domingo, 3 de março de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Coração aberto

Postado em 31 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Rádio Clube 88,5 FM

O prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), de São João Batista, ainda não decidiu se concorrerá ou não, em outubro, à reeleição. O mandatário batistense, aliás, revelou nesta semana, em uma das raras entrevistas, as condições que definirão a candidatura ou a passagem de bastão.

Ao “Na Boca do Povo”, transmitido pela Rádio Clube 88,5 FM, Pedroca foi categórico: “Se um desses nomes for candidato, trabalho com o maior prazer para eles. Se não, não vou entregar para um candidato ruim”. A lista de opções, entretanto, é bastante grande e abrange, inclusive, adversários políticos.

“Tenho um compromisso com o Juliano Peixer. Ele é muito inteligente, politicamente sabe tudo. Seria um bom prefeito. Tenho o Alemão [Laudir José Kammer], da Via Scarpa, que seria um orgulho entregar a chave pra ele. Temos o Alyson [dos Santos], que confio muito. O próprio ex-prefeito [Daniel Netto Cândido], seria bom ele voltar também”, explicou.

Pedroca continua: “Tem o Felipe Lemos. Um guri novo, pra frente… mostrou sua capacidade. É valente, trabalha… começou do nada na política e já está sentado com o governador. Mário [Antônio Garcia Teixeira], Teodoro [Marcelo Adão], Elisandro [dos Santos], o Milson [da Silva]… todos pessoas boas.

PREDILETO

Publicamente, o prefeito classificou o radialista da Rádio Clube, Jonatam Cordeiro, como o seu predileto. “O meu preferido hoje, se chama Jonatam Cordeiro. Pra mim, seria um sonho te entregar a chave. Sei quem tu és. Estás 24h comigo em todas as situações dificeis de São João Batista. Pode ter certeza que eu estaria junto contigo, lutando contigo pra tu ser o prefeito”, disse, justamente ao apresentador do programa.

VICE ELOGIADO

“O Déi [Almir Peixer] tem um carisma, uma qualidade pra trabalhar… ele tem humildade, faz acontecer. Fala que tem vontade, mas não tem dinheiro. Eu digo: Déi, se tu tem vontade, luta por isso. Ele tem competência e mostrou pra cidade de São João Batista. Seria um bom canditado que eu trabalharia com o maior orgulho”, contou.

SAÚDE

O estresse constante do cargo é apontado pelo prefeito como o causador dos recentes problemas de saúde que vem enfrentando. A condição, inclusive, emociona o mandatário que, ao tratar do assunto, chora copiosamente.

“Não tá boa [a saúde]. Meus médicos dizem que o remédio não cura nunca o estresse. Eu sou forte, acredito que se eu não for candidato, não será pela doença. Mas porque vejo que tem tanta gente boa e com capacidade”, completou.

Fortalecimento

Postado em 1 de março de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Daianny Camargo

No comando do Partido Liberal (PL) de São João Batista desde 2019, o presidente Estevan Nascimento comemorou a adesão, ontem, do empresário Felipe Lemos ao projeto. Candidato à prefeitura em 2020, ele pontuou que a filiação mostra que o partido está “cada vez mais forte”.

Segundo Nascimento, a candidatura no pleito passado tinha como intuito o robustecimento e a consolidação da legenda na esfera municipal, mas o plano de conquista da prefeitura era, de fato, para 2024. Agora, com um “nome forte” e de “consenso”, ele acredita que o PL pode ser vencedor.

Ao Blog, o presidente ainda confirmou que fez um convite ao também empresário Laudir Kammer, sempre cotado para a disputa majoritária do município, para integrar o partido. Ele confia Alemão participará da campanha dos liberalistas na Capital Catarinense do Calçado. “Pode não ser filiado, mas tenho certeza que estará junto com o Felipe e o partido”, explicou.

Toma lá, dá cá

Postado em 17 de outubro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Passadas as eleições, o ex-prefeito de São João Batista e candidato a deputado estadual no pleito recente Daniel Netto Cândido (PODE) decidiu contra-atacar. Nas entrevistas que tem concedido, ele diz, ferido, que vai usar as vias judiciais para exigir reparações de todos os que, direta e publicamente, prejudicaram sua campanha.

