sexta-feira, 13 de dezembro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Oportunidade

Postado em 25 de novembro de 2019

Criminalista gabaritado, o tijuquense Marcio Rosa procura um jovem advogado — ou advogada — com inclinação e talento nas causas cíveis e criminais para compor o time da Reinert Calil Advogados e dividir a demanda.

Ele diz que seria “uma grande oportunidade para quem pretende se firmar na advocacia”, porque o escritório que representa “é um dos mais respeitados da região”. E que, quem estiver disposto e souber unir responsabilidade e entusiasmo, pode procurar a Reinert Calil, conversar, e se apresentar para o trabalho.

Agente apaixonado

Postado em 4 de setembro de 2019
Foto: Divulgação

O advogado pop e tijuquense Sávio da Assunção Milanez — que presidiu a seccional da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) na região por dois mandatos consecutivos — não se contém de orgulho com a ascendência da namorada, a cantora Luane Mattia, na cena artística catarinense. Sábado (7), aliás, ela grava o clipe da nova música de trabalho, Tá Sofrendo Mais Que Eu, na paradisíaca enseada do Caixa D’aço, em Porto Belo.

As filmagens têm o suntuoso Caixa D’aço Exclusive Hotel como pano de fundo, e Milanez, marketeiro e bem relacionado, não tem feito outra coisa que não seja convidar, um a um, os célebres amigos e um seleto grupo de formadores de opinião para o evento.

Procura-se advogado

Postado em 9 de janeiro de 2019

Criminalista renomado, o tijuquense Marcio Rosa tem motivos para comemorar e para lamentar: primeiro pelo sucesso profissional, e depois pela falta de tempo para assumir mais trabalho. Tanto que vem procurando um jovem advogado com talento nas causas cíveis e criminais para compor o time da Reinert Calil Advogados e dividir a demanda.

Ele diz que seria “uma grande oportunidade para quem pretende se firmar na advocacia”, porque o escritório que representa “é um dos mais respeitados da região”. E que, quem estiver disposto e souber unir responsabilidade e entusiasmo, pode procurar a Reinert Calil, conversar, e se apresentar para o trabalho.

Montanha de gelo

Postado em 23 de novembro de 2018

Terminou agora, no Fórum da comarca de Tijucas, a segunda audiência do processo da Operação Iceberg em que são réus os servidores do Legislativo tijuquense entre 2013 e 2016. Na sessão, foram ouvidas as testemunhas de defesa. Ao todo, 13 nomes estavam arrolados – entre ex-prefeitos e ex-vice-prefeitos que também foram vereadores, e ex-presidentes da Câmara Municipal em legislaturas anteriores.

Personagens marcantes da política tijuquense – como Elmis Mannrich (MDB), Uilson Sgrott (DEM) e Valério Tomazi (MDB) – depuseram nesta tarde. As baixas ficaram na conta das ausências do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD), que viajou em função do município e justificou a falta, e do vice-prefeito Adalto Gomes (PT), que deve ser reconvocado.

O processo está dividido em três partes: uma em que são réus os funcionários da Casa na legislatura passada; outra que julga o envolvimento dos vereadores da época; e uma terceira em que a berlinda se forma com os ex-presidentes da Câmara de 2013 a 2015. De acordo com o advogado Marcio Rosa, que faz a defesa dos servidores e da maioria dos vereadores e ex-vereadores indiciados, “ainda falta muita coisa, e não existe qualquer previsão (de tempo) para a conclusão”.

Caneta alugada

Postado em 11 de abril de 2018

Faltou dizer que na reunião do MDB de Tijucas, semana passada, para lavar a roupa suja e traçar estratégias de combate às ações do atual governo municipal, os periquitos concluíram que precisam ativar um jornal – nos moldes do extinto A Verdade – para denunciar e escarnecer a gestão do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD). Os próximos passos seriam o recrutamento de um responsável oficial pelo periódico e a contratação de um advogado para defender a empresa nos embaraços com a Justiça.

Os valores desse empenho, no entanto, são os obstáculos de momento. Líderes do partido estimam que sejam necessários R$ 1,8 mil mensais para a edição e impressão do informativo, além das despesas com os honorários do jurisperito.

Procuradoria

Postado em 23 de novembro de 2016

Departamento responsável pelas funções jurisdicionais do município, a Procuradoria Geral tem definidos, para 2017, em Tijucas, um nome, um sobrenome e um apelido. À frente da assessoria jurídica da prefeitura de Canelinha há 12 anos, o advogado Edison Flores, popular Tatinha, presidente do PSD na Cidade das Cerâmicas, é quem assume o cargo no próximo governo.

Independente da comprovada capacidade técnica, a política, aliás, é assunto corriqueiro em casa. Além de primo do vereador Antônio Carlos Flores, o Toninho da Casan (PSDB), de Canelinha, o futuro procurador geral de Tijucas é, também, cunhado do vereador eleito Vilson Natalino Silvino, o Vilsinho da Pisobello (PP), que debuta no legislativo tijuquense em janeiro.