quinta-feira, 2 de julho de 2020 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Vai e volta

Postado em 12 de maio de 2020

Com a volta do ex-secretário de Desenvolvimento do município Jean Carlos de Sieno dos Santos (PP) para a Câmara Municipal de Tijucas — para concorrer outra vez ao Legislativo nestas eleições —, Cláudio Tiago Izidoro (PP) passou novamente para a suplência. Mas não por muito tempo. Há uma força-tarefa em curso para que o ex-emedebista seja reconduzido ao parlamento tijuquense nas próximas semanas. A manobra, porém, dependeria do poderio econômico do município.

Decidido a não disputar o próximo pleito, o vereador Odirlei Resini (MDB) seria realocado no comando da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Meio Ambiente; e, com a vaga aberta na Casa do Povo, Izidoro voltaria à vereança. A ideia do prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD), em suma, seria prestigiar tanto um quanto outro — ambos dissidentes do MDB que abraçaram a proposta governista.

Rodízio

Postado em 4 de novembro de 2019

Terceiro suplente do PDT, o representante comercial Vagner Felizardo — que somou 230 votos nas eleições de 2016 — assume hoje, logo mais, a cadeira do correligionário Fabiano Morfelle no parlamento tijuquense. O rodízio do partido na Câmara, que já prestigiou a professora Consuelo Azevedo e o presidente municipal da legenda, João Luiz Lopes, é uma das diretrizes dos brizolistas na Capital do Vale e vem sendo cumprido à risca.

A assistente de enfermagem Michele de Camargo (PDT), que alcançou a marca de 195 votos na eleição passada, é a próxima da lista, e quem deve, muito em breve, experimentar a vereança.

Renascimento

Postado em 16 de setembro de 2019

Ex-vice-prefeito de São João Batista e candidato a prefeito vencido em 2012, o incansável Elias Germano Mafeçoli (PSDB) — que concorreu à Câmara Municipal em 2016 e somou 288 votos — toma assento, hoje, no Legislativo batistense por 30 dias, durante a licença do titular Fábio Norberto Stürmer (PP).

O parlamento, aliás, não é novidade para Mafeçoli. Ele foi vereador entre 2001 e 2008 e presidiu a Câmara em duas oportunidades, de 2003 a 2004 e de 2007 a 2008.

Breve ausência

Postado em 23 de julho de 2019

Com fortes raízes em Tijucas — tem uma irmã residente na cidade, na Praça —, o senador Jorginho Mello (PL-SC) deve anunciar, nesta semana, que pretende se licenciar do cargo por alguns dias.

Estima-se que Mello deva sair de cena apenas para dar lugar à suplente, a ex-primeira-dama do estado Ivete Appel da Silveira, viúva do ex-governador e ex-senador Luiz Henrique da Silveira.

Debandada

Postado em 28 de maio de 2019

A frase “o último que sair apaga a luz” vem caindo bem ao PT em Tijucas. Assim como o vice-prefeito Adalto Gomes, o primeiro suplente de vereador da legenda, Sivoney Silva, deve oficializar, nos próximos momentos, a desfiliação do partido que mais vezes governou a República. Com 31 anos de petismo, ele acatou as súplicas da família e anunciou o fim.

Silva somou 126 votos nas eleições de 2016 e era o substituto imediato de Maria Edésia da Silva Vargas (PT) na Câmara Municipal. A segunda colocada do PT, Cláudia Raitz Büchele, que alcançou 292 votos no último pleito, havia se transferido para o PSD no início de 2018.

Suplente não recebe

Postado em 5 de setembro de 2018

O advogado Nelson Zunino Neto, de São João Batista, usa o Facebook para esclarecer – porque há quem questione – que “a função de suplente (de senador) não é remunerada, e serve apenas para substituir o titular em caso de necessidade”. Presidente da Rede Sustentabilidade em Santa Catarina, ele aceitou formar chapa, como suplente, com a pedagoga e ambientalista Miriam Prochnow (REDE) na disputa por uma vaga no Senado nestas eleições.

Zunino Neto lembra, ainda, que “neste ano são dois votos para o Senado” e que esta seria uma oportunidade para eleger “quem não é da política tradicional”. Pois, então?!

Candidato a suplente

Postado em 21 de agosto de 2018

Não basta comandar; é preciso participar. Com essa premissa, o advogado e ex-vereador Nelson Zunino Neto, de São João Batista, aceitou a suplência da candidata a senadora Miriam Prochnow (REDE). Ele é o presidente da Rede Sustentabilidade em Santa Catarina e um dos fundadores do partido na Capital Catarinense do Calçado.

O convite para a suplência ao Senado partiu da própria candidata, mas Zunino Neto, apesar de ter concordado, deve ter participação discreta na campanha.

Atrás das cortinas

Postado em 19 de fevereiro de 2018

A ascensão do vereador Cláudio Tiago Izidoro (MDB) no poder público tijuquense é surpreendente. De suplente parlamentar no grupo derrotado, ele pode, muito em breve, emergir ao comando da Secretaria de Obras, Transportes e Serviços Públicos do município. As negociações existem; e já foram apresentadas, detalhadamente, ao prefeito Elói Mariano Rocha (PSD).

As tratativas envolvem, ainda, outro suplente do MDB. Se realmente alçado ao colegiado municipal, Izidoro – que, mesmo em legenda de oposição, mantém um pacto de fidelidade e defesa ao governo – atrairia um emedebista à vaga no Legislativo. Portanto, há uma força-tarefa para convencer Oscar Luiz Lopes (MDB) a herdar o acordo com a administração municipal e, ou, assinar filiação num partido governista durante a janela de março. As conversas estariam adiantadas, e vêm agradando ambas as partes.

POR UM FIO

A situação do vice-prefeito Adalto Gomes (PT) na gerência da pasta de Obras segue a mesma: por um fio. Líderes da base aliada do governo vêm escancarando sistematicamente a inconformidade com a manutenção do adjunto tijuquense no posto.

Mariano Rocha, porém, tem postura mais branda. Amanhã, o prefeito viaja a Brasília; e Gomes o acompanha.

Retorno previsto

Postado em 4 de janeiro de 2018

Nascido em Major Gercino, criado em São João Batista e radicado no Oeste catarinense, o deputado estadual Altair Silva (PP) está com os dias contados na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina). O titular da cadeira, Valmir Comin (PP), deve deixar o comando da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação nos próximos momentos e voltar ao parlamento catarinense.

Primeiro suplente do PP, Silva somou 28.992 votos nas eleições de 2014. Mas, no Vale do Rio Tijucas, onde nasceu e viveu, apenas 2.543 eleitores escolheram o conterrâneo. O parlamentar atribui a baixa votação em casa ao respeito pela possível candidatura, naquele pleito, do amigo Aderbal Manoel dos Santos (PP), ex-prefeito de São João Batista que desistiu de concorrer ao Legislativo estadual semanas antes das eleições e, só então, abriu espaço, e ofereceu amplo apoio, para que o majorense trabalhasse a campanha na região.

Desta vez, novamente candidato a deputado estadual, e sem obstáculos no Vale, o progressista, empresário em Chapecó, pretende multiplicar a votação nos cinco municípios da região; sobretudo em Major Gercino, sua terra natal, onde, em 2014, fez apenas 180 votos e ficou em terceiro lugar, atrás do brusquense Serafim Venzon (PSDB) e do batistense Mário Marcondes (MDB).

Confirmação

Postado em 30 de novembro de 2017

Conforme antecipado no Blog sob o título “Troca-troca“, a administração municipal de Tijucas deve anunciar, nos próximos momentos, o vereador José Roberto Giacomossi (PSD), o Betinho, na superintendência da FME (Fundação Municipal de Esportes).

Não se tem informações, a propósito, se o atual superintendente, Osmar Adriano Filho, o Marinho, continua na equipe gestora do Esporte municipal; mas é praticamente certo que a FME passa a ser independente, sem subordinação à Secretaria Municipal de Cultura.

Giacomossi segue pleiteando a formação da própria equipe. Passarinho incolor conta que o ex-superintendente técnico da fundação, Robson Varela, o Coquinho, estaria nos planos do próximo gestor.

NA CÂMARA

Quem lucra, ainda, com a nomeação de Betinho Giacomossi na superintendência da FME, é o PP. Aliado da administração municipal, o partido conta, atualmente, com apenas um vereador – o presidente municipal da legenda, Vilson Natálio Silvino – na Câmara Municipal.

Próximo na linha de sucessão, o suplente Ecio Helio de Melo (PP), o Ecinho, que somou 458 votos no pleito proporcional de 2016, é quem assume a vaga no parlamento tijuquense. Já esteve, inclusive, acertando os ponteiros com o prefeito Elói Mariano Rocha.