domingo, 14 de julho de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Acordo progressista

Postado em 3 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas | Arquivo

Martelo batido. Caso o PP tenha candidato a prefeito em São João Batista, o nome do empresário e ex-vereador Fábio Norberto Sturmer, popular Fábio da Ravel, é o que estará na urna.

A questão foi fechada ontem, e precisou que o vereador Mateus Galliani retirasse oficialmente a pré-candidatura. Os progressistas mantiveram conversas constantes por uma semana antes de chegarem ao consenso.

De agora em diante, conforme as deliberações internas, Sturmer se licencia da presidência do PP batistense a fim de tratar exclusivamente da pré-campanha e das particularidades eleitorais. Galliani, o vice-presidente municipal do partido, assume automaticamente o posto.

Com essa definição, o bloco de oposição tem agora três nomes dispostos à disputa majoritária: Fábio da Ravel (PP), Juliano Peixer (UNIÃO) e Felipe Lemos (PL). Destes, dois formam a chapa oposicionista com o aval – por ora – de PSB e PODEMOS e a bênção da principal liderança do grupo, ex-prefeito Aderbal Manoel dos Santos (PP).

Corrida educacional

Postado em 17 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

Conscientizar politicamente a população de Porto Belo é a principal meta da professora e advogada Rosana Schlichta (PSB). O grupo avalia que a estratégia permitiria um melhor debate de ideias e, automaticamente, a adesão de eleitores na corrida pela prefeitura.

Em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, quinta-feira passada (13), a peessebista explicou que vem buscando a participação de “eleitores conscientes”, mas que atuará para educar quem ainda não conhece os trâmites da política.

“Essa é a arma que a gente tem. Queremos levar uma conscientização política. A partir do momento que as pessoas entendem, elas começam a decidir de uma forma melhor. Quando você leva o conhecimento político, de como é, de como funciona, como se lida nesse ambiente… É o debate de ideias. As pessoas vão ter que decidir o que é melhor pra elas”, disse.

LEMBRANÇAS

Embora represente uma frente com ideologias alinhadas à esquerda, em um município com eleitorado mais conservador e próximo das pautas direitistas, Rosana Schlichta acredita que o portobelense conseguirá deixar de lado a divisão nacional nas urnas.

“Porto Belo já foi comandada pelo Evaldo (Guerreiro, do PT). As pessoas lembram dele, que ele fez seis postos de saúde. Isso é o Estado. Ele zerou vaga de creche. É isso que pensamos. As pessoas começam a refletir. Acredito que em Porto Belo é diferente, porque as pessoas estão mais preocupadas com o dia a dia”, pontuou.

Disposto

Postado em 10 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

O descontentamento com os rumos de São João Batista, sobretudo nos últimos 12 anos, fizeram com o que o ex-vereador e empresário Fábio Norberto Sturmer (PP) colocasse o seu nome à disposição do grupo oposicionista para concorrer à prefeitura em outubro.

Fábio da Ravel – como ficou conhecido -, avaliou em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, na última quinta-feira (6), que a Capital Catarinense dos Calçados pouco se desenvolveu na última década, enquanto outras cidades do Vale do Rio Tijucas estariam crescendo em “ritmo acelerado”.

“Me coloquei à disposição como pré-candidato a prefeito por não concordar com as gestões dos últimos 12 anos e pelo o que a nossa cidade está vivendo. Há 20 anos, o Vale do Rio Tijucas viu São João Batista crescer de forma acelerada. Mas, nesses últimos anos, foi deixado um legado muito ruim. Nossa cidade vem sofrendo. Hoje Canelinha, Tijucas e Nova Trento estão em ritmo acelerado, enquanto São João Batista anda pra trás”, explicou.

ARTICULAÇÃO

O empresário pontuou ainda que o projeto oposicionista tem crescido diariamente com a especulada – ora provável -, aliança com PL, do empreendedor Felipe Lemos, e do UNIÃO BRASIL, liderado pelo ex-vereador Juliano Peixer, que pode contar ainda com PODEMOS e PSB, mas também pela adesão popular.

“A cada dia que passa o grupo vem aumentando, as pessoas vêm aderindo e entendendo o projeto que temos pra cidade. Não é algo forçado. As pessoas estão vendo a mudança que precisa pra cidade. Manter quem está há 12 anos é seguir como está. Acredito que já deu o tempo deles”, frisou o ex-vereador.

Aposta

Postado em 4 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo | Linha de Frente

O advogado e ex-vereador Leoncio Paulo Cypriani desafiou o presidente do MDB de São João Batista, Anderson Dalsenter, a superar o seu PSB na conquista de cadeiras na Câmara Municipal nestas eleições. E registrou publicamente que apostaria R$ 100 mil no resultado.

