sexta-feira, 25 de novembro de 2022 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Portas abertas

Postado em 23 de novembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Quem imaginou que a dispensa da secretária de Administração do município de Porto Belo, Eliane Tomaz, quinta-feira (17), pelo prefeito Joel Orlando Lucinda (MDB), abreviaria a passagem da tijuquense pelo serviço público, enganou-se. A professora, também ex-secretária de Obras na gestão de Valério Tomazi (MDB) em Tijucas, vem sendo assediada por prefeitos da região desde que voltou ao mercado.

Uma das interessadas nos préstimos de Eliane seria a prefeita de Itapema, Nilza Simas (PSD). Mas as conversas, segundo fontes fidedignas do Blog, estariam mais adiantadas com o governo de Nova Trento, do jovem prefeito Tiago Dalsasso (MDB), que sempre elogiou a metodologia de trabalho da ex-secretária ainda na administração portobelense.

Sem intervenção

Postado em 18 de novembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em razão da nota “Saída traumática”, de hoje no Blog, o ex-prefeito Emerson Stein (MDB) se manifesta. Ele garante que não foi ao paço para intervir na decisão do atual mandatário, Joel Orlando Lucinda (MDB) — sobre a exoneração da secretária de Administração do município, Eliane Tomaz.

“O prefeito me chamou para comunicar a saída, e eu disse apenas que ele tinha o direito de escolher com quem trabalhar. A gestão é dele. Não dou opinião no governo e respeito o que ficar decidido. Cada um administra do seu jeito”, contrapôs Stein.

Saída traumática

Postado em 18 de novembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Aos poucos, o prefeito Joel Orlando Lucinda (MDB), de Porto Belo, vai dando a cara nova à administração municipal. Desde que assumiu a prefeitura, há seis meses, já promoveu quatro mudanças no primeiro escalão. A mais recente foi ontem, ao exonerar a tijuquense Eliane Tomaz do comando da pasta de Administração.

A presença dela no colegiado era um dos símbolos mais marcantes do governo do ex-prefeito Emerson Stein (MDB) – que, aliás, planejava lançar a ex-secretária como candidata a vereadora em Tijucas, no seu domicílio eleitoral, em 2024.

A saída, entretanto, ao tempo que surpreendeu, deixou ranhuras na relação entre a atual gestão e a anterior. Stein, inclusive, segundo fontes do Blog, teria tentado interceder e foi pessoalmente à prefeitura assim que soube do ocorrido. Mas não houve jeito.

Acolhimento

Postado em 16 de março de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Figuras como o ex-prefeito Elmis Mannrich e os ex-vereadores Lialda LemosElói GeraldoEsaú Bayer, Neri Martins e Oscar Lopes, mais o atual Edson Souza, além dos ex-secretários municipais Eliane TomazGilmar Martins, estarão no palanque do prefeito de Porto Belo, Emerson Stein, durante a concorrência eleitoral que se avizinha. As confirmações foram postas à mesa, ontem, em reunião do mandatário portobelense com a maior parte do diretório do MDB de Tijucas.

Stein deixa o comando da Capital Catarinense dos Transatlânticos no próximo dia 25 e, a partir de então, vai se dedicar exclusivamente à campanha. Mas os encontros com lideranças do Vale do Rio Tijucas e da Costa Esmeralda, bem como com prefeitos dirigentes da Amfri (Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí), entidade que presidiu nos últimos doze meses, sempre com as eleições de 2022 no pano de fundo, vinha sendo uma constante na caminhada política do pré-candidato a deputado estadual.

Acolhimento periquito

Postado em 16 de junho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os emedebistas de Tijucas voltaram a se reunir, ontem, na hospitalidade da ex-secretária de Obras, Transportes e Serviços Públicos do município, Eliane Tomaz, por um motivo especial: a pré-candidatura do prefeito de Porto Belo, Emerson Stein (MDB), ao parlamento catarinense em 2022.

O encontro contou com a presença de um vereador da legenda, além de um ex-prefeito e outros quatro ex-parlamentares. Todos, sem exceção, elogiaram a gestão de Stein na Capital Catarinense dos Transatlânticos, concordaram que o mandatário portobelense acumula requisitos para a postulação ao Legislativo estadual — sobretudo pela histórica reeleição, em 2020, com 83,24% dos votos locais —, e manifestaram apoio irrestrito ao projeto.

Plano para 2024

Postado em 23 de fevereiro de 2021
  •  
  •  
  • 81
  •  
  •  

Secretária de Administração do governo de Porto Belo desde 2017, a tijuquense Eliane Tomaz pretende se candidatar nas próximas eleições municipais. Embora servidora pública na Capital Catarinense dos Transatlânticos, ela continua residente e com domicílio eleitoral em Tijucas, onde planeja, em 2024, concorrer a uma cadeira no Legislativo.

Eliane foi secretária de Obras, Transportes e Serviços Públicos na gestão do ex-prefeito Valério Tomazi (MDB), e comanda a pasta de Administração do município de Porto Belo desde o primeiro mandato do prefeito Emerson Stein (MDB).

