afinal, nos bastidores, a manutenção da chapa MDB/PL é dada como certa e Lucinda e Neckel são, por óbvio, os favoritos para representar as legendas.

Enquanto o mandatário aproveitava as férias, o interino esteve mais ativo nas redes sociais, compartilhando a rotina de trabalho, as visitas às comunidades portobelenses e, ainda, recebeu os deputados federais Darci de Mattos (PSD) e Jorge Göetten (PL).

Mais segurança

Postado em 19 de dezembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Uma histórica parceria público-privada pode terminar com a construção de um novo quartel para a Polícia Militar de Porto Belo. A iniciativa, de forma simples, visa a união do município, do Estado e de empresários locais, com intuito de elevar a segurança da comunidade.

Por parte do município, o prefeito Joel Orlando Lucinda (MDB) se comprometeu a realizar a destinação e permuta do terreno, onde o prédio será construído. A obra será custeada pela empresa Vokkan Urbanismo, do empresário Roderjan Diehl Volaco.

Na terceira ponta do triângulo, o deputado estadual Emerson Stein (MDB), natural de Porto Belo, será responsável por destinar emendas parlamentares para possibilitar a compra de equipamentos e mobiliário para o novo quartel.

O prédio terá, ainda, em anexo, uma academia com tatame destinada para uso da comunidade, servindo para sede de projetos sociais. A obra, ao todo, deve custar aproximadamente R$ 10 milhões. Uma reunião foi realizada nesta segunda-feira, com a presença de todos os envolvidos no projeto, para efetivar a parceria.

Despesa mínima

Postado em 25 de setembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Conter despesas é a ordem do momento para o alto escalão do governo de Pedro Alfredo Ramos (MDB), em São João Batista. Hoje, o secretariado municipal esteve reunido na prefeitura, justamente para falar sobre os ajustes orçamentários.

Pedroca afirmou que os responsáveis pelas pastas terão que “fazer mais com menos”. O município terá, por conta do Censo 2022, receitas abaixo do previsto, sobretudo nos recursos destinados pela União, por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

O mandatário justificou, ainda, que já tem colocado em prática diversas medidas internas para reduzir os custos. “Precisamos atender às demandas da população. Ao mesmo tempo, continuar com o trabalho de buscar parcerias no Estado e com o Governo Federal, para viabilizar os investimentos necessários”, completou.

Bola murcha

Postado em 20 de julho de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O ex-vereador Juarez Soares (CIDA), de Tijucas, aproveitou a polêmica para responsabilizar publicamente a gestão do município pelos recentes acontecimentos que culminaram em dois cancelamentos de rodadas do Campeonato Municipal de Futebol Amador em um período de 15 dias. Desde que cortou relações com o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), as críticas do ex-parlamentar têm sido cada vez mais severas contra o governo que um dia defendeu na Câmara.

Do gramado do Estádio Cornélio Martins, onde ocorreria o jogo de volta das semifinais, entre União e AV 13, o ex-presidente do Poder Legislativo gravou um vídeo lamentando o episódio. “O campeonato é considerado um dos melhores de Santa Catarina, mas, neste ano, infelizmente, não é isso que vem ocorrendo”, comentou.

A frase do saudoso ex-vereador e ex-vice-prefeito de Tijucas, Nilson Carlos de Oliveira, o “Nilson da Farmácia”, não foi esquecida na gravação. “Que pena, Tijucas”, bradou Soares.

DEBANDADA

A competição foi temporariamente suspensa após três dos quatro clubes semifinalistas encaminharem à Fundação Municipal de Esportes um documento comunicando que não participariam dos jogos e alegando omissão no julgamento do Esporte Clube Itatiaia, o único da competição que não assinou o ofício.
Eles exigem a exclusão do time de Oliveira do campeonato.

Prefeito presidente

Postado em 4 de julho de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O prefeito de Canelinha, Diogo Francisco Alves Maciel (PL), foi eleito e assumiu, nesta semana, a presidência do CIM (Consórcio Intermunicipal Multifinalitário) da Granfpolis (Associação dos Municípios da Grande Florianópolis).

Alves Maciel, a propósito, já participa de reuniões na sede da associação, com intuito de se atualizar sobre os assuntos do CIM-Granfpolis. O consórcio tem como objetivo o atendimento voltados ao desenvolvimento dos 22 municípios associados, entre eles, Tijucas, Canelinha, São João Batista, Nova Trento e Major Gercino.

Além disso, auxilia em diversas demandas, garante mais serviços, redução de custos e possibilita a captação de recursos, sejam da União ou do Estado. O mandatário canelinhense substitui o prefeito de Águas Mornas, Omero Prim, que presidiu o CIM nos últimos dois anos.

Força-tarefa

Postado em 20 de março de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

A condição precária da ponte sobre o Rio Perequê, uma das principais divisas terrestres entre Porto Belo e Itapema, motivou uma força-tarefa entre lideranças políticas dos dois municípios, na busca por soluções para o problema.

Na semana passada, diversos encontros entre o prefeito Joel Orlando Lucinda (MDB) e a prefeita Nilza Simas (PSD), de Porto Belo e Itapema, respectivamente, foram realizados em diversos lugares, sobretudo na Capital do Estado.

Na última quarta-feira (15), a dupla esteve na secretaria de Infraestrutura, com o secretário de Estado Jerry Comper, na tentativa de buscar recursos e encaminhamentos para a construção de uma nova estrutura. Um dos intermediadores do encontro, a propósito, foi o deputado estadual Emerson Stein (MDB).

Próximos passos

Postado em 8 de fevereiro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pela lógica, a deputada estadual Ana Paula da Silva (PODE) seria opositora ao governo Jorginho Mello (PL). Primeiro, pela proximidade com o ex-governador Carlos Moisés da Silva (Republicanos) – a quem, inclusive, foi leal nos últimos quatro anos. Segundo, pela diferença ideológica das legendas que integram.

Embora Paulinha tenha sido clara, em entrevista ao Blog, de que não fará oposição ao chefe do Executivo estadual, há um indício claro de que, neste primeiro momento, os dois estão de lados opostos. O que, evidentemente, não os coloca como adversários, muito menos inimigos.

O Podemos formou um bloco parlamentar com Novo e Republicanos. O grupo tem, além da bombinense, outros quatro deputados: Camilo Martins e Lucas Neves (PODE), Sérgio Motta (REPUBLICANOS) e Matheus Cadorin (Novo). Na mesma lógica, todos seriam de movimentos contrários ao Governo.

Nesta semana, Paulinha promoveu um encontro com os parlamentares do bloco e defendeu a união do grupo. Os esforços conjuntos, para a ex-prefeita de Bombinhas, foram fundamentais para que seu nome fosse indicado à Mesa Diretora da Alesc (Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina).