quinta-feira, 30 de maio de 2024 VALE DO RIO TIJUCAS E COSTA ESMERALDA

Figurante

Postado em 24 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Internet

Personagem central de quatro dos últimos cinco pleitos municipais, o PT, em Tijucas, segue longe de ser protagonista no processo pré-eleitoral. Nem mesmo a recente mudança na regência local, feita em uma articulação da cúpula estadual, promoveu resultados práticos para a legenda.

Um dos motivos, apontam os especialistas, seria o afastamento da “velha guarda” petista. O Blog apurou que parte dos filiados mais antigos decidiram deixar a legenda por não concordarem com a “interferência” do presidente estadual do PT e presidente nacional do Sebrae, Décio Lima.

Lideranças que estiveram afastadas nos últimos anos e que pretendiam retornar ao movimento, sobretudo por conta da oxigenação provocada pela eleição de Luiz Inácio Lula da Silva, em 2022, decidiram permanecer distantes. Uns, aliás, aguardam pela eleição do diretório municipal, prevista para janeiro do ano que vem.

“Não aceitamos conversar com terceirizados. São pessoas que se filiaram em outubro de 2023”, confessou um destes personagens – ativo nos movimentos petistas há décadas -, em atenção ao Blog, sob condição de anonimato.

DESGASTES

Há, ainda, dificuldade do partido em compor com qualquer outro grupo político já estabelecido na Capital do Vale. A acirrada rivalidade em nível nacional, por exemplo, é um dos motivos para a rejeição dos demais movimentos.

Na prática, há um entendimento nos bastidores de que quem abraçar o PT, mesmo se aproximando do Governo Federal, teria dificuldades em explicar a aliança ao eleitorado tijuquense e, por consequência, sofreria prejuízos no processo.

Xeque

Postado em 10 de abril de 2024
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

O ex-vereador Sérgio Murilo Cordeiro e o presidente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto de Tijucas), Luiz Rogério da Silva, impuseram situação de absoluto desconforto ao prefeito Eloi Mariano Rocha (PSD) com apenas um movimento no tabuleiro.

Em suma, podaram a autoridade e ataram as mãos do chefe do Executivo tijuquense na articulação governista. Para manter chances de sucesso nas eleições de outubro, Mariano Rocha, em tese, precisaria, agora, render-se aos caprichos do UNIÃO BRASIL e da dupla de estrategistas. O mandatário tijuquense ainda não assimilou o golpe.

Serginho e Rogerinho, para tanto, usaram dissidentes do movimento situacionista, como os vereadores Maurício Poli e Cláudio de Oliveira, e, ao mesmo tempo, mutilaram o PSD, partido do prefeito, com a translação da secretária de Cultura do município, Paula Regina da Silva, e do vereador suplente José Roberto “Betinho” Giacomossi.

Eles criaram a “noiva”, que pode casar com quem quiser e quando quiser. As convenções acontecem apenas 45 dias antes das eleições, e, até lá, estariam aptos a receber cortejos, pedidos de namoro, e avaliar quem seria o pretendente mais vigoroso. Não necessariamente aquele que o voluntarioso alcaide indicar. Pois então…

Condição única 

Postado em 6 de outubro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo Pessoal

Desde que não esteja filiado em partidos como PSOL ou PT, o vereador e pré-candidato a prefeito de Tijucas, Fernando Fagundes (MDB), poderá contar com o apoio irrestrito do ex-deputado estadual e federal Rogério Peninha Mendonça (MDB), na disputa pela prefeitura tijuquense. 

A condição, a propósito, foi compartilhada em um encontro, ontem à noite, que contou com a presença de outras importantes lideranças do MDB, como o prefeito de Porto Belo, Joel Orlando Lucinda, e o vereador e também pré-candidato a prefeito Leonardo Arlindo Cordeiro, de Itapema. 

Peninha deixou claro aos presentes que apoiaria o herdeiro do saudoso ex-prefeito Nilton José Fagundes, o “Gordo”, contanto que não disputasse a eleição pelas duas legendas “de esquerda”. O apoio, então, viria mesmo se o vereador deixasse o MDB. 

Esperança

Quem pode ter gostado da condição é o deputado estadual Carlos Humberto Metzner Silva (PL), presente no jantar. Silva articulou, tempos atrás, os convites ao vereador tijuquense, com quem nutre relações estreitas, para que deixasse as fileiras emedebistas e embarcasse no projeto dos liberais. 

O casamento, que esteve perto, esfriou e está longe de acontecer, segundo apontam fontes do Blog. Entretanto, se Fagundes decidir aceitar, no futuro, poderá contar com o apoio do ex-deputado federal neotrentino. 

Dito e feito

Postado em 31 de maio de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Filho do ex-presidente Jair Messias Bolsonaro (PL), o jovem Jair Renan Bolsonaro prometeu e cumpriu: esteve sábado (27) no Vale do Rio Tijucas e participou do encontro regional do PL, em Nova Trento.

Lotado no gabinete do senador Jorge Seif (PL-SC) em Brasília, o “Zero Quatro”, como ficou conhecido entre os apoiadores de Bolsonaro, havia gravado, dias atrás, um vídeo ao lado do presidente do PL neotrentino, Wesley Duarte Arantes, e do vice-presidente Darlan Piffer, anunciando que estaria no evento. E honrou a palavra com os correligionários.

 

FIO CONDUTOR

Uma das presenças mais festejadas no encontro foi a do empresário Felipe Lemos, especulado pré-candidato a prefeito de São João Batista, que tem atuado como articulador do partido na região.

Ele e o prefeito de Canelinha, Diogo Francisco Alves Maciel (PL), a propósito, assumiram a tarefa de unir o PL no Vale do Rio Tijucas em compromisso firmado com os deputados estaduais Carlos Humberto Metzner Silva (PL) e Ivan Naatz (PL).

Apoio mútuo

Postado em 2 de março de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Daianny Camargo

O interesse do Partido Liberal (PL) em contar com o prefeito Diogo Francisco Alves Maciel (Republicanos), de Canelinha, está mais do que claro. Tanto que, nesta semana, durante o evento de filiação do empresário Felipe Lemos, o mandatário canelinhense foi convidado publicamente a aderir ao projeto da sigla.

Durante seu discurso, o deputado estadual Carlos Humberto Metzner Silva (PL) disse que deixaria a “passagem” para o partido no bolso de Maciel. Questionou, ainda, se o prefeito já se filiaria no mesmo evento ou se marcaria outra reunião para selar a adesão.

Já o líder do PL na Assembleia Legislativa, deputado Ivan Naatz, chegou a anunciar Maciel como o “próximo prefeito do partido”.

Ao Blog, o mandatário canelinhense afirmou que o ingresso no PL depende de alguns alinhamentos, especialmente com relação a parcerias necessárias para atender às demandas da Terra das Cerâmicas. “Preciso ter parceiros que me ajudem a conduzir Canelinha. Desde que seja uma troca justa, um apoio mútuo…”, explicou.

Fôlego

Postado em 1 de março de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Entra ano, sai ano, mudam gestões, e o problema do Hospital São José, em Tijucas, continua o mesmo: a falta de recursos para o custeio dos serviços. Embora a prefeitura tenha aumentado o valor do repasse municipal, os aportes de outras fontes públicas seguem, ainda, como necessidades urgentes para a administração da unidade.

As dificuldades foram mais uma vez expostas nesta semana, durante explanação do diretor do hospital, Marcos Marcelino, nas tribunas do Legislativo tijuquense.

A situação sensibilizou de maneira especial o presidente da Câmara, vereador Maurício Poli (PSB), e o colega Cláudio de Oliveira (PP), que, já no dia seguinte, articularam um auxílio de R$ 100 mil para a gestão do São José. A verba vem do gabinete do deputado federal Fábio Schiochet (União), que enviou diligentemente a secretária parlamentar Nadir Marques Silva para a autenticação do subsídio.

Retaguarda

Postado em 30 de janeiro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

O jovem e recém-eleito deputado federal Rafael Pezenti (MDB-SC), enquanto não toma posse na Câmara Federal, marcada para quarta-feira (1º), vem participando ativamente das articulações no Estado. Ele e seu padrinho político, o neotrentino Rogério “Peninha” Mendonça, teriam ido, dias atrás, até o governador Jorginho Mello (PL) especialmente para indicar um nome para a pasta da Infraestrutura. O ungido seria o deputado estadual reeleito Jerry Comper (MDB) — o que confirma a nota “Por detalhes“, de semanas atrás no Blog.

