domingo, 14 de julho de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Retorno

Postado em 9 de julho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Passados 50 dias do diagnóstico de câncer na região do pescoço, o prefeito Paulo Henrique Dalago Muller (PSD), de Bombinhas, está de volta ao comando do Executivo municipal, depois de passar por um procedimento cirúrgico.

Paulinho ficou afastado das funções por 12 dias. Neste período, o vice-prefeito Alexandre da Silva (PSD) assumiu a função. Nesta segunda-feira (8), o mandatário reassumiu a prefeitura e foi recebido por parte da equipe da gestão.

“Estou de volta com o coração cheio de gratidão e determinação. Foram 12 dias desafiadores, mas voltei com ainda mais vontade de melhorar nossas vidas. Agradeço imensamente pelo apoio e carinho que recebi”, escreveu Paulinho nas redes sociais.

Ponto final

Postado em 4 de junho de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Luan Lucas

Se as eleições municipais de outubro fossem antecipadas para a tarde desta terça-feira (4), o prefeito Pedro Alfredo Ramos (MDB), de São João Batista, não concorreria à reeleição. “Não serei candidato”, declarou o mandatário, em atenção ao Blog.

Pedroca decidiu que terminará a gestão em dezembro e dará por encerrada a carreira política. “Estou muito orgulhoso do que fiz em São João Batista. Agora vou cuidar da minha saúde, da minha família e curtir o resto da minha vida bem e com tranquilidade”, revelou.

Durante o processo eleitoral, Ramos pretende se manter isento e garante que não apoiará nenhum candidato à chefia do Executivo municipal. “Vou votar e voltar para minha casa. Não sou candidato e não apoiarei ninguém”, frisou o mandatário.

REUNIÃO COM O PT

Circulou nas rodas de conversa sobre a política batistense um possível encontro entre o prefeito e a executiva municipal do PT. Ao Blog, Pedroca confirmou que houve a reunião, principalmente para atender ao pedido da deputada federal Ana Paula Lima (PT) que, segundo o prefeito, “ajudou muito” o município.

“Tenho muita gratidão pela Ana Paula Lima. Ela ajudou muito São João Batista. Já recebemos R$ 16 milhões através dela e de outros deputados federais e estaduais, como meus amigos Carlos Chiodini, Rafael Pezenti e Jerry Comper, do MDB, Ismael dos Santos e Ricardo Guidi, do PSD, da senadora Ivete Appel da Silveira, do próprio governador Jorginho Mello… Isso me deixa muito grato. Recebi os membros do PT como prefeito. Nessa função, tenho a obrigação de receber qualquer cidadão que queira conversar com o prefeito”, explicou.

Bonde perdido

Postado em 13 de março de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Montagem retrata, na parte superior, a foto original; abaixo, a imagem com o mandatário tijuquense recortado, em publicação do PL Tijucas.

Os sinais do desacerto entre o PL de Tijucas e o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) são cada vez mais claros e manifestos. Antes alinhados, em costura diligente do vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD), os movimentos se distanciaram drasticamente a partir das delongas do mandatário tijuquense sobre a oficialização da aliança.

Mariano Rocha, por sua vez, tentou uma reaproximação em visita de urgência ao governador Jorginho Mello e na priorização de pleitos do presidente local do PL, José Vicente de Souza e Silva, o Zezinho, para a comunidade de Nova Descoberta. Mas já era tarde.

Para os dirigentes liberalistas de Tijucas, ainda mais com a chegada do vereador Fernando Fagundes ao partido, as chances de retomada do acordo eleitoral com o prefeito caminham, agora, próximas da estaca zero.

ENQUADRAMENTO

O afastamento foi evidenciado mais uma vez em recente publicação do PL nas redes sociais que retrata a regência municipal do partido, o pré-candidato a prefeito Thiago Peixoto dos Anjos e o deputado estadual Nilso Berlanda. A imagem acompanha um texto de gratidão ao parlamentar, que destinou recursos para a construção de uma capela mortuária em Nova Descoberta. A administração municipal, que celebrou o convênio, sequer foi mencionada.

Na foto original, Mariano Rocha aparece sorridente ao lado dos presentes na cerimônia de entrega da obra. Mas na postagem, o mandatário tijuquense foi cortado.

Próxima parada: PSD 

Postado em 26 de julho de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Faltam poucos detalhes, ou talvez apenas questões burocráticas, para o vice-prefeito Antônio Carlos Machado Júnior (Republicanos), de Canelinha, deixar o partido do ex-governador Carlos Moisés da Silva e assinar a ficha de filiação com o PSD. 

Machado Júnior avalia que a legenda já não oferece a mesma estrutura de outrora e que, apesar da gratidão ao ex-mandatário catarinense, chegou a hora de “seguir em frente”. O destino foi escolhido justamente pelas possibilidades que o novo partido apresenta. 

O adjunto canelinhense ponderou para a decisão a aproximação com figuras do PSD em nível estadual e nacional. Além disso, o planejamento do grupo para os próximos pleitos também pesou para a escolha. 

Humildemente

Postado em 24 de julho de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Irmão do ex-vereador Antônio Zeferino Amorim, popular Tonho Polícia, e da vereadora Nadir Olindina Amorim (PSD), e crítico contumaz da administração municipal, o empresário Henrique Amorim suplantou as diferenças políticas e eleitorais e, num rompante de despojamento, decidiu gravar uma mensagem de gratidão ao prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), ao vereador Rudnei de Amorim (PSD) e ao empresário Eliel Hamilton Ventura.

“Apesar de nunca ter apoiado vocês nas eleições, tenho que agradecer e aplaudir”, disse, na gravação.

Henrique, sensibilizado com a situação de uma residência no Timbé, que foi totalmente destelhada na passagem de um ciclone por Santa Catarina, há duas semanas, decidiu reconstruir a casa com recursos próprios. Mas foi ressarcido por Mariano Rocha e Rudnei, que pagaram a despesa do próprio bolso, a pedido de Ventura.

“Havia sete crianças na casa, e a mãe ainda estava grávida. Não sou de cuspir no prato que como, por isso, venho publicamente agradecer ao prefeito, ao vereador e ao Eliel”, finalizou, em áudio que foi disseminado nas redes de conversação on-line da cidade.

Ideia fixa

Postado em 29 de novembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), de Tijucas, não desiste da ideia de lançar a primeira-dama Izineide Palochi na disputa majoritária de 2024. Na semana passada, em reunião com um vereador postulante à sucessão municipal, ele teria deixado muito claro que pretende fazer o possível para cumprir esse plano — embora juristas aliados do grupo governista se dividam sobre a questionada legalidade da candidatura.

No mesmo encontro, Mariano Rocha teria revelado que se, de fato, houver algum impedimento, a vez, por gratidão e integridade, seria do vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD).

Na fila interna, além do adjunto, aparecem com mais força o presidente do Legislativo municipal, Maickon Campos Sgrott (PP), o vereador Rudnei de Amorim (PSD) e, ainda que menos especulada, a secretária de Cultura, Paula Regina da Silva.

Gratidão

Postado em 19 de setembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Orgulhosa de ter nascido em Tijucas — a informação tem lugar de destaque no material de campanha —, a candidata a deputada federal Jane Stefenn (UNIÃO) esteve na cidade, semana passada, para uma visita especial à matriz da Manecar Veículos, no Centro.

 

Entre os objetivos, a gratidão ao apoio do gerente administrativo da rede, Bruno Bordin, candidato a vice-prefeito da Capital do Vale nas eleições de 2020 e neto do empresário Manoel Amadeu Moisés, popular Maneca. No registro, eles e o colaborador Petterson dos Santos.

 

Jane foi vereadora em Camboriú, e nas recentes eleições municipais concorreu à prefeitura. Ela tenta, agora, pela primeira vez, uma cadeira na Câmara Federal.

Licença partidária

Postado em 9 de setembro de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Coordenador da campanha de reeleição do governador Carlos Moisés da Silva (MDB) no Vale do Rio Tijucas, o prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), disse, ontem, em entrevista ao programa LINHA DE FRENTE, na VipSocial TV, que coloca a gratidão acima da bandeira partidária. O chefe do Executivo municipal ainda criticou os demais candidatos ao governo Estadual nestas eleições, que, segundo ele, nunca reconheceram Tijucas como na gestão de Moisés. “O que Gean Loureiro (UB) — com quem o PSD formou aliança na disputa estadual — deu para Tijucas? Jorginho Mello (PL)? Esperidião Amin (PP), por quem tenho um enorme carinho, o que nos deu quando governou o Estado? Décio Lima (PT)?”, questionou o mandatário tijuquense.

Sobre o pleito de 2024, Mariano Rocha comemorou o fato de haverem vários nomes à disposição do grupo governista para a sucessão municipal — entre eles o do vice-prefeito Sérgio “Coisa Querida” Cardoso (PSD), o do presidente da Câmara Municipal, Maickon Campos Sgrott (PP), e o do vereador Rudnei de Amorim (PSD). “Sinal de que as coisas estão indo bem”, pontuou. Ele revelou, também, que “as pesquisas recentes mostram que a maioria do eleitorado tijuquense votaria em quem o prefeito indicasse” antes de dizer que “gostaria de ver uma mulher na disputa pela prefeitura”.

Assista ao programa de ontem na íntegra:

Talk show com personalidades da política que tenham relação direta ou indireta com o Vale do Rio Tijucas e a Costa Esmeralda, o LINHA DE FRENTE vai ao ar semanalmente, todas as quintas-feiras, às 19h30, na VipSocial TV e com transmissões simultâneas nas redes FacebookYouTube e Instagram.

Apoio declarado

Postado em 25 de julho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito de São João Batista, Pedro Alfredo Ramos (MDB), foi enfático ao afirmar, hoje, em entrevista ao Meio-Dia Em Ponto, na Rádio Super, que tem certeza da inocência do governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS) no caso dos respiradores. Ele disse, ainda, que se restasse qualquer desconfiança sobre a participação do chefe do Executivo catarinense no desvio de R$ 33 milhões dos cofres do Estado, teria acompanhado o ex-prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli (MDB), desde as disputas preliminares para a sucessão estadual.

Pedroca não esconde que a preferência por Moisés tem a ver com os investimentos do governo do Estado na Capital Catarinense do Calçado. “Temos que ajudar quem ajuda São João Batista”, pontuou, antes de lembrar que o então governador e candidato à reeleição Luiz Henrique da Silveira (MDB) recebeu, em 2006, pelas mesmas razões, apoio integral do mandatário batistense à época, Aderbal Manoel dos Santos (PP), ainda que os partidos fossem rivais.

A adesão ao projeto eleitoral do governador no Vale do Rio Tijucas foi total. Os prefeitos dos cinco municípios da região abraçaram a proposta e vêm manifestando publicamente, sempre que podem, gratidão ao plano municipalista do governo do Estado.

Herança

Postado em 1 de julho de 2022
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Não foi somente na secretaria adjunta de Estado do Desenvolvimento Social que a ex-vereadora Rúbia Alice Tamanini Duarte (PODE), de São João Batista, substituiu o ex-prefeito Daniel Netto Cândido (PODE). Ela herdou, também, a vice-presidência da Rede Laço — plataforma virtual destinada a conectar voluntários dispostos a ajudar entidades públicas e privadas catarinenses sem fins lucrativos para a execução de melhorias na sociedade —, que era ocupada pelo ex-mandatário batistense.

Ambos, aliás, fizeram o mesmo caminho. Foram levados ao posto pela primeira-dama do Estado, Késia Martins da Silva, idealizadora da proposta. Cândido precisou deixar a função na Rede Laço para se dedicar à campanha por uma vaga no Legislativo catarinense, que começa oficialmente neste mês. Nas redes sociais, Rúbia demonstrou, mais uma vez, gratidão ao amigo e antecessor, e se disse honrada por “caminhar mais perto” da mulher do governador Carlos Moisés da Silva (REPUBLICANOS).