domingo, 14 de julho de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Microfone aberto

Postado em 12 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O radialista Jonatam Cordeiro, de São João Batista, não tem dúvidas e garante que é pré-candidato a prefeito. Dias atrás, a propósito, o comunicador recebeu o aval da executiva estadual do REPUBLICANOS para seguir na construção de um projeto próprio, até a definição de uma eventual conjuntura.

Embora a legenda tenha passado recentemente por mudanças no comando em Santa Catarina, que a colocaram na “órbita” do PL – liderado na Capital Catarinense do Calçado pelo empresário Felipe Lemos -, existem, ainda, lideranças ligadas ao prefeito Pedro Alfredo Ramos, do MDB, e ao ex-prefeito Daniel Netto Cândido, do PSD.

Cordeiro, entretanto, afirmou em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, ontem (11), que o REPUBLICANOS batistense buscará a participação em um projeto “vitorioso” e ponderou que existem chances reais para o êxito eleitoral.

“Buscamos um projeto vencedor. Sempre fui MDB e a minha saída foi justamente para buscar meu espaço. Estamos vendo o cavalo passar encilhado, com uma possibilidade real. Formamos um grande time, temos o aval do conselho do Estado e as pesquisas vão apontar qual será o nosso caminho”, explicou o radialista.

SEM PROBLEMAS

O locutor avalia ainda que a proximidade com o atual mandatário, de quem foi coordenador de Comunicação e Imprensa no início da gestão, não seria um empecilho para um futuro confronto nas urnas e deixou aberta a possibilidade de uma conjuntura.

“Tenho um grande respeito e tenho ele como um amigo que quero levar pra vida. O Pedroca, de onde saiu e o que se tornou como empresário, vice-prefeito e prefeito, chegou a um patamar muito alto. Deixará um legado inquestionável. Mas, temos divergências de ideias. Estamos seguindo um caminho e podemos conversar com todo mundo. Não tenho problema político com ninguém”, ponderou.

Mesa cheia

Postado em 11 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Lideranças da velha-guarda e com vasto histórico de contribuições ao MDB de Tijucas foram convocadas para colaborar com a construção do projeto de retomada da prefeitura, encabeçado pelo pré-candidato emedebista, Elmis Mannrich

O grupo se reúne sistematicamente para alinhar estratégias e metodologias de trabalho. Os participantes convidados, a propósito, tem experiência em pleitos municipais e, por isso, receberam o chamado de Mannrich. 

Nesta semana, o partido organizou um encontro com presenças como as do ex-secretário municipal e advogado Celso Leal da Veiga Júnior, o ex-prefeito Valério Tomazi, e os ex-vereadores Neri José Martins, Elói Pedro Geraldo e Gerson Henrique Marcelino.

Trunfo surpresa

Postado em 9 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Filho do notável empresário Laudir José “Alemão” Kammer, o ex-vereador Leonardo Kammer (PODEMOS) pode ser a carta na manga do prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) para a construção de um projeto próprio e independente.

Pedroca convidou o herdeiro da família Kammer para uma futura conjuntura, na tentativa de alcançar a reeleição. Léo, a propósito, já se apresenta como um pré-candidato à vice-prefeitura, em eventual chapa encabeçada pelo próprio mandatário.

Em entrevista ao programa Na Boca do Povo, ancorado pelo radialista Sílvio Eccel, da Rádio Clube, o ex-parlamentar batistense confirmou o convite e avaliou que o gesto é uma forma de agradecer ao pai pela participação na vitoriosa eleição de 2012.

“Meu pai foi o candidato, era o prefeito que todo mundo votava. Esse convite veio como uma gratidão ao meu pai, por ter colocado o MDB novamente na administração pública. Todo mundo sonhava em ver meu pai na prefeitura, então acho que esse convite é uma forma de reconhecimento pelo que ele fez. Ficamos gratos com esse convite”, revelou Kammer.

INDEPENDÊNCIA

O mandatário batistense garante que tentará a reeleição, embora parte da executiva emedebista defenda uma conjuntura com o ex-prefeito Daniel Netto Cândido (PSD), que também pretende concorrer ao cargo.

A aproximação e a oficialização do convite para a candidatura à vice-prefeitura pode indicar a escolha por um caminho independente do ex-prefeito. A confirmar.

Limpeza de caixa

Postado em 4 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O gradil do Parque Municipal e a doação do terreno da extinta Buettner S/A para que a Calçados Ala se instalasse em Canelinha, celebrados na gestão do ex-prefeito Moacir Montibeler (MDB), transformaram-se em dor de cabeça para o atual mandatário, Diogo Francisco Alves Maciel (PL). Nesta semana, órgãos judiciais e TCE (Tribunal de Contas do Estado) condenaram o município ao pagamento – ou ressarcimento – de valores na casa dos R$ 2,5 milhões em face das duas obras.

A primeira, na ordem de R$ 110 mil, deve ser depositada na conta do Salário-Educação, de onde, segundo o inquérito, teriam sido arredados os recursos para construção do cercado do parque. E a outra, para compensação financeira da Buettner, que cobrou a conta judicialmente e ganhou duas causas de R$ 617 mil e R$ 1,75 milhão. O município já foi comunicado.

Terceira via

Postado em 4 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O PT de Nova Trento pretende lançar um candidato à prefeitura nas eleições municipais de outubro. O partido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem promovendo reuniões e encontros com o intuito de organizar uma chapa para o pleito.

Ao que tudo indica, o nome favorito para representar o grupo é o do secretário do PT neotrentino, Celso Greef. A legenda deve colocar outros dois nomes à disposição dos eleitores para a disputa de uma cadeira no Poder Legislativo.

