domingo, 3 de março de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Ato oficial

Postado em 8 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Bruno Collaço | Agência AL

O ex-prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido (PODE), tomou posse oficialmente, nesta quarta-feira (7), como deputado estadual interino. Cândido, que já estava na função desde o último dia 30, mas, no ato de hoje, estreou no plenário e foi recebido pelos colegas de parlamento.

Cândido discursou por cerca de 20 minutos. No texto, agradeceu pelos votos recebidos, pelo apoio dos amigos e familiares, relembrou histórias da infância e os primeiros passos na política, além de destacar ações dos períodos em que governador a Capital Catarinense do Calçado.

Em seguida, foi a vez dos deputados estaduais e novos colegas do batistense dedicarem alguns minutos de homenagem. Falaram, em sequência, Altair Silva (PP), Emerson Stein (MDB), Nilso Berlanda (PL), Lucas Neves (PODE), Luciane Carminatti (PT), Matheus Cadorin (NOVO), Júlio Garcia (PSD), Tiago Zilli (MDB), Carlos Humberto (PL), Ivan Naatz (PL) e Mauro de Nadal (MDB).

Ao término dos discursos, parte da plateia, praticamente toda convidada pelo ex-mandatário, aplaudiu, de pé, o novo deputado catarinense.

“É um sonho de criança. Não apenas meu, mas do meu pai, de São João Batista e de toda a região, que, há muito tempo esperava para ter um representante pra chamar de seu. Hoje, São João Batista e região tem esse deputado pra chamar de seu”, disse, com exclusividade ao Blog, minutos após a cerimônia.

Doce apoio

Postado em 19 de dezembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Será apreciado pela Câmara de Vereadores de Canelinha, logo mais, um projeto de Lei de autoria do Poder Executivo que pretende contribuir financeiramente com melhorias habitacionais do município, garantindo habitabilidade, segurança, salubridade e acessibilidade em moradias de famílias de baixa renda.

O “Doce Lar” concederá R$ 2.000,00 ao cidadão que comprovar a necessidade. A quantia, entretanto, só poderá ser usada para a compra de produtos no próprio comércio canelinhense ou, em caso de contratação de mão de obra.

Segundo o prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL), mais de 300 pessoas estão cadastradas para receber auxílios da Assistência Social. “Essas pessoas precisam do nosso apoio. Além de ajudá-las a ter uma moradia mais digna e segura, o Doce Lar ajudará a movimentar a economia local. É certamente um dos maiores projetos já desenvolvidos em Canelinha”, afirmou o mandatário.

Lideranças canelinhenses alinhadas ao governo têm pedido, em encontros públicos ou nas redes sociais, que o projeto seja votado ainda em 2023, mais precisamente, na última sessão do Legislativo, marcada para hoje. A primeira-dama Elaine Busnardi, a propósito, é uma das “garotas-propagandas” do Doce Lar.

Fumaça branca

Postado em 15 de dezembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O favoritismo claro do vereador e pré-candidato a prefeito de Tijucas, Rudnei de Amorim (PSD), na concorrência pela presidência do Poder Legislativo municipal, confirmou-se durante a sessão ordinária da Câmara, nesta quinta-feira (15).

Amorim foi eleito por unanimidade e recebeu votos favoráveis de todos os nove colegas presentes no plenário. Além dele, o atual presidente, Maurício Poli (PSB), também recebeu o sufrágio dos demais vereadores e foi eleito para a vice-presidência.

Naturalmente, Nadir Olindina Amorim (PSD) e Maickon Campos Sgrott (PP), foram eleitos, com tranquilidade, os 1º e 2º secretários, respectivamente, compondo a mesa diretora da Câmara para 2024.

AUSÊNCIAS

Chamou a atenção, entretanto, as ausências dos vereadores de inclinação oposicionista. Claudio Eduardo de Souza (PDT) justificou a falta devido a um problema de saúde familiar, enquanto Esaú Bayer (MDB), Fernando Fagundes (MDB) e Erivelto Leal dos Santos (PDT) alegaram compromissos pessoais.

