terça-feira, 23 de julho de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Luto: Luiz Rogério da Silva

Postado em 8 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo | Linha de Frente

Faleceu nesta segunda-feira (8), aos 57 anos, o presidente do SAMAE, ex-vice-prefeito e ex-vereador de Tijucas, Luiz Rogério da Silva, o Rogerinho. As causas da morte ainda estão sendo apuradas e investigadas.

Na vida pública, Rogerinho cumpriu três legislaturas (1997/2000, 2001/2004 e 2013/2016) e foi vice-prefeito entre 2009 e 2012. Desde 2021, era responsável por comandar a autarquia tijuquense que gere o tratamento de água e esgoto, na gestão Eloi Mariano Rocha e, atualmente, era uma das importantes lideranças do UNIÃO BRASIL.

Rogerinho deixa uma filha e centenas de admiradores. O Blog lamenta o falecimento e deseja suas mais sinceras condolências aos amigos e familiares.

Mudança expressa

Postado em 24 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

A ficha de filiação do empresário Osmar Vidal Rachadel Filho, o popular Mazinho da Borracharia, ao PL de Tijucas, mal havia sido assinada e já passou a não ter validade. Isso porque, cerca de 20 dias após a primeira adesão, Mazinho decidiu embarcar no projeto dos Progressistas e se filiou ao partido.

Alinhado às ideologias “conservadoras”, Mazinho sempre esteve próximo dos partidos que apoiavam, direta ou indiretamente, o ex-presidente da República, Jair Bolsonaro. A ida ao PL, obviamente, era mais uma prova de fidelidade ao “bolsonarismo”.

Em atenção ao Blog, o empresário, entretanto, afirmou que decidiu seguir um “caminho que acredita” e justificou a ida ao PP por avaliar que a candidatura à prefeitura do vereador Maickon Campos Sgrott, em outubro, seja a melhor alternativa para o município.

“Sigo caminhos que acredito. E lá (no PL), não encontrei esse caminho. Nada contra as pessoas que lá estão, até porque são todos, de alguma forma, conhecidos e amigos. Entendo que o melhor pra Tijucas, hoje, é um jovem gestor com muita capacidade. E isso não encontrei em nenhum dos candidatos que colocaram seu nome à disposição, a não ser o Maickon”, revelou.

Mazinho e Sgrott, com largos sorrisos, posaram para uma foto e exibiram a ficha recém-assinada. O empresário pretende, ainda, concorrer a uma cadeira do Legislativo municipal e já se apresenta como um pré-candidato no novo partido.

União como prioridade

Postado em 23 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Ao tempo em que projeta a candidatura ao cargo máximo do município no PL, o vereador Fernando Fagundes tenta manter a unidade do partido. O propósito principal seria, de acordo com declaração exclusiva ao Blog, o resguardo da parceria com o empresário Thiago Peixoto dos Anjos, com quem concorre internamente pelo direito de representar a legenda na eleição majoritária de outubro.

“Somos muito amigos, estamos em contato o tempo inteiro e jamais colocaremos essa disputa, que tem sido saudável, à frente da relação que temos desde a infância. Seja qual for a decisão do partido, estaremos todos juntos pelo mesmo objetivo”, diz o parlamentar.

O acirramento do confronto foi evidenciado nas últimas semanas, com Fagundes a contar com trunfos importantes na regência do PL e no governo do Estado. Muito embora, aliás, Peixoto dos Anjos se mantenha crente que “nada mudou” e que “a pesquisa de intenção de votos deve definir o candidato a prefeito do partido”.

O terceiro nome à disposição do PL para a disputa da prefeitura é o do ex-vereador e ex-superintendente da FME (Fundação Municipal de Esportes), Sidney Machado, que confia na “democracia, ainda mais no partido do presidente Bolsonaro” como critério definidor desse processo.

Conselho

Postado em 10 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas | Arquivo | Linha de Frente

O grupo de empresários, amigos e apoiadores da gestão Eloi Mariano Rocha (PSD), de Tijucas, conhecido por G-8 ou Conselho, não foi consultado pelo mandatário antes ou durante os seus últimos movimentos políticos, sobretudo em atenção ao pleito eleitoral de outubro.

Uma das lideranças envolvidas, o médico e empresário Rogério de Souza, que ao longo das últimas décadas participa ativamente das campanhas colas-brancas, revelou, durante a live CONEXÃO POLÍTICA – Vale do Rio Tijucas e Costa Esmeralda, ontem, que houve uma diminuição na frequência de encontros e, portanto, o distanciamento entre Mariano Rocha e o grupo.

“As reuniões ficaram um pouco mais escassas e perdemos um pouco do contato com o prefeito. Mas, por estratégia. Não vamos convidá-lo para todas as reuniões. Mas, sim, para aquela que a gente acha importante a participação dele. Nas últimas, optamos por não estarmos com o prefeito”, disse o ex-secretário de Saúde do município.

Souza ponderou, inclusive, que a importância do cargo concede ao mandatário o papel de “maior líder político” da cidade. O que, por lógica, lhe daria o direito de organizar o grupo governista no projeto de sucessão à sua maneira.

“Como maior líder político do município, o prefeito tem toda a liberdade para fazer o trabalho de pré-campanha ao seu modo. As definições de acerto ou erro, só podem ocorrer lá na frente, quando soubermos dos resultados efetivos deste trabalho. Neste momento, ele se cercou das ideias e das atitudes que ele achou melhor para o momento e assim fez”.

Entretanto, o empresário garante que o G-8 participará ativamente dos processos e que, muito em breve, os membros do grupo serão procurados por Mariano Rocha. “Isso acontecerá naturalmente. Em algum momento, o prefeito vai tomar essa atitude. Até porque isso sempre ocorreu informalmente. Chega um momento em que é um por todos e todos por um.

COISAS DIFERENTES

Progressista por convicção, o médico tijuquense compartilha a ideia de que PP e PSD, embora estejam juntos e integrem o mesmo movimento na Capital do Vale, são “coisas diferentes”.

“PP e PSD não são a mesma coisa. PP é PP, PSD é PSD. São parceiros políticos. Mas nunca concordei com essa ideia de ‘deixa o PP vir porque é tudo a mesma coisa, farinha do mesmo saco’. Conversa! Não é. Comungam da mesma ideia, mas não é a mesma coisa”, afirmou.

Nova troca

Postado em 6 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

“A minha vida partidária é uma tragédia”. A frase, promulgada há quase quatro anos pelo presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgota), Luiz Rogério da Silva, de Tijucas, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, nunca fez tanto sentido quanto agora.

Isso porque, em novembro passado, os noticiários tijuquenses reportavam o retorno do ex-vice-prefeito ao PSDB, com pompa e circunstância, na condição de presidente da legenda. Recentemente, em nova participação no Talk Show político, Rogerinho explicava as articulações para o fortalecimento do grupo.

Cinco meses após o retorno, o agora ex-presidente anuncia a saída do partido. Ontem (5), ele assinou a ficha de filiação ao UNIÃO BRASIL. O movimento, especula-se, tem vistas no pleito eleitoral de outubro, mais precisamente na construção de uma chapa majoritária.

Embora ainda não exista uma justificativa clara para a troca de legenda, pode-se resgatar uma outra frase dita ao LINHA DE FRENTE, em 4 de junho de 2020. “Eu nunca pensei, em momento algum, em um partido. Nunca tive um time. No futebol até tenho, sou botafoguense. Mas, na política, eu gosto dos amigos”, afirmou Silva.

Errata: Na chamada para o texto, citamos erroneamente que Rogerinho presidiu o PSDB municipal por sete meses. A regência, na verdade, durou cinco meses.

Assinado

Postado em 4 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O deputado estadual suplente e ex-prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido, oficializou, ontem, o retorno ao PSD. A assinatura da filiação foi acompanhada de perto por amigos, familiares e correligionários, na Sociedade 19 de Julho.

Participaram do ato algumas das mais relevantes lideranças peesedistas do Estado, como o prefeito João Rodrigues, de Chapecó, e os deputados estaduais Júlio Garcia e Napoleão Bernardes, além de outros membros do partido de cidades próximas.

Cândido aproveitou a reunião, ainda, para lançar oficialmente a sua pré-candidatura a prefeito da Capital Catarinense dos Calçados, cidade que administrou entre 2013 e 2020.

Boca de urna

Postado em 2 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Não é incomum, em períodos que antecedem uma eleição, que os cidadãos mais atentos ao cotidiano da política promovam, com amigos e familiares, simples e rápidas pesquisas que, embora não prevejam o resultado de um pleito, podem ajudar e muito nas tomadas de decisões.

O ex-vereador Antônio Zeferino Amorim pode ter usado ferramenta similar para confirmar sua ida ao MDB – que deve ser oficializada nos próximos momentos. Afinal, dias atrás, em uma propriedade particular, o policial militar aposentado simulou uma eleição municipal.

Os convidados do encontro eram conduzidos a um livro de registros e recebiam cédulas previamente produzidas. Nelas, cada um escolhia entre três opções: uma com inclinação governista, outra tradicionalmente oposicionista e um terceiro nome como alternativa aos movimentos históricos.

Um a um, os “eleitores” depositavam os sufrágios em uma urna. Mais tarde, o recipiente foi aberto e os 25 votos contabilizados. O Blog teve acesso ao resultado, mas, por respeito ao processo eleitoral legítimo, priva-se da divulgação do escrutínio.

Pode-se revelar, entretanto, que houve diferença mínima entre o primeiro e o segundo colocados, e uma vantagem importante de ambos para o terceiro. Pois então…

Força-tarefa

Postado em 29 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

Entre os servidores da prefeitura de São João Batista, especialmente comissionados, há uma corrente para que o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB) concorra à reeleição no pleito de outubro. Para muitos, o chefe do Executivo batistense “merece” mais um mandato. Os argumentos são os de que ele pôs o trem nos trilhos e que agora, no quarto ano de governo, finalmente assimilou as particularidades da administração pública.

Mas uma recandidatura nestas eleições dependeria exclusivamente do humor do prefeito no momento das decisões. Pedroca ficou conhecido nas rodas da política local por mudar de opinião – e de intenções – com relativa facilidade. O que, obviamente, compromete qualquer projeto de grupo e o desenho estratégico dos apoiadores.

Termos como “nem pensar”, “não quero mais” e “reeleição está descartadíssima” versam a maior parte das participações do mandatário batistense na imprensa regional. Mas, em outro momento, aos seus, ele fala em “fôlego renovado” e passa a planejar a campanha.

CORAÇÃO DE MÃE
Em recente entrevista à Rádio Clube, de São João Batista, Pedroca revelou um compromisso de apoio ao ex-servidor público municipal Juliano Peixer na disputa da prefeitura. Na sequência, porém, disse que seu predileto seria o radialista Jonatam Cordeiro, que, a propósito, era quem conversava no ar com o prefeito. “Pra mim, seria um sonho te entregar a chave (da prefeitura)”, pontuou.

Mas não faltaram, durante o programa, elogios e afagos a todos os demais postulantes ao cargo máximo do município – e também a alguns que sequer aparecem na lista de cotações –, aliados ou adversários, amigos ou desafetos. Muito embora as polêmicas mensagens de áudio que o mandatário batistense costumeiramente dispara no WhatsApp, e ordens de impedimento de entrada na prefeitura para um rival, ou ameaça de “corridão” a outro, normalmente mostrem o contrário. Pois então!

Sem rodeios

Postado em 14 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: TV Câmara

O perfil altamente sincero do vereador Cláudio de Oliveira (PP), de Tijucas, já é conhecido no meio político do município. O servidor público, quase sempre, opta por falar o que pensa e não esconde insatisfações, mesmo que para desgosto de seus pares.

Pois, logo na abertura do ano legislativo na Câmara de Vereadores, dias atrás, Oliveira deu mais um exemplo desta postura. Sem rodeios, na primeira oportunidade que teve, anunciou que, em março, na abertura da janela de transferências partidárias, deixará o Progressistas.

“Esse é um ano muito importante, um ano eleitoral. Vamos ter que escolher sempre o melhor pra Tijucas. Decidi que, em março, vou sair do PP. Vou para o União Brasil. Espero o apoio sempre da minha família e dos amigos”, bradou, no microfone da Casa do Povo.

ALIANÇA

O Blog já havia noticiado, meses atrás, a presença do parlamentar tijuquense em um evento do União Brasil que, em Tijucas, tem como grande expoente o ex-presidente do Poder Legislativo, Maurício Poli, com quem Oliveira nutre relação próxima. A amizade, sem dúvidas, foi fator decisivo para a mudança.

Ato oficial

Postado em 8 de fevereiro de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Bruno Collaço | Agência AL

O ex-prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido (PODE), tomou posse oficialmente, nesta quarta-feira (7), como deputado estadual interino. Cândido, que já estava na função desde o último dia 30, mas, no ato de hoje, estreou no plenário e foi recebido pelos colegas de parlamento.

Cândido discursou por cerca de 20 minutos. No texto, agradeceu pelos votos recebidos, pelo apoio dos amigos e familiares, relembrou histórias da infância e os primeiros passos na política, além de destacar ações dos períodos em que governador a Capital Catarinense do Calçado.

Em seguida, foi a vez dos deputados estaduais e novos colegas do batistense dedicarem alguns minutos de homenagem. Falaram, em sequência, Altair Silva (PP), Emerson Stein (MDB), Nilso Berlanda (PL), Lucas Neves (PODE), Luciane Carminatti (PT), Matheus Cadorin (NOVO), Júlio Garcia (PSD), Tiago Zilli (MDB), Carlos Humberto (PL), Ivan Naatz (PL) e Mauro de Nadal (MDB).

Ao término dos discursos, parte da plateia, praticamente toda convidada pelo ex-mandatário, aplaudiu, de pé, o novo deputado catarinense.

“É um sonho de criança. Não apenas meu, mas do meu pai, de São João Batista e de toda a região, que, há muito tempo esperava para ter um representante pra chamar de seu. Hoje, São João Batista e região tem esse deputado pra chamar de seu”, disse, com exclusividade ao Blog, minutos após a cerimônia.