domingo, 3 de março de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Data para doar

Postado em 31 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Os dias 28 de novembro, a partir de agora, em Tijucas, serão reconhecidos como uma data para a doação. A Lei que institui o “Dia de Doar”, nº 3.035/2024, sancionada pelo Poder Executivo, foi criada através do Projeto de Lei nº 50/2023, de autoria do vereador Fernando Fagundes (MDB).

A intenção é incentivar, tanto instituições, o próprio poder público e pessoas físicas a praticarem ações e estejam engajados em contribuir com causas, organizações da sociedade civil e moradores de comunidades mais carentes.

Itens como alimentos, roupas, calçados, roupas de cama, mesa e banho, materiais de higiene, brinquedos, materiais escolares, livros, materiais de construção, móveis e decoração, prestação de serviços voluntários e até doação de sangue, plaquetas e medula, serão incentivados no Dia de Doar.

“Fico feliz com essa Lei. É mais um grande incentivo para ajudar a quem precisa. Tijucas mais uma vez dá exemplo quando o assunto é solidariedade”, afirmou, ao Blog, o vereador autor do projeto.

Cordialidade

Postado em 15 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O Poder Executivo de São João Batista enviou ao Poder Legislativo, nesta semana, uma mensagem de agradecimento pelo “comprometimento” dos parlamentares na avaliação e votação de projetos considerados “essenciais” para o “desenvolvimento da cidade”, ao longo de 2023.

A entrega do documento, assinado pelo prefeito licenciado Pedro Alfredo Ramos (MDB), foi feita pelo prefeito em exercício, Almir Peixer (MDB), ao novo presidente da Câmara de Vereadores, Marcelo Xavier (PP).

O texto ressalta o empenho e a responsabilidade dos parlamentares, especialmente pela convocação de uma sessão extraordinária, no fim de 2023, para que as matérias encaminhadas em regime de urgência fossem apreciadas em tempo adequado.

“Temos conseguido avançar e, isso passa, também, pela atuação de cada um dos senhores junto à Câmara”, diz um trecho da mensagem. A relação entre os poderes, conturbada em boa parte dos últimos anos, começou 2024 com elegância e parcimônia. Pois então…

Adjunto titular

Postado em 2 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Samara Melim | Arquivo

O último ano da gestão 2021/2024 começará com um novo comandante no Poder Executivo de Canelinha. O prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL) deve, já no próximo dia 03, transmitir a função ao vice, Antônio Carlos Machado Júnior (PSD).

Machado Júnior seguirá como prefeito em exercício por um mês, durante as férias do titular. Entretanto, Alves Maciel, consultado pelo Blog, garante que permanecerá ativo neste período, participando de compromissos e executando tarefas necessárias para o andamento da gestão.

Esta será, aliás, a terceira oportunidade em que o adjunto assumirá o governo canelinhense. A primeira ocorreu em janeiro de 2022 e a segunda, mais recente, em março deste ano.

Doce apoio

Postado em 19 de dezembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Será apreciado pela Câmara de Vereadores de Canelinha, logo mais, um projeto de Lei de autoria do Poder Executivo que pretende contribuir financeiramente com melhorias habitacionais do município, garantindo habitabilidade, segurança, salubridade e acessibilidade em moradias de famílias de baixa renda.

O “Doce Lar” concederá R$ 2.000,00 ao cidadão que comprovar a necessidade. A quantia, entretanto, só poderá ser usada para a compra de produtos no próprio comércio canelinhense ou, em caso de contratação de mão de obra.

Segundo o prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL), mais de 300 pessoas estão cadastradas para receber auxílios da Assistência Social. “Essas pessoas precisam do nosso apoio. Além de ajudá-las a ter uma moradia mais digna e segura, o Doce Lar ajudará a movimentar a economia local. É certamente um dos maiores projetos já desenvolvidos em Canelinha”, afirmou o mandatário.

Lideranças canelinhenses alinhadas ao governo têm pedido, em encontros públicos ou nas redes sociais, que o projeto seja votado ainda em 2023, mais precisamente, na última sessão do Legislativo, marcada para hoje. A primeira-dama Elaine Busnardi, a propósito, é uma das “garotas-propagandas” do Doce Lar.

Mais saídas

Postado em 8 de dezembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Os olhares mais atentos às portarias da administração municipal de São João Batista notaram, ontem (7), as saídas do diretor-executivo, Anderson Duarte (MDB), e da diretora administrativa, Flaviani Reinert Voltolini, do Sisam (Serviço de Infraestrutura, Saneamento e Abastecimento de Água Municipal).

Nesta sexta-feira (8), entretanto, o Poder Executivo confirmou que o emedebista pediu exoneração do cargo. Em nota, aliás, o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) agradeceu Duarte pelos serviços prestados e desejou “sucesso no Legislativo”.

A saída da autarquia e retorno à Câmara acontece, justamente, no momento de maior tensão do governo municipal. A CPI dos Combustíveis investiga possíveis irregularidades no abastecimento da frota da prefeitura, além de outra investigação paralela no Ministério Público de Santa Catarina.

INTERINO

O mandatário batistense anunciou, ainda, um substituto temporário. O secretário municipal de Infraestrutura, Gélio de Oliveira, passará a responder interinamente pelo Sisam. A decisão foi comunicada a todo o secretariado municipal, em uma reunião no gabinete do prefeito.

Recurso milionário

Postado em 6 de dezembro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O deputado estadual Emerson Stein (MDB), de Porto Belo, anunciou, nesta manhã, o repasse de R$ 1 milhão em recursos para a Saúde de Itapema. A entrega foi celebrada em reunião com a prefeita Nilza Simas (PSD), na sede do Poder Executivo itapemense.

