domingo, 4 de dezembro de 2022 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Sem intervenção

Postado em 18 de novembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em razão da nota “Saída traumática”, de hoje no Blog, o ex-prefeito Emerson Stein (MDB) se manifesta. Ele garante que não foi ao paço para intervir na decisão do atual mandatário, Joel Orlando Lucinda (MDB) — sobre a exoneração da secretária de Administração do município, Eliane Tomaz.

“O prefeito me chamou para comunicar a saída, e eu disse apenas que ele tinha o direito de escolher com quem trabalhar. A gestão é dele. Não dou opinião no governo e respeito o que ficar decidido. Cada um administra do seu jeito”, contrapôs Stein.

Passaporte rasgado

Postado em 26 de novembro de 2020
  •  
  •  
  • 22
  •  
  •  

Entre os planos do prefeito eleito Diogo Francisco Alves Maciel (PSL) para a gestão 2021-2024 em Canelinha, desde a campanha, estaria a manutenção da atual secretária de Educação do município Rosângela Maria Leal Cordeiro no comando da pasta. Mas, dias antes da eleição, ela teria publicado um vídeo nas redes sociais recheado de pesadas críticas ao peesselista — sobretudo com fake news — e rasgado o passaporte para o próximo governo.

Alves Maciel, por sua vez, alertado da publicação na véspera do pleito, chegou a escrever um comentário na postagem, que foi excluída minutos depois. A secretária, além de perder a chance de seguir na gerência da Educação municipal, deve, ainda, responder um processo por calúnia e difamação. A ação, movida pela coligação “A Canelinha Que Queremos”, já estaria tramitando nas orbes judiciais.

Contagem regressiva

Postado em 4 de novembro de 2020
  •  
  •  
  • 21
  •  
  •  
Foto: Reprodução/Facebook

A secretária de Educação de Canelinha, Rosângela Maria Leal Cordeiro, tem uma revelação a fazer. Nas redes sociais, ela vem promovendo uma contagem regressiva, postando imagens de algarismos em ordem decrescente há 14 dias. O fato, ainda em suspense, que tem provocado a curiosidade dos canelinhenses, deve ser divulgado amanhã.

As especulações são muitas, normalmente presumidas nos comentários das postagens. Desde suposições sobre a política da Cidade das Cerâmicas ao aniversário de casamento da secretária. Fontes do Blog, no entanto, garantem que o anúncio se refere a uma luta pessoal, que envolve um terreno da família e uma disputa judicial de usucapião. A espera, porém, está prestes a terminar. Quem viver, verá!

Fala, vereador!

Postado em 21 de agosto de 2019
  •  
  •  
  • 7
  •  
  •  

“Se conversaram sobre isso, foi entre eles e não comigo”, diz o vereador Odirlei Resini (MDB) sobre a conjecturada oferta dos colas-brancas — de um cargo na estrutura municipal em troca de filiação ao PSD e apoio nas próximas eleições em Tijucas.

O parlamentar confirma, entretanto, que vem se sentindo isolado no MDB desde a eleição para a presidência da Câmara, e que, por conta dessa situação, tem, de fato, recebido convites de outros partidos. “O próprio PSD já me convidou, mas nunca falaram em secretaria”, garante.

CONTRAPONTO

Substituto imediato de Resini no parlamento tijuquense, o suplente Oscar Luiz Lopes (MDB), no entanto, parece certo do acordo entre o titular e a administração municipal; e teria recebido investidas para, em caso de acerto entre as partes, rezar a cartilha do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) na Câmara.

O empecilho seria a família, quase toda emedebista. Lopes, a propósito, estaria tentando convencer os parentes dos benefícios da proposta.

À espera

Postado em 11 de junho de 2019
  •  
  •  
  • 7
  •  
  •  

Se a relação entre prefeito e vice, de fato, desandar, Elói Mariano Rocha (PSD) já teria um nome (?) para substituir Adalto Gomes (PT) no comando da Secretaria Municipal de Obras, Transportes e Serviços Públicos de Tijucas: Renato Sartori, atual chefe do Departamento de Estrada de Rodagem.

