domingo, 3 de março de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Coração aberto

Postado em 31 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Rádio Clube 88,5 FM

O prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), de São João Batista, ainda não decidiu se concorrerá ou não, em outubro, à reeleição. O mandatário batistense, aliás, revelou nesta semana, em uma das raras entrevistas, as condições que definirão a candidatura ou a passagem de bastão.

Ao “Na Boca do Povo”, transmitido pela Rádio Clube 88,5 FM, Pedroca foi categórico: “Se um desses nomes for candidato, trabalho com o maior prazer para eles. Se não, não vou entregar para um candidato ruim”. A lista de opções, entretanto, é bastante grande e abrange, inclusive, adversários políticos.

“Tenho um compromisso com o Juliano Peixer. Ele é muito inteligente, politicamente sabe tudo. Seria um bom prefeito. Tenho o Alemão [Laudir José Kammer], da Via Scarpa, que seria um orgulho entregar a chave pra ele. Temos o Alyson [dos Santos], que confio muito. O próprio ex-prefeito [Daniel Netto Cândido], seria bom ele voltar também”, explicou.

Pedroca continua: “Tem o Felipe Lemos. Um guri novo, pra frente… mostrou sua capacidade. É valente, trabalha… começou do nada na política e já está sentado com o governador. Mário [Antônio Garcia Teixeira], Teodoro [Marcelo Adão], Elisandro [dos Santos], o Milson [da Silva]… todos pessoas boas.

PREDILETO

Publicamente, o prefeito classificou o radialista da Rádio Clube, Jonatam Cordeiro, como o seu predileto. “O meu preferido hoje, se chama Jonatam Cordeiro. Pra mim, seria um sonho te entregar a chave. Sei quem tu és. Estás 24h comigo em todas as situações dificeis de São João Batista. Pode ter certeza que eu estaria junto contigo, lutando contigo pra tu ser o prefeito”, disse, justamente ao apresentador do programa.

VICE ELOGIADO

“O Déi [Almir Peixer] tem um carisma, uma qualidade pra trabalhar… ele tem humildade, faz acontecer. Fala que tem vontade, mas não tem dinheiro. Eu digo: Déi, se tu tem vontade, luta por isso. Ele tem competência e mostrou pra cidade de São João Batista. Seria um bom canditado que eu trabalharia com o maior orgulho”, contou.

SAÚDE

O estresse constante do cargo é apontado pelo prefeito como o causador dos recentes problemas de saúde que vem enfrentando. A condição, inclusive, emociona o mandatário que, ao tratar do assunto, chora copiosamente.

“Não tá boa [a saúde]. Meus médicos dizem que o remédio não cura nunca o estresse. Eu sou forte, acredito que se eu não for candidato, não será pela doença. Mas porque vejo que tem tanta gente boa e com capacidade”, completou.

Toma lá, dá cá

Postado em 17 de outubro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Passadas as eleições, o ex-prefeito de São João Batista e candidato a deputado estadual no pleito recente Daniel Netto Cândido (PODE) decidiu contra-atacar. Nas entrevistas que tem concedido, ele diz, ferido, que vai usar as vias judiciais para exigir reparações de todos os que, direta e publicamente, prejudicaram sua campanha.

O comunicado, claramente, tem dois endereçados principais: o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), popular Pedroca, e o empresário Laudir “Alemão” Kammer. O primeiro porque, justo no período eleitoral, passou a atribuir à gestão anterior a dificuldade financeira que enfrentava na prefeitura e questionar a probidade de obras passadas; e o outro porque, na véspera do pleito, foi a uma emissora de rádio da cidade pedir “por favor” que a população não votasse no conterrâneo para a Assembleia Legislativa.

Sem citar nomes, Cândido tem dito que, inclusive, um dos autores das hipotéticas arbitrariedades já tem contra si uma condenação por prática semelhante. Obviamente, referindo-se a Kammer, que, depois de cobranças e ofensas públicas ao ex-prefeito em uma feira calçadista, em 2017, foi processado no Juizado Criminal da comarca. Pois, então?!

Imagem preservada

Postado em 3 de novembro de 2020
  •  
  •  
  • 31
  •  
  •  

Enfim, a equipe de trabalho do vice-prefeito e candidato a prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), de São João Batista, vem admitindo que as ausências do empresário em debates, entrevistas e sabatinas se tratam de “estratégias de campanha”. De acordo com levantamentos internos, Pedroca teria larga vantagem em intenções de voto ante os concorrentes; e os marqueteiros do adjunto batistense acreditam que quanto menos ele for exposto, melhor para a manutenção dos números.

Ramos passou, há alguns meses, a ser orientado por profissionais da Rádio Clube — sob supervisão do empresário Silvio Eccel, dono da emissora, que apoiou os vencedores em oito pleitos consecutivos na Capital Catarinense do Calçado — e, até então, vinha alegando “motivos de saúde” para recusar participações em eventos midiáticos. Na semana passada, para declinar do painel da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) e do debate do Jornal Razão, o candidato informou que sentia os sintomas da Covid-19 e que aguardava o resultado de um exame, que acusou negativo para o vírus.

Nesta sexta-feira (6), ele também não vem ao debate do Portal VipSocial. E, desta vez, dito e confirmado, porque não quer, entende que não precisa e sente que não convém.

