sexta-feira, 12 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Palavra de honra

Postado em 1 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Confiante de que vá superar os concorrentes internos Thiago Peixoto dos Anjos e Fernando Fagundes, o ex-vereador Sidney Machado quis ouvir, hoje, do próprio governador Jorginho Mello, que ninguém tem cadeira cativa no PL e que o candidato do partido na disputa da prefeitura de Tijucas continua indefinido.

Machado tem a garantia da regência local da legenda de que a escolha seria baseada em pesquisa de intenção de votos, mas, mesmo assim, foi buscar o assentimento do líder liberalista catarinense para que o confronto seja justo entre os três postulantes.

Na audiência com o chefe do Executivo estadual, Ney da Tijusat, como é conhecido, esteve acompanhado do ex-vereador e pré-candidato ao parlamento de Porto Belo, Darci França (PL), e do pastor Wagner Rodrigues, de Itapema, superintendente da Igreja do Evangelho Quadrangular na região do Vale do Rio Tijucas e Costa Esmeralda. O deputado estadual Jair Miotto (UNIÃO) também participou do encontro.

Carta na mesa 

Postado em 4 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O ex-vereador e pré-candidato a prefeito de São João Batista, Juliano Peixer, assinou, na última sexta-feira (1º), o pedido de desfiliação do MDB batistense. O documento, inclusive, já foi recebido pela Executiva local. 

Fontes do Blog garantem que o empresário já participava, nos bastidores, do União Brasil. Entretanto, permanecia no partido do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) e se apresentava como uma opção para o pleito de outubro, principalmente se Pedroca optasse por não concorrer à reeleição. 

Peixer, até o momento, não confirmou oficialmente o seu próximo destino. Disse, brevemente, que pretende construir uma “aliança de partidos e pessoas”.

Separação iminente

Postado em 28 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Embora publicamente o discurso seja de união e engajamento, tanto o ex-prefeito Elmis Mannrich quanto o vereador Fernando Fagundes sabem que o MDB tijuquense, neste momento, tem espaço para apenas um deles.

Ainda que haja um fio de esperança no diretório e na militância por uma conciliação, as conversas entre os dois pré-candidatos do partido ao Executivo municipal têm sido cada vez mais francas e reveladoras. Fatalmente, a não ser por uma hecatombe, Fagundes deve migrar para o PL na janela de março.

Mannrich não concorda com a saída, e teria orientado o parlamentar a desistir da ideia – para que mantivesse o capital eleitoral e evitasse as cobranças da massa emedebista na sequência da carreira política.

CIRCUNSTÂNCIA
As condições são claras: ou o ex-prefeito recua, retira a pré-candidatura e, como presidente do MDB municipal, fica na coordenação de campanha, ou teria o vereador como concorrente natural pelo PL na disputa majoritária de outubro. Esta seria, neste momento, a única hipótese de acordo entre ambos.

PRECAUÇÃO
Fagundes aguarda apenas uma garantia do governador Jorginho Mello (PL) de que será o candidato a prefeito nestas eleições, independentemente dos planos da regência local do partido – que já avalizou a pré-candidatura do empresário Thiago Peixoto dos Anjos –, para confirmar a transferência.

Um primeiro contato já foi feito, com o endosso, principalmente, do deputado estadual Carlos Humberto Metzner Silva (PL) e autorização do secretário de Estado da Infraestrutura, Jerry Comper (MDB), duas das figuras a quem o vereador dedica maior consideração e compromisso.

INEDITISMO
Caso se estabeleça finalmente nas fileiras liberalistas, Fagundes provocaria, ainda, duas marcas históricas na política tijuquense: a representação inédita do PL na Câmara Municipal, com dois vereadores; e a ausência, pela primeira vez, de vereadores do MDB no Legislativo municipal.

O segundo parlamentar emedebista, Esaú Bayer, tem deixado claro, sobretudo nas reuniões do partido, que acompanharia o colega em qualquer situação, ou mesmo em outra legenda.

INTERNAMENTE
Neste cenário e diante do desajuste entre duas figuras exponenciais da atualidade no MDB, o vice-presidente municipal do partido, Davi Melo Filho, popular Galo Velho, convocou uma audiência definitiva com Mannrich para tratar especificamente das consequências dessa divisão.

