quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Janela trancada

Postado em 21 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O diretório municipal do MDB se reuniu ontem à noite para expectar as eleições de outubro. Mas sem qualquer definição sobre candidaturas, entretanto.

Deliberou-se, por ora, que o partido segue com duas postulações ao cargo máximo do município: a do presidente local e ex-prefeito Elmis Mannrich e a do vereador Fernando Fagundes. O também ex-prefeito Valério Tomazi, que havia se disposto à concorrência majoritária, resolveu ficar de sobreaviso, apenas para uma eventualidade.

De acordo com um dos presentes, a pauta foi direcionada à unidade da legenda e ao cumprimento dos protocolos, especialmente o respeito à escolha do candidato a prefeito. “Ainda não temos uma decisão, e nem definimos os critérios que serão adotados. Mas nos comprometemos, em absoluto respeito aos filiados, que ninguém deixaria o MDB na próxima janela partidária (que se abre em 7 de março)”, contou, exclusivamente ao Blog, um participante do ato.

O tema foi priorizado, evidentemente, em razão dos rumores que ligam Fagundes ao PL.

Cláudio do PDT

Postado em 9 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

O vereador mais votado do último pleito e novo presidente do PDT em Tijucas, Cláudio Eduardo de Souza, assumiu, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, ontem, a pré-candidatura a prefeito nestas eleições. A predisposição, entretanto, foi provocada a partir da saída do candidato lançado pela legenda em 2020, Thiago Peixoto dos Anjos, que migrou para o PL.

Souza explicou que, antes da desfiliação do empresário, aparecia apenas como uma possibilidade – depois de ser lembrado em uma pesquisa espontânea. Entretanto, com a ida de Peixoto dos Anjos ao PL, sua pré-candidatura ganhou força.

“Hoje sou pré-candidato a prefeito pelo PDT. [Foi decidido] Com a saída do Thiago. Meu nome aparecia nas pesquisas. Algumas nem colocavam o nome, mas aparecia na espontânea. Por conta disso, as lideranças dos grupos de oposição começaram: ‘vem conversar também’. Até então, era isso”, disse.

Embora esteja disposto a concorrer na majoritária, o jornalista garante que pretende seguir o seu “propósito”, guiado pela fé que sempre o acompanhou. “Se eu precisar ser candidato a vereador novamente, eu vou entender e não vou ter uma frustração. Mas, hoje, eu estou pré-candidato a prefeito pelo PDT. Se precisar que eu recue, por alguma situação, eu vou recuar. Mas, se eu tiver a possibilidade e, com a fé que eu tenho, o homem [Deus] disser ‘és tu que vais fazer a diferença na vida do povo, Ele vai abrir essa porta e em 2025 eu vou estar lá”, completou.

CONJUNTURA

Existe, atualmente, uma clara aproximação dos pedetistas com o MDB local. O nome do parlamentar, inclusive, foi especulado como um possível reforço para a legenda que mais vezes administrou a cidade e que tentará, em outubro, retornar à prefeitura. Entretanto, Souza explica que a boa relação se justifica por terem as mesmas intenções.

“Com base no que o MDB acredita, hoje, em relação ao atual governo, à estrutura administrativa… tanto o PDT se vê no projeto do MDB, como o MDB é bem-vindo ao projeto do PDT. Nós temos conversado bastante. Outras lideranças do PDT têm conversado com pessoas do MDB, para que possamos reforçar esse projeto, para apresentar essa alternativa pra Tijucas, para os eleitores e para aqueles que não querem a continuação do que está hoje na prefeitura”, explicou.

Tudo ou nada

Postado em 22 de fevereiro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo pessoal

Em alta nas casas de aposta para a sucessão do governo Eloi Mariano Rocha (PSD) está o vereador Rudnei de Amorim (PSD). O parlamentar cumpre seu segundo mandato, sempre como importante aliado da administração municipal, liderando por muitas vezes a base governista.

Com exclusividade ao Blog, Amorim garante que pretende, nos próximos meses, contratar uma pesquisa pré-eleitoral própria, comparando os números desta com a do prefeito – conforme antecipado na nota “Cultivo”.

