terça-feira, 22 de outubro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

In loco

Postado em 7 de outubro de 2019
Foto: Divulgação

Propositor da audiência pública, em maio, com mais de 500 presentes, que chamou a atenção do governo estadual para a urgência de recuperação da SC-108, entre São João Batista e Major Gercino, o deputado estadual Altair Silva (PP) visitou, semana passada, as obras, que já estão em curso.

A famigerada “cratera de Tigipió” (foto), que se abriu há quase dois anos, no quilômetro 166, é o ponto mais crítico. Silva, que é majorense de natureza, acredita que a revitalização da rodovia esteja concluída antes do fim do ano.

Adeus, cratera

Postado em 16 de agosto de 2019

A brusquense Terraplanagem e Transportes Augusto Ltda. venceu o processo licitatório, ontem, na Secretaria de Estado da Infraestrutura, e vai, finalmente, cobrir a famigerada “cratera de Tigipió” — um buraco gigantesco na rodovia SC-108, entre São João Batista e Major Gercino, que se formou em 2017 e que, por conta da indiferença do governo com o problema, foi tema, inclusive, de audiência pública. O deputado estadual Altair Silva (PP), que é majorense, foi quem propôs e coordenou a reunião com mais de 500 presentes no salão comunitário da Capela de São Sebastião, em maio.

Os serviços, que devem iniciar em breve, envolvem, ainda, além da recuperação completa do trecho afetado, a terraplanagem, a drenagem e a sinalização do local. A obra foi orçada em quase R$ 2,8 milhões.

Sobre a cratera

Postado em 15 de abril de 2019

A situação crítica da SC-108, entre os municípios de São João Batista e Major Gercino, é tema de audiência pública solicitada pelo deputado estadual Altair Silva (PP). O problema é antigo e a cada enxurrada a situação só piora. Segundo os moradores, com as recentes chuvas, o asfalto apresentou novas rachaduras e quedas de barreiras. Há pelo menos um ano e meio que a população aguarda uma solução, principalmente para o ponto mais atingido, no quilometro 166, onde uma cratera se formou às margens do Rio Tijucas.

A audiência, realizada pela Assembleia Legislativa, por meio da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano, está marcada para 6 de maio próximo, às 19 horas, no salão comunitário da Capela de São Sebastião, no distrito de Tigipió, na Capital Catarinense do Calçado.

COBRANÇA

Diversos encontros foram realizados neste ano com o secretário de Infraestrutura, Carlos Hassler, e com o secretário adjunto da pasta, Pedro Luiz Stonoga, para cobrar a realização da obra. Os pedidos também foram estendidos ao secretário de Estado da Casa Civil, Douglas Borba, e ao governador Carlos Moisés da Silva (PSL).

Na legislatura passada, aliás, Altair Silva, que é natural de Major Gercino e tem relação estreita com São João Batista, conversou com o então governador Raimundo Colombo (PSD) e solicitou melhorias na rodovia. Por meio de indicações e cobranças ao governo estadual, o projeto foi realizado, mas a obra não saiu do papel.

No ventilador

Postado em 4 de julho de 2018

O prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) era um dos presentes no protesto, há 15 dias, na SC-108, em São João Batista, para reivindicar ao Estado a reforma de uma cratera na rodovia. E hoje o secretário de Desenvolvimento Econômico do município, Plácido Vargas, anunciou no Facebook a renúncia ao cargo. Qual a ligação entre os fatos? Resposta: a extração de areia no Rio Tijucas, no interior da Capital Catarinense do Calçado.

Existe a teoria de que a rodovia tenha cedido por conta da mineração na encosta do rio, apesar do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) de 2005, que impede a extração em menos de 100 metros da margem. E o secretário, embora comungado com Cândido desde 2013, justificou a saída da administração municipal com a “frustração”. Segundo ele, o termo não vem sendo cumprido e “a prefeitura deixa os extratores levarem os terrenos dos ribeirinhos”. Vargas disse, ainda, que em 2009, no início da mineração, o Rio Tijucas tinha 23 metros de largura e atualmente estaria quatro vezes mais largo. Pois, então?!