sexta-feira, 23 de outubro de 2020 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Sem efeito

Postado em 21 de outubro de 2020

O pedido de impugnação da candidatura de Neusa Ramos Régis (PDT) a vereadora, protocolado pela coligação “O Povo de Novo”, foi negado. De acordo com os impugnantes, ela teria realizado propaganda eleitoral antecipada — quando, supostamente, expôs o número de urna em uma rede social no período pré-campanha —; mas a acusação, porém, foi desconstruída.

Na sentença, o Ministério Público Eleitoral decidiu pelo indeferimento da impugnação por insuficiências de provas. Os advogados de defesa alegaram que Neusa não cometeu qualquer crime eleitoral e que a imagem apresentada pelos impugnantes, de um print de tela com a publicação da candidata no Facebook, teria sido montada. Ela, portanto, continua candidata.

Três em uma

Postado em 7 de outubro de 2020

Por descuido, desinformação ou inocência, a candidata a vereadora Neusa Ramos Regis (PDT) teve o registro cassado. Ela, enquanto pré-candidata, apresentou o número de urna no Facebook — o que configura propaganda eleitoral antecipada — e deu munição à coligação “O Povo de Novo”, que tem a advogada, vereadora e candidata a prefeita Fernanda Melo (MDB) como representante legal, e que ingressou na Justiça Eleitoral com o pedido de impugnação.

Estima-se que a cassação da candidatura de uma mulher simples, de 67 anos e estreante na vida pública, em princípio, não fosse o objetivo; mas a consequente exclusão, por diminuição do percentual feminino, de outros dois candidatos homens na chapa proporcional do PDT.

Na mesma rede, ao lado do candidato a prefeito Thiago Peixoto dos Anjos (PDT), Neusa lamentou o ocorrido, falou de tristeza e considerou “uma maldade” ter sido tolhida da disputa. O postulante pedetista à prefeitura garantiu que seus advogados farão o possível para reverter a causa.

Propaganda eleitoral

Postado em 18 de agosto de 2020

O advogado Nelson Zunino Neto, de São João Batista, acaba de lançar o livro “Tempo Mínimo de Propaganda Eleitoral em Rádio e TV — Por Um Jogo Justo” pela Editora Habitus. Profissional destacado no Vale do Rio Tijucas há mais de 20 anos, e pós graduado em Direito Eleitoral e Político, ele se envolveu com o tema quando foi presidente estadual da Rede Sustentabilidade, entre 2017 e o início deste ano, e passou a desenvolver estudos e argumentos sobre o que considera um direito do eleitor.

“Entendo que a propaganda faz parte do direito à informação, não apenas do candidato em se apresentar, mas muito mais do eleitor, que tem direito de conhecê-lo e conhecer suas ideias. E sem essa informação o processo democrático não está completo, já que a democracia verdadeira é mais do que possibilitar o voto: é franquear o voto livre, consciente, com base em informação”, justifica Zunino Neto ao Correio Catarinense. A obra está à venda na Amazon, por R$ 43,90.

Marketing eleitoral

Postado em 10 de junho de 2020
Imagem: Reprodução/Instagram

Se a propaganda é a alma do negócio, o empresário Estevan Nascimento quer levar essa vantagem na corrida à prefeitura de São João Batista. Presidente do PL no município e estreante na vida pública, ele vem atuando fortemente em canais digitais, permitidos por lei, para promover o nome e as intenções; e hoje lançou flyer nas redes sociais, com proposta gráfica arrojada e slogan previamente estabelecido. A ação sucede à distribuição, por um grupo de apoiadores, de outdoors em pontos estratégicos da cidade com a frase “Estevan vem aí!”.

No recado à comunidade, divulgado no Instagram, Nascimento diz que tem “fome de conhecimento e vontade de mudança” e que espera “trazer novos ares de esperança” para a Capital Catarinense do Calçado.

Três vezes quinze

Postado em 14 de janeiro de 2020

Nas eleições de 2016, em Porto Belo, o MDB e o PSDB estiveram em trincheiras opostas. E, pelo jeito, continuam rivalizando. Tanto que o prefeito Emerson Stein (MDB) comemorou 45 anos na semana passada, com festa aberta à comunidade, e se esquivou das propagandas ao número dos tucanos no convite.

Para celebrar a nova idade, Stein publicou, no material, que estava completando “15+15+15” primaveras. Pois, então?!

Garoto propaganda

Postado em 17 de setembro de 2018

O apresentador, jornalista e viajante Pedro Andrade, âncora do programa Pedro pelo Mundo, do canal a cabo GNT, protagoniza a campanha institucional da coleção Home&You, da Portobello Shop, rede de lojas da Portobello, de Tijucas, líder em revestimentos na América Latina.

O conceito da campanha foi desenvolvido a partir dos lançamentos exclusivos da Portobello Shop que acompanham as principais tendências do mundo e deixam a casa do cliente do jeito que ela deve ser: com a cara de quem nela vive.  Ao todo, seis filmes, de 20 a 30 segundos de duração, mostram os destaques da nova coleção, Home&You, além dos diferenciais da experiência de compra que as cerca de 150 lojas da rede, espalhadas pelo país, oferecem.

Assinada pela agência We, de Pietro Motta e Fábio Rosinholi, a campanha vem sendo veiculada desde o dia 15 em mídias digitais e out of home, redes sociais e nos pontos de venda.

Precaução

Postado em 18 de julho de 2018

O vereador Heriberto Eurides de Souza (PPS), de São João Batista, que debutou na política em 2016, parece mesmo decidido pela candidatura, nestas eleições, a uma cadeira na Assembleia Legislativa.

Betinho Souza, como é conhecido popularmente na Capital Catarinense do Calçado, vem evitando aparições em cerimoniais públicos – como o de anteontem, da entrega dos termos de posse aos novos servidores concursados do município – para não comprometer a campanha. Até então, o parlamentar sempre esteve entre os mais assíduos nesses eventos. Mas ele sabe que a Justiça Eleitoral seria implacável com o que puder considerar propaganda eleitoral antecipada.

Prefeitura neutra

Postado em 2 de setembro de 2016

O prefeito Valério Tomazi conteve as agitações típicas da época nos corredores do paço municipal ao promover uma conversa franca com colegiados e servidores mais próximos. Revelou que, apesar de magoado, segue firme no PMDB, mas que não estará em palanques políticos nestas eleições e que prefere manter a neutralidade.

Depois, estabeleceu que estão terminantemente proibidas quaisquer manifestações eleitoreiras – sejam por adesivos, bottons ou santinhos – nas dependências da prefeitura de Tijucas até 2 de outubro.