O chefe do Executivo catarinense teria informado à dupla que a secretaria já foi oferecida ao MDB, mas que a escolha cabe ao partido. As costuras seguem no seio emedebista, que, em princípio, deve fazer a indicação em fevereiro, depois da eleição para a presidência do Legislativo.

Atenção e articulação

Postado em 12 de janeiro de 2023
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Arquivo/Linha de Frente

Os dias do ex-prefeito Elmis Mannrich (MDB) têm sido de descanso e planejamento desde que deixou a direção da Aresc (Agência Reguladora de Serviços Públicos de Santa Catarina), no fim de 2022. Ele tinha a opção de seguir no cargo, caso desejasse e usasse a influência, mas preferiu voltar para Tijucas e programar a retomada da carreira eleitoral. O pleito municipal de 2024 tem prioridade na lista de intenções do ex-mandatário tijuquense.

Uma das questões de primeira ordem seria a manutenção do comando do MDB local. As convenções foram marcadas para abril, e Mannrich trabalha internamente para contar com o apoio do diretório numa possível disposição para candidatura a prefeito.

 

CONJUNTURA

A proposta de aliança com o PDT segue nos planos, mas a união com o empresário Thiago Peixoto dos Anjos – segundo colocado nas eleições de 2020, com 4.238 votos –, que parecia irrevogável tempos atrás, esfriou.

Peixoto dos Anjos tem dito que não abre mão da cabeça de chapa e que prefere formar dupla com alguém que ainda não tenha experimentado o Executivo. Neste momento, ele estaria mais afinado com o vereador Fernando Fagundes (MDB), que também pretende se lançar na disputa majoritária e, internamente, distanciou-se de Mannrich.

De mãos dadas

Postado em 6 de dezembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Divulgação

Líderes do MDB tijuquense, enxertados de figuras proeminentes do PDT — como o empresário Thiago Peixoto dos Anjos e o suplente de vereador Fabiano Morfelle —, estiveram reunidos sábado (4) no sítio do ex-prefeito Elmis Mannrich, na localidade de Timbé.

O encontro foi denominado “Confraternização de Fim de Ano do Grupo Amigos do MDB-Tijucas” e contou, ainda, com a participação do prefeito de Porto Belo, Emerson Stein (MDB), apresentado durante o evento como pré-candidato a deputado estadual com apoio da cúpula emedebista local.

 

COSTURA

A presença de pedetistas destacados na festa não é por acaso. Além do apoio declarado à campanha de Stein ao parlamento catarinense, tanto Peixoto dos Anjos quanto Morfelle têm relação familiar com membros e militantes do MDB, e inclinação natural ao partido. E as costuras para 2024, evidentemente, estão há meses na pauta.

Mannrich, que encabeça um movimento de reorganização e fortalecimento do diretório emedebista em Tijucas, tem interesse na candidatura a prefeito nas próximas eleições municipais. E o jovem empresário, concorrente à prefeitura em 2020 com 4.238 votos, estaria nos planos de aliança. As conversas existem, e agradam a ambos.

Sem contraste

Postado em 18 de novembro de 2021
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A oposição, em Porto Belo, reduziu-se ao incógnito Republicanos — que, em 2020, apesar de Romario Luiz Tancredo na disputa majoritária, elegeu apenas um vereador: Jonatha Cabral. E o cenário pode ficar ainda mais favorável ao prefeito Emerson Stein (MDB), reeleito com a maior diferença de votos da história do município e pretenso postulante a uma cadeira no Legislativo catarinense em 2022.

Costuras entre o chefe do Executivo portobelense, Cabral e o suplente de vereador Marcos Vinícius Marques (REPUBLICANOS) trazem a legenda para a base de sustentação do governo; independentemente da resistência de alguns membros da comissão municipal do partido. A manobra está em curso, e foi dada como certa nos bastidores políticos da Capital Catarinense dos Transatlânticos.

O titular da cadeira do REPUBLICANOS na Câmara, que se aproximou da administração municipal recentemente, licenciou-se da vereança por 180 dias e deu lugar a Marquinhos, presidente do partido em Porto Belo e figura benquista na localidade de Araçá. A proposta é a de que ambos, em curto prazo, passem a frequentar a prefeitura: o suplente em cargo comissionado, e Cabral, de volta ao Legislativo nos próximos meses, como governista. Pois, então?!