sexta-feira, 12 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Palavra de honra

Postado em 1 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Confiante de que vá superar os concorrentes internos Thiago Peixoto dos Anjos e Fernando Fagundes, o ex-vereador Sidney Machado quis ouvir, hoje, do próprio governador Jorginho Mello, que ninguém tem cadeira cativa no PL e que o candidato do partido na disputa da prefeitura de Tijucas continua indefinido.

Machado tem a garantia da regência local da legenda de que a escolha seria baseada em pesquisa de intenção de votos, mas, mesmo assim, foi buscar o assentimento do líder liberalista catarinense para que o confronto seja justo entre os três postulantes.

Na audiência com o chefe do Executivo estadual, Ney da Tijusat, como é conhecido, esteve acompanhado do ex-vereador e pré-candidato ao parlamento de Porto Belo, Darci França (PL), e do pastor Wagner Rodrigues, de Itapema, superintendente da Igreja do Evangelho Quadrangular na região do Vale do Rio Tijucas e Costa Esmeralda. O deputado estadual Jair Miotto (UNIÃO) também participou do encontro.

Mudança de hábito

Postado em 20 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A cada amanhecer, uma surpresa no tema “indecisão do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) sobre o candidato à sucessão”. O chefe do Executivo tijuquense quer, agora, a participação do funcionalismo na escolha e orientou cada servidor em cargo de comissão a realizar uma “pesquisa” entre familiares e amigos para, a partir do feedback, chancelar a indicação.

Mariano Rocha vem dizendo, de sala em sala, que tem três bons pré-candidatos e que precisa da ajuda da equipe para se decidir. As referências são ao vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD) e aos vereadores Rudnei de Amorim (PSD) e Maickon Campos Sgrott (PP).

JUNTOS NA DOR

A insistência do prefeito em recomendar Sgrott – que desistiu da pré-candidatura meses atrás e nunca pensou em reconsiderar a decisão – tem unido Coisa Querida e Amorim.

O adjunto tijuquense e o líder do governo na Câmara se deram as mãos e, de acordo com fontes precisas do Blog, vêm concordando em um ponto: a inabilidade de Mariano Rocha na condução do processo pode dificultar a eleição.

DEBANDADA

Como consequência primária da hesitação do mandatário tijuquense, aliados vêm trilhando o caminho da independência e se desfazendo das amarras do grupo governista.

A perda dos vereadores Ecio Hélio de Melo para o PL, Maurício Poli e Cláudio de Oliveira para o UNIÃO, e as especuladas migrações dos suplentes José Roberto “Betinho” Giacomossi e Ezequiel de Amorim para grupos alternativos, dão o tom da instabilidade encetada na demanda política do governo.

Soma-se aos prejuízos a conjuntura com o PL municipal, que caminhava serena para a oficialização da aliança, inclusive com bases de acordo estabelecidas, e foi atravancada por conta do embaraço de Mariano Rocha na definição de um nome para a sucessão.

Janela trancada

Postado em 21 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O diretório municipal do MDB se reuniu ontem à noite para expectar as eleições de outubro. Mas sem qualquer definição sobre candidaturas, entretanto.

Deliberou-se, por ora, que o partido segue com duas postulações ao cargo máximo do município: a do presidente local e ex-prefeito Elmis Mannrich e a do vereador Fernando Fagundes. O também ex-prefeito Valério Tomazi, que havia se disposto à concorrência majoritária, resolveu ficar de sobreaviso, apenas para uma eventualidade.

De acordo com um dos presentes, a pauta foi direcionada à unidade da legenda e ao cumprimento dos protocolos, especialmente o respeito à escolha do candidato a prefeito. “Ainda não temos uma decisão, e nem definimos os critérios que serão adotados. Mas nos comprometemos, em absoluto respeito aos filiados, que ninguém deixaria o MDB na próxima janela partidária (que se abre em 7 de março)”, contou, exclusivamente ao Blog, um participante do ato.

O tema foi priorizado, evidentemente, em razão dos rumores que ligam Fagundes ao PL.

Mais perto

Postado em 18 de julho de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Lideranças de toda a região terão um ponto de encontro mais próximo com o deputado estadual Emerson Stein (MDB). O portobelense inaugurou, ontem, um novo escritório regional, situado no bairro Perequê, em Porto Belo, cidade que governou por seis anos.

O espaço conta com uma equipe do parlamentar, agilizando assuntos de interesse da comunidade, além da aproximação e interação com a população. “A escolha de Porto Belo para receber o escritório regional foi por sua centralidade na região e também uma forma de gratidão ao município de Porto Belo”, explica Stein.

VISITANTES

Joel Orlando Lucinda (MDB), sucessor de Stein na gestão da Capital Catarinense dos Transatlânticos, aliás, foi um dos presentes na inauguração. “É um orgulho ter esta extensão da Alesc no município que, sem dúvidas, vai somar para o desenvolvimento da região”, celebrou o prefeito.

Recusa ao laurel

Postado em 12 de novembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A bancada do MDB na Câmara Municipal de Canelinha indicou o ex-vice-prefeito Édson Orsi (MDB) como benemérito da Medalha “Prefeito Arthur Adolfo Jachowicz”, entregue ontem em sessão solene no Legislativo municipal. Muito embora ele não fosse a primeira escolha. Os vereadores emedebistas queriam que o ex-prefeito Moacir Montibeler (MDB) recebesse o galardão, mas ele, novamente, não aceitou. É a segunda vez que o ex-mandatário canelinhense recusa a honraria.

