domingo, 7 de junho de 2020 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Três de oito

Postado em 21 de fevereiro de 2020

A exemplo de Daniel Netto Cândido, de São João Batista, e Valmor Pedro Kammers, de Major Gercino, o prefeito de Bombinhas, Paulo Henrique Dalago Müller (DEM), deve, também, migrar para o PSL nesta janela de transferências partidárias. Se confirmada a filiação, a região do Vale do Rio Tijucas e Costa Esmeralda, que é composta por oito municípios, contaria com três prefeituras peesselistas.

Os trâmites estão adiantados, mas ainda não foram concluídos. Com exclusividade para o Blog, Dalago Müller garante que continua filiado ao DEM e que a migração para o PSL vem sendo avaliada. “Tive conversas com o governador Carlos Moisés da Silva e com o chefe da Casa Civil estadual, Douglas Borba, na semana passada, mas, neste momento, estou no Democratas”, revela.

De braços dados

Postado em 3 de fevereiro de 2020
Foto: Divulgação

Registrado em selfie, o encontro entre o chefe da Casa Civil estadual Douglas Borba, o secretário de Administração e Finanças de Tijucas, Rosenildo de Amorim, o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) e o governador Carlos Moisés da Silva (PSL), semana passada, em Florianópolis, mostra que a relação entre o clero administrativo catarinense e a gestão municipal da Capital do Vale vai muito bem, obrigado.

POLÍTICA

Embora o evento servisse apenas para reafirmar a unidade entre o governo do Estado e os municípios da região, a política, evidentemente, esteve entre os assuntos informais da noite. Borba, que trabalha incessantemente na articulação entre o PSL estadual e líderes municipais de alta popularidade, tem claras intenções de aliar uma representação do partido à gestão de Mariano Rocha, especialmente para as eleições deste ano.

Braço direito do prefeito, o secretário de Administração e Finanças seria o escolhido para comandar — com aporte do irmão, vereador Rudnei de Amorim (DEM) — a base peesselista em Tijucas. Apesar de encaminhados, os trâmites do processo ainda não foram concluídos.

AUSÊNCIA

O prefeito de Canelinha, Moacir Montibeller (MDB), foi o único da região que não assinou o livro de presenças no jantar com o governador. E nem enviou qualquer representante.

Convicção

Postado em 29 de janeiro de 2020

A cúpula do PSL estadual, amplamente acomodada no Centro Administrativo, tem convicção que o prefeito de Tijucas, Eloi Mariano Rocha (PSD), vá concorrer à reeleição, neste ano, filiado ao partido do governador Carlos Moisés da Silva (PSL).

O chefe da Casa Civil, Douglas Borba, e seu staff — especialmente o adjunto da pasta, Matheus Hoffman — acreditam piamente no ingresso do mandatário tijuquense nas fileiras peesselistas na próxima janela de transferências partidárias e falam naturalmente, sem cerimônias, sobre o suposto acordo com Mariano Rocha.

Certezas e incertezas à parte, na Capital do Vale não existe qualquer ruído acerca do tema; a não ser os R$ 8,3 milhões que entraram na conta do município, ora surpreendentemente, vindos do governo estadual, para o necessário asfaltamento da Avenida Beira-Rio. Pois, então?!

Dito e feito: PSL é cola-branca

Postado em 8 de novembro de 2019

Pedra cantada no Blog, como de hábito, deu bingo. O chefe da Casa Civil estadual, Douglas Borba, almoçou em Tijucas hoje. Veio tratar da transmissão do PSL municipal com os irmãos Rudnei de Amorim (DEM) — vereador e líder do governo na Câmara — e Rosenildo de Amorim — secretário de Administração e Finanças do município —, que está prestes a ser consumada.

Na mesa, com Borba, estavam a deputada estadual Ana Paula “Paulinha” da Silva (PDT) e o comandante da Polícia Militar, major Eder Jaciel de Souza Oliveira, que são entusiastas do projeto; além de expoentes do DEM — como o empresário Geremias Teles Silva — e vereadores propensos à migração para o PSL, como, conforme prenunciado no Blog, Cláudio Tiago Izidoro (sem partido) e Odirlei Resini (MDB).

FIM E INÍCIO

Sem representação, o DEM, que governou o município com Uilson Sgrott entre 2001 e 2004 — e entrou no folclore local com o hit “Vinte e Cinco Que é Bom” —, pode ser extinto em Tijucas. As negociações envolvem o translado de figuras ilustres e militantes democratas para o PSL.

O jovem empresário Maickon Campos Sgrott, filho do ex-prefeito canarinho, a propósito, pode surgir como opção para a Câmara Municipal com o prefixo 17 nas próximas eleições.

RETAGUARDA

Sob o comando dos irmãos Amorim, avigorado com os encalços do DEM, o PSL tijuquense seria, ainda, abraçado pelo recém-instituído Podemos nas próximas eleições. Partidários do senador Alvaro Dias entrariam no jogo apenas na coligação majoritária, e reforçariam a nominata de candidatos peesselistas ao Legislativo em 2020. Os trâmites vêm sendo conduzidos pelo vice-presidente da legenda em Tijucas, empresário Paulo Sergio “Galinha” Pinto, que também participou do almoço com Borba.

Politicamente alinhados

Postado em 4 de outubro de 2019
Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom

Mais que diplomáticos, o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) e o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) rasgaram seda no cerimonial desta manhã — que oficializou a destinação de R$ 8,23 milhões do governo estadual para o asfaltamento da Avenida Beira-Rio. Nem parecia que estiveram em trincheiras opostas 12 meses atrás, na eleição majoritária de Santa Catarina.

A relação entre eles, a propósito, começou a ser talhada na visita do chefe do Executivo estadual à Cerâmica Portobello, em junho. Naquela feita, Mariano Rocha e Moisés teriam tratado, inclusive, de política; e alinhado a participação do PSL no projeto de reeleição do mandatário tijuquense.

Para o Blog, com exclusividade, o prefeito revelou que “as conversas (sobre a aliança partidária) estão adiantadas”, e comentou que “a política é a arte de agregar” e que se identifica com a gestão estadual, que, segundo ele, é “íntegra e para o bem das pessoas”.

Na foto, o chefe da Casa Civil estadual, Douglas Borba, o prefeito Elói Mariano Rocha e o governador Carlos Moisés da Silva juntos, hoje pela manhã, no Anfiteatro Leda Regina de Souza, para a assinatura do convênio.

Fim do problema?

Postado em 13 de junho de 2019

Presente nas festividades dos 159 anos de Tijucas, a deputada estadual Ana Paula da Silva (PDT) fez um anúncio importante, articulado junto ao governo estadual. Ela assegurou ao prefeito Elói Mariano Rocha (PSD), às demais autoridades e à imprensa que a construção de uma penitenciária industrial na cidade – motivo de grande polêmica e insatisfação popular nos últimos anos – está descartada.

Paulinha informou que a reforma do atual presídio regional passou a ser negociada, com contrapartidas do governo para o município, e que vem participando das tratativas com o secretário da Casa Civil, Douglas Borba, e com o secretário adjunto da pasta, Matheus Hoffmann.

Sobre a cratera

Postado em 15 de abril de 2019

A situação crítica da SC-108, entre os municípios de São João Batista e Major Gercino, é tema de audiência pública solicitada pelo deputado estadual Altair Silva (PP). O problema é antigo e a cada enxurrada a situação só piora. Segundo os moradores, com as recentes chuvas, o asfalto apresentou novas rachaduras e quedas de barreiras. Há pelo menos um ano e meio que a população aguarda uma solução, principalmente para o ponto mais atingido, no quilometro 166, onde uma cratera se formou às margens do Rio Tijucas.

A audiência, realizada pela Assembleia Legislativa, por meio da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano, está marcada para 6 de maio próximo, às 19 horas, no salão comunitário da Capela de São Sebastião, no distrito de Tigipió, na Capital Catarinense do Calçado.

COBRANÇA

Diversos encontros foram realizados neste ano com o secretário de Infraestrutura, Carlos Hassler, e com o secretário adjunto da pasta, Pedro Luiz Stonoga, para cobrar a realização da obra. Os pedidos também foram estendidos ao secretário de Estado da Casa Civil, Douglas Borba, e ao governador Carlos Moisés da Silva (PSL).

Na legislatura passada, aliás, Altair Silva, que é natural de Major Gercino e tem relação estreita com São João Batista, conversou com o então governador Raimundo Colombo (PSD) e solicitou melhorias na rodovia. Por meio de indicações e cobranças ao governo estadual, o projeto foi realizado, mas a obra não saiu do papel.