segunda-feira, 9 de dezembro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Candidato-bomba

Postado em 25 de março de 2019

Condenado a seis anos de prisão em regime inicial semiaberto, o ex-secretário regional Jones Bosio nem pensa em sair de cena. Com exclusividade ao Blog, ele revela que vai recorrer da sentença e, em 2020, concorrer novamente à prefeitura de Brusque. “Eu não ganho, mas arrebento com a eleição de meia dúzia”, diz.

Bosio, que comandou a Secretaria de Desenvolvimento Regional de Brusque – e do Vale do Rio Tijucas – nos governos de Raimundo Colombo (PSD), teve, segundo o Ministério Público, participação em pelo menos nove licitações irregulares da SDR entre 2013 e 2014. Nas eleições municipais de 2016, ele ficou em segundo lugar, com 18,4% da preferência do eleitorado brusquense, na concorrência majoritária da Cidade dos Tecidos.

Inferno astral

Postado em 6 de março de 2019

Situação complicada para o ex-secretário regional Jones Bosio, que comandou a extinta Secretaria de Desenvolvimento Regional de Brusque – e do Vale do Rio Tijucas – até março de 2015 e esteve entre os candidatos a deputados estaduais nas últimas eleições. Ele foi condenado a seis anos de prisão em regime inicial semiaberto por irregularidades em pelo menos nove processos licitatórios da SDR entre 2013 e 2014. De acordo com as investigações do Ministério Público, várias licitações, na época, foram direcionadas para a empresa Múltiplos Serviços e Obras Ltda.

Em sua defesa, Bosio explicou que a Secretaria Regional, no período dos fatos, trabalhava com uma comissão de licitações composta por três servidores; negou que mantivesse contato com as empresas convidadas e sequer fazia indicações. O ex-secretário disse, ainda, que assinava um grande volume de documentos, até mesmo sem saber do que se tratavam, porque confiava na equipe.

DESGRAÇA POUCA É BOBAGEM

A partir da condenação, Jones Bosio perdeu, ainda, o cargo que ocupava desde o início de fevereiro na Câmara Municipal de Brusque. A portaria de exoneração foi assinada pelo presidente do Legislativo, vereador José Zancanaro (PSB), que não informou o motivo. O ex-secretário regional ocupou por exatos 28 dias a assessoria de imprensa da Casa.

Na estrada

Postado em 24 de agosto de 2018

O ex-secretário regional de Brusque, Jones Bosio, que concorre a uma cadeira na Assembleia Legislativa pelo DEM nestas eleições, diz-se “deixado na estrada” pela classe política de Tijucas. Nas lamúrias, cita as amizades que fez na Capital do Vale e os R$ 8 milhões investidos na reforma da EEB Cruz e Sousa quando geriu a extinta SDR (Secretaria de Desenvolvimento Regional). “Hoje, aqueles que me carregavam no colo quando fui secretário sequer atendem às minhas ligações”, reclama.

Bosio garante que tem equipes de campanha em 72 dos 295 municípios catarinenses; mas que na Capital do Vale não conseguiu, ainda, formar um grupo de trabalho. “É o único município do Vale em que não estou representado”, revela.

Hora da verdade

Postado em 23 de maio de 2018

Ex-secretário regional de Brusque – e do Vale do Rio Tijucas – e pré-candidato a deputado estadual, Jones Bosio (DEM) vem ao Jornal Vip amanhã, na VipSocial TV, conversar com o colunista no quadro “Política”, a partir do meio-dia e meia. Ele é o terceiro convidado da sabatina com os postulantes a cargos públicos nestas eleições que tenham relação direta ou indireta com a região.

Depois da saída traumática da extinta SDR (Secretaria de Desenvolvimento Regional) de Brusque em 2015, Bosio disputou o pleito majoritário da Cidade dos Tecidos no ano seguinte, e ficou em segundo lugar contra outros seis candidatos. Começou com 3% das intenções de voto e terminou com 18,4% da preferência do eleitorado brusquense naquela concorrência.

Recentemente, o ex-secretário regional chegou a ensaiar a candidatura à Câmara Federal, mas voltou atrás.

Em crédito

Postado em 9 de março de 2018
Foto: Divulgação

O brusquense Jones Bosio (DEM) saiu da SDR (Secretaria de Desenvolvimento Regional) em março de 2015, mas, pelo jeito, a SDR jamais saiu dele. Mesmo sem cargo público – mas com claras aspirações eleitorais neste 2018 –, ele segue em crédito com a nata política catarinense. Para o Vale do Rio Tijucas, com o deputado federal Cesar Souza (PSD-SC), o ex-secretário regional conseguiu, anteontem, em Brasília, mais de R$ 1,5 milhão em recursos.