A verba é oriunda de emendas encaminhadas pela senadora Ivete Appel da Silveira (MDB) para a bancada estadual. A intenção do expressivo recurso, segundo o parlamentar portobelense, é fortalecer e aprimorar serviços de saúde locais, que impactam positivamente na qualidade de vida da população de Itapema.

“Agradecemos a senadora, a bancada do MDB e a todos os envolvidos. Nosso trabalho não pode parar”, afirmou Stein.

Aprovado

Postado em 11 de outubro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Câmara de Vereadores de Tijucas

O vereador e pré-candidato a prefeito de Tijucas, Rudnei de Amorim (PSD), defendeu exaustivamente e celebrou a aprovação do projeto de Lei que autoriza o Poder Executivo municipal a captar empréstimos, com valores destinados para obras de infraestrutura e saneamento.

Os dois PL’s, somados, permitem a adesão de crédito em até R$ 45 milhões. O parlamentar entende que o valor vai contribuir para o “progresso e desenvolvimento” do município. Além disso, justificou que a captação do recurso é fruto do “saneamento” das dívidas públicas.

“O mais difícil foi feito: sanear a prefeitura, para que os bancos queiram emprestar pra nós. Agora, podemos captar e não vamos porque a Câmara não aprova? Realmente, serão obras impactantes e que farão mudanças na nossa cidade”, defendeu Amorim.

Telefone mudo

Postado em 20 de junho de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: TV Legislativo

Bastaram o boato de um suposto telefonema para a Câmara e poucos segundos de fala livre, durante a sessão legislativa de ontem, para que o vereador Cláudio de Oliveira (PP) incendiasse os bastidores do paço tijuquense, estremecendo, inclusive, a relação com o Poder Executivo.

Oliveira revelou que soube, através de terceiros, que o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) teria afirmado, na conjeturada ligação para a Casa do Povo, que “mandava” no Legislativo municipal. Os rumores não agradaram o parlamentar e a resposta direta veio no plenário.

“Aqui quem manda são os vereadores. Não o prefeito. O prefeito manda no Executivo”, bradou. O vereador ponderou que Mariano Rocha poderia estar de “cabeça quente” durante o ato e frisou, ainda, que dedica muito “respeito e carinho” pelo mandatário.

BRONCA OU DIÁLOGO?

A transmissão oficial da TV do Legislativo mostrou, ainda, o vereador Rudnei de Amorim (PSD), sentado ao lado de Oliveira, surpreso com a fala. Em determinado momento, o ex-presidente da Câmara perguntou aos colegas: “o que ele falou?”.

Ao término da declaração, Amorim se aproximou de Oliveira e iniciou um diálogo, mas longe dos microfones. O conteúdo da conversa, claro, não foi captado na transmissão, mas, certamente, é motivo suficiente para aguçar a curiosidade de quem acompanha de perto a política tijuquense.

Relações públicas

Postado em 21 de fevereiro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Definitivamente, os representantes máximos do Executivo de São João Batista são um perigo com um microfone na mão. E, normalmente, fazem muito mal a si mesmos. Porque têm a pecha de serem homens simples, do povo, sem rebuscamento, ou porque, de fato, precisam ser orientados sobre a atuação política — independentemente da administrativa — e a pertinência do cargo que ocupam.

O titular da cadeira, Pedro Alfredo Ramos (MDB), já ficou conhecido por dizer o que pensa publicamente; e durante as eleições de 2020, que quase pôs em risco por manifestações nada ortodoxas em redes sociais e, sobretudo, por mensagens de áudio vazadas, teve de ser tolhido, inclusive, de entrevistas, debates e conversas ao telefone durante a campanha. Agora, o vice-prefeito Almir “Déi do Gás” Peixer (PSD) resolveu provocar a ira do Legislativo ao dizer, na rádio, que os vereadores batistenses são “um bando de rapaz pequeno“.

E o contraponto veio na mesma toada. De opositores, da bancada neutra e até de governistas. Enquanto o presidente da Câmara e correligionário Edésio Pedrinho Tomazi (PSD), mais ponderado, respondeu, na tribuna, que “os parlamentares não estavam (no Legislativo) para brincar, mas para trabalhar e contribuir com o Poder Executivo”, o vereador Gustavo Grimm (CIDADANIA), que recentemente se envolveu em contendas com Pedroca e setores do governo, foi à forra e sugeriu que o vice-prefeito devesse se preocupar mais com outras questões “como, por exemplo, empregar o próprio genro na prefeitura”. Pois, então?!

Coração de mãe

Postado em 31 de julho de 2017
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Se a hospedaria da Câmara Municipal de Tijucas a mais acolhedora do Vale, com 32 funcionários; que, em breve, serão 34 encoleriza a opinião pública e provoca a sanha de vereadores situacionistas, no Executivo, pelo menos nas aparências, esse nefando modus operandi se repete. Além dos atuais 137 cargos em comissão sem contar os encobertos nas empreiteiras terceirizadas , a prefeitura pretende, agora, com Projeto de Lei encaminhado ao Legislativo, incluir outro assessor jurídico na estrutura da administração municipal, com vencimentos de R$ 4.732,10 mensais.

Necessidades à parte, prega-se nos porões do poder sem que o colunista afirme e nem confirme que o novo cargo, a propósito, objetivaria acomodar um ex-assessor jurídico da Casa do Povo, exonerado a partir do litígio entre o PMDB, que dirige a Câmara, e o vereador-padrinho, que abandonou a oposição para acompanhar o governo. Pois, então?!