A candidatura majoritária deve ser, de fato, a única opção. A avaliação do empresário é de que sua contribuição com o Legislativo já foi dada e, por isso, dificilmente, colocará novamente o nome à disposição da comunidade como vereador.

Desautorização

Postado em 12 de março de 2020
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Secretário de Organização do PT em Tijucas, o artista plástico Leandro Serpa contata o Blog para acrescentar à nota “De volta ao jogo“, de ontem, que “Roberto Vailati é figura histórica no partido e tem o respeito dos militantes, mas não tem participado das reuniões e nem mesmo faz parte da diretoria. Portanto, não tem autoridade formal, neste momento, para tratar de acordos políticos visando as eleições que se avizinham”.

Serpa diz, ainda, que “há uma direção eleita comprometida com a organização do PT” e com “a formação de um partido verdadeiramente de esquerda em Tijucas, que lute e defenda a causa dos trabalhadores”. O secretário informa, sobretudo, que “a questão eleitoral não está definida”, que existe “um grupo de trabalho para tratar da construção de uma chapa de candidatos a vereadores” e que, inclusive, “se debate a possibilidade de lançar candidatura própria na eleição majoritária”.

 

 

Time em campo

Postado em 8 de agosto de 2016
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Léo Nunes

De verde – e não poderia ser diferente –, o ex-prefeito Elmis Mannrich falou à militância do PMDB, sexta-feira (5), na convenção municipal do partido, sobre ter recebido um “chamado do povo” para disputar novamente a eleição majoritária em Tijucas com a coligação “Experiência e Trabalho”. Centenas de pessoas, entre partidários e simpatizantes, acompanharam o evento.

Depois de 12 anos, o PMDB volta a concorrer em chapa pura pela sucessão municipal. O vereador e candidato a vice-prefeito Edson Souza (PMDB) também esteve bastante festejado na ocasião. Outras cinco agremiações – PDT, PR, PSC, PSDB e PTB – oficializaram apoio ao projeto.

Martelo batido

Postado em 1 de agosto de 2016
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Consumado, aprovado e sacramentado. Presidente municipal do PT, o ex-vereador Adalto Gomes (C), ainda que houvesse relutado – porque queria figurar na cabeça –, decidiu recuar e concordou em formar dupla, como pré-candidato a vice-prefeito, com o professor Elói Mariano Rocha (PSD).

As partes se alinharam na sexta-feira (29) à noite, mas a oficialização da chapa deu-se no dia seguinte, com festa, na casa de campo do presidente municipal do PSD, empresário Jilson José de Oliveira, o Gil (D), no Sul do Rio, para a vice-presidente do PT, Cláudia Raitz Büchelle Furtado, para o engenheiro Sérgio “Coisa Querida” Cardoso, e para representantes dos dez partidos atualmente envolvidos na coligação.

Namoro novo

Postado em 15 de julho de 2016
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Dificilmente o PT continua na oposição, em Tijucas. O presidente municipal do partido e pré-candidato a prefeito Adalto Gomes não se entende mais com o empresário e também postulante à prefeitura Elson Junckes (PSDB). O tucano praticamente expulsou o petista do bloco oposicionista, anteontem, numa das reuniões do grupo.

Ontem, portanto, dois representantes do PT procuraram o ex-prefeito Elmis Mannrich, presidente do PMDB na Capital do Vale e pré-candidato no pleito majoritário que se avizinha, na intenção de propor uma aliança. Desde então, os petistas aguardam por uma posição.

Mannrich teria revelado aos proponentes que a coligação majoritária seria bastante difícil, uma vez que o PMDB tem uma situação encaminhada nesse sentido; mas não descartou a hipótese. O ex-prefeito, de incontestável habilidade política, porém, teria lançado uma contraproposta: a composição proporcional – que, no mínimo, engordaria consideravelmente a sua nominata de candidatos a vereadores com outra legenda de peso.

Alternativas

Postado em 3 de junho de 2016
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nas estâncias do PSD, agora, o ex-vereador Antônio Zeferino Amorim, popular Tonho Polícia, e o advogado Marcio Rosa são as opções para a disputa majoritária em Tijucas.

Uma pesquisa, que deve ir às ruas nos próximos dias, será termômetro para a escolha do representante do partido nestas eleições.