domingo, 3 de março de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Afunilamento

Postado em 21 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A velha guarda cola-branca de Tijucas se reuniu novamente na semana passada para tratar do futuro eleitoral do grupo. E, desta vez, com um dos pré-candidatos a prefeito governistas na lista de presenças.

Ainda sem a participação do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), empresários, apoiadores e investidores das campanhas colas-brancas convocaram o vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD) para a roda de discussões. E a decisão sobre a sucessão municipal, pelo menos para eles, parece estar tomada.

Uma pesquisa de intenções de votos teria sido apresentada e pautado o debate sobre as possibilidades do pleito. No levantamento, e a partir das observações do grupo, Cardoso teria as melhores chances de manutenção da prefeitura nas eleições que se aproximam. A preferência tem sido manifestada por figuras decisivas, como o ex-prefeito Uilson Sgrott, o médico Rogério de Souza, o administrador João Marini e o empresário Geremias Teles Silva.

DESDOBRAMENTO

Se por orientação ou coincidência, Mariano Rocha passou os dias seguintes com o adjunto a tiracolo, em visitas à rede municipal de ensino, na entrega de um veículo para a Secretaria de Assistência Social e em atos no gabinete.

Cláudio do PDT

Postado em 9 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

O vereador mais votado do último pleito e novo presidente do PDT em Tijucas, Cláudio Eduardo de Souza, assumiu, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, ontem, a pré-candidatura a prefeito nestas eleições. A predisposição, entretanto, foi provocada a partir da saída do candidato lançado pela legenda em 2020, Thiago Peixoto dos Anjos, que migrou para o PL.

Souza explicou que, antes da desfiliação do empresário, aparecia apenas como uma possibilidade – depois de ser lembrado em uma pesquisa espontânea. Entretanto, com a ida de Peixoto dos Anjos ao PL, sua pré-candidatura ganhou força.

“Hoje sou pré-candidato a prefeito pelo PDT. [Foi decidido] Com a saída do Thiago. Meu nome aparecia nas pesquisas. Algumas nem colocavam o nome, mas aparecia na espontânea. Por conta disso, as lideranças dos grupos de oposição começaram: ‘vem conversar também’. Até então, era isso”, disse.

Embora esteja disposto a concorrer na majoritária, o jornalista garante que pretende seguir o seu “propósito”, guiado pela fé que sempre o acompanhou. “Se eu precisar ser candidato a vereador novamente, eu vou entender e não vou ter uma frustração. Mas, hoje, eu estou pré-candidato a prefeito pelo PDT. Se precisar que eu recue, por alguma situação, eu vou recuar. Mas, se eu tiver a possibilidade e, com a fé que eu tenho, o homem [Deus] disser ‘és tu que vais fazer a diferença na vida do povo, Ele vai abrir essa porta e em 2025 eu vou estar lá”, completou.

CONJUNTURA

Existe, atualmente, uma clara aproximação dos pedetistas com o MDB local. O nome do parlamentar, inclusive, foi especulado como um possível reforço para a legenda que mais vezes administrou a cidade e que tentará, em outubro, retornar à prefeitura. Entretanto, Souza explica que a boa relação se justifica por terem as mesmas intenções.

“Com base no que o MDB acredita, hoje, em relação ao atual governo, à estrutura administrativa… tanto o PDT se vê no projeto do MDB, como o MDB é bem-vindo ao projeto do PDT. Nós temos conversado bastante. Outras lideranças do PDT têm conversado com pessoas do MDB, para que possamos reforçar esse projeto, para apresentar essa alternativa pra Tijucas, para os eleitores e para aqueles que não querem a continuação do que está hoje na prefeitura”, explicou.

Negócios e política

Postado em 13 de setembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Entre as milhares de pessoas que estiveram no tradicional rodeio do CTG Fazenda Silva Neto, na localidade de Moura, em Canelinha, no fim de semana, destacaram-se, num dos piquetes mais bem frequentados do evento, o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, e o ex-presidente da Santur (Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina) e candidato a deputado estadual Renê Meneses (REPUBLICANOS).