Com ele, apenas para registro, uma breve lista de emedebistas que, assim como Bayer, o genro, migrariam com Fagundes para onde quer que o vereador fosse.

Previsão

Postado em 24 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Redes Sociais

Uma profecia lançada pelo deputado estadual Carlos Humberto Metzner Silva (PL), neste final de semana, causou alvoroço no meio político do Vale do Rio Tijucas. Uma foto, três personagens da região e uma legenda forte foram o suficiente para o barulho.

O parlamentar foi fotografado, em um evento promovido na Marina Rio Tijucas, cercado pelo prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL), de Canelinha, o empresário Felipe Lemos (PL), de São João Batista, e o vereador Fernando Fagundes (MDB), de Tijucas.

No retrato, Metzner Silva cravou: “atual e futuros prefeitos”. Com “atual”, óbvio, o parlamentar se referia ao canelinhense, eleito em 2020 e candidato natural à reeleição em outubro. Já Lemos e Fagundes se lançaram como pré-candidatos em suas respectivas cidades.

O empresário, entretanto, teria um caminho menos conturbado. Afinal, aparece como a grande liderança construída pelo PL na Capital Catarinense do Calçado, preside a legenda e é o único pré-candidato do grupo. A situação do herdeiro da família Fagundes é a mais indefinida entre os três.

Vereador por quatro mandatos consecutivos, Fernando garante que quer concorrer à prefeitura em 2024. Mas, internamente, enfrenta a disputa com o ex-prefeito e presidente do MDB local, Elmis Mannrich. Fagundes, aliás, segue sendo assediado pelo PL e Metzner Silva é, justamente, o maior entusiasta da filiação.

Se ela acontecerá ou não, só o tempo, o único e verdadeiro senhor da razão, dirá. Mas as profecias… essas estão devidamente lançadas.

Espontaneamente

Postado em 22 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Câmara de Canelinha

Sempre que a disputa política de Canelinha entra na reta final, um nome em especial passa a ser frequente nas rodas de especulação da cidade: o do radialista José Carlos Trindade, popular Carlinhos, marido da vereadora Neli Ferreira (MDB).

Embora jamais tenha participado efetivamente de uma concorrência majoritária, o locutor da Canelinha FM tem status de liderança no MDB e ostenta popularidade e prestígio social, o que, para alguns entusiastas da proposta, seriam requisitos capazes de intensificar as chances de vitória no pleito. E quando uma possibilidade passa a ser oportunidade, cria-se a expectativa.

Consultado pelo Blog, entretanto, Trindade não confirma qualquer intenção de concorrer à prefeitura, mas revela que tem recebido investidas. “Meu nome aparece na pesquisa espontânea, fruto do meu trabalho, e isso faz com que as pessoas me questionem sobre uma candidatura. Ainda acho que minha mulher, Neli, atuante na política há muitos anos, tem mais argumentos para ser prefeita”, diz.

CHOQUE INTERNO

Caso decidisse assumir esse desafio, Carlinhos teria um lide a tratar: a união do MDB local e os conflitos com o ex-prefeito Moacir Montibeler, nome de comando na legenda e com quem ele e a mulher atualmente não comungam. “Embora sejamos MDB, o partido, em Canelinha, tem dono. E com isso não concordamos”, conta, antes de dizer que “não existe, atualmente, qualquer relação” entre eles e o ex-mandatário canelinhense.

LIVRE E LEVE

Sobre a cena atual e as possibilidades para o pleito de outubro, Trindade usa os argumentos da esposa e garante que não teria dificuldades de “construir pontes” com adversários de outrora. “Tenho ótima relação com o atual prefeito (Diogo Francisco Alves Maciel (PL)), e o vereador Robinson (Carvalho Lima (PP), principal liderança de oposição na Câmara) é meu amigo e frequenta a minha casa”, garante.

Exclusivamente, o radialista revelou que, inclusive, já teria conversado com Carvalho Lima acerca de um projeto para as próximas eleições.

