terça-feira, 18 de junho de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Reação verborreica

Postado em 18 de março de 2019

Pseudo presidente do PSL de Tijucas – a comissão provisória do partido foi suspensa em dezembro –, o servidor público municipal Renato Sartori perdeu a compostura com um eleitor, semana passada, nas redes sociais. A publicação, no Facebook, de uma foto em que o peesselista aparecia abraçado ao candidato a governador Gelson Merisio (PSD) na pré-campanha de 2018 e segurava uma placa com os dizeres “Merisio 2018” foi o motivo da confusão.

Enraivecido – uma vez que se diz responsável direto pela vitória do governador Carlos Moisés da Silva (PSL) na Capital do Vale –, Sartori apelou para a verborragia. “Coloca essa foto no teu rabo fdp“, escreveu. Em seguida, e a partir de ameaças de processo judicial, o comentário foi excluído. Mas, lógico!, as capturas de tela passaram a circular livres e soltas nos grupos de conversação online desde então.

Conversas vazadas

Postado em 7 de março de 2019

Era de se esperar que o prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido (PSD), que propôs e efetivou uma oxigenação integral no governo do município – com exonerações, recontratações e a audaciosa despolitização do paço –, fosse enfrentar represálias de ex-servidores.

No início da semana, conversas vazadas de uma ex-funcionária foram publicadas no Facebook. Magoada com a demissão, ela, nas mensagens, confirmava o ressentimento e fazia conjecturas sobre a intimidade do chefe do Executivo.

Certamente porque sabia o que viria, Cândido vem se mantendo sereno, convicto de que acertou, e ignorando qualquer provocação. Vida – e gestão – que segue.

Influência digital

Postado em 7 de março de 2019

Natural de Nova Trento, o deputado federal Rogério “Peninha” Mendonça (MDB-SC) é o parlamentar catarinense mais influente nas redes sociais, conforme ranking divulgado pelo Instituto FSB Comunicação. Ele tem mais seguidores no Facebook que os outros 15 representantes de Santa Catarina na Câmara Federal juntos.

Peninha tem 619 mil seguidores, enquanto os colegas catarinenses totalizam, somados, pouco mais de 405 mil.

Prefeito ao vivo

Postado em 11 de fevereiro de 2019

Herdeiro natural da popularidade da ex-prefeita e deputada estadual Ana Paula da Silva (PDT), o prefeito de Bombinhas, Paulo Henrique Dalago Müller (DEM), vem preparando o caminho para a reeleição. Quer abrir um canal direto com a comunidade, e enxerga na internet um recurso prático e dinâmico para cumprir essa tarefa.

Hoje, às 19h, Dalago Müller inicia o programa “Live com o Paulinho”, ao vivo, no Facebook. O tema de estreia é “Saúde”. O mandatário bombinense pretende, semanalmente, todas as segundas-feiras, se reunir, em videoconferência, com a população para tratar de assuntos inerentes à coletividade.

Traje sob medida

Postado em 4 de fevereiro de 2019
Foto: Léo Nunes

Estratégia de marketing, recado subliminar ou mostra de personalidade? Se a ex-prefeita de Bombinhas e deputada estadual Ana Paula da Silva (PDT) queria marcar território e roubar a cena na cerimônia de posse do Legislativo catarinense, sexta-feira (1), conseguiu. Desde então, é nela – ou no figurino que escolheu para a ocasião – que os jornais e comentaristas de Facebook estão interessados.

Bastou a parlamentar se apresentar vestida de vermelho e com um generoso decote para que a censura voraz desse as caras na rede. Críticas como “parece que veio direto da boate para a posse” e “para a zona que é a política brasileira, ela está vestida a caráter” se multiplicaram na internet.

À colunista Dagmara Spautz, do NSC Total, Paulinha fez questão de esclarecer que a escolha do vestuário não foi um erro, mas uma mensagem. “O recado foi dado. Mulheres estão na política e a sociedade tem que se acostumar com elas como são”, disse. E para quem imagina que a internet é terra de ninguém, a deputada tem outro aviso: “printamos (copiamos) tudo. Vamos avaliar (ações judiciais contra os autores dos comentários nas redes sociais)”.

Na  foto, Ana Paula da Silva, já no gabinete, sem o blazer e com o questionado decote à mostra, posa com o vereador Rudnei de Amorim (DEM), de Tijucas, que encorpou a campanha da recém-empossada parlamentar catarinense na Capital do Vale

Na jugular

Postado em 22 de janeiro de 2019

Pseudo presidente do PSL em Tijucas – a comissão provisória do partido no município foi extinta em dezembro –, o servidor público municipal Renato Sartori fez um apelo, ontem, aos vereadores, no Facebook, para que intervenham na aquisição de um veículo para o Departamento de Estrada de Rodagem, da Secretaria Municipal de Obras, Transportes e Serviços Públicos, onde está lotado. “Estou sem caminhonete e não consigo visitar as obras do interior”, escreveu. O comentário foi publicado na postagem do vereador Ecio Helio de Melo (PP) sobre a entrega, pelo senador eleito Esperidião Amin (PP), de uma Mitsubishi/L200 Triton Sport, avaliada em mais de R$ 160 mil, para a Secretaria de Saúde do município; e provocou uma resposta imediata.

O gerente administrativo do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) e presidente do PSB em Tijucas, Fabiano Saramento, decidiu alfinetar Sartori: “como agora você tem acesso direto com o governador, peça a ele umas duas ou três caminhonetes. É hora d’ele retribuir”. Pois, então?!

