quarta-feira, 4 de agosto de 2021 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Dito e feito

Postado em 20 de julho de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pedra cantada no Blog sob o título “Decepção em dobro“, dia 9, deu bingo. O vereador Jucelino Marino Chini deixou a presidência do PP de Nova Trento. Ele não foi convidado para uma reunião dos progressistas locais sobre as eleições de 2024 e decidiu pedir a dispensa do posto. Especula-se, inclusive, que o ex-presidente tenha pretensões de concorrer no pleito majoritário e não faça parte dos planos do partido, que já trabalha com os nomes do ex-secretário de Saúde do município, Maxiliano de Oliveira — candidato a prefeito vencido em 2020 —, e do também vereador Silvio César Correia.

Chini, aliás, vinha sendo cobrado internamente por “posições mais firmes” contra a gestão do prefeito Tiago Dalsasso (MDB) no parlamento neotrentino; e já enfrentava resistência de alguns correligionários.

Corte geral*

Postado em 17 de abril de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As empresas Suzana SantosRenata Mello, de São João Batista e do presidente do SincaSJB (Sindicato das Indústrias de Calçados de São João Batista), Almir Manoel Atanázio dos Santos, anunciaram a demissão de 1,3 mil trabalhadores nas unidades fabris da Bahia e provocaram a ira do Sindicato de Verdade — que atende a categoria naquele estado.

De acordo com o advogado da entidade, Bráulio Zacarias Ferraz, que publicou nota de repúdio à atitude, “as fábricas da Suzana Santos e Renata Mello simplesmente dispensaram os empregados sem comunicado prévio aos órgãos oficiais, ao sindicato e tampouco aos próprios trabalhadores”.

A direção das empresas, no entanto, desmente a nota e garante que os colaboradores receberam o devido aviso prévio e que todos os direitos trabalhistas serão cumpridos na integralidade; e que o ato não significa o encerramento definitivo das unidades na Bahia, mas uma medida paliativa enquanto a Covid-19 impedir o avanço econômico do setor.

* Por Ricardo Martins, jornalista e consultor político e empresarial, especializado em comportamento e cotidiano

Preço alto

Postado em 9 de abril de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A conta da famigerada agressão à síndica Roberta Medeiros começou a chegar para o ex-prefeito Antônio da Silva (PP), de Canelinha. Em razão da repercussão negativa do fato, ele perdeu o posto que ocupava na Escola do Legislativo, na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina), e retornou à disposição da Secretaria Municipal de Saúde de São João Batista.

A dispensa foi assinada pelo presidente da Assembleia, deputado estadual Julio Garcia (PSD), que, segundo fontes precisas do Blog, considerou a conduta do ex-mandatário prejudicial à imagem do parlamento catarinense.

Cadernos vazios

Postado em 21 de fevereiro de 2017
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Alguns pais de alunos da rede pública de ensino de Tijucas vêm manifestando contrariedade sobretudo com mensagens encaminhadas ao blog ao atraso na contratação do quadro docente pelo município e, consequentemente, à dispensa das crianças na ausência dos educadores em sala de aula. Situação mais preocupante, contudo, estaria sendo registrada na EEF Santa Terezinha, em que um dos vigias da escola, segundo relatos, teria substituído professores faltantes.

A secretária de Educação do município, professora Neide Maria Reis, explica que a chamada do edital da Fepese (Fundação de Pesquisas Socioeconômicas) está sendo realizada, que o planejamento do ano anterior provocou esse atraso, e que todos os professores estarão atuando ainda nesta semana. Sobre o vigilante que supostamente teria substituído educadores, ela diz que desconhece o fato, mas que, se confirmada a veracidade, tomará as devidas providências.

Livre para voar

Postado em 2 de junho de 2016
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Candidato a prefeito de Tijucas em 2012, o presidente municipal do PT e ex-vereador Adalto Gomes também está apto à disputa pela prefeitura nestas eleições. Era secretário de Saúde de Porto Belo até ontem, quando entregou o pedido de dispensa ao prefeito Evaldo Guerreiro (PT).

Com 17% das intenções de voto do eleitorado tijuquense reveladas em recente pesquisa encomendada pelo movimento L.I.M.P.E., Gomes pôs-se à disposição dos grupos oposicionistas do município. A vontade, agora, é acompanhada pela liberdade.