 

O encontro teve mediação do empresário Felipe Lemos, de Tijucas e radicado em São João Batista, que reuniu, ainda, o prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (REPUBLICANOS) e o vereador Wagner Simas (UNIÃO), de Canelinha, além de amigos e convidados pontuais, dos negócios à política.

 

Os gestos das mãos, a propósito, não deixam dúvidas: as eleições foram o assunto principal, com o governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS) seguramente muito prestigiado na roda de intenções.

Ao trabalho

Postado em 12 de janeiro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Conforme antecipado no Blog, a ex-vereadora Elizabete Mianes da Silva ingressou, neste ano, na direção geral da Câmara Municipal de Tijucas com aval do presidente, vereador Maickon Campos Sgrott (PP). E, anuentes, já definiram prioridades para a gestão da Casa do Povo.

Uma reforma nos fundos da sede do Legislativo tijuquense — onde se acumula a maior parte da história do parlamento em registros, ofícios e certidões — está nos planos. O local, dos mais importantes da Casa, está, segundo a direção, “em estado precário”. Passam, ainda, nas intenções da presidência, a digitalização integral de todos os documentos da Câmara e a revisão e readequação do Regimento Interno.

Sgrott, que iniciou o ano na Câmara e viajou em seguida, se reapresenta ao trabalho na próxima segunda-feira (17), mas a diretora, já estabelecida, cumpre expediente no cargo desde que foi nomeada.

Números à mostra

Postado em 27 de setembro de 2019
  •  
  •  
  • 42
  •  
  •  

O vice-prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) reuniu amigos, correligionários e curiosos, ontem, para divulgar os resultados de uma pesquisa pré-eleitoral para a concorrência majoritária de 2020 em São João Batista. Pré-candidato ao cargo máximo do município, ele, evidentemente — caso contrário, não teria publicizado o fato —, aparece com larga vantagem sobre o segundo colocado. No levantamento contratado, Pedroca teria 39% das intenções voto; enquanto o empresário Almir Manoel Atanázio dos Santos (PP), presidente do SincaSJB (Sindicato das Indústrias de Calçados de São João Batista) e conjecturado postulante à prefeitura, somaria 11% da preferência do eleitorado.

Outros nomes na pesquisa estimulada teriam sido, sequencialmente classificados, os dos vereadores Rúbia Tamanini Duarte (PSD), com 8%; Leôncio Cypriani (MDB), com 7%; Heriberto Eurides “Betinho” de Souza (CIDA), com 6%; e o presidente da Câmara, Eder Vargas (MDB), com 3%.

TRANSFERÊNCIA

Um dado, aliás, chamou a atenção. O instituto pesquisador, que monitora a cena em todo o território catarinense, revelou que o prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) seria capaz de transferir 46% do eleitorado, por indicação, para o sucessor. O índice foi considerado excepcional e jamais registrado em Santa Catarina.

Diplomacia

Postado em 26 de setembro de 2017
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Manifestos postulantes à sucessão do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD), o secretário municipal de Obras, Transportes e Serviços Públicos e vice-prefeito Adalto Gomes (PT) e o empresário e ex-prefeito Uilson Sgrott (DEM) vêm mantendo uma surpreendente cordialidade. Pelo menos, por enquanto.

Embora digam, convictos, a quem pergunta, que desejam concorrer à prefeitura em 2020 e conheçam as intenções um do outro –, Gomes e Sgrott convivem amistosamente, elogiam-se quando podem e seguem defendendo a mesma bandeira.

Recentemente, o vice-prefeito gravou em vídeo, e disseminou nas redes, um discurso de gratidão ao empresário pelo empréstimo de caçambas da TCA Transportes para a remoção de entulhos nas regiões centrais do município. O ex-mandatário não deixou por menos e fez questão de enaltecer as qualidades do presidente municipal do PT nos rodeios sociais da inauguração da rotatória da Avenida José Manoel Reis, semana passada.

Se as gentilezas e afabilidades continuarão pautando a relação entre eles, apenas o tempo é capaz de dizer. Em alguns meses, quando a lei do “quem pode mais, chora menos” prenunciar a iminência do período eleitoral, as belas e perfumadas flores de hoje podem vir carregadas de perniciosos espinhos.