domingo, 12 de julho de 2020 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Velha novidade

Postado em 9 de junho de 2020

Depois de idas e vindas, o PSL tijuquense tem nova — e velha! — comissão provisória até 31 de dezembro. O bombeiro militar de reserva Gerson Henrique Marcelino volta à presidência da legenda na Capital do Vale, com o contabilista e advogado Paulo Roberto Severiano, de novo, de vice. A validação do órgão foi anotada ontem na Justiça Eleitoral.

De acordo com os novos dirigentes, o partido está apto, agora, a participar das próximas eleições municipais. Eles aguardam orientações da executiva estadual para decidir se negociam uma coligação majoritária, ou se lançam candidatura própria à prefeitura e nominata de candidatos a vereadores no pleito que se avizinha.

Cotas parceladas

Postado em 12 de março de 2020

O prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) está reunindo vereadores e pretensos postulantes da base ao Legislativo para, até 3 de abril, dividir, com pesos e medidas semelhantes, todos os pré-candidatos em apenas três partidos: PSD, PSL e PP.

Com as novas regulamentações para o pleito proporcional, a estratégia passou a ser o fortalecimento das legendas em vez das coligações. Nomes com potencial que estejam filiados a partidos de menor expressão, ou que venham da oposição, estão sendo orientados a migrar para o triunvirato governista antes do fechamento da janela.

Gota d’água

Postado em 12 de março de 2020

As rusgas entre o presidente do Cidadania em Tijucas, empresário Edenilson Devitte, e o único vereador do partido, Juarez Soares, chegaram ao limite. O comandante não faz questão de ter o agente penitenciário entre os candidatos da legenda nas eleições proporcionais deste ano; e mais: comunicou ao parlamentar que os demais pré-candidatos da chapa se sentiriam mais confortáveis sem ele no grupo.

Soares, portanto, decidiu pedir a desfiliação do CIDA e deve concorrer à reeleição por outro partido da base governista. Diz ao Blog que sai “em paz” e que deve satisfação apenas à deputada federal Carmen Zanotto (CIDA-SC), por quem nutre grande respeito e admiração. Ele aguarda, agora, a orientação do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) para decidir por qual caminho seguir.

Segue o líder

Postado em 28 de fevereiro de 2020

Pergunta: o que têm em comum o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico de Tijucas, Jean Carlos de Sieno dos Santos (PSC), e os vereadores Cláudio Tiago Izidoro (sem partido) e Odirlei Resini (MDB)? Resposta: eles aguardam orientação do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) sobre a filiação partidária que devem assumir para o pleito proporcional.

Sieno dos Santos aceitou se transferir para o PSD, já tem a ficha de filiação em mãos, e só não assinou ainda porque correria o risco de perder o mandato — de vereador, para o qual foi reeleito em 2016 — caso antecipasse a mudança. Izidoro e Resini também estão inclinados ao PSD, mas devem definir os rumos e metas apenas no fechamento da janela, em março, sob supervisão de Mariano Rocha e de acordo com as conjunturas.

Consistência

Postado em 28 de novembro de 2019

Vereadores e pré-candidatos ao Legislativo tijuquense, filiados a pequenos partidos da base governista, devem migrar para PSD, PP ou DEM em fevereiro de 2020. Essa foi, pelo menos, a orientação do Conselho na reunião com a bancada situacionista, ontem.

Com o fim das coligações proporcionais, o plano é que, ao invés de seis ou sete, a base seja composta por três chapas consistentes, de candidaturas efetivas.

Time orientado

Postado em 24 de setembro de 2019

A legislação eleitoral — especialmente a nova regulamentação, válida para as eleições municipais de 2020 —, a preparação dos candidatos para o pleito, a organização da campanha e, inclusive, o gerenciamento de redes sociais estiveram em pauta na mesa redonda do PP de São João Batista, sexta-feira (20).

Progressistas com mandato e interessados em candidatura pelo partido, tanto da Capital Catarinense do Calçado quanto de municípios vizinhos, foram orientados sobre o processo eleitoral. O evento, com palestras de especialistas e debates, foi promovido, em parceria, pela Fundação Milton Campos e pelo deputado estadual Altair Silva (PP).

ANFITRIÕES

Além dos assessores de Silva na Assembleia Legislativa — dois deles, aliás, são batistenses: Mário José Soares e Sérgio Roberto Machado —, a mesa redonda contou com o presidente municipal do PP, vereador Fábio Norberto Sturmer, e com o empresário Alyson dos Santos, a quem se atribui, nos bastidores, grandes chances de candidatura majoritária em 2020.