O comunicado, claramente, tem dois endereçados principais: o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), popular Pedroca, e o empresário Laudir “Alemão” Kammer. O primeiro porque, justo no período eleitoral, passou a atribuir à gestão anterior a dificuldade financeira que enfrentava na prefeitura e questionar a probidade de obras passadas; e o outro porque, na véspera do pleito, foi a uma emissora de rádio da cidade pedir “por favor” que a população não votasse no conterrâneo para a Assembleia Legislativa.

Sem citar nomes, Cândido tem dito que, inclusive, um dos autores das hipotéticas arbitrariedades já tem contra si uma condenação por prática semelhante. Obviamente, referindo-se a Kammer, que, depois de cobranças e ofensas públicas ao ex-prefeito em uma feira calçadista, em 2017, foi processado no Juizado Criminal da comarca. Pois, então?!

Por um triz

Postado em 3 de outubro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Faltou pouco para que o Vale do Rio Tijucas emplacasse, depois de três décadas, um representante genuíno, residente, na Assembleia Legislativa. O ex-prefeito de São João Batista e ex-secretário adjunto de Estado, Daniel Netto Cândido, chegou à marca dos 20.110 votos; e viu o correligionário Lucas Neves ser eleito na terceira vaga do PODEMOS com 23.053.

Inegavelmente, pesaram nessa conta as acusações que o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) decidiu fazer ao antecessor nas últimas semanas e o recente apelo público do empresário Laudir “Alemão” Kammer para que o eleitor batistense, “por favor”, não votasse no desafeto. O estrago foi grande.

Mesmo os opositores presumiam que Cândido alcançasse no município que governou por dois mandatos consecutivos um mínimo de 8 mil votos. Mas não chegou aos 5 mil em casa. Votação, evidentemente, muito abaixo da expectativa de quem deixou a prefeitura com níveis de aprovação popular jamais computados na história da Capital Catarinense do Calçado. Pois, então?!

Amigo do inimigo

Postado em 18 de julho de 2019
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A presença do empresário Laudir “Alemão” Kammer na festa de aniversário do vice-prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), dias atrás, em São João Batista, acendeu o sinal de alerta no paço municipal. Mesmo alguns emedebistas do governo consideraram a recepção do adjunto ao arqui-inimigo do prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) uma afronta.

A relação entre Cândido e Pedroca passa por turbulências. O vice-prefeito, inclusive, não deu as caras na cerimônia de reinauguração do Centro Cultural Batistense Professora Maria Roselene Duarte Clemes, anteontem. E as especulações sobre a reavivada estima entre o adjunto e o antagonista do prefeito — e todas as fissuras que nasceram a partir daí — ecoaram no salão.

Cantorinho

Postado em 24 de maio de 2019
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O diretores da Fael (Faculdade Educacional da Lapa) de São João Batista prestaram uma grata homenagem ao folclórico Cantorinho – personagem do cotidiano de Canelinha que tinha por hábito convidar as pessoas para um programa qualquer e, em seguida, desconvidá-las. Que o diga o prefeito Daniel Netto Cândido (PSD), que recebeu o convite para a formatura da instituição, sábado (18), e, horas antes do evento, foi convencido pela direção do educandário a não comparecer à cerimônia.

A presença de Cândido na formatura não foi aceita pelo empresário Laudir “Alemão” Kammer, que cede o Centro de Educação ViaScarpa para as aulas da Fael e tem francas rusgas pessoais com o prefeito. No ultimato aos diretores da faculdade, o clássico “ou ele, ou eu” não passou despercebido. Restaram, portanto, o constrangimento reprimido, o cumprimento do protocolo, uma cadeira vaga na mesa de autoridades e a romantizada memória de Cantorinho nas cavaqueiras pós-festa. Pois, então?!

Turbulência

Postado em 4 de dezembro de 2018
  •  
  •  
  • 8
  •  
  •  

A viagem do prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) e do vice-prefeito Alfredo Pedro Ramos (MDB), de São João Batista, a Brasília, marcada para semana passada, foi transferida. No mesmo voo, por coincidência, estaria o empresário Laudir Kammer, o Alemão, com quem o chefe do Executivo batistense tem graves problemas de relacionamento. E foi o suficiente.

