terça-feira, 23 de abril de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Mudar faz bem

Postado em 2 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Recentes movimentos levam a crer que o vereador José Roberto “Betinho” Giacomossi, de Tijucas, está de malas prontas para deixar o PSD. O primeiro parlamentar eleito pela legenda na história do município estaria, segundo fontes próximas, decidido a pedir a desfiliação.

Os motivos específicos ainda permanecem no campo da especulação. Um deles, porém, seria o desgaste da relação com o partido. Afinal, Giacomossi concorreu três vezes consecutivas (2012, 2016 e 2020) usando o 55 nos santinhos.

O ex-superintendente da Fundação Municipal de Esportes estaria, inclusive, repensando a candidatura. Fatores de cunho pessoal seriam empecilhos, mas que ainda dependem de avaliações profundas.

RÁPIDO E RASTEIRO

O Blog apurou que grupos políticos da Capital do Vale, cientes da possível – ora provável – saída, já teriam iniciado as tratativas com Giacomossi. O principal interessado é o PL e as primeiras investidas teriam partido do colega de parlamento e pré-candidato liberalista à prefeitura Fernando Fagundes.

Aumento de capital

Postado em 21 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: PL Santa Catarina

Os esteios do PL tijuquense foram fortalecidos, ontem, com as adesões de três outras importantes lideranças da política local.

Com aval do governador Jorginho Mello e moldura da regência municipal do partido, o ex-vereador e ex-vice-prefeito Ailton Fernandes, o empresário Rafael Souza, da Cacau Show, e o administrador Bruno Bordin, da Manecar Veículos, passaram a integrar o movimento liberalista de Tijucas.

PADRINHOS

Souza chega em apoio ao primo, vereador e pré-candidato a prefeito Fernando Fagundes, a quem vinha manifestando defesa irrestrita no conturbado litígio que culminou com a saída do MDB, partido comum da família, cujo avô José João Souza foi um dos fundadores na Capital do Vale e o pai, vereador Edson José Souza, recordista de legislaturas na Câmara Municipal.

O ingresso de Bordin, entretanto, teve abonação de outro pré-candidato a prefeito da legenda: o empresário Thiago Peixoto dos Anjos, ao lado de quem concorreu na eleição majoritária de 2020 e alcançou, como candidato a vice-prefeito, a expressiva marca de 4.238 votos.

LEVE E SOLTO

Vereador por cinco legislaturas consecutivas e vice-prefeito entre 2013 e 2016, Fernandes traz ao PL a experiência e passagens marcantes nas duas principais correntes da política municipal. Foi um ilustre cola-branca e eleito ao Executivo em chapa com o MDB.

Não participava do movimento político desde 2016, embora ostente eleitorado fiel e poderio econômico, e vinha sendo pouco lembrado nas investidas de Eloi Mariano Rocha (PSD) e Elmis Mannrich (MDB), que lideram as frentes tradicionais do pleito. A reverência – e celebrada conquista – coube à sugerida “terceira via”.

A postos

Postado em 17 de janeiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Os encontros entre o empresário Laudir “Alemão” Kammer e o ex-vereador Leoncio Paulo Cypriani têm sido cada vez mais frequentes. Entre um brinde e outro, a política de São João Batista se destrincha.

Sempre que as eleições se aproximam, Kammer passa a receber convites e investidas para a disputa da prefeitura. E nunca escondeu que gostaria de viver essa experiência. A candidatura de 2012, interrompida na véspera do pleito, quando os prognósticos anunciavam a vitória, permeia a roda de discussões toda vez que a possibilidade ressurge.

Cypriani, o mais votado da história da região para o Legislativo municipal – em 2016, com 1.516 votos – cumpre expediente na prefeitura de Nova Trento, como assessor jurídico do gabinete do prefeito Tiago Dalsasso (MDB), mas também poderia concorrer ao paço batistense.

Quem frequenta o mesmo ambiente, garante: “estão alinhados, e a possibilidade de participação direta de ambos no pleito de 2024 é muito grande”. Pois então?!

Contraponto

Postado em 16 de maio de 2019
  •  
  •  
  • 16
  •  
  •  

Sobre a nota “Casaca virada“, de anteontem no Blog, o ex-diretor de Trânsito e Transportes do município Alvino Aurélio Müller diz que admira a administração do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) e que não se vinculou ao MDB ou a qualquer outro partido. Ele reforça, ainda, que passou a residir em Brusque, e que já efetuou a transferência do título de eleitor para a Cidade dos Tecidos.

Müller confirma que recebeu investidas de oposicionistas, mas que rejeitou todas enfaticamente. O sargento de reserva da Polícia Militar explica que deixou o comando da Ditran (Diretoria de Trânsito e Transportes) apenas porque decidiu se dedicar integralmente à família. “Tenho outros propósitos. Quero cuidar da minha filha e da minha mulher, e de política eu quero distância”, conclui.

Teimosia

Postado em 8 de fevereiro de 2019
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em visita à prefeitura de São João Batista, dias atrás, o deputado estadual Ricardo Alba (PSL) – o mais votado para o parlamento catarinense nas eleições de 2018 – recorreu à insistência para que o prefeito Daniel Netto Cândido (PSD) se filiasse ao PSL.

Foram quatro investidas, todas na presença dos representantes da legenda na Capital Catarinense do Calçado, que apenas observaram. O mandatário batistense chegou a ficar constrangido, já que é um dos bastiões do PSD no Vale do Rio Tijucas e mantém relação estreita com a cúpula do partido em Santa Catarina, presidida por Gelson Merisio, a quem acompanhou fielmente na disputa pelo governo estadual, ano passado.