segunda-feira, 6 de julho de 2020 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Toma lá, dá cá

Postado em 21 de abril de 2020

A postagem da vereadora Rosaura de Oliveira Rodrigues (PT) no Facebook, que cobrava a distribuição da merenda escolar às famílias de alunos da rede pública em situação de vulnerabilidade, gerou, na mesma rede, resposta imediata do prefeito Emerson Stein (MDB). De acordo com a parlamentar, “a merenda já estava comprada, com dinheiro público, e nada mais justo que distribuí-la nesta situação, que é emergencial”. O chefe do Executivo portobelense classificou a publicação como “politicagem”.

Stein pontuou que a medida foi incessantemente discutida e que “o município esteve em contato direto com a Amfri (Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí) e com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação para tirar dúvidas sobre a lei 13.987/2020, de 7 de abril, que possibilita a distribuição da merenda escolar para famílias carentes”.

Por fim, o prefeito escreveu que “se fosse possível, faria isso (a distribuição da merenda) desde o primeiro dia (de quarentena)” e que “se (os críticos) estivessem na cidade ajudando as pessoas, participando efetivamente do enfrentamento da crise, talvez esses ‘questionamentos’ não existissem”.

 

Carnaval frustrado

Postado em 25 de fevereiro de 2020

Se teve alguém que não gostou de trabalhar no Carnaval, foi o secretário de Assistência Social e Habitação de Nova Trento, Josemar Guilherme Franzoi. Ele gravou um vídeo ironizando o projeto de lei da base aliada — proposto pelos vereadores Elza Casagranda (PP) e Edson Hugen (PP), e sancionado pelo prefeito Gian Francesco Voltolini (PP) —, que impede feriados prolongados no município, e gerou reprovações nas redes sociais.

 

#VIDEOENVIADOAPAGINAA cidade de Nova Trento, não emendou o feriadão de carnaval devido ao projeto de lei da vereadora…

Posted by Nov4 Tr3nto M1l Gr4au on Tuesday, 25 February 2020

Franzoi foi vice-prefeito na primeira gestão de Voltolini, entre 2013 e 2016, e vem ensaiando nova incursão no pleito majoritário, em outubro, em chapa com o ex-secretario de Saúde e vereador Maximiliano de Oliveira (PP).

 

Saldo positivo

Postado em 4 de fevereiro de 2020

Professora de excelência, a vereadora Rúbia Alice Tamanini Duarte (PSD), enfim, respira aliviada. Acusada, no início do mandato, em 2017, de votar contra a categoria — e em favor da lei de criação dos monitores de classe —, ela colhe, agora, três anos depois, os frutos daquela difícil decisão.

A saúde financeira do município, inspirada por medidas como aquela, possibilitou que o governo de São João Batista conseguisse pagar, neste ano, pela primeira vez, o piso salarial dos professores. Pois, então?!

Legalidade e reforma

Postado em 22 de janeiro de 2020

Pouca gente sabe que o prédio da Câmara Municipal de Tijucas não poderia abrigar as reuniões legislativas do município e funcionou, por décadas, na ilegalidade. Por lei, o imóvel deveria servir à Secretaria Municipal de Educação. Era o acordo com o governo estadual. O departamento jurídico atuou e a condição, no entanto, foi revertida no ano passado, na programação da reforma da Casa do Povo.

A propósito: a revitalização da Câmara segue em ritmo acelerado. O presidente reeleito Vilson Natálio Silvino (PP) planeja concluir o serviço em fevereiro, na retomada das sessões. Para a obra, foram dispendidos cerca de R$ 500 mil.

Chumbo trocado

Postado em 25 de novembro de 2019

Crítico contumaz da TPA (Taxa de Preservação Ambiental) de Bombinhas — e, agora, também da Eco TPA de Governador Celso Ramos —, o deputado estadual Ivan Naatz (PV) foi denunciado à Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina) e à OAB-SC (Ordem dos Advogados do Brasil em Santa Catarina). As representações foram oferecidas pelo prefeito da Capital do Mergulho EcológicoPaulo Henrique Dalago Müller (DEM).

Em ação civil pública em tramitação na 2ª Vara da comarca de Porto Belo, cuja autora é a ACDC (Associação Catarinense de Defesa dos Direitos Constitucionais), em face do município de Bombinhas, Naatz, que é advogado, assinou eletronicamente a petição inicial, documentos que a instruem, assim como uma petição intermediária.