No bastidor político da Cidade das Cerâmicas se diz que Montibeler refuga a medalha em razão da rivalidade histórica, especialmente no campo eleitoral, com a família Jachowicz no município; mas há, também, os que garantem que o ex-prefeito apenas não goste da exposição, dos holofotes e das frivolidades, mais ainda quando não esteja ocupando qualquer cargo. Pois, então?!

Dura na queda

Postado em 16 de setembro de 2020
  •  
  •  
  • 43
  •  
  •  

Presidente do MDB municipal, a vereadora e pré-candidata a prefeita Fernanda Melo sempre disse que tinha o partido nas mãos e, ontem, em convenção municipal do Manda Brasa, provou. Ela foi confirmada por aclamação — mesmo com inúmeras tentativas de sabotagem no próprio ninho periquito — como representante dos emedebistas na corrida à prefeitura de Tijucas. Não bastasse, ainda chancelou o companheiro de chapa, também vereador Elói Pedro Geraldo, que ela mesma escolheu e bancou.

FORÇAS CONTRÁRIAS

Durante o dia, mensagens de uma ponta à outra da Capital do Vale davam como certa a desistência da vereadora e a abertura do partido para os periquitos históricos durante a convenção. Até mesmo a polícia foi chamada a impedir o evento, por denúncias de “aglomeração na pandemia”. Nada bastou; nem as especulações, nem as fake news e nem as forças contrárias. Mesmo com alguns contratempos, tudo aconteceu como ela queria. Pois, então?!

Valor legal

Postado em 25 de agosto de 2020
  •  
  •  
  • 2
  •  
  •  

Em atenção à nota “Sem surpresas“, publicada hoje, o vereador Antonio Carlos Machado Junior (PSL), de Canelinha, garante que a decisão da representação municipal do PSL — que chancelou o advogado Diogo Francisco Alves Maciel como único pré-candidato a prefeito do partido nestas eleições — não tem qualquer validade legal. “A reunião (de ontem, em que houve a votação para a cabeça da chapa) seria somente para definir a agenda dos pré-candidatos a vereadores e vídeos para a campanha”, pontua o parlamentar.

Machado Junior diz, ainda, que nem ele e nem Alves Maciel participaram do encontro, porque estavam em Blumenau, tratando do assunto com o deputado estadual Ricardo Alba (PSL); e que, conforme acordado anteriormente, a escolha do candidato a prefeito vai depender exclusivamente de uma pesquisa já encomendada. “Nem mesmo a executiva do partido em Canelinha tem valor legal e poder de decisão. É uma comissão provisória”, conclui.

Procuração política

Postado em 26 de junho de 2019
  •  
  •  
  • 34
  •  
  •  

Secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, o vereador licenciado Jean Carlos de Sieno dos Santos (PSC) diz a quem quiser ouvir que se considera um “estranho no ninho” na política. Tanto que deu procuração ao chefe do Departamento de Indústria e Comércio, William Clemes, e ao advogado Israel Miliorini Régis para que decidam, por si, que caminho seguir até a projetada reeleição ao parlamento tijuquense em 2020.

Preocupado com a nova legislação – que impede coligações proporcionais e dificulta o coeficiente eleitoral –, Sieno dos Santos busca, há algum tempo, amparo num partido de maior expressão, com uma plataforma de candidatos consistente, para concorrer novamente à Câmara Municipal de Tijucas nas próximas eleições; e confiou a escolha exclusivamente a Clemes e Régis, que, segundo o secretário, “são mais atentos, e certamente farão a melhor opção”.

Beleza real

Postado em 24 de junho de 2019
  •  
  •  
  • 100
  •  
  •  
Foto: Alex Bernardo

A vereadora Silvana Stadler (PTB), o prefeito Emerson Stein (MDB) e a presidente da Fumtur (Fundação Municipal de Turismo) de Porto Belo, Zene Drodowski, com as respectivas primeira princesa – Joana Baltazar –, rainha – Giulia Samari Martins – e segunda princesa – Kétylin Karoline Damaceno Bertemes – do Festival do Camarão de 2019.

Elas foram eleitas no sábado (22), com o colunista no júri e a plateia inflamada no Hakkô Club, na cativante Capital Catarinense dos Transatlânticos. Giulia, Joana e Kétylin têm, agora a incumbência de representar o município, e o Festival do Camarão – que participa do calendário oficial de Santa Catarina –, nos eventos do gênero até outubro.

Decisão tomada

Postado em 16 de maio de 2017
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Fim da angústia. O presidente municipal do PSD, empresário Jilson José “Gil” de Oliveira, venceu o cabo de guerra com a engenheira química Carolini Machado Rebelo da Cruz que tinha a preferência dos empresários e conselheiros da administração municipal Jorge Steil e Geremias Teles Silva e deve, finalmente, assumir o Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) de Tijucas nos próximos dias.

Em reunião interna, ontem, o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) comunicou a decisão aos vereadores situacionistas que faziam coro pela nomeação do secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável no comando da autarquia.

SEM BÊNÇÃO

“Coloquei o trem nos trilhos. Se for qualquer um, eu ajudo. Mas se escolherem o Gil, estou fora. Que se virem sozinhos!”, diz, sem cerimônias, em conversas íntimas, o ex-diretor Jorge Steil, numa clara manifestação de contrariedade à entrega do Samae ao presidente do PSD em Tijucas.