terça-feira, 22 de outubro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Asfalto e presídio

Postado em 4 de outubro de 2019

A agenda do governador Carlos Moisés da Silva (PSL) em Tijucas inflamou as redes sociais. Não por conta dos R$ 8,23 milhões que o governo estadual destinou ao município para o asfaltamento da Avenida Beira-Rio, mas porque supuseram que o recurso seria uma compensação por conjecturadas obras de ampliação do Presídio Regional.

No cerimonial, pelo menos, ninguém tocou no assunto. E para o Blog, com exclusividade, o subchefe da Casa Civil estadual, Matheus Hoffmann Machado, desmentiu o burburinho e garantiu que “não existe qualquer conversa nesse sentido”.

Prefeito em números

Postado em 7 de maio de 2019

Não tem aquela pesquisa, contratada por um grupo de empresários de Tijucas, sobre a popularidade do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) e os níveis de aceitação do governo municipal? Então! Ela já foi concluída, e os números, como previsto, não vieram a público. Pelo menos, não oficialmente; mas os burburinhos, nos corredores do paço, dão conta dos entreolhares auspiciosos nos encontros do chefe do Executivo com o colegiado.

Para o Blog, em troca do anonimato, um secretário municipal revelou que a aprovação de Mariano Rocha chega à casa dos 81,9%, segundo o levantamento. A conferir. De certezas, porém, apenas o que dirão as urnas em 2020.

Desaceleração

Postado em 5 de fevereiro de 2019

Crescem os burburinhos, tanto nos corredores do paço quanto nas searas oposicionistas, de que o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) estaria desacelerando na intenção de concorrer à reeleição em 2020. O mandatário tijuquense vem se recuperando de outro derrame, ocorrido em dezembro; e limitando as atenções à gestão do município, à saúde pessoal, e nem tanto à política.

Assim, abre-se o caminho para o vice-prefeito Adalto Gomes, que deve deixar o PT nos próximos momentos e continua crente no cumprimento do tratado com o grupo governista, de apoio integral no próximo pleito majoritário. Mas, entre os canários ainda persiste o sonho de firmar a campanha em torno da candidatura do engenheiro Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD)  que, mais uma vez, desfaz expectativas e diz que não quer e não vai.

Namoro novo?

Postado em 17 de maio de 2018

O romance pode até ser novidade, mas a paquera vem de tempos. De parte a parte, inclusive. Burburinhos sobre o namoro entre o PSD – do prefeito Elói Mariano Rocha – e o suplente de vereador Oscar Luiz Lopes (MDB) voltaram à cena política de Tijucas nos últimos dias. Aquele passarinho incolor conta, aliás, que o acordo envolve um cargo na estrutura municipal; e que as tratativas seguem nas coxias do poder.

No feudo peessedista, ninguém confirma o acerto. Mas o Blog apurou que a inclusão de Lopes nas fileiras do partido vem sendo discutida internamente no diretório. E nos mesmos moldes de outras recentes conquistas – casos de Sidney Machado (ex-PTB) e Cláudia Büchele (ex-PT).

Rastilho de pólvora

Postado em 29 de setembro de 2017
Foto: Divulgação

Se o vice-prefeito Adalto Gomes (PT) e o vereador Vilson Natálio Silvino (PP) fossem pagos em centavos nas vezes que foram citados hoje, no fim da manhã, nas rodas e redes sociais, certamente estariam podres de ricos. Os burburinhos se disseminaram com violência. À boca pequena, eles teriam protagonizado uma das maiores arruaças da história do paço, durante uma reunião no gabinete do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD). Testemunhas também não faltaram para afirmar e confirmar que os socos e pontapés cruzaram os corredores.

Agora, porém, findada a assembleia, Gomes e Silvino estão à mesa, juntos, almoçando amistosamente. Porque, de acordo com o vereador, o vice-prefeito e secretário de Obras, Transportes e Serviços Públicos sequer merece qualquer menção nesse litígio. “O Adalto, tadinho, nem teve nada a ver. Somos amigos, gosto demais dele”, afirma o parlamentar.

De fato, e segundo versões mais específicas, houve um desentendimento durante a reunião. O dono da Pisobello e o colega Rudnei de Amorim (DEM) discordaram numa das pautas, e discutiram acaloradamente. Mas, sem agressões. “Ficamos nervosos, discutimos, mas apenas isso. Sou da paz!”, garante o presidente municipal do PP.

A cólera, entretanto, pôde ser testemunhada no semblante do vereador progressista. Servidores da prefeitura confirmam que Silvino deixou a sala da reunião bastante agitado e precisou ser acalmado pela chefe de gabinete Leila dos Anjos Costa.

Em seguida, e com os ânimos pacificados, o encontro da cúpula governista e base aliada transcorreu naturalmente. Figuras centrais das especulações, o parlamentar e o vice-prefeito, para conter a boataria, fotografaram serenos e sorridentes e foram juntos para o restaurante. Se racharam, desta vez, foi a conta.

Fatos e boatos

Postado em 26 de janeiro de 2017

Desde ontem, multiplicam-se burburinhos sobre o suposto emprego, pela administração municipal de Tijucas, de alguém que responde por crimes de estelionato e falsidade ideológica – preso no Paraná em 2009, acusado de ter se passado por médico e aplicado seguidos golpes em dois Estados diferentes –, no setor de Tributos.

O secretário de Administração e Finanças do município, Helio Gama, esclarece ao blog que tem conhecimento dos fatos e assegura que não existe qualquer ponta de verdade nesses rumores; e que as visitas do particularizado cidadão ao paço municipal dizem respeito única e exclusivamente às negociações da Secretaria de Educação com a classe dos estudantes, a quem ele representa como presidente de uma associação.

Ainda rivais

Postado em 27 de junho de 2016

Rodas de esquina e balcões de botequim trouxeram burburinhos a respeito de uma suposta aproximação entre Elmis Mannrich (PMDB) e Adalto Gomes (PT), os dois postulantes, até o momento, à prefeitura de Tijucas nestas eleições. Consultados pelo blog, ambos negaram qualquer iniciativa nesse sentido.

“Nem que ele (Mannrich) quisesse apoiar a minha candidatura”, enfatizou o presidente municipal do PT e candidato – sob contestação – do movimento L.I.M.P.E. ao cargo máximo do município no pleito que se avizinha. A equipe de trabalho do ex-prefeito e presidente do PMDB de Tijucas limitou-se a dizer que a informação não procede.