domingo, 3 de março de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Compromisso rompido

Postado em 8 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

A coalizão PSD/PL em Tijucas, costurada engenhosamente pelo vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD) – e depois, com autoria despojada para o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) –, quebrou na emenda.

A regência municipal do partido do governador Jorginho Mello cansou de esperar. Mariano Rocha, por acordo, entraria com a indicação do representante do grupo na concorrência majoritária de outubro para que o PL definisse o complemento da chapa. Mas a procrastinação do chefe do Executivo tijuquense acabou irritando os liberalistas – que argumentaram pressa na resolução de estratégias para o pleito, como, especialmente, a formação de uma nominata consistente de postulantes à Câmara Municipal.

Como contragolpe, e para mostrar descontentamento com a violação do tratado, a representação do PL local se reuniu ontem com a cúpula estadual do partido e definiu que deve concorrer à prefeitura de Tijucas nestas eleições. Há, entretanto, impasse na decisão entre o empresário Thiago Peixoto dos Anjos, segundo colocado no pleito de 2020, que chegou à legenda em dezembro, e o vereador Fernando Fagundes, que continua no MDB, mas com promessa de assinar filiação na janela de março.

EM CIMA DO MURO

Conforme noticiado anteriormente no Blog, a indecisão do prefeito sobre o candidato governista na concorrência majoritária tem frustrado, inclusive, apoiadores da gestão.

Seguidas reuniões do grupo, a propósito, têm sido realizadas sem a presença de Mariano Rocha para debater o assunto. Conselheiros da administração municipal, nestes encontros, teriam elencado prejuízos que a postergação das definições pudesse causar. E um deles seria o afastamento do PL, que vem se confirmando.

MEDIDA DESESPERADA

O prefeito tem encontro às pressas, hoje, com o braço direito do governador Jorginho Mello e presidente do PL em Florianópolis, Heleno Orlandino, para tentar minimizar os danos.

O proponente da reunião teria sido o deputado federal Darci de Matos (PSD), que deve participar das negociações. Entre eles, deve estar, ainda, o vereador Rudnei de Amorim, talvez a indicação de ordem de Mariano Rocha no ensaio de uma retomada da conjuntura.

Na moita

Postado em 29 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A procrastinação do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) quanto a indicação de um nome para a disputa da sucessão municipal tem, a cada dia sem respostas, incomodado mais a velha guarda cola-branca de Tijucas. Figuras históricas e decisivas do grupo – que, inclusive, optaram por ele em tempo hábil naquela fatídica concorrência interna de 2016, contra o ex-vereador Antônio Zeferino Amorim – têm questionado a hesitação do mandatário tijuquense e vêm tomando as rédeas do processo.

Dois apoiadores da gestão, a propósito, estiveram recentemente na prefeitura para cobrar um posicionamento de Mariano Rocha. O resultado do cara-a-cara foi exposto na quarta-feira (24), sem a presença do chefe do Executivo municipal ou de qualquer pré-candidato governista, mas com personagens cabais do movimento em volta da mesa. De acordo com fontes precisas do Blog, a base de apoio já definiu algumas estratégias e agendou outra reunião para esta semana.

Agradecido 

Postado em 19 de setembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), de São João Batista, aproveitou o cumprimento de uma agenda na Capital Federal, hoje, para se reunir com a senadora da República, Ivete Marli Appel da Silveira (MDB-SC). 

A visita, aliás, teve um motivo especial. Pedroca quis agradecer pessoalmente pela indicação de R$ 873.003,00 para investimentos na infraestrutura de São João Batista, feita justamente pela parlamentar catarinense. 

O município, inclusive, já recebeu aproximadamente R$ 300 mil, recurso que faz parte da indicação feita pela viúva do ex-governador e ex-senador Luiz Henrique da Silveira

Solução caseira

Postado em 18 de abril de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Para solucionar o imbróglio envolvendo o Estádio Manoel Franco de Camargo, no bairro Praça, em Tijucas, o vereador Edson Souza (MDB) apresentou uma indicação para a desapropriação do terreno onde o campo está situado.

O parlamentar – que é morador da comunidade -, afirmou que o processo ocorreria em razão da utilidade pública e para atender o interesse social. A comoção da torcida do Renascença e a importância do espaço para a população também foram citadas como motivos para a ação.

Na indicação, o vereador ainda cita que o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) nasceu e foi criado no bairro, além de ter sido atleta do Esporte Clube Renascença. Por estes fatos, espera que atenda ao pedido e “traga de volta a alegria” dos torcedores.

Futuro definido

Postado em 29 de março de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Partido que atualmente governa o município, o MDB tem rumos praticamente certos para o próximo biênio em São João Batista. A eleição interna dos diretórios foi marcada para abril e, no caso da Capital Catarinense do Calçado, todos os prognósticos apontam para a escolha do “coringa” da administração municipal Jean Kayser na presidência. A indicação partiu do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), que, embora repita sistematicamente que sua reeleição ao Executivo municipal esteja descartada, quer deixar a casa em ordem para evitar dissabores na concorrência eleitoral de 2024.

Suplente de vereador, Kayser goza de absoluta confiança com Pedroca. Tanto que, em dois anos e três meses do governo vigente, já esteve na chefia de gabinete, no comando da pasta de Desenvolvimento e na direção do Sisam (Serviço de Infraestrutura, Saneamento e Abastecimento de Água Municipal).

 

LUGAR DE DESTAQUE

Mais incisivo defensor do governo na Câmara, o vereador Marcelo Teodoro Adão (MDB) pretende, pelo menos, ser vice-presidente municipal do partido.

Ele se dispôs ao posto em manifestação direta ao mandatário batistense na prefeitura, dias atrás. Pedroca abençoou o pleito e pediu ao parlamentar que informasse o restante do grupo sobre esse desejo.

Retaguarda

Postado em 30 de janeiro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O jovem e recém-eleito deputado federal Rafael Pezenti (MDB-SC), enquanto não toma posse na Câmara Federal, marcada para quarta-feira (1º), vem participando ativamente das articulações no Estado. Ele e seu padrinho político, o neotrentino Rogério “Peninha” Mendonça, teriam ido, dias atrás, até o governador Jorginho Mello (PL) especialmente para indicar um nome para a pasta da Infraestrutura. O ungido seria o deputado estadual reeleito Jerry Comper (MDB) — o que confirma a nota “Por detalhes“, de semanas atrás no Blog.

O chefe do Executivo catarinense teria informado à dupla que a secretaria já foi oferecida ao MDB, mas que a escolha cabe ao partido. As costuras seguem no seio emedebista, que, em princípio, deve fazer a indicação em fevereiro, depois da eleição para a presidência do Legislativo.

Pé no parlamento

Postado em 25 de novembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-prefeito Emerson Stein (MDB), de Porto Belo, já fala como deputado estadual. Embora reticente, ele revelou, ontem, em entrevista ao LINHA DE FRENTE, na VipSocial TV, que existe um acordo entre o MDB e o governador eleito Jorginho Mello (PL) para que o partido comande parte da estrutura administrativa do Estado.

Internamente, os emedebistas se organizam para indicar um dos deputados estaduais eleitos ao primeiro escalão do governo – muito provavelmente Antídio Lunelli, ex-prefeito de Jaraguá do Sul. Assim sendo, abrir-se-ia uma vaga de legenda na Assembleia Legislativa, prontamente preenchida por Stein, primeiro suplente do partido.

O ex-mandatário portobelense, inclusive, participou, dias atrás, da reunião entre Mello e a bancada eleita do MDB para o parlamento catarinense.

Assista ao LINHA DE FRENTE de ontem na íntegra:

Talk show com personalidades da política que tenham relação direta ou indireta com o Vale do Rio Tijucas e a Costa Esmeralda, o LINHA DE FRENTE vai ao ar semanalmente, todas as quintas-feiras, às 19h30, na VipSocial TV e com transmissões simultâneas nas redes FacebookYouTube e Instagram.

Expectativa alta

Postado em 7 de novembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As vitórias acachapantes do governador eleito Jorginho Mello, assim como de Jorge Seif para o Senado, e o crescimento indiscutível do PL no território catarinense dão sinal verde para que o partido esteja entre os grandes das eleições municipais de 2024 no Estado. E na seara tijuquense, o planejamento segue à toda.