Gratidão vizinha

Postado em 21 de agosto de 2019

Por instrução do presidente da Casa, Altino Torquato dos Santos Júnior (PSD), o vereador canelinhense Fernando de Souza (PRB) recebeu Moção de Agradecimento e Parabenização da Câmara Municipal de Porto Belo na semana passada.

Souza, quando presidente do Legislativo de Canelinha, em 2018, instituiu, com relativo sucesso, o Programa Vereador Mirim no município e foi copiado — e orientou o projeto, espontaneamente — no parlamento da Capital Catarinense dos Transatlânticos neste ano. Pelas prestações voluntárias de apoio e intendência, o vereador canelinhense foi gratificado com a honrosa moção da Câmara vizinha.

Rejeição aconselhada

Postado em 10 de julho de 2019

Mais um capítulo da saga do ex-prefeito Valério Tomazi (MDB) contra a malha do Tribunal de Contas vem à tona. A mudança de postura de parte dos vereadores governistas — que antes absolveriam o ex-mandatário tijuquense, e agora devem votar pela rejeição das contas de 2016 — tem a ver com a presença, ora informal, do empresário e ex-prefeito Uilson Sgrott (DEM) na sede do Legislativo municipal, quinta-feira (4).

Sgrott não esteve na Câmara apenas, como se supôs, para divulgar a programação da Festa de São Cristóvão. Antes da sessão, ele se reuniu com os parlamentares pró-governo como porta-voz do Conselho, o escrete cola-branca que participou da organização da campanha de 2016 e que continua orientando politicamente a administração municipal. Foi pedir aos confrades que votem conforme a recomendação do TCE, pela rejeição.

Na sexta-feira (5) pela manhã, o empresário encabeçou nova reunião com os vereadores situacionistas. Desta vez, no gabinete do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) — que juntou a orientação dos conselheiros com a notícia do envolvimento do ex-prefeito Elmis Mannrich (MDB) na articulação pró-Tomazi e decidiu liberar a bancada para votar como quisesse.

BIFURCAÇÃO

Quem, neste momento, está em sinuca de bico é o presidente do Legislativo tijuquense, vereador Vilson Natálio Silvino (PP). Se mantiver a decisão, acompanhar a orientação do Conselho e votar pela rejeição, vai, certamente, desagradar a colega e tutora Elizabete Mianes da Silva (PSD) — que articula a absolvição de Tomazi entre os governistas, assim como articulou a eleição da presidência da Câmara em favor do progressista.

Mas, se decidir salvar o ex-prefeito e contentar Bete, abespinha a congregação e, sobretudo, o amigo e mentor Helio Gama, que integra o grupo de conselheiros da administração municipal. Ou seja: se ficar o bicho pega, e se correr o bicho come.

Workshop partidário

Postado em 4 de julho de 2019
Foto: Divulgação

O recordista de votos para a Câmara Federal em Santa Catarina, deputado – e apresentador de televisão – Hélio Costa (PRB) quer mais. Ele e o deputado estadual Sérgio Motta (PRB) têm projetos para as eleições municipais de 2020 e recebem vereadores da legenda, dia 27, em Florianópolis, para mostrar o caminho das pedras. O canelinhense Fernando de Souza, cotado para a concorrência majoritária da Cidade das Cerâmicas, já confirmou presença.

Souza tem convites de outras siglas, mas diz que gostaria de se manter no PRB caso garanta o apoio dos líderes do partido no estado e quer ouvir o que eles têm a dizer.

Na foto, o parlamentar canelinhense, que comandou a Câmara entre 2017 e 2018, e o colega Arlindo de Simas (PL), atual presidente do Legislativo municipal, emolduram o deputado federal Hélio Costa, em Brasília

CPI melindrada

Postado em 12 de março de 2019

Por inconsistência de argumentos, ou porque a ameaça de abertura de uma sugestiva caixa-preta – que revelaria supostas ingerências, ou irregularidades, em gestões passadas na autarquia – deu resultado, nada mais se disse na Câmara Municipal de Tijucas sobre aquela conjecturada “CPI do Samae”.

Uma das principais interessadas na instauração do processo era a vereadora Fernanda Melo (MDB), que chegou a comentar o assunto nas redes sociais. Fontes do Blog, no entanto, garantem que houve orientação – e até pedidos encarecidos – para que o abelheiro não fosse cutucado.