Da capital federal, Bosio telefonou e contou a boa nova para prefeitos e secretários municipais da região. Tijucas tem, agora, mais R$ 200 mil em atenção básica de Saúde, uma ambulância e um odontomóvel; Canelinha está contemplada com R$ 100 mil para a atenção básica de Saúde; na conta de São João Batista entram R$ 400 mil para a infraestrutura urbana, além de uma ambulância e um odontomóvel; e Nova Trento fica com R$ 300 mil também para a infraestrutura.

Ao todo, entre 2017 e 2018, o ex-secretário regional, que deve concorrer à Câmara Federal nestas eleições, trouxe R$ 2,084 milhões para o Vale. Exatamente R$ 2,084 milhões a mais que o sucessor, Ewaldo Ristow Filho, despejou na região nestes três anos de SDR e da extinta ADR (Agência de Desenvolvimento Regional). Pois, então?!

Mais do mesmo

Postado em 20 de fevereiro de 2018

A primeira oferta do governador em exercício Eduardo Pinho Moreira (MDB) ao Vale do Rio Tijucas está na ponta da agulha. A ex-prefeita de Nova Trento, Sandra Regina Eccel (MDB) – novamente derrotada na concorrência municipal de 2016 – já desfila como secretária de governo da ADR (Agência de Desenvolvimento Regional) de Brusque.

Sem cargo eletivo desde 2008, a ex-mandatária tenta há três eleições seguidas a retomada do poder na Terra de Santa Paulina, ambas malsucedidas. O prêmio de consolação é recorrente. Em 2009, depois de ter sido vencida por Orivan Jarbas Orsi (PSDB) no pleito majoritário do município, e com Luiz Henrique da Silveira (MDB) no governo, Sandra recebeu o comando da então SDR (Secretaria de Desenvolvimento Regional) de Brusque, em substituição a Jair Sebastião Nonga Amorim (MDB).

Pulso firme

Postado em 24 de agosto de 2017

Coordenador regional do DEM e pré-candidato a deputado federal em 2018, o ex-secretário regional Jones Bosio que comandou, até 2015, a SDR (Secretaria de Desenvolvimento Regional) de Brusque, que compreendia, também, o Vale do Rio Tijucas tomou uma atitude, no mínimo, corajosa. Enviou mensagem aos 3.112 contatos que tem na agenda para pedir, “por gentileza”, que filiados ao PT e apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio “Lula” da Silva se autoexcluíssem das redes sociais que ele opera, e que também o bloqueassem.

Com as eleições batendo à porta, e com enorme carência de votos para o cargo que pretende, Bosio, evidentemente, limitou a própria gama eleitoral; mas, em contrapartida, manteve uma postura ideológica cada vez menos habitual nos políticos brasileiros.

Extinção pleiteada

Postado em 29 de junho de 2017

Protocolado anteontem pelo deputado estadual Dóia Guglielmi (PSDB), na Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei 0218.6/2017 propõe a extinção das 36 ADRs (Agências de Desenvolvimento Regional) em Santa Catarina e seus respectivos cargos. Para nós, do Vale do Rio Tijucas – que participamos da ADR de Brusque –, tanto faz.

Tivemos alguma representatividade apenas quando o órgão, inicialmente batizado de SDR (Secretaria de Desenvolvimento Regional), teve Jair Sebastião “Nonga” Amorim, de São João Batista, e, mais tarde, Sandra Regina Eccel, de Nova Trento, como diretores. Depois, com Jones Bosio, de Brusque, à frente da regional, conhecemos, sobretudo, o verdadeiro objetivo do departamento: dar vez e voz aos pleitos da região no Governo Estadual.

Desde 2015, com Ewaldo Ristow Filho na diretoria executiva, as atenções estão, praticamente, voltadas para Brusque e vizinhança. Para corroborar com essa observação, nas 10 manchetes no site da ADR, desde 31 de maio, seis fazem referência a ações na Cidade dos Tecidos, três são relacionadas com Guabiruba e uma diz respeito a Botuverá.

Brasília nos planos

Postado em 24 de abril de 2017

Ex-secretário regional Jones Bosio, que marcou uma época em que o Governo Estadual mais se aproximou do Vale do Rio Tijucas nos seguidos mandatos de Raimundo Colombo (PSD) – cite-se, por exemplo, a revitalização da EEB Cruz e Sousa, em Tijucas, e as ordens de serviço, assinadas também em Tijucas, para as melhorias na SC-410 –, vem revelando aos amigos que pretende concorrer à Câmara Federal em 2018.

Recentemente, nas eleições municipais de 2016, Bosio concorreu à prefeitura de Brusque pelo DEM e ficou em segundo lugar – entre sete candidaturas majoritárias – com 11.447 votos.