Dentre os possíveis candidatos ao parlamento municipal, o Partido da Pombinha apresentaria, além de Cypriani, eleito em 2016 no MDB com a maior votação da história da Capital Catarinense do Calçado – 1.516 votos –, o ex-prefeito Jair Sebastião “Nonga” de Amorim.

Na calculadora, o jurista e presidente municipal do PSB estima que o partido eleja entre dois e três vereadores. Número, na projeção que faz, que o MDB não alcançaria.

DESFORRA

As rusgas entre Cypriani e Dalsenter envolvem ainda o ex-prefeito Daniel Netto Cândido (PSD), que firmou aliança com a claque emedebista no município.

O ex-vereador garante que, independentemente dos ressentimentos com o MDB, prefere as trincheiras opostas a Cândido sob qualquer circunstância.

O presidente municipal do PSB aguarda a definição das conjunturas e postulações para decidir que caminho tomar. E projeta que, caso o ex-prefeito retome o comando do município, seria um “Leão” na Câmara durante a próxima legislatura.

Número crescente

Postado em 15 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Na oposição do governo de São João Batista o que não faltam são pré-candidatos à prefeitura. Embora nomes como o do empresário Felipe Lemos (PL) e dos ex-vereadores Fábio Norberto Sturmer (PP) e Juliano Peixer (UNIÃO) se destaquem, as apostas não param por aí.

Na coalizão PL/PP/UNIÃO/PODE, que pode ter a adesão de outros partidos – como o REPUBLICANOS, por exemplo –, apresentam-se ainda como opções os vereadores Gustavo Grimm (PL), Mário Teixeira (PL), Mateus Galliani (PP) e Elisandro dos Santos (PODE).

Soma-se ao grupo, caso o PSB seja acoplado, o nome do advogado e ex-vereador Leôncio Paulo Cypriani, atual assessor jurídico do gabinete do prefeito Tiago Dalsasso (MDB), em Nova Trento.

A postulação da vez, no entanto, seria a do ex-vereador Leonardo Kammer, o Léo, filho do notável empresário Laudir José Kammer, o Alemão, que tem capital político e econômico capazes de mudar os rumos do pleito batistense. Filiado ao PODEMOS e com pretensões claras de concorrer ao cargo máximo do município, o jovem ex-parlamentar garante que teria, atualmente, uma das menores rejeições do grupo.

Vias variadas

Postado em 8 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Atendendo ao prazo de desincompatibilização para quem pretende concorrer a uma cadeira no Legislativo, em outubro, o prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (PL) assinou a exoneração de dois secretários e de outros quatro coordenadores que compõe a administração municipal.

Os substitutos, aliás, já foram anunciados. Um deles, em especial, chamou mais atenção. O vereador suplente Eduardo Furtado – que fez parte de três legislaturas no parlamento municipal -, passa a responder, a partir de agora, pela secretaria de Assistência Social, Habitação e Desenvolvimento Econômico.

Em sua primeira participação eleitoral, Furtado alcançou uma das cadeiras da Câmara, em 1982, pelo antigo PDS – hoje PP. Seis anos depois, tentou a vice-prefeitura, em chapa com João Dias (PFL), mas sem êxito. Em 2008, retornou ao cenário político e conquistou uma vaga na Câmara, novamente pelo PP. Mais tarde, presidiu o parlamento municipal.

CONTRAMÃO

Em 2016, Furtado – depois de um período na regência local do PP -, decidiu deixar a legenda e se filiou ao PSB, onde concorreu novamente à vereança, mas, desta vez, coligado ao MDB, de Moacir Montibeler, adversário de décadas. A mudança, à época, foi motivada pela não indicação do então prefeito Antônio da Silva (PP) ao projeto de sucessão, já que o candidato governista, naquele ano, foi Eloir João “Lico” Reis (então no PSDB).

Ao lado de Montibeler, Furtado venceu os ex-aliados e, como prêmio, foi alçado à diretoria do Semais (Serviço Municipal de Água, Infraestrutura e Saneamento). Para provar a fidelidade e lealdade ao mandatário, filiou-se ao MDB e concorreu, outra vez, ao Legislativo, mas atingiu apenas a suplência.

TERCEIRA VIA

Furtado chega à denominada “terceira via” com vasta experiência em processos eleitorais, com passagens, inclusive, pelos dois mais tradicionais movimentos políticos do município. O que pode, certamente, ser um trunfo a mais para o projeto de reeleição de Alves Maciel.