Quem goza da confiança do presidente deposto do PSL conta que ele esfrega as mãos à espera do confronto final, e vem revelando que tem a garantia de Mariano Rocha para, assim que o desacerto se consumar e Gomes deixar o governo, assumir a pasta de Obras. Pois, então?!

Dito e feito

Postado em 6 de maio de 2019
  •  
  •  
  • 32
  •  
  •  
Foto: Divulgação/PMC

Notícia que o Blog antecipou, confirmou-se hoje. O prefeito Moacir Montibeller (MDB) anunciou, nesta manhã, a servidora efetiva Vera Lúcia de Jesus no comando da Secretaria de Saúde de Canelinha.

Verinha do Bilau, como é popularmente conhecida, já atuava como coordenadora geral da Saúde municipal, e era o braço direito da ex-secretária Maria Jucélia Grippa Sousa, que pediu exoneração. Nos bastidores, diz-se que a indicação partiu da primeira-dama Marise de Moraes Montibeller.

Sob nova direção

Postado em 3 de maio de 2019
  •  
  •  
  • 2
  •  
  •  

Tem fumaça branca na chaminé da Secretaria de Saúde de Canelinha. Com a negativa da ex-secretária Maria Jucélia Grippa Sousa à segunda chamada do prefeito Moacir Montibeller (MDB), a servidora efetiva Vera Lúcia de Jesus deve ser anunciada em breve no comando da pasta.

Vera Lúcia é funcionária de carreira da Saúde canelinhense e atuava, até então, como braço direito de Jucélia. O trâmite segue nos bastidores, mas a nomeação é dada como certa nos porões do poder da Cidade das Cerâmicas. Fontes do Blog garantem, ainda, que a primeira-dama Marise de Moraes Montibeller teria agido decisivamente na escolha da nova secretária.

Decisão sob revisão

Postado em 22 de abril de 2019
  •  
  •  
  • 12
  •  
  •  

O prefeito de Canelinha, Moacir Montibeller (MDB), deu, como prazo, até hoje à noite para que a secretária de Saúde do município, Maria Jucélia Grippa Sousa, reveja o pedido de exoneração do cargo, comunicado na terça-feira (16).

Jucélia, como é conhecida, comandou a pasta por apenas três meses; e surpreendeu a todos, sobretudo governistas e vereadores de situação, com a entrega da carta de demissão ao prefeito. Até o momento, a administração municipal não emitiu uma nota oficial sobre o assunto – seguramente porque Montibeller ainda tem esperanças de que a secretária, ou ex-secretária, volte atrás.

Pré-candidata?

Postado em 22 de abril de 2019
  •  
  •  
  • 41
  •  
  •  

Crescem os burburinhos em torno de uma possível candidatura a vereadora, em 2020, da secretária de Cultura do município de Tijucas, professora Paula Regina da Silva.

Ao Blog, ela confirma que existem correntes nessa direção. Mas diz, também, que por vontade própria não se candidataria; a não ser por um bem maior, como “ajudar na reeleição do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD)”.

Secretária empenhada

Postado em 16 de maio de 2018
  •  
  •  
  • 5
  •  
  •  

A secretária de Saúde do município de Canelinha, vereadora licenciada Neli Ferreira (MDB), é, certamente, peça fundamental no governo do prefeito Moacir Montibeller (MDB). Não fosse assim, o importe do município com ela, somente em ordenados, não seria maior que o dobro do montante que os cofres públicos da Cidade das Cerâmicas despendem com qualquer outro colegiado.

A conta é simples e rápida: enquanto um secretário municipal leva, em salários, cerca de R$ 60 mil anuais do tesouro canelinhense, a gestora da pasta de Saúde custa R$ 130 na folha de pagamentos do ano. Tudo porque o município precisa, para ter Neli na administração, pagar os vencimentos dela — de quase R$ 8 mil —, mais encargos sociais, ao governo estadual. Ela é professora, da Secretaria Estadual de Educação, a serviço do Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura) (?).

A situação da responsável pela Saúde canelinhense com o governo do Estado, neste momento, é de cessão ao município de Canelinha com “ônus”. Ou seja, a Secretaria Municipal de Saúde tem, por obrigação, que empenhar — ou devolver — R$ 130 mil aos cofres estaduais, já no início do ano, para poder contar com a vereadora licenciada no comando da pasta. Pois, então?!