terça-feira, 16 de julho de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Sem retrovisor

Postado em 5 de julho de 2019

Alguns surpresos e outros indignados. Assim estão os emedebistas com a notícia, ora interna, nas searas do partido, de que o ex-prefeito Elmis Mannrich (MDB) estaria articulando, entre vereadores oposicionistas, o livramento do sucessor Valério Tomazi (MDB) das garras do Tribunal de Contas e das sanções da Justiça Eleitoral.

Questionado por confrades periquitos, Mannrich tem dito apenas – parafraseando o padrinho e finado ex-governador Luiz Henrique da Silveira – que “não se pode fazer política olhando no retrovisor”.

Em tempo: desde a pré-convenção do MDB tijuquense em abril de 2016, quando duelaram internamente pelo direito de representar o partido nas eleições municipais daquele ano, Tomazi e Mannrich não se falam, sequer se cumprimentam. Os emedebistas locais atribuem ao ex-prefeito engenheiro, inclusive, a derrota no último pleito majoritário, em que ele, supostamente, teria apoiado a campanha de Elói Mariano Rocha (PSD) contra o correligionário.

Entre elas

Postado em 2 de agosto de 2018
Foto: Divulgação

Trinta e cinco mulheres, líderes do MDB na região da Grande Florianópolis, foram recepcionadas pela primeira-dama da capital, Cintia de Queiroz Loureiro (E), ontem, na casa do mandatário florianopolitano Gean Loureiro (MDB), na bucólica Cacupé, na baía norte da Ilha.

Entre as presentes, além da esposa do deputado federal Mauro Mariani, candidato emedebista ao governo estadual nestas eleições, Cynthia Camargo Mariani, e da ex-primeira-dama do estado Ivete Appel da Silveira (C), viúva de Luiz Henrique da Silveira, estava a vereadora Fernanda Melo (MDB), de Tijucas, que vem assumindo papel de destaque nas searas do partido em todas as esferas.

Mais do mesmo

Postado em 20 de fevereiro de 2018

A primeira oferta do governador em exercício Eduardo Pinho Moreira (MDB) ao Vale do Rio Tijucas está na ponta da agulha. A ex-prefeita de Nova Trento, Sandra Regina Eccel (MDB) – novamente derrotada na concorrência municipal de 2016 – já desfila como secretária de governo da ADR (Agência de Desenvolvimento Regional) de Brusque.

Sem cargo eletivo desde 2008, a ex-mandatária tenta há três eleições seguidas a retomada do poder na Terra de Santa Paulina, ambas malsucedidas. O prêmio de consolação é recorrente. Em 2009, depois de ter sido vencida por Orivan Jarbas Orsi (PSDB) no pleito majoritário do município, e com Luiz Henrique da Silveira (MDB) no governo, Sandra recebeu o comando da então SDR (Secretaria de Desenvolvimento Regional) de Brusque, em substituição a Jair Sebastião Nonga Amorim (MDB).