Absolvido

Postado em 1 de agosto de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: TV Câmara | São João Batista

Pedra cantada pelo Blog, semana passada, o vice-prefeito Almir Peixer (MDB), de São João Batista, foi absolvido com maioria absoluta, nesta segunda-feira (31), na sessão de julgamento do processo de cassação, motivado pela polêmica dos empresários e do dinheiro no gabinete do prefeito em exercício.

A comissão criada para investigar a denúncia produziu um parecer, de 12 páginas, entregue e lido pelo presidente da Câmara, Mário Antônio Garcia Teixeira (UNIÃO). Os parlamentares que formavam o grupo optaram pela improcedência da acusação e, consequentemente, contrários à cassação.

Para ocorrer a perda do mandato, eram necessários oito votos favoráveis à procedência da quebra de decoro. Entretanto, somente Gustavo Grimm (CIDA) votou pela cassação, enquanto os outros 10 parlamentares, incluindo o presidente do Poder Legislativo, foram contrários.

Ausência

Registra-se, aliás, a ausência do vice-prefeito Almir Peixer no plenário da Casa do Povo, durante a sessão que definiria seu futuro. Havia, inclusive, um período de fala livre na audiência destinado ao acusado ou à defesa. Sem representante legal, o tempo não foi utilizado.

Brecha

Postado em 17 de fevereiro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

As chances do ex-prefeito de Governador Celso Ramos, Juliano Duarte Campos (PSB), na esperança de garantir uma cadeira na Assembleia Legislativa, aumentaram. Semana passada, o procurador-geral da República, Augusto Aras, apresentou ao STF (Supremo Tribunal Federal) pedido de revisão na regra da distribuição de vagas nas eleições proporcionais. Ele deu parecer favorável a três ADIs (Ações Diretas de Inconstitucionalidade), em tramitação no STF, que contestam um trecho da reforma eleitoral, realizada em 2021 pelo Congresso.

Caso os argumentos sejam aceitos, o gancheiro poderia herdar o posto inicialmente atribuído a Rodrigo Minotto (PDT).

Na apuração nominal, Duarte Campos somou 18.816 votos e Minotto fez 28.685. Entretanto, na contagem final, incorporados os votos na legenda, o PSB supera o PDT: 92.851 contra 82.141. E seria esse total partidário, acima do quociente eleitoral, que, segundo a proposta, garantiria o ingresso na Alesc.

O prazo, entretanto, seria um entrave. O caso está nas mãos do ministro Ricardo Lewandowski, que vai se aposentar compulsoriamente do STF em 11 de maio.

Urnas e represálias

Postado em 31 de outubro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Que o Vale do Rio Tijucas deu vitória incontestável ao presidente Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno da eleição presidencial, não é surpresa. Afinal, foram 31.020 votos de vantagem sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na região. Somadas as totalizações nos cinco municípios, chega-se a 46.321 para o candidato à reeleição contra 15.301 do concorrente eleito. Portanto, provas mais que suficientes da inclinação consistente do eleitorado regional ao movimento do atual chefe da Nação.

Daí, e a partir do resultado do pleito, surgem as revinditas. Uma lista de empresários e comerciantes locais que possivelmente teriam manifestado algum tipo de apoio a Lula passou a circular nos grupos de conversação online para que a população do Vale tomasse ciência, na visão dos autores, de onde e de quem não comprar. Pois, então?!

CANCELAMENTO

Mesmo fora da política, o ex-vereador Abel Grimm, de Canelinha, que já foi filiado ao PT, tem sido um dos alvos do cancelamento de bolsonaristas na região. Uma mensagem de áudio em que ele critica a manifestação de caminhoneiros na BR-101 com frases como “sem-vergonhas, que levaram pau e estão todos quebrados” vem sendo disseminada nas redes juntamente com uma foto da fachada da loja de materiais para construção que o ex-parlamentar canelinhense administra em São João Batista.

Não se tem certeza, no entanto, que a declaração de Grimm tenha a ver com o resultado da eleição. Na mesma gravação, ele faz referência ao preço do litro do diesel e a um possível aumento do combustível em razão das paralisações.

Opções caseiras

Postado em 14 de outubro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As incursões dos tijuquenses Diocélio Adelino dos Santos (SOLIDARIEDADE) e Franciel Britos (MDB) nestas eleições esbarraram nas fronteiras. Eram candidatos a deputados estaduais, mas não receberam um voto sequer além dos limites do município. Somaram, respectivamente, 296 e 233 votos – todos em urnas locais.