MENOS É MAIS

Os cuidados com a imagem do vice-prefeito têm motivo. Impulsivo, imponderado e voluntarioso, Pedroca chocou o governo e parte da sociedade, em meados de 2019, quando disparou uma série de mensagens de áudio no WhatsApp com críticas severas a correligionários, amigos, colegas de trabalho, profissionais de imprensa e, inclusive, ao prefeito Daniel Netto Cândido (PSL); além de revelações pitorescas de episódios da própria vida privada.

São os valores de um homem de maneiras simples, espontâneo, que acredita demais nas pessoas, ajuda e não mede consequências que os marqueteiros pretendem preservar. Pelo menos, até o próximo dia 15.

Sabatina

Postado em 16 de setembro de 2020
  •  
  •  
  • 20
  •  
  •  

Quatro entrevistas pela manhã, e mais cinco entre a tarde e anoite. O empresário e pré-candidato a prefeito Thiago Peixoto dos Anjos (PDT) vem promovendo uma sabatina com possíveis substitutos para o advogado Paulo Roberto Severiano (PSL) — que abandonou a disputa na semana passada — na composição da chapa que vai concorrer à prefeitura de Tijucas nestas eleições. Os perfis, entretanto, são os mesmos: personagens incomuns à política tradicional, com respaldo social e conduta ilibada.

Uma das opções consideradas seria o neto de um distinto empresário de Tijucas, jovem, alheio ao movimento político, envolvido nos negócios da família e predisposto ao processo eleitoral. Com filiação no PSL, ele, além de reunir os predicados requeridos, seria o fio condutor para a manutenção da conjuntura entre os partidos no pleito majoritário. As negociações, no entanto, seguem até o anúncio oficial.

Agenda cumprida

Postado em 16 de agosto de 2019
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Conforme programado, o deputado estadual Onir Mocellin (PSL) esteve em Tijucas hoje para conhecer o Lar Santa Maria da Paz e a Apae — entidades para as quais pretende destinar duas emendas impositivas na ordem dos R$ 100 mil —, e se reunir com as regências peesselistas do município e da região.

Na foto, Coronel Mocellin e o presidente do Lar, Luiz Carlos Santana Filho, conversam sobre as demandas da instituição. As visitas foram sugeridas e tiveram a supervisão do presidente municipal do PSL, Gerson Henrique Marcelino (C), que atua, inclusive, como assessor do deputado na Assembleia Legislativa.

O parlamentar ainda aproveitou a estada na Capital do Vale para percorrer escolas estaduais na cidade e conceder entrevistas a veículos locais.

Com que roupa?

Postado em 8 de fevereiro de 2019
  •  
  •  
  • 3
  •  
  •  

Inocente é quem imagina que a escolha do figurino da deputada estadual Ana Paula da Silva (PDT) na cerimônia de posse foi um erro. Que ninguém se engane com as aparências e com o feeling político da ex-prefeita de Bombinhas. Os mais de 51 mil votos que conquistou nas eleições de 2018 vêm, em grande parte, daí. Ela conseguiu exatamente o que queria. Hoje, em apenas oito dias, Paulinha é a catarinense sobre quem mais se comenta no país.

A ex-mandatária bombinense não para de dar entrevistas. Respeitadas publicações do Brasil inteiro dão de ombros para os projetos que ela tem para a Saúde, a Educação ou a Segurança Pública; mas querem, fervorosamente, saber do macacão vermelho e decotado que usou na posse, e sobre o feminismo e a participação da mulher na política.

“Vou continuar vestindo o que eu quero. Não pretendo me violentar para agradar ninguém” foram, por exemplo, algumas das declarações da parlamentar catarinense para a conceituada Revista IstoÉ desta semana.

Tijucas em opiniões

Postado em 28 de julho de 2016
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Além de 30 personalidades formadoras de opinião em Tijucas, o IPS (Instituto de Pesquisa Social) da Univali – contratado por uma respeitada empresa da cidade – entrevistou 614 moradores e realizou uma ampla pesquisa para traçar o perfil do cidadão tijuquense. Os resultados foram abertos ao blog com exclusividade.

Nada surpreendente, mas chocante é o fato de que todos os entrevistados houvessem mencionado a fragilidade da Câmara de Vereadores. Nas considerações, o instituto registrou que “há, praticamente, uma vergonha contida sobre o Legislativo municipal”.

Na questão da infraestrutura, engana-se quem imagina que ruas calçadas, praças e sistemas de esgoto são motivos para comemorações. A maior parte das personalidades ouvidas citou o Parque Residencial Mata Atlântica – produto da iniciativa privada – como o mais recente orgulho de revitalização e bom uso de áreas em Tijucas. Pois, então?!


Há mais – muito mais! – dados a serem explorados por este singelo canal de informação e entretenimento na pesquisa. Periodicamente, o blog trará novas percepções do cidadão tijuquense sobre as demandas do município.

Desenvolvimento econômico

Postado em 18 de abril de 2016
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Para mensurar o potencial econômico de Tijucas, a Acit (Associação Comercial e Industrial de Tijucas), a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) e a administração municipal estão realizando uma série de entrevistas com personagens do cotidiano da cidade, a fim de formar uma base de dados para análise situacional.

O programa, chamado de DEL, visa propiciar o crescimento da economia local e, nesse processo, atrair novos investidores; além de instituir um modelo de gestão capaz de contribuir com a comunidade empresarial e em prol do desenvolvimento econômico sustentável do município.