sexta-feira, 12 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Hora do troco

Postado em 4 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

Pedra cantada pelo Blog, o ex-vereador e candidato a vice-prefeito vencido em 2012, Antônio Zeferino Amorim, de Tijucas, oficializou a adesão ao MDB, que vem projetando uma retomada da prefeitura após oito anos de gestão cola-branca.

No primeiro contato com a nova militância, ontem, Tonho Polícia não escondeu as mágoas que alimenta desde o fatídico episódio ocorrido em 2016, quando foi preterido pelo então grupo de oposição, que optou pela candidatura de Eloi Mariano Rocha (PSD). O policial militar aposentado classificou o ato como uma “rasteira”.

O movimento teria sido o ponto de partida para a aproximação entre Amorim e o grupo que sempre combateu. “Eu não esqueci, e vocês sabem bem da rasteira que me deram. Acho que chegou a hora de dar o troco”, bradou o ex-vereador, para deleite dos emedebistas.

AVAL FRATERNO

Sabe-se que Tonho é irmão da vereadora Nadir Olindina Amorim (PSD), integrante da bancada governista na Câmara e provável candidata à reeleição. Segundos após a assinatura da ficha de filiação, o ex-parlamentar garantiu ter recebido o apoio familiar. “Falei com minha irmã Nadir, que é do 55, e ela me incentivou a vir para o 15”, revelou.

SOLDADO

Questionado pelo Blog, Amorim afirmou que está à disposição do partido para qualquer missão e, mais precisamente, para qualquer um dos três cargos em disputa: vereador, vice-prefeito e prefeito. “Quero ajudar”, pontuou.

Presidência curta

Postado em 2 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O vereador Cláudio Eduardo de Souza, de Tijucas, não responde mais pela regência local do PDT. Ele anunciou ontem que deixará o partido que presidiu por pouco mais de dois meses e onde esteve filiado durante quatro anos.

Em um texto de despedida, o parlamentar de primeiro mandato afirmou que o projeto estava “bem e crescendo”. Entretanto, parte da executiva teria optado por deixar o grupo e migrar para outras legendas. O que, por fim, esvaziou as fileiras pedetistas. Os escassos recursos financeiros também foram apontados como fatores preponderantes para a decisão.

“Vários nomes receberam convites de outros partidos e de outras lideranças políticas. E aceitaram mudar, restando poucos pré-candidatos, o que, para alguém que não tem dinheiro e nem promessas para fazer contrapropostas, significou o risco de não termos nominata suficiente para lançar sequer candidatos a vereador em 2024”, justificou Souza.

PRÓXIMA PARADA

Os indícios de que o jornalista esteja muito próximo de assinar a ficha de filiação ao MDB tijuquense são claros. Entretanto, questionado pelo Blog, o vereador revelou que ainda não definiu o futuro. “Estou analisando. Precisava, primeiro, resolver a situação com o PDT”, explicou.

Em contrapartida, no ninho periquito o pouso de Souza é dado como certo. E pode, inclusive, ocorrer nesta quarta-feira (3), quando o partido promove uma noite de filiações com vistas no pleito que se aproxima.

Rumor negado

Postado em 12 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O empresário e pré-candidato a prefeito Sidnei Machado, de Tijucas, em resposta à nota Ex-inimigo, publicada ontem pelo Blog, negou veementemente qualquer conversa ou aproximação com o Progressistas ou com legendas que integram o grupo governista.

Em vídeo publicado nas redes sociais, Ney da Tijusat esclarece que, dias atrás, durante uma visita à Câmara Municipal, foi questionado por um “leva-e-traz” sobre a possibilidade de se filiar ao PP. Entretanto, o ex-vereador garante que jamais conversou com lideranças do partido.

“Não teve conversa nenhuma com o presidente do PP municipal. Não teve conversa nenhuma com o atual prefeito de Tijucas e com nenhuma liderança deste grupo. Estive na Câmara na quinta-feira passada, e um leva-e-traz questionou se havia a possibilidade de eu ir para o PP, por, segundo ele, não ter espaço no PL”, explicou Machado.

ESPAÇOS

O empresário revelou, ainda, que a executiva estadual do partido do governador Jorginho Mello decidiu realizar uma pesquisa de opinião pública, para avaliar as chances de sucesso de Machado, do vereador Fernando Fagundes e do também empresário, Thiago Peixoto dos Anjos.

“Eu sempre falo que eles são meus concorrentes políticos, porque eu já estava no PL e eles vieram para o partido. Mas as lideranças estaduais aceitaram a proposta de fazer uma pesquisa municipal e aquele que se sair melhor vai para a cabeça do PL, que vai em chapa pura”, completou.