De acordo com figuras de comando da legenda na Capital do Vale, a meta é, pelo menos, participação efetiva no pleito majoritário. No momento, os liberais de Tijucas têm dois azes: o atual presidente da comissão partidária no município, José Vicente de Souza e Silva, o Zezinho da Associação, ou, ainda, a vereadora Nadir Amorim (PSD), que pretendem filiar na próxima janela.

O projeto, entretanto, baseia-se, inicialmente, na indicação do candidato a vice-prefeito em chapa favorita. De acordo com os primeiros levantamentos, os nomes do vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD), do ex-prefeito Elmis Mannrich (MDB), do presidente do Legislativo tijuquense Maickon Campos Sgrott (PP) e do empresário Thiago Peixoto dos Anjos (PDT) são os que mais agradam para a composição.

Reprovação prenunciada

Postado em 2 de maio de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A ex-vereadora Rúbia Alice Tamanini Duarte — que deixou o comando da Secretaria Municipal de Assistência Social de São João Batista no início de janeiro e recebeu, sexta-feira (29), chamado do governo estadual para ocupar a secretaria adjunta de Estado do Desenvolvimento Social — não deve contar com o aval da Câmara Municipal para se afastar das funções de professora na Capital Catarinense do Calçado. A apreciação do parlamento foi marcada para hoje, e, na boca de urna, conjetura-se que ela não teria os votos necessários para ganhar a causa.

Sequer a bancada situacionista, sobretudo os vereadores do MDB, devem aprovar consonantemente a cessão da batistense para o Estado. Pesa contra ela o imbróglio, ainda velado, mas com capítulos cada vez mais sintomáticos, entre o prefeito Pedro Alfredo “Pedroca” Ramos (MDB) e seu antecessor, Daniel Netto Cândido (PODE), que fez a indicação da professora para o cargo que ocupou até mês passado no governo estadual.

ALTERNATIVA

Segundo consultoria jurídica do Blog, Rúbia não precisaria passar pelo crivo da vereança. Bastava pedir licença não remunerada ao prefeito em exercício Almir “Déi do Gás” Peixer (PSD) — com quem tem excelente relação — e aceitar a nomeação do governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS) para a secretaria adjunta de Estado.

Mas, mesmo que a cessão seja reprovada na Câmara, ela teria, ainda, tempo para recorrer a esta opção.

BASTIDORES

Aos seus, intimamente, a ex-vereadora viria garantindo que seja qual for o resultado da votação no Legislativo batistense, vai aceitar o convite do governo estadual. Nos bastidores, especula-se que ela esteja apenas observando atitudes e posturas de aliados e oposicionistas para compreender a cena política do município e decidir que caminho tomar no futuro.

A exemplo de 2020, quando abriu mão de uma candidatura para contemplar o grupo que integrava, Rúbia se mantém na lista de cotações para a disputa da prefeitura nas próximas eleições da Capital Catarinense do Calçado.

DOIS PESOS

Caso semelhante passou pela Casa no ano passado, quando o Executivo pediu a cessão de outros dois servidores ao governo estadual, dentre os quais Rildo Vargas, tradicional correligionário do grupo governista. Na ocasião foram apenas três votos contrários — todos da bancada do PP — sob a justificativa de que não haveria fundamento legal para a transferência. Os demais vereadores, sem exceção, foram favoráveis.

Desta vez, a expectativa diz respeito à eventual mudança dos votos situacionistas e as motivações, alegações e satisfações a partir daí.

Reabertura da maternidade

Postado em 19 de julho de 2021
  •  
  •  
  • 10
  •  
  •  

Desativada em 2018, a Maternidade Chiquinha Gallotti, no Hospital São José, em Tijucas, ainda rende. O assunto motivou manifestação efusiva da deputada estadual Ana Paula da Silva (sem partido) no parlamento catarinense, dias atrás. Para a ex-prefeita de Bombinhas, “o fechamento de uma unidade voltada para a população, é um absurdo e um retrocesso”.

Paulinha protocolou, na Assembleia Legislativa, uma indicação ao secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, pleiteando a reabertura da maternidade. Ela alega que o serviço beneficiaria não somente os tijuquenses, mas também os moradores do Vale e da Costa Esmeralda. “Era uma referência na região, e funcionou por mais de 60 anos. Já tem toda a estrutura pronta para ser reativada”, lembrou.