Na véspera, o vice, Pedroca, telefonou para Cândido e deu a notícia. Disse que conversou com o empresário e que, por superstição – e pelo clima, certamente pesado –, temia “que o avião fosse cair”. A solução foi remarcar as passagens.

Ao jornalista Jonas Hames, na Rádio Super, o prefeito garantiu que “o adiamento do voo foi um pedido do vice-prefeito, apenas para evitar um constrangimento desnecessário, e que não tem qualquer problema em viajar com quem quer que seja”. Pois, então?!

Comenda encomendada

Postado em 14 de agosto de 2018
  •  
  •  
  • 7
  •  
  •  

Figura de expressão entre os batistenses, o empresário Laudir “Alemão” Kammer deve receber, em novembro, a Comenda do Legislativo Catarinense – a maior honraria que o parlamento estadual concede. A indicação é do deputado Mário Marcondes do Nascimento (MDB).

No ano passado, o ex-prefeito Aderbal Manoel dos Santos (PP), também de São João Batista, foi agraciado com o laurel. Na condição de deputado estadual, o majorense Altair Silva (PP) propôs a homenagem na Assembleia Legislativa ao ex-mandatário da Capital Catarinense do Calçado.

CAMINHO LIVRE

Natural de Leoberto Leal, Alemão penou para conseguir o título de Cidadão Honorário de São João Batista. Os litígios políticos com o ex-prefeito Aderbal Manoel dos Santos – que regia a bancada oposicionista na Câmara – adiaram por anos a concessão da honraria.

Em 2015, entretanto, sanadas as desavenças e firmada a surpreendente aliança entre ambos, o galardão foi, enfim, aprovado no parlamento municipal e entregue, com pompa e circunstância, ao empresário.

Honra em dívida

Postado em 20 de outubro de 2017
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As controvérsias que envolvem o prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) e o empresário Laudir “Alemão” Kammer – motivadas por uma suposta dívida de campanha nas eleições de 2012 em São João Batista – passaram da intriga popular para a pauta criminal. O mandatário batistense abriu representação formal contra o dono da Via Scarpa.

Depois de ser novamente cobrado em público, na abertura da 17ª Seincc (Semana da Indústria Calçadista Catarinense), em setembro, Cândido registrou boletim de ocorrência na Delegacia da Comarca de São João Batista e pediu remessa do processo ao Juizado Criminal.

No registro do termo circunstanciado, o chefe do Executivo municipal garantiu que tem sofrido constrangimento reiterado nos eventos públicos da cidade, e que a mencionada dívida não existe. “São fatos que ofendem a minha honra”, relata o prefeito.


Clima quente

Clima quente

Postado em 18 de setembro de 2017
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Diz o jornalista Juliano César, de São João Batista e da Rádio Super – 99,9 FM, que o tempo fechou num recente encontro entre o prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) e o empresário Laudir “Alemão” Kammer. Semana passada, na abertura da 17ª Seincc (Semana da Indústria Calçadista Catarinense), o dono da Via Scarpa teria interceptado o mandatário batistense e, entre empurrões  e um trançapé , mais uma vez apresentado a conta da campanha de 2012 ao chefe do Executivo.

De acordo com o comunicador, que publicou o fato no site da emissora, a turma do deixa disso abafou a confusão. Testemunhas garantem, porém, que, mesmo contido, o empresário teria repetido várias vezes o termo “velhaco” na direção do prefeito.


RECORDAR É VIVER

Alemão, então candidato a prefeito em 2012 na Capital Catarinense do Calçado, foi obrigado pela Justiça a abandonar o pleito 24 horas antes da votação, e, ainda assim, elegeu o vice  Cândido , numa das mais inusitadas concorrências de todos os tempos no Vale.

A relação desandou na metade da gestão passada, quando o empresário passou a cobrar do prefeito o ressarcimento do milionário investimento que garante ter feito no período pré-eleitoral.