sábado, 7 de dezembro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Braços dados

Postado em 4 de junho de 2019
Foto: Divulgação

A ex-prefeita de Bombinhas e deputada estadual Ana Paula da Silva continua ciceroneando mandatários da região – principalmente apoiadores da campanha em que se saiu vencedora, em 2018 – nas incursões ao governo estadual. Sexta-feira (31), ela acompanhou o prefeito de Porto Belo, Emerson Stein (MDB), em audiência com o secretário adjunto de Estado da Infraestrutura, Thiago Augusto Vieira.

Stein pleiteava um aditivo para a continuidade das obras de pavimentação da Avenida José Noeli Cruz, no Alto Perequê, e, diante da parlamentar bombinense, recebeu a confirmação de que os recursos devem ser liberados nos próximos dias.

Português e espanhol

Postado em 31 de janeiro de 2019
Foto: Divulgação

Única escola bilíngue do Brasil na esfera pública, o recém-inaugurado Centro de Educação Integral Leonel Brizola, em Bombinhas, vem recebendo todas as atenções. Nesta semana, o prefeito Paulo Henrique Dalago Müller (DEM) viajou a Brasília para tratar da sequência dos investimentos no educandário e da capacitação dos professores no idioma espanhol; e conseguiu mobilizar, inclusive, o governo estadual na tarefa.

O encontro foi acompanhado pela deputada estadual eleita Ana Paula da Silva (PDT), pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino, pelo embaixador da Espanha no país, Fernando Garcia, e pelo secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni.

Vira, virou!

Postado em 23 de outubro de 2018
Foto: Divulgação

As notícias de aproximação entre o PSL e o MDB na disputa do segundo turno da eleição para o governo estadual têm versões locais. O irreverente Carlos Alberto da Silva, popular Calinho da Nita ou Periquito Doido – em referência aos 35 anos de lealdade inabalada ao MDB em todas as esferas – registrou, no sábado (20), o pareamento com o presidente do PSL de Tijucas, Renato Sartori, na carreata em favor de Jair Bolsonaro (PSL) e Carlos Moisés da Silva (PSL) pela região.

Silva acompanhou Mauro Mariani (MDB) no primeiro turno, e agora, com os remanescentes Comandante Moisés e Gelson Merisio (PSD) no páreo, diz que é PSL desde criança.

Chapa dividida

Postado em 18 de outubro de 2018

O segundo turno da eleição para o governo do Estado trouxe um clima de desconforto para o paço municipal de São João Batista. O vice-prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) entrou em rota de colisão com o prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) ao manifestar, nas redes sociais e no calor da emoção, preferência por Carlos Moisés da Silva (PSL) no segundo turno, em detrimento da aliança municipal entre PSD e MDB.

Embora toda a bancada governista da Capital Catarinense do Calçado – inclusive os vereadores do próprio MDB – na Câmara Municipal tenha declarado apoio a Gelson Merisio (PSD) na prova final para o Executivo catarinense, a postagem de Pedroca inflamou os ânimos. A presidente do MDB municipal, Rosane Sartori Rosa, a propósito, continua pregando o respeito à confraria entre os partidos.

Secretária empenhada

Postado em 16 de maio de 2018

A secretária de Saúde do município de Canelinha, vereadora licenciada Neli Ferreira (MDB), é, certamente, peça fundamental no governo do prefeito Moacir Montibeller (MDB). Não fosse assim, o importe do município com ela, somente em ordenados, não seria maior que o dobro do montante que os cofres públicos da Cidade das Cerâmicas despendem com qualquer outro colegiado.

A conta é simples e rápida: enquanto um secretário municipal leva, em salários, cerca de R$ 60 mil anuais do tesouro canelinhense, a gestora da pasta de Saúde custa R$ 130 na folha de pagamentos do ano. Tudo porque o município precisa, para ter Neli na administração, pagar os vencimentos dela — de quase R$ 8 mil —, mais encargos sociais, ao governo estadual. Ela é professora, da Secretaria Estadual de Educação, a serviço do Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura) (?).

A situação da responsável pela Saúde canelinhense com o governo do Estado, neste momento, é de cessão ao município de Canelinha com “ônus”. Ou seja, a Secretaria Municipal de Saúde tem, por obrigação, que empenhar — ou devolver — R$ 130 mil aos cofres estaduais, já no início do ano, para poder contar com a vereadora licenciada no comando da pasta. Pois, então?!