De acordo com a lei, a conduta do parlamentar seria incompatível com o exercício do mandato legislativo. Tanto a Constituição do Estado de Santa Catarina quanto o Regimento Interno da Alesc proíbem deputados estaduais de “firmar ou manter contrato com pessoa jurídica de direito público, autarquia, empresa pública, sociedade de economia mista ou empresa concessionária de serviço público”. Ainda de acordo com os dispositivos legais, infrações do gênero são passíveis de perda do mandado.

Independência

Postado em 30 de outubro de 2019
Foto: Dirleni Dalbosco

A vereadora Rúbia Alice Tamanini Duarte (PSD) apresentou o projeto, e o prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) sancionou a Lei. Agora, em São João Batista, mulheres em situação de violência doméstica, e que dependem economicamente do cônjuge, têm prioridade no mercado de trabalho do município.

A norma prevê que um banco de empregos seja criado na Capital Catarinense do Calçado para a disponibilização das vagas e encaminhamento das vítimas às empresas contratantes — que farão as admissões livremente, baseadas nos seus critérios de qualificação.

Juiz recordista

Postado em 21 de fevereiro de 2019

Filho ilustre de Tijucas, o juiz Rafael Brüning, da 4ª Vara Criminal da comarca de Florianópolis, continua impondo marcas dignas de registro à Justiça brasileira. Em tempo recorde – cerca de uma hora –, ele recebeu uma denúncia do Ministério Público, citou e ouviu o acusado, encerrou a instrução e proferiu a sentença.

Brüning, aliás, já liderava as estatísticas em Santa Catarina por ser o primeiro juiz a determinar prisão preventiva para um homem que importunou sexualmente uma mulher dentro de um ônibus na região metropolitana da capital, em outubro. Havia uma semana da sanção da Lei Federal, pelo presidente da República, que transformou a prática em crime.

Justa homenagem

Postado em 12 de setembro de 2018

Natural de São João Batista, o saudoso médico patologista João Nilson Zunino, falecido em dezembro de 2014, recebeu, no início da semana, uma digna homenagem. A lei estadual 17.582, sancionada segunda-feira (10) pelo governador Eduardo Pinho Moreira (MDB), denomina “João Nilson Zunino” o recém-construído elevado da Avenida Deputado Diomício Freitas, que liga o Centro de Florianópolis ao Sul da Ilha.

Zunino marcou uma era como presidente do Avaí Futebol Clube. Foi, também, presidente da Unimed da Grande Florianópolis (1985 a 1988), da Associação Catarinense de Medicina (1989 a 1991) e da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (1989 a 1993), além de fundador e primeiro diretor do famoso Laboratório Santa Luzia, que se tornou referência na América Latina.

Para inglês ver

Postado em 9 de maio de 2018

O devaneado plantão farmacêutico de Tijucas certamente surgiu na Inglaterra; porque, definitivamente, é para inglês ver. A lei municipal 1664/2001, que obriga o atendimento integral – mediante escala – nas farmácias da cidade, é tão eficiente quanto a 2051/2007, que limita em 15 minutos a espera do cliente em agências bancárias. Na gloriosa Capital do Vale e das regras descumpridas, quem precisa de remédio na madrugada tem que recorrer a Itapema ou São João Batista.

O setor de Comunicação da prefeitura – que, obviamente, nada tem a ver com o problema – explica que a farmácia escalada atende impreterivelmente até a meia-noite, enquanto que as demais encerram o expediente às 20h; e que o telefone do plantão segue à disposição do consumidor em caráter de emergência até 7h30. O problema é que ninguém atende à ligação. O Blog comprovou.

Situação complexa para o fiscal de tributos José Antônio Camargo, responsável pelas escalas do plantão farmacêutico na prefeitura e pela fiscalização do cumprimento da legislação. Talvez o problema se resolva com um soco na mesa… ou no balcão da farmácia.

Retorno social

Postado em 12 de março de 2018
Foto: New Image + ID/Divulgação

Presidente do Portobello Grupo, o empresário Cesar Gomes Junior assinou e distribuiu, na semana passada, cheques simbólicos de doações a quatro entidades assistenciais – três delas originárias ou atuantes em Tijucas. “Nós já vínhamos colaborando com o FIA (Fundo da Infância e Adolescência) há anos, sempre em Florianópolis. Agora, me sinto muito orgulhoso e feliz por podermos contribuir com Tijucas”, comentou.

Foram contemplados com mais de R$ 103 mil, equivalentes a 9% dos impostos federais da Portobello, por meio da Lei de Incentivo Fiscal, o Lar Santa Maria da Paz, a AN Produções com a Ação Cultural, o Projeto Hapkido e a Associação Câncer de Boca e Garganta. O objetivo da proposta é, sobretudo, disseminar informações e estimular outras empresas ao incentivo de projetos sociais.