“Finde” feliz

Postado em 30 de setembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O histórico fim de semana em Canelinha, marcado pelo retorno de uma competição nacional de motocross ao município – fato que não ocorria há pelo menos uma década -, começou com boas notícias para o prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL).

Isso porque a edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE), datada em 29 de setembro de 2023, garantiu o repasse de R$ 3,6 milhões, pagos em cinco parcelas, para a aguardada obra de recuperação asfáltica do bairro Cobre.

A benfeitoria já havia sido anunciada pelo próprio mandatário. Alves Maciel garante que, até o próximo dia 24, serão concluídos os processos licitatórios, permitindo o início dos trabalhos ainda em 2023.

Ao receber a confirmação, o prefeito gravou uma mensagem à comunidade, diretamente de Florianópolis, compartilhando a informação. “Vamos transformar Canelinha e torná-la um lugar ainda melhor”, celebrou.

Aproximação 

Postado em 28 de setembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

A possibilidade de garantir a instalação de um Instituto Federal de Educação, em Tijucas, vem animando o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD). O mandatário tijuquense, inclusive, esteve reunido remotamente, nesta semana, com o deputado federal Pedro Uczai (PT), um dos entusiastas do projeto. 

O parlamentar, segundo fontes do Blog, teria se aproximado do prefeito durante uma audiência pública, em março deste ano. Da conversa, classificada por Mariano Rocha como “dia iluminado”, saíram os projetos do Instituto e de moradias populares. 

Do gabinete do prefeito, membros do alto escalão da administração tijuquense, lideranças do PT de Tijucas e outros servidores – que integram a comissão municipal para tratar do tema -, participaram da conversa. “Seguimos com expectativa de ter essa grande instituição em nossa cidade”, disse o mandatário. 

Presença e promessa

Postado em 19 de janeiro de 2021
  •  
  •  
  • 35
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O presidente da Câmara Municipal de Canelinha, vereador Robinson Carvalho Lima (PP), esteve na posse do deputado estadual — agora licenciado — Altair Silva (PP) como secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, ontem, em Florianópolis, e aproveitou o ensejo para raspar o fundo do tacho e, no apagar das luzes, garantir uma emenda impositiva de R$ 100 mil para o município.

Carvalho Lima trouxe, ainda, outra promessa do novo secretário: de que os agricultores canelinhenses serão melhor assistidos, a partir de levantamentos técnicos com supervisão do vereador e consecutivas audiências na secretaria de Estado.

Asfalto e presídio

Postado em 4 de outubro de 2019
  •  
  •  
  • 17
  •  
  •  

A agenda do governador Carlos Moisés da Silva (PSL) em Tijucas inflamou as redes sociais. Não por conta dos R$ 8,23 milhões que o governo estadual destinou ao município para o asfaltamento da Avenida Beira-Rio, mas porque supuseram que o recurso seria uma compensação por conjecturadas obras de ampliação do Presídio Regional.

No cerimonial, pelo menos, ninguém tocou no assunto. E para o Blog, com exclusividade, o subchefe da Casa Civil estadual, Matheus Hoffmann Machado, desmentiu o burburinho e garantiu que “não existe qualquer conversa nesse sentido”.

Plano em prática

Postado em 24 de setembro de 2019
  •  
  •  
  • 43
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Chegou, entrou, abriu a geladeira e já deitou na cama. O vice-prefeito Adalto Gomes (D) está se sentindo em casa no PL. Desde que assumiu a presidência do partido em Tijucas, não parou de confabular com líderes da legenda. Nesta tarde, a propósito, esteve na Assembleia Legislativa — acompanhado do vice-presidente municipal do PL, Edjalma Matos — para cumprir agendas com os deputados estaduais Maurício Eskudlark (C) e Nilso Berlanda.

As conversas com a cúpula liberal, embora embasadas na obtenção de recursos para benfeitorias públicas, têm uma razão extraordinária. Gomes ostenta garantias de suporte da executiva catarinense para o pretenso projeto de candidatura majoritária em 2020 na Capital do Vale. As promessas foram reafirmadas pelo senador Jorginho Mello (PL-SC), que comanda o diretório estadual, no evento que oficializou o ingresso do adjunto tijuquense nas fileiras do PL, no fim de agosto.