Sem dono

Postado em 14 de janeiro de 2019
Foto: Reprodução/Facebook

O tijuquense Sergio Alexandre, popular Sergio do Nae, passou o fim de semana no Guarujá, no litoral paulista, e não perdeu a chance de registrar a pose da mulher, Silvana Perácio Alexandre, na fachada do famigerado Edifício Solaris, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva jura que não tem um tríplex.

Nas redes sociais, Alexandre faz pilhéria e diz que “acabou de comprar um tríplex que ninguém sabe de quem é, no Guarujá, e que vai dar de presente para a esposa, mas ela ainda não sabe”. Pois, então?!

Sem sustos

Postado em 17 de dezembro de 2018

Deu a lógica na eleição para a presidência da Câmara Municipal de Tijucas. Conforme antecipado no Blog em notas diversas, o vereador Vilson Natálio Silvino (PP) conquistou a maioria dos votos e venceu o pleito interno do Legislativo; mesmo sob resistência quase inabalável do confrade e atual presidente Juarez Soares (PPS), que tramou a reeleição até o esgotamento das possibilidades.

O presidente municipal do PP somou oito indicações – inclusive a de Soares, surpreendentemente – e superou o oposicionista Esaú Bayer (MDB), que, mesmo com previsão de insucesso, representou, com cinco sufrágios, a bancada contrária ao governo municipal na Câmara.

MESA DIRETORA

A composição da mesa diretora da Casa do Povo foi conhecida antes mesmo da eleição. Em reunião prévia, na tarde de quinta-feira (13), os parlamentares situacionistas arquitetaram a formação do quarteto com Odirlei Resini (MDB) na vice-presidência e Maria Edésia da Silva Vargas (PT) e Elizabete Mianes da Silva (PSD) como primeira e segunda secretárias respectivamente.

Aqueles que seguem o colunista nas redes sociais já conheciam o desfecho da sessão, publicado com antecedência no Facebook.

Brincadeira sem graça

Postado em 12 de novembro de 2018

A zombaria do advogado Joel Eliseu Galli no Facebook, na segunda-feira pós-eleição (29 de outubro), não teve graça. Pelo menos para o Ministério Público Estadual, que requereu o indiciamento do autor do controverso vídeo que convidava integrantes dos movimentos Sem Teto e Sem Terra a invadirem apartamentos e terrenos de Itapema sob o argumento de que “Deus está acima de tudo, e está autorizando”.

A promotora Carla Mara Pinheiro, da 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de Itapema, definiu o ato como “incitação à prática dos crimes de invasão de domicílio e esbulho possessório”, ambos do Código Penal, além de crime contra “a proteção de bens imóveis vinculados ao Sistema Financeiro de Habitação”.

De acordo com o documento da promotoria, “a prática perpetrada pelo autor do fato tipifica o delito previsto no artigo 286 do Código Penal, cuja pena prevista varia de três a seis meses de detenção”.

DEFESA

Galli, de pronto, se defendeu. Encaminhou resposta ao Juizado Especial Criminal da Comarca de Itapema com a justificativa de que o vídeo, que ganhou repercussão nas redes sociais, tratava-se de uma “provocação e não uma convocação”, “com conteúdo jocoso, irônico e sarcástico”.

No ofício, o advogado pontua, ainda, que “se o governo do ‘coiso’ – termo de referência ao presidente eleito Jair Messias Bolsonaro (PSL) – nem iniciou formalmente e a repressão ganha contornos de censura criminalizante, devemos ser temerosos quanto ao futuro”, e pergunta “se uma brincadeira, de bom ou mau gosto, acaba transformada em processo judicial, o que nos espera amanhã?”

Por fim, o ex-procurador do município de Itapema pede que o Ministério Público inicie, também, “procedimento penal em desfavor daqueles que o ameaçaram nos comentários registrados no vídeo” e termina a carta com o jargão de campanha de Bolsonaro: “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”.

Convite à invasão

Postado em 30 de outubro de 2018

Ex-procurador do município de Itapema – entre 2007 e 2012, durante o governo de Sabino Bussanello (então no PT) –, o advogado Joel Eliseu Galli radicalizou no Facebook, ontem, em retaliação ao resultado da eleição presidencial. Em vídeo, ele convocou integrantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) e MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) a ocuparem imóveis de Itapema para “passarem as férias” com base no artigo 6º da Constituição Federal, que garante direitos sociais ao cidadão, incluindo o lazer.

Na mensagem, Galli diz que “agora que ‘Deus está acima de tudo’ – em clara alusão ao mote de campanha do presidente eleito Jair Messias Bolsonaro (PSL) –, vamos implementar a utilização do espaço que é Dele. Esta terra é Dele. Convido os amigos sem teto e sem terra para ocuparem apartamentos e terrenos livres aqui em Itapema para passar as férias. Entre em contato comigo in box para começarmos a invasão”, publica.

O presidente da subseção de Itapema da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), advogado Jean Leomar Pereira, revelou ao Blog que não pode se posicionar acerca do tema porque, embora Galli seja itapemense, e tenha citado a Cidade dos Ultraleves no vídeo, ele é inscrito na subseção de São José e responde àquela jurisdição. “Mas tudo indica que faremos uma nota”, conclui.

Não é a primeira vez que Joel Galli frequenta os noticiários por questões controversas. Ex-professor de Direito da Univali (Universidade do Vale do Itajaí) e da Faculdade Anhanguera, ele chegou a ser preso, em 2012, por ameaças à ex-namorada; e no ano passado, depois de descobrir um câncer no pâncreas, usou o mesmo Facebook para deixar uma mensagem de suicídio – felizmente não consumado – que preocupou e mobilizou amigos e familiares. A seguir, o polêmico vídeo publicado ontem na rede social: