segunda-feira, 21 de outubro de 2019 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Atribulação e glória

Postado em 11 de outubro de 2019
Foto: Luiz Junnior/VipSocial

O prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido (PSD), viveu um turbilhão de emoções nos últimos quatro dias. Da inusitada balbúrdia na prefeitura, terça-feira (8) — que envolveu polícia, advogados e chegou às vias de fato —, à assinatura, hoje, da ordem de serviço para a principal obra pública do município em décadas.

Na foto, o chefe do Executivo municipal anuncia, oficialmente, a construção da esperada terceira ponte, que vai ligar os bairros Cardoso e Ribanceira, desafogar o trânsito e acelerar o desenvolvimento da Capital Catarinense do Calçado.

CONFUSÃO

No início da semana, o advogado Fabrício Esperandio Loz acusou Cândido de agressão. Ele representava o servidor público Humberto Lanzarini Neto, que acumula três processos administrativos no município e com quem mantém uma relação afetiva, quando, supostamente, teria tomado um soco do mandatário batistense durante uma discussão no paço.

Lanzarini Neto, que é concursado, mas se vale de uma licença por questões médicas, seria autor de uma página de críticas ao governo municipal nas redes sociais e, recentemente, teria destratado a primeira-dama Jaqueline Gonçalves Cândido em um supermercado da cidade. Ele, a propósito, viria tumultuando recorrentemente o ambiente da prefeitura em visitas tempestuosas e periódicas. Recepcionistas e servidores do setor de Recursos Humanos confirmam os seguidos escândalos e desacatos, e, segunda-feira (7), inclusive, recorreram à guarnição policial para conter o ímpeto do colega.

Tanto o advogado quanto o prefeito registraram boletins de ocorrência na delegacia de São João Batista.

CORAÇÃO DE MÃE

Visivelmente angustiado, com voz embargada em alguns momentos, Cândido anunciou a construção da Ponte Gentil Silva — em homenagem ao primeiro prefeito da história de São João Batista — nesta manhã. E falou sobre a espera da comunidade, e os benefícios que a obra deve trazer ao município; da melhoria na mobilidade urbana à projetada contribuição para o desenvolvimento da Capital Catarinense do Calçado.

Entre o abalo emocional e a alegria da realização, o prefeito lembrou dos apelos da mãe e fez referência ao ocorrido e às agruras do cargo. “Minha mãe, que também foi mulher de prefeito, e sofreu, sempre quis que eu me afastasse da política. Sei o que ela passou e o que a Jaqueline passou agora. Mas também sei a importância de tudo o que estamos fazendo na cidade que eu amo. Ainda bem que não segui os conselhos dela”, pontuou o chefe do Executivo no ato.

Fala, Geremias!

Postado em 9 de julho de 2019

Cauteloso, o empresário Geremias Teles Silva vem ao Blog assegurar que, apesar do excelente trânsito na administração municipal, não se envolve na gestão do prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) e tampouco sugere ou instiga alterações no staff da estrutura pública de Tijucas. Ele rechaça, sobretudo, a informação de que teria aconselhado a troca de comando na Secretaria de Obras, Transportes e Serviços Públicos do município, publicada sob o título “Prenúncio do fim” na semana passada. “Torço apenas para que tudo corra bem, como tem acontecido. Méritos do prefeito. Não tenho qualquer poder nessas escolhas, e nem quero ter”, reforça.

Teles Silva garante, ainda, que a comentada aposta com o ex-vereador Antônio Zeferino Amorim – sobre o prazo para a conclusão da nova Ponte Bulcão Viana – não existe, e que tudo não passa de conversa de botequim. “Nem temos nos falado, faz muito tempo. Não tem isso. As pessoas inventam, querem ver o circo pegar fogo”, conclui.

Todos ganham

Postado em 4 de julho de 2018
Foto: Léo Nunes

Política à parte, o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) e o presidente do MDB municipal, vereador Fernando Fagundes – que são adversários –, entendem que as bandeiras partidárias não participam do congraçamento social, e que todos ganham quando Tijucas ganha. Sábado (30), no gourmet show do humorista Diogo Portugal e do grupo Expresso Rural, na Live Shows & Eventos, eles posaram juntos para a foto do Blog, amistosos e certamente prazenteiros com o sucesso do empreendimento, que traz cultura, lazer, confraria e arte à cidade.

JUNTOS E SEPARADOS

Mariano Rocha parece ter mitigado as turbulências naturais do início do mandato e, neste momento, com obras impactantes em andamento e anúncios esperançosos, navega em mar de almirante. Setores do próprio MDB, que planejam a retomada do poder na Capital do Vale, já admitem que “depois de concluído o asfalto na beira-rio e da reconstrução da Ponte Bulcão Viana, a atual administração fica muito fortalecida para as eleições municipais de 2020”.

Nesse cenário, a propósito, conforme alguns periquitos mais atentos, aumentam, também, as chances de Fagundes ser designado ao enfrentamento majoritário. O candidato natural, Elmis Mannrich (MDB), trabalha com números, mapas e chances claras, e poderia, em caso de previsões pessimistas, ceder a vez ao presidente do partido. E, se assim for, os personagens da foto, social e política na mesma medida, podem, num futuro não muito distante, polarizar as disputas no município.

Ponte de aço

Postado em 25 de junho de 2018

Enfim, vitória, hoje, das comunidades de Pernambuco e Timbé, de Tijucas e da história. A notória e imprescindível Ponte Bulcão Viana, elo de ligação entre o Centro e as duas localidades interioranas, além de cartão postal da Capital do Vale, tem reconstrução prevista e oficializada. A partir de sexta-feira (29), quando a ordem de serviço entre o município e a Salver Construtora e Incorporadora Ltda – de Ituporanga, vencedora do processo licitatório – deve ser assinada, 250 dias separam a atual estrutura, carcomida e marasmada, da próxima, moderna e vigorosa.

A nova ponte, segundo o contrato, em armação de concreto com estrutura de aço, vai custar aos cofres municiais R$ 4.744.444,44 e respeitar o desenho original da tradicional Bulcão Viana de sempre.

Lenda viva

Postado em 22 de agosto de 2017

Há um mito no populário tijuquense que reza que a Ponte Bulcão Viana, de Tijucas, tenha sido edificada com sobras da suntuosa Ponte Hercílio Luz, cartão postal de Florianópolis e de Santa Catarina. Pois, lenda ou fato, a história ou estória está prestes a se repetir.

Em audiência, ontem, com o governador Raimundo Colombo (PSD), o prefeito Elói Mariano Rocha (PSD) arrancou uma garantia de sobrevida à ponte que interliga a região central de Tijucas às localidade de Pernambuco e Timbé. Os recursos para a reconstrução da Bulcão Viana são municipais, provenientes das economias destes quase oito meses de gestão, mas a ferraria vem  desta vez, com registro oficial das recentes obras de recuperação da Hercílio Luz. Promessa do chefe do Executivo estadual. Viva o folclore!

Ainda ontem, Mariano Rocha recebeu, na prefeitura, uma comitiva de moradores do bairro Pernambuco, liderada pelo vereador Fabiano Morfelle (PDT), que veio, justamente, tomar notícias sobre a reedificação da Ponte Bulcão Viana. Em tom de comemoração, o prefeito anunciou que as obras começam em, no máximo, 60 dias.

É impossível imaginar que o prefeito de Tijucas tenha se encontrado com o governador sem que o tema “penitenciária” estivesse na berlinda. E, de fato, o assunto veio à pauta. Mas, sobre isso, ninguém diz nada, ninguém sabe nada; nem aquele proativo passarinho incolor tem detalhes da conversa.

Sabe-se, porém, que o mandatário tijuquense desfilava pelos corredores do paço, hoje, com ar confiante, sorriso de orelha a orelha, e respondendo apenas “estou feliz” a quem tentasse especular. Pois, então?!

Doze ou trinta?

Postado em 23 de maio de 2017

Coincidências à parte, o DINF (Departamento de Infraestrutura) da Secretaria de Estado da Infraestrutura respondeu hoje  seis dias após a AMAAVART (Associação dos Mineradores de Areia e Argila do Vale do Rio Tijucas) cobrar justificativas técnicas da Secretaria Municipal de Obras, Transportes e Serviços Públicos acerca da limitação, em 12 toneladas, do tráfego sobre a ponte do Porto do Itinga requerimento do vereador Fernando Fagundes (PMDB) encaminhado ao Governo Estadual em 5 de abril. Diz o ofício 053/2017, com base no Memorial Descritivo e na Memória do Cálculo Estrutural da obra, que “a capacidade projetada é para 30 toneladas”.

Não se tem notícias, porém, que o secretário de Obras, Transportes e Serviços Públicos do município de Tijucas, vice-prefeito Adalto Gomes (PT), tenha documentos capazes de contrariar os laudos técnicos do DINF. Neste momento, portanto, os empresários que pedem o restabelecimento do tráfego na ponte têm a faca e o queijo nas mãos.

Ponte da discórdia

Postado em 18 de maio de 2017

Um grupo de empresários de Tijucas que escoa a produção pela ponte do Porto do Itinga apresentou, ontem, requerimento ao secretário de Obras, Transportes e Serviços Públicos do município, vice-prefeito Adalto Gomes (PT), que exige justificativas baseadas em documentos técnicos sobre a limitação das cargas em 12 toneladas naquele translado. O ofício, assinado pela AMAAVART (Associação dos Mineradores de Areia e Argila do Vale do Rio Tijucas), estipula um prazo de cinco dias úteis a partir do protocolo, sob ameaça de, na sequência, buscar medidas judiciais.

Pelo menos 13 empresas  da pecuária, da agricultura, da fabricação de artefatos de cimento, da cerâmica, da fabricação de farinha de mandioca, do comércio de ração, da terraplanagem e da extração de areia e argila fazem coro no requerimento, e esperam que o tráfego na ponte seja restabelecido.

Grito abafado

Postado em 10 de abril de 2017

Conta o passarinho transparente que um distinto empresário de Tijucas, com destacada atuação na política, decidiu questionar, in loco, os agentes do Ditran (Diretoria Municipal de Trânsito e Transporte) sobre a recém-instituída limitação de peso dos veículos que transitam sobre a ponte do Porto do Itinga, no interior do município, onde estão alguns dos seus negócios. Embarcado no próprio carro, o reclamante interpelou os oficiais, que, neste momento, perceberam uma infração de trânsito que a Lei considera grave: o autor do protesto não estava usando o cinto de segurança.

De pronto, antes que os agentes empunhassem o bloco de multas, o empresário se desculpou, tratou o sermão como mero mal-entendido e seguiu viagem sem olhar pelo retrovisor. Pois, então?!

Ponte rica

Postado em 29 de novembro de 2016

Os estudantes e irmãos Edilaine Ferreira dos Santos e Fernando Ferreira dos Santos, de 21 e 22 anos, do curso de Engenharia Civil da Faculdade Avantis, alcançaram o primeiro lugar num concurso patrocinado pela Construtora Pasqualotto, de Itapema; e, como prêmio, receberam R$ 1.000 em dinheiro.

O objetivo do certame era a construção de uma ponte – usando apenas cola, verniz e palitos de picolé – que suportasse o maior peso. Os vencedores compuseram uma estrutura que resistiu a 110kg. O diretor Alcino Pasqualotto entregou o cheque aos acadêmicos do terceiro período de Engenharia Civil.

Pontapé inicial

Postado em 7 de novembro de 2016

O prefeito eleito de Tijucas, Elói Mariano Rocha (PSD), viajou para Brasília ontem. Ele é um dos convidados no Seminário de Novos Gestores, proposto pela CNM (Confederação Nacional de Municípios), que tem por objetivo aproximar a entidade dos próximos administradores municipais. O retorno está previsto para quarta-feira (9), quando os governantes eleitos na região Sul deixam o evento.

Paralelamente, Mariano Rocha pretende se reunir com deputados da bancada catarinense para tratar da viabilização de recursos ao município. A reconstrução da ponte que interliga a região central da cidade e os bairros Pernambuco e Timbé, além da conclusão do asfaltamento da Avenida Bayer Filho são, nesta primeira incursão, as prioridades.