O mesmo aconteceu com os candidatos a deputados federais Marcio “Bambu” Reis (PATRIOTA) e Daniel Silveira (DC), ambos de São João Batista, que fizeram 596 e 787 votos respectivamente, todos na cidade.

Melhor sucedido nessa tarefa, apesar do desempenho abaixo da expectativa, foi o suplente de vereador Juarez Soares (CIDA), que foi candidato a deputado federal e alcançou 770 votos em Tijucas, e chegou aos 1.173 no Estado.

Na calculadora

Postado em 19 de julho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Pré-candidato a deputado federal, o suplente de vereador Juarez Soares (CIDADANIA), de Tijucas, persegue um “número mágico” nestas eleições. Ele calcula que se alcançar 20 mil votos, tem chances muito claras de passar os próximos anos em Brasília. Para tanto, precisa, ainda, de algumas variáveis matemáticas e de um toque do destino.

Soarez prevê que as atuais deputadas Carmen Zanotto (CIDADANIA-SC) e Geovânia de Sá (PSDB-SC) — os partidos foram federalizados para o próximo quadriênio — sejam as campeãs de votos na chapa, com sobras, e que o quociente eleitoral permita que um terceiro postulante do grupo conquiste outra vaga.

A primeira suplência, a propósito, também seria bem-vinda, de acordo com o policial penal. Nos cômputos do tijuquense, tanto Carmen quanto Geovânia estariam muito cotadas para uma secretaria de Estado caso o governo fique com Jorginho Mello (PL) ou com Esperidião Amin (PP). Ele conjetura, ainda, que, na pior das hipóteses, conseguiria a cadeira na Câmara Federal em 2024, quando elas supostamente concorreriam às prefeituras de Lages e Criciúma, respectivamente. Pois, então?!

Apoio ideológico

Postado em 5 de julho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Partidário convicto, o ex-prefeito de Porto Belo e pré-candidato a deputado estadual Emerson Stein (MDB) tem um foco bem definido para a campanha ao parlamento catarinense: as representações do MDB na região. Desde que decidiu se lançar na disputa, ele vem procurando, prioritariamente, lideranças locais do partido que vai representar nas urnas. Na semana passada, o encontro foi com dirigentes emedebistas de Navegantes (foto). Entre eles, o presidente municipal da legenda, Fredolino Alfredo Bento, os ex-prefeitos Adherbal Ramos Cabral e Moacir Alfredo Bento, o vereador Paulo Rodrigo Melzi, além de parlamentares suplentes e membros do diretório.

 

Na região do Vale e Costa Esmeralda, a propósito, Stein conta com a esmagadora maioria do MDB de Tijucas, com representações consistentes em Canelinha e Itapema e, evidentemente, com a absoluta totalidade do partido em Porto Belo. De acordo com o ex-mandatário portobelense, que revelou expectativas durante entrevista ao LINHA DE FRENTE, semana passada, na VipSocial TV, o plano de campanha envolve o registro de votos em todos os 295 municípios de Santa Catarina nestas eleições.

Previsivelmente

Postado em 6 de junho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Para surpresa de ninguém, o então prefeito interino Joel Orlando Lucinda (MDB) foi confirmado no comando do Executivo de Porto Belo, neste domingo (5), na eleição suplementar do município. Ele superou os adversários David Jordelino da Silva (PRTB) — que concorreu sub judice — e Rosaura de Oliveira Rodrigues (PT) com sobras e registrou 77,58% da preferência do eleitorado portobelense no pleito. Os concorrentes, respectivamente, alcançaram 11,62% e 10,80% dos votos válidos.

Lucinda manteve distância dos rivais semelhante à do antecessor e principal apoiador Emerson Stein (MDB), reeleito em 2020 com 83,24% dos votantes. As principais discrepâncias foram o número de votos e adversários. Enquanto o atual prefeito obteve 6.076 indicações contra dois oponentes, o anterior somou 8.288 em concorrência com o farmacêutico Romario Luiz Tancredo (REPUBLICANOS). Desta vez, no entanto, apenas 8.479 eleitores, dos 14.791 aptos, foram às urnas. O percentual de abstenção ficou em 42,67%.