Há poucos dias, o deputado estadual Padre Pedro Baldissera esteve na cidade de Santa Paulina para ajudar na construção do projeto e se comprometeu a contribuir com a candidatura petista.

Benefícios

Postado em 18 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

A deputada estadual Ana Paula da Silva (PODE), de Bombinhas, destinou R$ 250 mil em emendas parlamentares para Esporte e Educação de Tijucas. Os recursos foram liberados na última sexta-feira (14) e já podem ser usados pelo município.

Parte do valor, estimado em R$ 150 mil, será utilizado para custear e garantir a continuidade das atividades nas escolinhas esportivas, que atende gratuitamente a crianças e adolescentes. O restante atenderá à demanda de ampliação da infraestrutura educacional, como construção de novas salas de aula.

“Investir em educação e esporte é essencial para o desenvolvimento dos nossos jovens e da comunidade. Estou empenhada em assegurar que esses recursos sejam utilizados de maneira eficiente, beneficiando a população de Tijucas,” afirmou Paulinha.

Mais próximos

Postado em 3 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

As conversas entre o MDB e o PL tijuquenses se intensificaram nos últimos dias. As orientações têm partido de cima, com a bancada emedebista na Assembleia Legislativa e o governador Jorginho Mello na mesa das discussões.

Um dos principais entusiastas do acordo vem sendo o deputado estadual Emerson Stein (MDB), de Porto Belo, por acreditar que Tijucas tem potencial eleitoral muito interessante para o futuro de ambas as legendas.

Não se tem detalhes, entretanto, que os pré-candidatos a prefeito das duas agremiações – Elmis Mannrich (MDB), Cláudio Eduardo de Souza (MDB), Fernando Fagundes (PL), Thiago Peixoto dos Anjos (PL) e Sidney Machado (PL) – mantenham a mesma linha de diálogo entre si. Mas, as informações mais recentes dão conta do desejo de construção conjunta com participação do Estado.

PROFECIA

Semanas atrás, a propósito, Mannrich, principal liderança do MDB municipal e postulante à prefeitura, revelou ao Blog que aguardava uma definição no PL local para reavaliar o cenário e programar os próximos movimentos. O que indica, evidentemente, que o ex-prefeito não seria resistente à aliança.

Alfinetadas

Postado em 7 de maio de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em época de ânimos acirrados, basta uma publicação bem apimentada para render um bate-boca pré-eleitoral. Dias atrás, aliás, em Tijucas, a secretária de Educação, Fabrícia Mathias, ficou enfurecida com uma alfinetada do vereador de oposição, Esaú Bayer (PL).

O gatilho para o descontentamento foi uma publicação do parlamentar, registrando, com doses de ironia, a ausência de trabalhadores na obra do Centro Infantil do bairro Praça, uma das mais pomposas da atual administração. Segundo a denúncia, nenhum operário esteve na construção no último mês.

Em seu texto, Bayer alfinetou: “Devem ter ido ao show da Madonna”, escreveu, em alusão à apresentação da artista estadunidense, em Copacabana. A comandante da Educação não gostou e respondeu ao post, classificando-o como uma “politicagem barata e desnecessária”, além de uma “falta de respeito” com os profissionais da pasta. O assunto, nos grupos de conversação online, rendeu, claro.

Menos mal

Postado em 9 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Nem tudo são perdas no estratagema do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) para o pleito de outubro. O bálsamo nas escoriações do partido pode ter sido o ingresso do empresário Paulo Sérgio Pinto, popular Galinha, nas fileiras peessedistas nesta janela.

Ele chega para contrapor a filiação do sogro, ex-vereador Antônio Zeferino Amorim, o Tonho Polícia, ao MDB e para, momentaneamente, reequilibrar Mariano Rocha na corda bamba do PSD catarinense.

Alguns apoiadores do mandatário tijuquense, inclusive, já defendem a hipotética candidatura de Galinha a vice-prefeito, em chapa com o predileto do governo, vereador Maickon Campos Sgrott (PP). “Melhor que a Paulinha (Paula Regina da Silva, secretária de Cultura, recém-filiada ao UNIÃO BRASIL e especulada pré-candidata a vice-prefeita no dueto situacionista), que tem muita rejeição”, comenta um porta-voz de Mariano Rocha ao Blog.

Caso decida apostar no empresário, o prefeito minimizaria, pelo menos por ora, a enxurrada de críticas e cobranças que vem recebendo de correligionários por não ter sustentado uma opção do PSD na construção da chapa governista à sucessão.

Nova troca

Postado em 6 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

“A minha vida partidária é uma tragédia”. A frase, promulgada há quase quatro anos pelo presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgota), Luiz Rogério da Silva, de Tijucas, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, nunca fez tanto sentido quanto agora.

Isso porque, em novembro passado, os noticiários tijuquenses reportavam o retorno do ex-vice-prefeito ao PSDB, com pompa e circunstância, na condição de presidente da legenda. Recentemente, em nova participação no Talk Show político, Rogerinho explicava as articulações para o fortalecimento do grupo.

Cinco meses após o retorno, o agora ex-presidente anuncia a saída do partido. Ontem (5), ele assinou a ficha de filiação ao UNIÃO BRASIL. O movimento, especula-se, tem vistas no pleito eleitoral de outubro, mais precisamente na construção de uma chapa majoritária.

Embora ainda não exista uma justificativa clara para a troca de legenda, pode-se resgatar uma outra frase dita ao LINHA DE FRENTE, em 4 de junho de 2020. “Eu nunca pensei, em momento algum, em um partido. Nunca tive um time. No futebol até tenho, sou botafoguense. Mas, na política, eu gosto dos amigos”, afirmou Silva.

Errata: Na chamada para o texto, citamos erroneamente que Rogerinho presidiu o PSDB municipal por sete meses. A regência, na verdade, durou cinco meses.