quinta-feira, 14 de novembro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Viaduto no papel

Postado em 2 de setembro de 2019
Foto: Lilian Freitas

O deputado federal Darci de Matos (PSD-SC) faz questão de divulgar, via assessoria de comunicação, a reunião de semana passada, na ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), noticiada com exclusividade no Blog, com os prefeitos de Porto Belo, Emerson Stein (MDB), e de Tijucas, Elói Mariano Rocha (PSD), além de membros do Fórum Parlamentar Catarinense — entre eles o deputado federal Rogério “Peninha” Mendonça (MDB-SC) — e representantes da Arteris SA, que controla as ações da Autopista Litoral Sul em Santa Catarina.

Matos reforça que o projeto executivo das alças de acesso em Porto Belo e do viaduto de contorno em Tijucas foi autorizado. As obras devem custar cerca de R$ 100 milhões. “A construção deste elevado, que fica no Km 161 da BR-101, próximo à Ponte de Santa Luzia, trará mais mobilidade e facilitará o acesso para os municípios de Canelinha, São João Batista, Nova Trento e Major Gercino. Estamos acompanhando esse pleito aqui em Brasília, junto à ANTT, para que ele seja atendido”, finaliza.

Viaduto

Postado em 28 de agosto de 2019

O diretor geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Mario Rodrigues Junior, convidou, e os prefeitos de Porto Belo, Emerson Stein (MDB), e Tijucas, Elói Mariano Rocha (PSD), embarcaram para Brasília nesta semana. Hoje, eles participaram das discussões — ora definitivas —, na capital federal, sobre a construção de um viaduto entre os dois municípios, na BR-101, que pretende resolver uma série de problemas no tráfego local.

Outros catarinenses sensíveis à causa, os senadores Esperidião Amin (PP-SC) e Jorginho Mello (PL-SC) e os deputados federais Ângela Amin (PP-SC) e Darci de Matos (PSD-SC) também receberam o convite da ANTT e engrossaram o quórum da reunião.

Sinal vermelho

Postado em 9 de abril de 2019

O diretor-geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Mário Rodrigues Júnior, tem visita a Tijucas programada para os próximos dias. Na pauta, estão os semáforos no viaduto entre as avenidas Coleiras e José Manoel Reis, que, desde que foram instalados, há cerca de dois meses, têm gerado insatisfação total em motoristas e empresários das proximidades.

Uma comissão, integrada, inclusive, pelo comandante da Polícia Militar de Tijucas, major Eder Jaciel de Souza Oliveira, se reuniu com o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) na semana passada para cobrar resoluções. Os reclamantes querem o fim das filas nas sinaleiras e do longo tempo de espera para a travessia entre as avenidas.

Mariano Rocha deve aproveitar o encontro com o diretor-geral da ANTT para, ainda, tratar, mais uma vez, da construção do elevado no KM 161 da BR-101, que beneficiaria o trânsito de todo o Vale do Rio Tijucas.

Metralhadora

Postado em 7 de novembro de 2017

O vereador Rudnei de Amorim (DEM) vem recebendo cumprimentos dos mais variados nas redes sociais por conta do eloquente discurso, ontem pela manhã, na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina), a respeito da morosidade na resolução dos problemas do tráfego nas marginais da BR-101 em Tijucas. “Dezenas de reuniões já foram feitas. E nunca se apresenta uma solução. Só nos enrolam. Me causa estranheza que essa portaria existe desde março de 2015, e apenas em dezembro de 2016, entre Natal e ano novo, quando a cidade estava vazia, e na troca de governo, foram efetuadas as obras”, bradou o parlamentar.

Amorim criticou também o motivo das alterações no trânsito dos acessos à cidade e o desrespeito à principal empresa do município. “Desviaram 70% da nossa travessia para um shopping em Porto Belo, que nem está funcionando e nem sabemos se terá sucesso. Fizeram três pistas no acesso a Tijucas: duas em sentido Porto Belo e apenas uma para nós tijuquenses. Defendo a comunidade, os empresários e a Cerâmica Portobello, que detém quase 50% da nossa arrecadação, que tem mais de 2 mil funcionários, e que estes precisam acessar a cidade vizinha e retornar a Tijucas para poder trabalhar. Perdoem a minha indignação. Mas não é justo! Estamos de saco cheio!”, concluiu.

Trânsito lento

Postado em 6 de novembro de 2017

Quem pode dizer que o diretor da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Jorge Bastos, está errado? Hoje pela manhã, para defender as mudanças no tráfego das marginais da BR-101 em Tijucas, em debate na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina) com autoridades municipais entre elas, o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) e estaduais, ele justificou que a ação sempre esteve aberta à participação da comunidade tijuquense. “Os responsáveis pela realização de audiências públicas são os prefeitos, que são representantes legítimos da cidade. Mas, se eles dão anuência, o processo está coberto”, disse, em atenção à outorga do então prefeito Valério Tomazi (PMDB) para as modificações no trânsito, em 2016.

As discussões continuam. Principais interessados na revogação da portaria nº 133, que autorizou a Autopista Litoral Sul a promover as mudanças, os deputados estaduais Altair Silva (PP), Mário Marcondes (PSDB) e Serafim Venzon (PSDB) continuam marcando posição. O argumento que persiste é o de que “a população nunca foi consultada”, conforme reforçou, hoje, o deputado estadual João Amin (PP), presidente da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano.

Bate e rebate

Postado em 13 de outubro de 2017

O jornalista Moacir Pereira, colunista do Diário Catarinense, publicou, ontem, que “prefeito, vereadores e a população de Tijucas têm posição contrária ao fechamento (“das saídas da BR-101, na cabeceira da ponte sobre o Rio Tijucas”)”, proposto pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) em 2016 para beneficiar o Outlet Premium, em Porto Belo, e que a medida foi adotada para atender “pedidos do senador Dário Berger (PMDB-SC), segundo informações de Brasília”. As notas foram compartilhadas ipsis litteris pelo presidente da Acit (Associação Comercial e Industrial de Tijucas), médico Rogério de Souza, no Facebook, e provocaram reação imediata do assessor regional do senador, ex-vice-prefeito e ex-vereador Luiz Rogério da Silva, o Rogerinho.

Em comentário, na postagem, Silva transcreveu declarações de Berger, que contestou as notícias. “Por diversas vezes, ao lado do prefeito, do vice-prefeito e de vereadores da cidade participei em Brasília de reuniões junto com a diretoria da ANTT para discutir a melhor saída para essa questão. Sempre estive ao lado do poder público local, acreditando serem os porta-vozes da comunidade”, afirmou o senador, por intermédio do assessor.

Água mole em pedra dura

Postado em 19 de setembro de 2017
Foto: Divulgação

Depois da reunião, hoje pela manhã, na Acit (Associação Comercial e Industrial de Tijucas), a comitiva de Tijucas que trata dos problemas no trânsito das marginais da BR-101 ocasionados pelas alterações realizadas pela Autopista Litoral Sul com anuência da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) esteve, agora à tarde, na Secretaria de Estado da Infraestrutura.

Além do secretário de Obras, Transportes e Serviços Públicos do município, vice-prefeito Adalto Gomes (PT), participaram da audiência com o secretário Luiz Fernando “Vampiro” Cardoso (PMDB), em Florianópolis, o empresário Sizenando Andriani, os vereadores Rudnei de Amorim (DEM) e Juarez Soares (PPS), e os deputados estaduais Ana Paula Lima (PT) e Altair Silva (PP).

Objetivo escancarado

Postado em 17 de agosto de 2017

Inicialmente, dizia-se veladamente, à boca pequena, que as mudanças no trânsito das marginais de Tijucas tinham o único propósito de desviar o fluxo de veículos para o Outlet Premium, do Grupo Tacla, prestes a ser inaugurado em Porto Belo. Segunda-feira (14), porém, na audiência pública sobre o tema, participantes e autoridades  a exemplo do arquiteto Romeu José dos Santos e do deputado estadual Serafim Venzon (PSDB)  basearam os discursos nessa direção, e sequer foram contestados ou repreendidos pelos representantes da concessionária Autopista Litoral Sul e da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), presentes na mesa protocolar.

Membro do corpo jurídico do Portobello Grupo, o advogado Edson Luiz Mees Stringari revelou ao blog que, por mais esse motivo, a portaria 339/2015, responsável pelas mudanças no trânsito da Capital do Vale, não tem amparo legal, e que há uma ação na Justiça para cobrar as responsabilidades dos executores da obra.

Direto ao ponto

Postado em 15 de agosto de 2017

De acordo com os dicionários, “comparsa” é aquele que participa de qualquer coisa em posição secundária; coparticipante, cúmplice, parceiro. É um substantivo, não um adjetivo. Portanto, não têm razão os representantes da concessionária Autopista Litoral Sul e da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) de sentirem-se aviltados, ontem, na audiência pública sobre as modificações no trânsito das marginais de Tijucas, quando assim referidos pelo vereador Rudnei de Amorim (DEM). “Não adianta apelarmos para a ANTT, porque são comparsas da Autopista Litoral Sul“, bradou o parlamentar, arrancando aplausos dos presentes na reunião e provocando fricotes nos aludidos.

Talvez devessem, sim, sentir vergonha. Segundo estudos técnicos do arquiteto Romeu José dos Santos, as mudanças no trânsito da Capital do Vale, realizadas pela concessionária, são aberrações jamais vistas em qualquer outro lugar do país, e ferem todas as orientações do gênero. Se a ANTT, que deveria fiscalizar e regular a obra, não é cúmplice, parceira, o que é, então?!

Desengarrafamento

Postado em 3 de abril de 2017

Em reunião, hoje pela manhã, no auditório do Sebrae, definiu-se que num prazo de 30 dias um consenso entre a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), a Cerâmica Portobello e os municípios de Tijucas e Porto Belo deve ser estabelecido para que o trânsito nas marginais da cidade volte a fluir de acordo com os interesses de todos.

Do diretor-geral da ANTT, Jorge Bastos, ouviu-se que esse assentimento encerraria as discussões, e que, inclusive, a agência estaria disposta a realizar investimentos – como, por exemplo, mais acessos à BR-101 – na região para sanar os problemas do tráfego no perímetro urbano.

O deputado federal Rogério “Peninha” Mendonça (PMDB-SC) conduziu o encontro, que teve, ainda, a participação do deputado federal Jorginho Mello (PR), dos prefeitos Elói Mariano Rocha (PSD) e Emerson Stein (PMDB), de Tijucas e Porto Belo, do vice-prefeito de Tijucas, Adalto Gomes (PT), de vereadores de ambos os municípios, do diretor da Autopista Litoral Sul, Paulo Mendes Castro, de representantes jurídicos do Grupo Portobello, e do deputado estadual Serafim Venzon (PSDB). Esperadas presenças, como as dos senadores Dário Berger (PMDB-SC), Dalírio Beber (PSDB-SC) e Paulo Bauer (PSDB-SC), não foram registradas.

PELA TANGENTE

Depois que o engenheiro Gilmar Cardoso, gerente regional da ANTT, explicou – e comprovou com documentos –, que as mudanças no trânsito das marginais de Tijucas, contempladas na portaria 339/2015, estavam previstas desde 2014, e que havia uma autorização expressa do ex-prefeito Valério Tomazi (PMDB) para isso, o ex-mandatário tijuquense, que participava do encontro, levantou e saiu.