Reaparecimento

Postado em 19 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas | Arquivo

Que ninguém se surpreenda caso o advogado e ex-vice-prefeito Roberto Carlos Vailati ressurja no jogo político de Tijucas nos próximos momentos. O atual presidente do PSB local, de acordo com fontes precisas do Blog, teria interesse, mais uma vez, no encaminhamento eleitoral da cunhada Maria Edésia da Silva Vargas, a Déda, mas agora em projeto amplamente audacioso.

A diretora do Procon municipal manifestou, tempos atrás, desejo de concorrer à prefeitura nestas eleições. Se por impulso ou orientação, sabe-se apenas que a ex-vereadora ganhou respaldo, inclusive, no PT tijuquense, especialmente com a mudança de comando e a chegada do irmão, Adenio da Silva, na secretaria de Formação do partido.

Vailati, que mantem o controle do PSB e teria atuado decisivamente para a tomada do PT no município, estaria projetando um bloco alternativo para a disputa do pleito de outubro. Especuladas divergências com o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), de quem vem se distanciando gradativamente, corroboram com essa sugerida proposta de independência eleitoral.

ISOLAMENTO

Negociações com as demais correntes do município, entretanto, enfrentariam grandes barreiras. Pesariam contra o ex-vice-prefeito as rusgas do passado e a ideologia das bandeiras que defende.

Uma conjuntura com o MDB – que foi bem-sucedida em 2004 – esbarraria na péssima relação entre Vailati e o ex-prefeito Elmis Mannrich, presidente municipal do partido e pré-candidato emedebista à prefeitura.

Com o PL, no entanto, as chances de acerto seriam ainda menores por conta da pauta nacional e da rivalidade extremada entre movimentos de esquerda e direita.

Juntos outra vez

Postado em 19 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) de Tijucas, Luiz Rogério da Silva, e o ex-senador da República, Dário Berger, estão novamente juntos em uma legenda política. A relação próxima da dupla foi evidenciada, mais uma vez, ontem, com o anúncio da filiação do ex-prefeito de Florianópolis e de São José ao PSDB.

Em novembro passado, o Blog havia antecipado que o tijuquense, antes de confirmar o retorno ao ninho tucano, consultou Dário e o irmão, Djalma, com quem nutre longa amizade. Naquele momento, a saída dos Berger do PSB era dada como certa e Rogerinho, então, antecipou a desfiliação para assumir a regência local do partido.

Dário Berger, segundo a imprensa especializada da Capital do Estado, pretende disputar, outra vez, a prefeitura de Florianópolis, cidade que governou em duas oportunidades, entre 2005 e 2012. A primeira, inclusive, pelo próprio PSDB.

EM TEMPO

Rogerinho é o convidado desta quinta-feira (21) do programa LINHA DE FRENTE. Na pauta, a reorganização do PSDB na Capital do Vale, os movimentos e as análises para o pleito municipal de outubro. Não perca!

União oficial

Postado em 18 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Os vereadores Maurício Poli e Cláudio de Oliveira assinarão, logo mais, suas fichas de filiação ao União Brasil. A dupla, já há muito tempo, flertava com as saídas do PSB e PP, respectivamente, e participava, mesmo que nos bastidores, do grupo criado recentemente na Capital do Vale.

Um evento deve chancelar a adesão dos parlamentares tijuquenses, com a presença das duas mais expressivas lideranças do UNIÃO-SC: o presidente da legenda no Estado e deputado federal Fábio Schiochet e o ex-prefeito de Florianópolis e candidato a governador pelo partido em 2022, Gean Loureiro.

Estarão presentes, ainda, o trio que compõe a bancada do partido na Assembleia Legislativa catarinense: Jair Miotto, Sérgio Guimarães e Marcos da Rosa. O encontro está marcado para às 18h44 na Associação Jardim Porto Belo.

Agradecido

Postado em 12 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Uma imagem do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), de Tijucas, dando um afetuoso abraço no presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva (PT), agitou os mais variados grupos de conversação online e os bastidores da política local.

O mandatário tijuquense estava na Capital Federal para a oficialização da construção de um Instituto Federal na Capital do Vale. Mariano Rocha aproveitou a oportunidade para agradecer pessoalmente ao chefe da Nação, durante um encontro no Palácio do Planalto.

Os tijuquenses mais maleáveis, aliás, gostaram. Entenderam que o gesto de agradecer por uma benfeitoria no município era necessário. Outros, mais conservadores, sobretudo apoiadores do ex-presidente Jair Messias Bolsonaro (PL), não aprovaram o abraço e aproveitaram para atribuir a imagem do prefeito ao petismo.

OUTROS ENCONTROS

Mariano Rocha, ainda, posou para fotos com o vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB), e os deputados federais Pedro Uczai (PT) e Ana Paula Lima (PT). Os últimos, a propósito, foram grandes incentivadores da obra do Instituto Federal no município.