sexta-feira, 13 de dezembro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Oportunidade

Postado em 25 de novembro de 2019

Criminalista gabaritado, o tijuquense Marcio Rosa procura um jovem advogado — ou advogada — com inclinação e talento nas causas cíveis e criminais para compor o time da Reinert Calil Advogados e dividir a demanda.

Ele diz que seria “uma grande oportunidade para quem pretende se firmar na advocacia”, porque o escritório que representa “é um dos mais respeitados da região”. E que, quem estiver disposto e souber unir responsabilidade e entusiasmo, pode procurar a Reinert Calil, conversar, e se apresentar para o trabalho.

Paço verde

Postado em 31 de julho de 2018

As bandeiras partidárias, definitivamente, não interessam ao prefeito Elói Mariano Rocha (PSD). Cercado de emedebistas – alguns mantidos e outros acolhidos –, o mandatário tijuquense parece mais empenhado na gestão técnica do que na interação política. E pode ser um marco na história das administrações públicas em Tijucas. Nos próximos momentos, o clã periquito deve ser robustecido na estrutura municipal.

Formada nos governos do MDB em Tijucas, com maior notoriedade na gestão de Valério Tomazi (MDB), entre 2013 e 2016, a competente advogada Lélia Regina Campos de Oliveira Ternes volta à prefeitura da Capital do Vale para assessorar juridicamente a administração municipal e, mais precisamente, a Secretaria de Administração e Finanças, onde há maior demanda na área em que atua. Neste momento, a jurista ainda serve ao governo de Moacir Montibeller (MDB) em Canelinha, onde, inclusive, começou, em 2017, como chefe de gabinete.

Folha inflada

Postado em 25 de julho de 2017

Diz o Diário Oficial de sexta-feira (21) que a Câmara Municipal de Tijucas iniciou processo para a contratação de outros dois servidores. Atualmente, a estrutura do Legislativo do município opera com 32 funcionários; que passariam a ser 34 depois de efetuadas as pretendidas convenções.

Num rápido comparativo com as Casas do Povo na região, conclui-se que a da Capital do Vale é, de longe, a mais populosa. De acordo com os registros oficiais, Canelinha e Nova Trento têm, cada uma, apenas seis servidores no Poder Legislativo municipal; enquanto a Câmara de São João Batista mantém sete funcionários. Pois, então?!

Blitz

Postado em 4 de maio de 2017

Dizem os dicionários que motorista é “característica de alguém cuja capacidade permite conduzir veículos automotores”; e segundo a legislação, essa capacidade é comprovada única e exclusivamente com a CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Se a administração municipal de Nova Trento houvesse seguido a regulamentação, jamais teria mantido um servidor público sem a carta de condutor, por 18 anos, efetivo no cargo de motorista.

A descoberta partiu do setor de Recursos Humanos da prefeitura, e gerou um processo administrativo. De acordo com o jornalista Jonas Hames, da Rádio Super – 99,9 FM, que publicou o caso em primeira mão no site da emissora, os detalhes da contratação do servidor estão sendo apurados, e seu destino será decidido por uma comissão nos próximos dias.

Pressão colossal

Postado em 29 de março de 2017

Desde que se soube da contratação jamais oficializada do ex-vereador Eder Muraro (PSD) pelo gabinete do deputado estadual Jean Kuhlmann (PSD), as coxias da Assembleia Legislativa de Santa Catarina viraram um pandemônio. Os empecilhos, que inicialmente eram, de fato, burocráticos, se agravaram com as diligências de adversários políticos e argutos defensores da moral e dos bons costumes à cúpula do parlamento catarinense com clamores insistentes pela cabeça do ex-presidente da Câmara Municipal de Tijucas.

Ontem, entretanto, Kuhlmann que havia programado a admissão do tijuquense para 1º de abril jogou a toalha. As pressões foram maiores que a necessidade de contar com Muraro na secretaria parlamentar e na formação de um aprisco eleitoral no Vale do Rio Tijucas. A nomeação, portanto, está definitivamente cancelada.

Houve quem levasse, inclusive, reportagens da RBS TV sobre a propalada Operação Iceberg ao comando da Alesc para engrossar os argumentos nas súplicas de negação ao ex-vereador.