Todos por um

Postado em 13 de janeiro de 2021
  •  
  •  
  • 30
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Porto Belo e Bombinhas se uniram, ontem, representados pelo prefeito Emerson Stein (MDB) — acompanhado do vice-prefeito Elias Cabral (PL) e da secretária municipal de Administração, Eliane Tomaz — e pela deputada estadual Ana Paula da Silva (PDT) — que agendou o encontro —, para pedir ao governador Carlos Moisés da Silva (PSL) e ao secretário de Estado da Infraestrutura, Tiago Vieira, o recapeamento do Morro de Bombas, que interliga os dois municípios.

Stein, a propósito, aproveitou o ensejo para apresentar a Moisés o projeto de revitalização da Avenida Governador Celso Ramos, no centro de Porto Belo, e entregar ao chefe do Executivo estadual, em mãos, ofícios com outras solicitações —  como o aumento do efetivo de policiais militares para a cidade, a construção de um novo Creas (Centro de Referência Especializada de Assistência Social) e de uma nova delegacia para a Polícia Civil, que deve contar com uma Delegacia da Mulher, cujo terreno o município já possui.

Selfie

Postado em 4 de setembro de 2018
  •  
  •  
  • 14
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Abraçados ao deputado federal e candidato a governador Mauro Mariani (MDB) e ao estandarte verde-periquito, sexta-feira (31), em Porto Belo, os tijuquenses Jhonata de SouzaSabrina FurtadoEliane TomazMariana Ferreira do AmaralRosângela Leal Flávia Fagundes, mais a portobelense Ana Maria Cordeiro, posaram para a selfie e se credenciaram para o Blog.

Costas quentes

Postado em 31 de janeiro de 2017
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Competência, aptidão e capacitação à parte, não surpreende que a ex-secretária de Obras, Transportes e Serviços Públicos do município de Tijucas, Eliane Tomaz, tenha assegurado o posto de secretária de Administração do município de Porto Belo nesta gestão. Afinal, o primo dela, Elmis Mannrich (PMDB), e o recém-empossado prefeito da Capital Catarinense dos Transatlânticos, Emerson Stein (PMDB), têm relação muito próxima, solidária e, provavelmente, digna da reciprocidade.

A propósito: enquanto a pedagoga era mantida, a pedido de Mannrich, no governo de Valério Tomazi (PMDB) como secretária municipal de Obras – depois presidente da Funcultrati (Fundação Cultural Tradição de Tijucas) –, o presidente do PMDB de Tijucas empregava Stein no Imetro/SC como gerente de Planejamento e Avaliação da autarquia. Enfim, as mãos se lavam.

Sete: O aviso das urnas

Postado em 18 de outubro de 2016
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Após curta e tumultuada campanha, resquício de uma pré-convenção desgastante que deixou profundas cicatrizes no PMDB de Tijucas, o engenheiro Valério Tomazi (PMDB) elegeu-se prefeito em 2012. Além da valiosa continuidade, os periquitos ainda receberam outro presente das urnas: a advertência subliminar de que a ideia da “mudança” já permeava os sentidos dos tijuquenses. A magra diferença de votos entre vitoriosos e vencidos era um recado que pedia uma análise detalhada.

Talvez o próprio candidato situacionista tenha percebido que essa transformação seria necessária e salutar. Tanto que tempos antes da votação e, principalmente depois dela, lançou o compromisso público de optar por “perfis técnicos” na condução das pastas da administração municipal. A população comprou a proposta; e aplaudiu. Na prática, porém, a história foi outra. Em 28 de dezembro de 2012, ainda na transição de governo, Tomazi convocou uma coletiva de imprensa para apresentar o novo (?) colegiado. Apenas seis nomes anunciados para as 16 repartições da estrutura municipal não participavam efetivamente do primeiro e segundo escalões da gestão que terminava naquele ano. Antônio Cantalício Serpa, Cláudio Thiago Izidoro, José Teotônio “Zé Pequeno” da Silva FilhoOscar Luiz Lopes, Sivonei Simas e Wilson Bernardo de Souza foram as novidades.

Faça-se um adendo na nomeação de Zé Pequeno como secretário de Obras, Transportes e Serviços Públicos. Ele apenas assumiu oficialmente, em 1º de janeiro de 2013, mas não permaneceu no cargo por problemas de saúde. Gestora da pasta na administração anterior, Eliane Tomaz voltou a ocupar o posto. Portanto, 11 nomes do colegiado de Elmis Mannrich (PMDB) se realocavam no então novo governo.

Tomazi, que pregou “mudança” e deu esperanças àqueles que ansiavam por outros rostos e procedimentos na condução das demandas do município, deixou claras impressões de que sua autonomia era limitada. Cumulativamente, o próprio PMDB começava a zerar o saldo com o eleitorado tijuquense e trocava o recado das eleições por mais quatro anos de endosso ao seu quadro íntimo.

Em 2 de outubro deste ano, as urnas disseram novamente que gostariam de ver caras novas, condutas e horizontes diferentes no trato do patrimônio público. E foi épico. Os rumos alternativos poderiam começar em casa; se a mensagem do processo eleitoral de 2012 não fosse ufanamente desconsiderada, por imperícia ou impotência. A oposição parece ter assimilado melhor o aviso, e lançou o slogan “mudar faz bem” durante a campanha. Era tudo o que os tijuquenses queriam. Havia quatro anos.