domingo, 3 de março de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Compromisso rompido

Postado em 8 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

A coalizão PSD/PL em Tijucas, costurada engenhosamente pelo vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD) – e depois, com autoria despojada para o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) –, quebrou na emenda.

A regência municipal do partido do governador Jorginho Mello cansou de esperar. Mariano Rocha, por acordo, entraria com a indicação do representante do grupo na concorrência majoritária de outubro para que o PL definisse o complemento da chapa. Mas a procrastinação do chefe do Executivo tijuquense acabou irritando os liberalistas – que argumentaram pressa na resolução de estratégias para o pleito, como, especialmente, a formação de uma nominata consistente de postulantes à Câmara Municipal.

Como contragolpe, e para mostrar descontentamento com a violação do tratado, a representação do PL local se reuniu ontem com a cúpula estadual do partido e definiu que deve concorrer à prefeitura de Tijucas nestas eleições. Há, entretanto, impasse na decisão entre o empresário Thiago Peixoto dos Anjos, segundo colocado no pleito de 2020, que chegou à legenda em dezembro, e o vereador Fernando Fagundes, que continua no MDB, mas com promessa de assinar filiação na janela de março.

EM CIMA DO MURO

Conforme noticiado anteriormente no Blog, a indecisão do prefeito sobre o candidato governista na concorrência majoritária tem frustrado, inclusive, apoiadores da gestão.

Seguidas reuniões do grupo, a propósito, têm sido realizadas sem a presença de Mariano Rocha para debater o assunto. Conselheiros da administração municipal, nestes encontros, teriam elencado prejuízos que a postergação das definições pudesse causar. E um deles seria o afastamento do PL, que vem se confirmando.

MEDIDA DESESPERADA

O prefeito tem encontro às pressas, hoje, com o braço direito do governador Jorginho Mello e presidente do PL em Florianópolis, Heleno Orlandino, para tentar minimizar os danos.

O proponente da reunião teria sido o deputado federal Darci de Matos (PSD), que deve participar das negociações. Entre eles, deve estar, ainda, o vereador Rudnei de Amorim, talvez a indicação de ordem de Mariano Rocha no ensaio de uma retomada da conjuntura.

Onde há fumaça…

Postado em 1 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O status da relação entre PL e PP passou ao próximo nível em São João Batista. As principais lideranças dos dois partidos se reuniram ontem no Centro Administrativo do Estado para assumir o “namoro”.

Sentados à mesa, estavam o presidente do PL batistense Felipe Lemos, o ex-prefeito Aderbal Manoel dos Santos, maior expoente do PP na Capital Catarinense do Calçado, e o braço direito do governador Jorginho Mello (PL) e presidente do PL de Florianópolis, Heleno Orlandino.

O interesse na construção de um projeto conjunto, segundo apuração do Blog, tem sido mútuo e conta com o aval da cúpula liberalista estadual. Lemos acredita que uma composição com o PP, legenda tradicional e de grande apelo eleitoral no município, engrandeceria o projeto, tanto na aliança majoritária quanto na proporcional.

Prefeito de 2005 a 2012, Santos, por sua vez, entende que o jovem empreendedor, estreante na política, além de apresentar a novidade ao pleito, ajudaria na oxigenação do PP, que já não administra São João Batista há 11 anos, quando, justamente, ele deixou a prefeitura.

ABERTO AO DEBATE

Consultado pelo Blog, Felipe Lemos confirmou a aproximação com o PP e revelou que “as conversas evoluíram bastante nos últimos dias”. Entretanto, pondera que se mantém aberto ao diálogo com todas as correntes possíveis e que, em princípio, deve seguir avaliando o cenário.

“Nós do PL vemos com bons olhos uma aliança com o PP. É uma das grandes forças de São João Batista e tem o ex-prefeito Aderbal, que é meu amigo pessoal, como grande liderança. Mas, tenho dito que nossa construção nos deu credibilidade para conversar com todos os grupos. Nós não abrimos mão das nossas convicções e ideais. Vamos seguir debatendo e pensando em uma São João Batista melhor”, justifica.

Constelação 

Postado em 24 de julho de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O evento de comemoração dos 39 anos do empresário Felipe Lemos (PL), de São João Batista, foi estrelado. Diversas lideranças do Partido Liberal, da região e de Santa Catarina, compareceram ao almoço realizado na Banda Musical, no último sábado (22). 

Destaque, evidentemente, para o deputado estadual Carlos Humberto Metzner Silva (PL) – considerado por Lemos como um padrinho na política -, e pro mais antigo assessor do governador Jorginho Mello (PL), Heleno Orlandino

Do Vale, compareceram o prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL), de Canelinha, o vereador Fernando Fagundes (MDB) – sondado pelo PL para concorrer à prefeitura de Tijucas -, e os ex-prefeito Elmis Mannrich (MDB), de Tijucas, e Aderbal Manoel dos Santos (PP), de São João Batista. 

ARRECADAÇÃO 

Com quase 500 pessoas presentes, a organização contabiliza a arrecadação de aproximadamente duas toneladas de alimentos não-perecíveis. Os produtos serão destinados para entidades beneficentes de São João Batista.

Participativo

Postado em 21 de junho de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

As primeiras andanças do empresário Felipe Lemos (PL), de São João Batista, na seara política, vêm chamando a atenção do alto escalão do Governo do Estado e já foram convertidas em importantes recursos para o município.

Lemos, que há poucos meses se filiou ao PL, partido do governador Jorginho Mello, teve ação direta nas tratativas para uma emenda de R$ 300 mil, que serão destinados para a Saúde da Capital Catarinense do Calçado.

Os trâmites finais aconteceram na sala de reuniões anexa ao gabinete do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB). Assessor histórico do governador, Heleno Orlandino representou o Executivo estadual e participou pessoalmente do ato.

Ao Blog, o empresário ainda confirmou que vem conversando sistematicamente com personagens importantes do governo estadual para oficializar mais repasses, sobretudo por meio da Defesa Civil. Os empenhos futuros seriam dirigidos à reconstrução da cidade, devastada por uma enchente em dezembro passado.