Lá e cá

Postado em 10 de maio de 2018

Anteontem, o Tribunal de Justiça de Santa Catarina confirmou que o governo estadual pode construir, sim, uma central de triagem de presos em São José, na Grande Florianópolis. A decisão atendeu apelação da Procuradoria Geral do Estado e rejeitou o último recurso da prefeitura. O impasse já durava quatro anos.

A predestinada Tijucas, que deveria abrigar uma penitenciária industrial, continua resistindo firmemente. Graças à força-tarefa política montada em torno do tema. Mas nem se pode piscar!

Última chamada

Postado em 16 de fevereiro de 2018
Foto: Rosenildo de Amorim

O prefeito de Tijucas, Elói Mariano Rocha (PSD), esteve agora na transmissão do cargo de governador de Santa Catarina. O titular, Raimundo Colombo (PSD), acaba de passar o bastão para o substituto imediato, vice-governador Eduardo Pinho Moreira (MDB), que deve concluir a gestão 2015-2018 no comando do Estado.

Mariano Rocha aproveitou a solenidade para reforçar os pleitos de Tijucas no governo estadual. As promessas, sobretudo do repasse do Fundam (Fundo de Apoio aos Municípios), além das melhorias na segurança pública – com a instalação de uma guarnição especial da Polícia Militar na cidade – e na infraestrutura foram lembradas pelo mandatário tijuquense no último contato com Colombo na chefia do Executivo catarinense.

Negativa prevista

Postado em 27 de julho de 2017

O governo de Santa Catarina negou que tenha desistido da construção de uma penitenciária industrial em Tijucas. O posicionamento da administração estadual trazido à tona em reportagem do Jornal Razão, ontem teve efeitos aterradores na população. Na segunda-feira (24) à tarde, o deputado federal João Rodrigues (PSD-SC) garantiu, em coletiva de imprensa na prefeitura, que o Estado havia decidido recuar, e que a Capital do Vale estaria livre desse problema.

Na prefeitura, porém, há certa tranquilidade. O parecer oficial do governo estava previsto. Na conversa entre o parlamentar e o governador Raimundo Colombo (PSD), testemunhada por integrantes da administração municipal, essa postura havia ficado sublinhada. “O governador adiantou que não recuaria oficialmente para não prejudicar a negociação com outros municípios, mas garantiu ao deputado, na nossa frente, que a penitenciária não seria mais construída em Tijucas”, revela, com exclusividade ao blog, um dos espectadores do diálogo.

Ontem, entretanto, enquanto a desconfiança pairava em Tijucas, Rodrigues enviava recortes de jornais do Estado para amigos tijuquenses. As notícias faziam referência ao acordo entre o governo estadual, o Ministério Público, o Tribunal de Justiça e a prefeitura de São José para a construção de uma unidade prisional no município.

Rei sem coroa

Postado em 25 de abril de 2017

Poucos sabem, mas o ex-prefeito Elmis Mannrich não responde pela presidência do PMDB de Tijucas, pelo menos oficialmente, desde 20 de março. De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o ex-vice-presidente Délcio Bólico é quem atende, agora, no posto máximo no diretório municipal do partido.

Fontes do blog, ligadas ao ex-mandatário tijuquense, informam que a mudança se fez por exigências do Governo Estadual, para que Mannrich mantivesse o cargo na diretoria técnica da Aresc (Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina). Faltam detalhes, porém, para afirmar que a imposição tenha sido estatutária, baseada em requisitos legais – ou meramente política.

Brasília nos planos

Postado em 24 de abril de 2017

Ex-secretário regional Jones Bosio, que marcou uma época em que o Governo Estadual mais se aproximou do Vale do Rio Tijucas nos seguidos mandatos de Raimundo Colombo (PSD) – cite-se, por exemplo, a revitalização da EEB Cruz e Sousa, em Tijucas, e as ordens de serviço, assinadas também em Tijucas, para as melhorias na SC-410 –, vem revelando aos amigos que pretende concorrer à Câmara Federal em 2018.

Recentemente, nas eleições municipais de 2016, Bosio concorreu à prefeitura de Brusque pelo DEM e ficou em segundo lugar – entre sete candidaturas majoritárias – com 11.447 votos.